PROCURANDO POR ALGO?

quarta-feira, 12 de maio de 2010

ESQUECI DE DIZER


ESQUECI DE DIZER

Nas últimas vezes...
que nos falamos
Nos últimos dias e meses...
E em todos esses anos
Acabei não lembrando
De dizer o significado
da tua existência
para mim, ser calado...
És, foi e sempre vais ser
alguém especial!

Esqueci de dizer...
ainda que distante
teu papel na minha vida
foi demais importante
És pessoa querida!

Esqueci de dizer,
no último encontro,
que não importa...
Se nunca vamos nos ver
Marcaste minha vida
me fizeste crescer!

Esqueci de dizer...
deveria ter falado!
Tu me ensinaste a viver
mesmo quando cansado.

Esqueci de dizer...
Que muitas pessoas...
cruzaram meu caminho
E nenhuma delas
com flor ou espinho...
as ruins ou as boas...
permitiram me conhecer
de modo intenso
como aconteceu contigo.

Agora reflito...
sobre isso eu penso...
Muito mais que amigo
que pude ou não ser
Queria poder ter dito
devagar, com calma
Que foi mais que um afeto
és estigma na minha alma
Vai além dos sentidos!

Mas eu me esqueci...
e o tempo passou...
circunstâncias mudaram...
e teu rosto não vi,
águas que passaram.

Queria mais algumas palavras!
Não falar, mas ouvir somente
Como essas que escuto
E repetem-se na mente
Das conversas que tive
Nas histórias que ouvia.

Sua presença vive
nas lembranças
da tua alegria.
Sonhos e esperanças
ao falar do futuro
das dores passadas...
do sentimento puro,
das pessoas amadas.

Esqueci de dizer
algo importante...
No livro da minha vida
És personagem marcante
E vais sempre existir
na minha trajetória
E não há despedida
que vai te excluir
da minha história.

A.D.

UMA NOVA MANEIRA DE AMAR


Uma nova maneira de amar


Mais do que nunca a frase “Qualquer maneira de amor vale a pena” faz sentido.
O mundo vive tanto desamor, indiferença e sacanagem, que o afeto será sempre bem-vindo, qualquer que seja a sua forma.
Não falo apenas do amor romântico, aquele que acontece entre duas pessoas.
Falo do amor que flui o tempo todo, em todas as direções, a qualquer hora.
Isso é o que está faltando.
Todos podem ser uma fonte de amor.
Sendo amorosos com cada um que encontramos, amorosos em tudo o que faz só o amor dá segurança.
Só o amor tem razão, pelo simples fato de não pretender tê-la.
O amor aproxima as coisas mais distantes, ele vence o tempo o espaço e o amor universal é a única saída.
Há muitas famílias que vivem em seus lares como se tivessem numa espécie de redoma, vendo o mundo externo como uma ameaça.
E o resultado disso, é que encontramos pessoas bastante desconfiadas, sem nenhum senso de cooperação social...
Toda renúncia, entrega de si, toda dedicação operosa, todo devotamento para eles parece perda ou atitude inútil.
O interesse individual passou a ser de ordem suprema.
Na busca da autenticidade, muitos conceitos vão sendo questionados.
Cada um desenvolve as suas próprias idéias, querendo que o outro se comporte de acordo com elas.
Você espera receber aquilo que precisa e esquece que a natureza do amor está exatamente no oposto: no interesse puro de ajudar no crescimento alheio, no desejo de participar na construção de um mundo melhor.
Sem amor para consigo mesmo impossível amar ao próximo.
A maturidade deste momento está na busca do respeito de dentro para fora e não a partir de uma ordem que determina o certo e o errado.
A base é o respeito por si mesmo, o reconhecimento do ser único.

A.D

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK