PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 11 de junho de 2011

DIETA DO CHÁ

DIETA DO CHÁ 


                                Lasanha... chá comigo
                                Salada... chá pra lá
                                Picanha... chá comigo
                                Carne de soja... chá pra lá
                                Rabada... chá comigo
                                Peixe grelhado... chá pra lá
                                Feijoada... chá comigo
                                Sopinha... chá pra lá
                                Cerveja.... chá comigo
                                Chazinho... chá pra lá
                                Açúcar... chá comigo
                                Adoçante... chá pra lá  
                                Buteco... chá comigo
                                  Academia... chá pra lá
                                Rodízio... chá comigo
                                Spa... chá pra lá  

                                               "VOCÊ NASCE SEM PEDIR E MORRE SEM QUERER! ENTÃO, APROVEITE O INTERVALO E SEJA FELIZ!" O RESTO... CHÁ PRA LÁ!

--

MÃOS DE GINECOLOGISTA

Não queres ir ao médico? 


Mãos do Ginecologista... depois de 30 Anos de Serviço!

É a isto que se chama deformação profissional embora esteja coberto pelo seguro de doenças no trabalho.




fonte: http://groups.google.com/group/turmadobafometro/browse_thread/thread/288febe87fb8edb7/9a4aa1149147900b#9a4aa1149147900b

CAMINHAR FAZ BEM

ESTOU CAMINHANDO TODOS OS DIAS COM UM VIZINHO. 

                  NUNCA PENSEI QUE CAMINHAR COM OUTRA PESSOA ME INCENTIVARIA E ME FARIA TÃO BEM.
                  NÃO NOS FALAMOS DURANTE A CAMINHADA, POIS O VIZINHO CAMINHA 10 PASSOS ADIANTE DE MIM.
                  COMECEI ESTE PROGRAMA DE CAMINHADAS HÁ UMA SEMANA E JÁ PERCEBI UMA MELHORA GERAL,
                  PRINCIPALMENTE, NA MINHA ATENÇÃO E NA MINHA VISTA, QUE ESTÁ CADA VEZ MAIS APURADA.

                  .

                  .

                  .

                  .

                  .

                  .

                  RECOMENDO A TODOS !


 

CAPACIDADE ADMNINISTRATIVA FEMININA

*Capacidade Administrativa Feminina* 

Uma mulher andava na beira de um rio quando viu um sapo preso em uns galhos
pedindo socorro.
Quando ela chegou perto, ele disse:
Me salva que eu realizo 03 desejos, mas tudo que eu der a você,
seu marido ganhará 10 vezes mais. Ela pensou um pouco, mas topou!
1º Desejo
Mulher : Quero ser mUUUito, mas mUUUito rica.
Sapo : Ok, mas lembre-se que seu marido será 10 vezes mais rico.
Mulher: Não tem importância, tudo que é meu é dele, e tudo que é dele é
meu...
E ela se tornou muito rica.
2º Desejo:
Mulher : Quero ser muUUUUito, mas muuuuito bonita.
Sapo : Ok, mas a mulherada vai cair em cima do seu marido
porque ele vai ser 10 vezes mais bonito que você
Mulher : Não tem problema. E ela se tornou rica e maravilhooooosa. Ele
também.
Enfim, o 3º desejo :
Mulher : Quero ter um enfartezinho bem pequenininho... só um susto!....
Sapo : (mudo)
*
Nunca subestime a capacidade administrativa de uma mulher*

HOMEM FIEL NÃO TEM PREÇO

Homem Fiel não tem preço

          
Acordei com uma baita ressaca, e do lado da cama tinha um copo d'água e duas aspirinas.
Olhei em volta e vi minha roupa passada e pendurada.
O quarto estava em perfeita ordem.
Havia um bilhete de minha mulher:
Querido, deixei seu café pronto na cozinha. Fui ao supermercado. Beijos.

Desci e encontrei uma mesa cheia, café esperando por mim.

Perguntei à minha filha:
- O que aconteceu ontem?
- Bem, pai, você chegou às 3 da madrugada, completamente bêbado, vomitou no
tapete da sala, quebrou móveis, urinou na cristaleira antes de chegar no quarto.
- E por que está tudo arrumado, café preparado, roupa passada, aspirinas para a ressaca e um bilhete amoroso da sua mãe?
- Bem, é que mamãe o arrastou até a cama e, quando ela estava tirando a sua calça, você gritou: 



*'NÃO FAÇA ISSO MOÇA, EU SOU CASADO!'*

   - Ressaca: 70 reais.
   - Móveis destruídos: 1.200 reais.
   - Café da manhã: 20 reais.
   - Dizer a frase certa no momento certo: *Não tem preço!*

HISTÓRIA QUE ALGUÉM ME CONTOU

*História que alguém me contou*



*NEWTON MORENO* 


*UMA NEGRA BÊBADA* tropeçou para dentro do metrô. Testou seus superpoderes, tentando se equilibrar com o vagão em movimento. Parecia surfar no ar já
contaminado de seu bafo. Desafiava-nos com sua ousadia alcoólatra.
Todos. Tenho certeza de que todos torciam por sua queda. Ela resistia e ria, zombando de nossas caras. Parecia-nos impossível para uma mulher tão alcoolizada manter-se de pé. Era uma questão de honra: tinha que cair.
Iniciamos uma vibração silenciosa. Gargalhava. Uma voz antipática e sonolenta anunciou a próxima estação.
A negra vitoriosa sentou-se. Conseguiu completar o percurso de uma estação a outra sem ameaçar uma queda. Esnobou. Nem nos olhou na cara. Mas começou a
falar. Alto. Amplificada. Não abria os olhos e soava por todo o vagão.
Decidiu nos comunicar tudo que pensava do m undo. Suas opiniões, estado d'alma, mal-estar físico, seu iminente vômito, os litros de cerveja, as
marcas de cerveja, os rótulos das cervejas. A negra tagarelava e se calou apenas quando vomitou. Estabeleceu assim uma trincheira. Migramos todos para
o outro canto do vagão, deixando-a só.
Uma poça fétida. Um minuto sem a sua voz. O que parecia uma dádiva.
Hospedou-se, por fim, na última cadeira. Tudo levava a crer que iria dormir.
Braços cruzados, pernas esticadas, olhos fechados, cabeça inclinada.
Aguardávamos o ronco. Esticávamos mesmo o ouvido para checar se dormia ou não. Uma velhinha deu dois passos para ver de perto, tapando o nariz.
"Eu não dormi." Renasceu sonora e expulsou a velhinha de volta a sua cadeira. "Sabia que minha mãe era negra, e mãe dela, e a mãe da mãe dela?"
Só então percebi suas tranças afro. Pareceu-me bonita. Duas oitavas abaixo, cantou alguma coisa em iorubá. Disse que não sabia a tradução. Disse que sua
alma se perdia nas notas da canção. Como um disco em rotação alterada, iniciou uma narrativa.
Tínhamos a impressão de que não conseguiria completar a frase seguinte. Mas partiu confiante e mágica, como os bons contadores de histórias.
Era uma vez a África.
Negros que corriam protegidos pelo sol. Amavam-se como negros e uns aos outros. Numa cidade do Atlântico, seus antepassados se casaram. Homem e mulher de grande beleza. Bentos pelos orixás, tementes a cada movimento da natureza. Da folha frágil que voava ao solo ao mais furioso trovão.
Foram colhidos na noite de suas alegrias pelos homens sem cor. Isentos de sol. Os que descobriram que negro vale dinheiro. Ceifaram metade da aldeia.
A mulher, negra parideira, queriam levá-la. Acorrentaram-na à noite. Na madrugada, transportariam fêmeas que gestariam dividendos para seu capital.
Astuto, o homem invadiu o cativeiro. Libertou-a, mandando-a para a floresta.
Vestiu seus panos. Envolveu-se no disfar ce. Foi em seu lugar. Sua mãe amarrou-a à África numa árvore espessa. Cimentou-lhe os pés com cordas.
Impediu que se atirasse no barco para ir junto. Ele viajou envolto em seu cheiro.
Negros e negros eram semeados ao mar. Doentes, fétidos, raquíticos, loucos.
Alguns choravam tanto que eles os jogavam às águas. Não aguentavam a insânia de suas dores. Mulheres deram cria no meio do esterco e dos cadáveres. Ele
não largou seus panos. Desceu neste país e guardou sua alegria para o dia em que conseguisse voltar. Não sorriu desde então. Esperou pela alforria.
Sobreviveu a anos sob um outro sol e chibata. Sem sorrir.
Liberto pela nova lei, queria voltar. Ofereceu seus préstimos para trabalhar num navio. Limparia, lavaria, cozinharia, remaria. De pouco valem os braços
de um velho cansado. Navios e navios partiam, e nenhum o aceitava.
Clandestino, atirou-se a uma embarcação.
Ocultou-se no porão, comendo restos de lixo, enfrentou o Atlântico p ara poder voltar a sorrir. Seus dentes nem estavam mais lá. Mas ele sorria ao sentir na brisa um cheiro de África. O canto dos pássaros, o céu, a cor da água, o sol. Quando, ao longe, já se via terra, atirou-se ao mar. Tinha pressa. Desembarcou junto com o dia na praia. Andou o litoral até chegar a
sua aldeia. Estava mudada, mais vazia, alguns pescadores, alguns homens sem cor. Nenhum conhecido a princípio.
A saudade baixou como um raio de tempestade: poderia tirar a vida de um incauto. Perguntou por sua mulher, por sua família, por seus amigos. Muitos foram levados para o outro lado do oceano. Mas a mãe sobrevivera. Encravada numa cama no núcleo da África. Num berço da selva, ungida pelos orixás,
cantava seus filhos perdidos e pedia para não sofrer mais. Estava fraca do coração. Ele não sabia o que fazer. E se ela morresse ao vê-lo? Mas foi ela
quem veio até ele. Pressentiu sua chegada. Arrumou-se contra a velhice.
Abraçou-o como uma raiz envolve a terra. Elogiou sua força. Ele perguntou por sua mulher. A mãe calou num suspiro, por onde vazou sua alegria.
"Ela fugiu para te encontrar. Entregou-se aos piratas. Foi na tua direção e morreu no mar. Iemanjá me confirmou. Iemanjá nanou essa filha. Desceu com
ela para o fundo do mar para fazer um carinho. Conduziu com um cafuné até o outro lado."
Foi até este ponto que ela conseguiu chegar. Agora, o ronco estrondoso enterrava-a no sono. Minha estação se anunciava na voz antipática do metrô.
A negra dormia. Eu não poderia agradecê-la. Eu deveria? Por quê? A velhinha recolheu as lágrimas no rosto. O homem desapareceu para dentro do seu
casaco. Eu queria acordá-la para ouvir mais ou para me redimir do meu comportamento anterior.
Mas havia algo extremamente justo naquele sono. Como um troféu. Como um repouso. Como uma vitória. De alguém que tem que cruzar um Atlântico todos
os dias para aguar seus mortos e entender quem é.
Desci. Em algum lugar do outro lado do mar.

10 BONS MOTIVOS PARA FAZER SEXO...

10 BONS MOTIVOS PARA FAZER SEXO... [1] 

        Sexo é muito bom, e todos sabem disso, não é novidade pra ninguém. Agora, você tem ideia do que ele trás pra gente? O quão bom é para o nosso corpo fazer sexo?
 Veja você mesma:
         [2]

        BELEZAOs cientistas comprovaram que sexo faz bem pra beleza feminina!
 Pois é, quando praticamos sexo, produzimos estrogênio que deixam nossos cabelos brilhantes e nossa tão preciosa pele ficar macia. É comprovado gente!
 

EMAGRECE
 Fazer sexo emagrece (academia é pra solteiros!). Na prática você acaba queimando as calorias que estão acumuladas em seu corpo.

        FAZ BEM PARA O CORPO
 Sexo alonga os membro e tonifica os músculos do corpo (como eu já disse, academia é pra solteiras!)

        FAZ BEM PRA PELE
 Quando praticamos sexo, nós suamos que consequentemente, limpamos
nossos poros. Fazendo isso, previne nossa linda pele de dermatites, manchas e rachaduras. Sem contar que deixa a pele brilhosa!

        É UM ANTI-HISTAMÍNICO MARAVILHOSOAgora me diz pra que existem remédios nas farmácias? (para os solteiros e assexuados). Algumas boas sessões de sexo pode aliviar entupimento nasal, combater a asma,
as febres alérgicas e várias coisa mais.

        DESESTRESSA
 É calmante!

        DEIXA VOCÊ FELIZ
 Sabe o que te faz ficar feliz? A nossa amiga “endorfina“! É o sexo produz isso, fazendo você ficar alegrinha instantaneamente (se o
sexo for bom claro. Se não você fica mais deprimida ainda).
 XÔ DOR DE CABEÇA
 Essa desculpa é muito Fail, já que o sexo da um fim na enxaqueca.
Um bom sexo pode relaxar todos os vasos sanguíneos possíveis.
 SINTA-SE DESEJADA
 Quando você é sexualmente ativa, o corpo passa a exalar feromônios, ou seja, aromas que deixam os homens loucos!

        BEIJAR AJUDA A FUGIR DOS DENTISTAS
 Beijar nem sempre é ruim aos “Reis dos Motorzinhos“. No ato do beijo, rola saliva que abaixa o nível de acidez bucal que causa cáries, prevenindo o acúmulo da placa bacteriana.

        É tanta qualidade, não tem como sexo ser ruim. Tem como o cara ser ruim de sexo!


image002.jpg
108K Exibir Download

PARA REFLEXÃO

Oi!

Que tal uma parada para refletir... e refletir sobre você ...
Pensar em tudo de bom que existe aí dentro desse coração!
Saiba que você é uma pessoa maravilhosa, capaz de fazer
muita coisa boa, útil e expressiva, se quiser, e que no seu
coração estão guardadas coragem e confiança suficientes
para realizar seus desejos.
Mas não se esqueça, de buscar em cada minuto de seus dias,
motivos de alegria e esperança, não se importando com as
situações adversas que aparecem.
Você deve escolher ser feliz e tornar isso possível, com
pensamentos bons, não perdendo nunca o entusiasmo
pela vida e pelo amor, mas principalmente, tendo a certeza
de que Deus sempre abençoa quem ama e quem faz da
vida um prazer.

(Salmos 16:11) - Far-me-ás ver a vereda da vida; na tua presença há fartura de alegrias; à tua mão direita há delícias perpetuamente.

SER MULHER...


MULHER

Ser mulher... 
É viver mil vezes em apenas uma vida.
É lutar por causas perdidas e
sempre sair vencedora.
É estar antes do ontem e depois do amanhã.
É desconhecer a palavra recompensa
apesar dos seus atos. 


Ser mulher... 
É caminhar na dúvida cheia de certezas.
É correr atrás das nuvens num dia de sol.
É alcançar o sol num dia de chuva. 


Ser mulher... 
É chorar de alegria e muitas vezes
sorrir com tristeza.
É acreditar quando ninguém mais acredita.
É cancelar sonhos em prol de terceiros.
É esperar quando ninguém mais espera.


Ser mulher...
É identificar um sorriso triste e uma lágrima falsa.
É ser enganada, e sempre dar mais uma chance.
É cair no fundo do poço, e emergir sem ajuda.


Ser mulher...
É estar em mil lugares de uma só vez.
É fazer mil papeis ao mesmo tempo.
É ser forte e fingir que é frágil... 
Pra ter um carinho.


Ser mulher...
É se perder em palavras e 
depois perceber que se encontrou nelas.
É distribuir emoções
que nem sempre são captadas.


Ser mulher...
É comprar, emprestar, alugar,
vender sentimentos, mas jamais dever. 
É construir castelos na areia,
ve-los desmoronados pelas águas.
E ainda assim amá-los.


Ser mulher...
É saber dar o perdão...
É tentar recuperar o irrecuperável.
É entender o que ninguém mais conseguiu desvendar.


Ser mulher...
É estender a mão a quem ainda não pediu.
É doar o que ainda não foi solicitado.


Ser mulher...
É não ter vergonha de chorar por amor.
É saber a hora certa do fim.
É esperar sempre por um recomeço.


Ser mulher...
É ter a arrogância de viver
apesar dos dissabores,
das desilusões, das traições e
das decepções.


Ser mulher...
É ser mãe dos seus filhos...
Dos filhos de outros.
É amá-los igualmente.


Ser mulher...
É ter confiança no amanhã e
aceitação pelo ontem.
É desbravar caminhos difíceis
em instantes inoportunos.
E fincar a bandeira da conquista.


Ser mulher...
É entender as fases da lua
por ter suas próprias fases.

A.D

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK