PROCURANDO POR ALGO?

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

MEDO DE AMAR...

Quando nasce o amor ? Quando estamos carentes e alguém se aproxima com mãos estendidas?
Ou quando nos abrimos para a vida e despertamos paixões ?
Será que existe uma lógica no amor?
Somos nós quem decidimos a hora de amar, ou o amor é realmente um laço, um passo para uma armadilha?
Se podemos viver o amor, por que nos ausentamos, por que nos decepcionamos tanto e queremos fugir dele?
Por que apostamos tanto em alguém, e chagamos ao ponto de transferir nossa felicidade para outras mãos?
Será medo da realidade, uma fuga de nós mesmos?
Será que é possível viver um amor onde apenas a verdade, e somente a verdade seja a base da relação?
Será que devemos evitar a máscara que colocamos no amor?
Será que devemos ser tão realistas e secos para evitar a dor?
A dor, o amor, o calor, o desejo, o momento, a vida, uma explosão de todas as cores, de todos os sentidos, se você não se lembra mais, o amor provoca vertigens, espalha fogo por todos os lados, é um querer até sem querer,
é uma transformação radical em nosso metabolismo físico, mental e espiritual, quando amamos chegamos mais perto dos anjos...
Por isso, se tiver que optar, entre o vazio da razão, por medo de sofrer uma decepção e amargar meu dia, ainda assim, prefira o risco do amor, que embeleza a vida, dá motivação renovada, e transforma o mundo, as pessoas
e as atitudes, deixando tudo mais bonito, leve e eterno.
O amor é eterno, mesmo quando dura pouco, a emoção nunca se perde, as pessoas vão, partem, mas fica sempre um perfume de saudade, fica sempre uma recordação gostosa, por isso, amar sempre vale a pena.
Só os tolos tem medo de amar...bjs DARC

JOANA DARK......Di sole e d'azzurro - Giorgia

..

Não vale ter medo de si mesmo,
não vale não se conhecer, não se respeitar.
Tem que pegar todas as experiências
boas e ruins, doces e amargas,
e colocar no grande caldeirão da alma,
para entender o que vale, e o que não vale a pena.
Assim, você terá uma bússola precisa,
que vai indicar o seu norte, a sua direção, que
não tem tempo nem idade, rumo a realização
dos seus sonhos, rumo a felicidade.
Acredite na vida! Acredite em você!
E se a vida exigir muito de você, sinta-se feliz.
Pois... Deus só exige
muito daqueles que
tem capacidade para vencer

FONTE: http://joanadc.blogspot.com/

Rednex-Wish you were here (Blackmore's Night)

..

EU VI AQUI:
http://joanadc.blogspot.com/2011/11/deixa-me-amar-te-em-meus-silencios-na.html?showComment=1320259602291#c3249044423730432223

QUE LINDA!!

Deixa-me amar-te em meus silêncios 
Na calmaria do teu coração que me acolhe 
E de onde se desprendem meus sonhos 
Deixa-me amar-te em minha solidão 
Ainda que meus labirintos te confundam 
E que teus fios generosos de compreensão 
Deixa-me amar-te em meus segredos 
Para que desvendes o que também desconheço 
A alma dos meus abismos, onde anoiteço 
Deixa-me amar-te em tuas demoras, longas horas 
Em que meu corpo se veste de céu à tua espera 
E minhas mãos em frenesi acendem estrelas 
Para alumiar-te, ainda que ausente estejas...bjs DARC

(Fernanda Guimarães)

RIR AINDA É O MELHOR REMÉDIO


Uma mulher apaixonada envia uma mensagem de texto, com muito amor, ao celular de seu amado dizendo:

Meu amor,
Se você está dormindo, me envie teus sonhos!
Se você está rindo, me envie teu sorriso!
Se você está chorando, me envie tuas lagrimas!
Eu te amo!

E o homem responde ao seu amor...

Meu amor,
Eu estou cagando...
Quer que te envie alguma coisa?
.................................................
REGRAS DA MULHER: CIDADE x INTERIOR

Um caipira conversando com um cara da cidade:
- Na minha terra - dizia o caipira - Mulher tem direito a três frases pur dia:
a) Xô galinha!
b) Cala a boca, minino!
c) A bóia tá na mesa!

- Na cidade também é assim - dizia o outro, só mudam as frases:
a) Bota o lixo lá fora!
b) Me dá o cheque!
c) Hoje não, estou com dor de cabeça!!!!

...........................
- Mamãe, mamãe!... Por que estamos empurrando o carro até o precipício?
- Fique quieto, senão vai acordar seu pai!
..........................
- Mamãe, mamãe!... Se Deus nos dá o que comer, a cegonha traz os bebês, e Papai Noel os presentes no Natal...
Posso saber para que serve o papai?
..........................
- Mamãe, mamãe!... Na escola me chamaram de dentuço.
- Não lhes dê bola, Marcos... E feche a boca que está riscando o chão!
...........................
Mamãe, mamãe!... Eu já tenho 13 anos. Me compra um sutiã?
- Não.
- Vamos, Mamãe! Compra um sutiã pra mim.
- Eu já te disse que NÃO!
- Mas mamãe, eu já tenho 13 anos.
- Não me amole, Juliano!
.............
- Mamãe, mamãe!... Por que a noiva está vestida de branco?
- Porque é o momento mais feliz de sua vida.
- Ah! E por que o noivo está vestido de preto?
- Cala a boca!
.................
Ouvinte: - Bom dia Dra. Lúcia! Aqui é a Bruna! Eu queria saber se posso tomar anticoncepcional com diarréia...

Drª.Lúcia: - Olha...eu tomo com água, mas a opção é sua!
......................
Papo de Religião

Um evangélico, um católico e um espírita, ao desencarnarem
chegam no céu e Deus pergunta a cada um deles o que cada um mais
deseja:
- O católico: Quero que acabem com estes evangélicos
barulhentos e chatos, já não agüento mais tanta gritaria!
- O Evangélico: Deus! Acabe com estes católicos arrogantes e
idólatras que só sabem ficar rezando terço!
O espírita tá lá quietinho então Deus pergunta a ele o seu desejo:
- Ah, Deus, sou espírita, não busco nada para mim, só penso no
bem estar do próximo. Se o Senhor atender a estes dois irmãozinhos já
estarei satisfeito!!!
..........................

MULHER


MULHER

Ser mulher... 
É viver mil vezes em apenas uma vida.
É lutar por causas perdidas e
sempre sair vencedora.
É estar antes do ontem e depois do amanhã.
É desconhecer a palavra recompensa
apesar dos seus atos. 


Ser mulher... 
É caminhar na dúvida cheia de certezas.
É correr atrás das nuvens num dia de sol.
É alcançar o sol num dia de chuva. 


Ser mulher... 
É chorar de alegria e muitas vezes
sorrir com tristeza.
É acreditar quando ninguém mais acredita.
É cancelar sonhos em prol de terceiros.
É esperar quando ninguém mais espera.


Ser mulher...
É identificar um sorriso triste e uma lágrima falsa.
É ser enganada, e sempre dar mais uma chance.
É cair no fundo do poço, e emergir sem ajuda.


Ser mulher...
É estar em mil lugares de uma só vez.
É fazer mil papeis ao mesmo tempo.
É ser forte e fingir que é frágil... 
Pra ter um carinho.


Ser mulher...
É se perder em palavras e 
depois perceber que se encontrou nelas.
É distribuir emoções
que nem sempre são captadas.


Ser mulher...
É comprar, emprestar, alugar,
vender sentimentos, mas jamais dever. 
É construir castelos na areia,
ve-los desmoronados pelas águas.
E ainda assim amá-los.


Ser mulher...
É saber dar o perdão...
É tentar recuperar o irrecuperável.
É entender o que ninguém mais conseguiu desvendar.


Ser mulher...
É estender a mão a quem ainda não pediu.
É doar o que ainda não foi solicitado.


Ser mulher...
É não ter vergonha de chorar por amor.
É saber a hora certa do fim.
É esperar sempre por um recomeço.


Ser mulher...
É ter a arrogância de viver
apesar dos dissabores,
das desilusões, das traições e
das decepções.


Ser mulher...
É ser mãe dos seus filhos...
Dos filhos de outros.
É amá-los igualmente.


Ser mulher...
É ter confiança no amanhã e
aceitação pelo ontem.
É desbravar caminhos difíceis
em instantes inoportunos.
E fincar a bandeira da conquista.


Ser mulher...
É entender as fases da lua
por ter suas próprias fases.

Autor desconhecido

Tecladista Profissional

..

Ana Vitória em uma dublagem do forrozão em Hidrolândia!!

FARRA EM ARACOIABA

..

Depois do Aniversário do Araparque, farrinha lá em casa com os amigos!!

VI NO FACEBOOK


FONTE:  http://www.facebook.com/profile.php?id=100001933930939&sk=info

TENTE NÃO RIR

MUSICA DE POBRE - Pobre sofre muitooo

...


Pra vc morrer morrer de rir

VOCÊ TAMBÉM QUER UMA ASSIM?

Quero um assim...


Um homem de verdade não vai se importar com o tamanho do seu sutiã, com a grossura das tuas coxas, se você tem bunda grande, e nenhum sinal de barriga. Um homem de verdade vai reparar no teu sorriso,no modo como você coloca o cabelo para trás da orelha quando está nervosa, na tua risada, no modo em que seus lábios se movem enquanto você fala, no teu jeito histérico ao ver um filme de terror, no teu jeito estranho de correr, nas tuas manias, nos teus gestos exagerados e na forma como você pronuncia o nome dele. Um homem de verdade vai te amar pelo teu conteúdo, e não pela embalagem....

UMA AMIGA...


  • ‎"...Todos os homens e mulheres são conectados por uma energia que muitas pessoas chamam de amor, mas que é, na verdade, a matéria-prima com a qual o universo foi construído. Essa energia nao pode ser manipulada, nos empurra para a frente, e contém tudo que precisamos aprentar nesta vida. Se tentamos dominá-la, acabamos frustrados, desiludidos, já que é uma energia livre e selvagem..."


    All men and women are connected by an energy which many people call love, but which is, in fact, the raw material from which the universe was built. The energy cannot be manipulated, it leads us gently forward, it contains all we have to learn in this life. If we try to make it go in the direction we want, we end up frustrated, disillusioned, because that energy is free and wild.

    ..............................................................................
    DARILMA CARVALHO


    VOCE VIU?

    TA UMA CONFUSÃO NA RUA...
    POLICIA, REPORTAGEM, MUITA GENTE!
    DIZEM QUE ESTÃO A PROCURA DE
    UM ANJO QUE CAIU DO CÉU.
    MAS FIQUE TRANQUILA
    NÃO DIREI ONDE VOCE ESTÁ.

    Obrigado por sua amizade. Beijos em seu coração

    vc é uma pessoa maravilhosa que encontrei nesse mundo virtual!!
    (foto: Darilma Carvalho)

NÃO VEJO GRAÇA


Tentando expressar o que sinto quando abro meu facebook todos os dias e vejo uma avalanche de posts pró e contra o tratamento do LULA no SUS. Trabalho com pacientes oncológicos todos os dias e já tive entes muito queridos que estão por aqui ou já se foram levados pelo câncer.
Abraço a todos.

FORÇA LULA!!



Respeitar as pessoas. É aceitar as diferenças.
Ninguém precisa aceitar a posição política ou religiosa de outra pessoa.
Fiquei indignado com as mensagens que as pessoas postaram no Facebook ironizando o estado de saúde do sempre Presidente Lula. Isso caracteriza algo tão mesquinho, inimaginável como atitude de um ser humano. Nos surpreendemos todos os dias com situações inusitadas do cotidiano. Muitas vezes nos perguntamos por quê algumas coisas acontecem em nossas vidas. Lembre-se: a nossa vida é reflexo de nossas atitudes. Toda pessoa é dotada de total sacralidade de Deus. Todos nós somos frutos do amor de Deus. E, muitas vezes incitamos o ódio e o preconceito. Tenho a mais absoluta certeza que essas mensagens não representam o sentimento do Povo Brasileiro. Tenho certeza que o amor é o sentimento capaz de vencer tudo, inclusive todo o preconceito e hipocrisia que está entranhado nas pessoas que não tem Deus no Coração. O Nosso Povo deseja melhoras ao Presidente Lula. Que ele se recupere logo para contribuir ainda mais para construção de um Brasil cada vez melhor.

O Manifesto do Cozinheiro



  • O Manifesto do Cozinheiro - Por Roberta Sudbrack

    Ser cozinheiro é enxergar a vida - a vida inteira - com os olhos curiosos da descoberta. Tudo é novo? Espera aí, mas isso eu já vi em algum lugar! Sim e não. Voi, mas não viu. E se viu, ora, que diferença faz? Tudo pode ser novo de novo para o cozinheiro. Sobretudo o velho! E como pode ser surpreendente quando observado com olhos curiosos. Tudo é m otivo para ver de novo. Tudo é motivo para acreditar que qualquer coisa é possível. Qualquer espessura é alcançável. Qualquer ingrediente é maleável. Qualquer sabor é conhecido. Ou não? E se não for, melhor ainda. Mãos à obra e mente aberta, você é cozinheiro!

    A nossa vida começa a ser reescrita todos os dias junto com o mise en place. É sempre um novo capítulo e um parágrafo mais interessante do que o anterior. Outra história a ser vivida, dividida e sofrida... Como sofremos. Sofremos fisicamente e essa parte não varia. No pacote estão incluídas as bolachinhas inteiras e as que perderam o recheio também. É pegar ou largar! Sofremos emocionalmente. Profundamente! A entrega não é uma escolha, é um fundamento. Ser cozinheiro é entregar a vida diariamente à missão de servir e sonhar.

    Sonhamos com sorrisos, gargalhadas, tilintares de copos e na melhor das hipóteses uma lágrima. De alegria. De recordação. Uma lembrança. Um sorriso calado. Servimos diariamente com a convicção de quem decidiu que assim seria. Entramos pela porta dos fundos e usamos o banheiro da área de serviço. Estamos a serviço, ora! Somos felizes, muito felizes. Não conheço um cozinheiro triste. Conheço pessoas que imaginam ser cozinheiro e são tristes. Claramente porque não são.

    Servir, essa não é uma tarefa para qualquer um. Requer delicadeza, humildade, destreza. Estamos sempre um passo atrás dos ingredientes, somos apenas os instrumentos encarregados da sua expressão momentânea. Estamos um passo atrás de você. Fazemos reverência a sua presença, vibramos com ela, sonhamos com ela diariamente. Vivemos na expectativa de acolher. Servimos sonhos na expectativa de colher sorrisos.

    E quando uma noite acaba, quando o corpo se arrasta pela cozinha, aqueles mesmos olhos curiosos agora estão baixos e os batimentos cardíacos começam a voltar a um nível com o qual não sabemos conviver. Começamos imediatamente a pensar no mise en place de amanhã! Ele é a certeza de que a nossa história é como a dos balões: tem sempre um lugar de partida, de chegada jamais

Dia de Finados




Crisântemos e velas – símbolos do dia de finados
Assim como outras datas são importantes para nossas vidas, o dia 02 de novembro, mais conhecido como dia de finados, também tem sua relevância, pois foi criado em homenagem às pessoas falecidas.
A morte é o cessar definitivo da vida, seja ela humana, vegetal ou animal, que pode acontecer por diferentes motivos, como doenças, acidentes ou violência.
Segundo pesquisas do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o maior número de morte no Brasil é relacionado à mortalidade infantil. Porém, essa taxa teve consideráveis reduções no período entre 1991 e 2000, passando de 45,3 para 28,3, de cada mil crianças nascidas vivas.
Mas o Brasil ainda tem muito a melhorar, se comparado a outros países. Na Europa a taxa é de cinco mortes para mil crianças nascidas vivas, e nos Estados Unidos chega-se a sete.
O dia dos mortos é um dia de respeito, dedicado para que as famílias celebrem a vida eterna dos seus entes falecidos, tendo esperança de que tenham sido recebidos pelo reino de Deus.
As missas em memória às pessoas falecidas tiveram sua origem no século IV, mas foi no século seguinte que a igreja passou a consagrar um dia para essa celebração.
A escolha da data se deu em virtude do dia de todos os santos, primeiro de novembro, pois os religiosos acreditavam que todas as pessoas, ao morrerem, entram em estado de graça, mesmo não sendo canonizados.
A cultura de dedicar um dia para homenagear os mortos varia muito de localização ou religião, mas segue os princípios do catolicismo, pois a partir do século XI, os papas Silvestre II, João XVII e Leão IX passaram a exigir tal celebração.
No México, ao invés de melancolia, os mortos são homenageados com grandes festas. Isso faz com que o país receba visitas de turistas de todo mundo.
Existem alguns símbolos que são muito utilizados no dia dos mortos para homenageá-los. Os crisântemos representam o sol e a chuva, a vida e a morte e por serem flores mais resistentes são muito usadas nos velórios. As velas significam a luz do falecido, as coisas boas que eles deixaram para seus parentes vivos.
Muitas vezes, no dia de finados, o tempo fica nublado ou chuvoso. As crenças populares dizem que isso acontece porque as lágrimas das pessoas são derramadas dos céus.
Crendices populares dizem que não se deve levar terra de cemitério para dentro das casas, pois pode levar azar. Outros afirmam que comer a última bolacha de um pacote pode causar a morte da pessoa que comê-la.
No dia de finados, as pessoas enfeitam os túmulos com flores, acendem velas e muitas mandam rezar missas pelos parentes que perderam. É um dia muito triste, pois através das homenagens feitas, as pessoas voltam a sofrer a dor da perda, entristecendo-se e até chorando por saudade.
Esses sentimentos devem ser respeitados, pois não é fácil aprender a viver sentindo a falta de alguém que antes fazia parte de sua vida, que estava presente em tudo, que oferecia amor, dedicação e carinho. Com certeza, todas as pessoas sentem muito a ausência das pessoas que amam.
Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

PIADINHAS

Um marinheiro encontra um pirata num bar, e eles vão se contando suas aventuras nos mares. Notando que o pirata tem uma perna-de-pau, um gancho e uma tapa-olho, o marinheiro pergunta:
- Como é que você conseguiu esta perna-de-pau?
O pirata responde:
- Fomos pegos numa tempestade ao largo e uma onda gigante me jogou para fora do barco. Bem quando estavam me jogando uma bóia um cardume de tubarões apareceu e um deles abocanhou minha perna.
- Que chato! - exclama o marinheiro - e este gancho?
- Ahhh - explica o pirata - nós estávamos abordando um navio mercante, com tiros e golpes de espada de todo lado. Um deles acabou por decepar minha mão.
- Que azar! - lamenta o marinheiro - E esse tapa-olho?
- Um cocô de gaivota caiu no meu olho - responde o pirata.
- Você perdeu um olho por causa de um cocô de gaivota? - pergunta incrédulo o marinheiro.
- Bem... - explica o pirata - era meu primeiro dia com o gancho!

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

  *Perguntas da Professora*
 A professora passou lição de casa pra os alunos ,então perguntou:
-Mariazinha o que o carneiro da?
-Da lã professora...
-Muito bem -disse ela
-Pedrinho o que a galinha da?
-Da ovos professora...
-Muito bem-disse ela
-Joãozinho,o que a vaca da?
-Ah,da lição de casa...

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

  *Cobrando o Advogado*
 Um açougueiro entra no escritório de um advogado e pergunta:

- Se um cachorro solto na rua entra num açougue e rouba um pedaço de carne, o dono da loja tem direito a reclamar o pagamento do dono do cachorro?

- Sim, é claro -- responde o advogado.

- Então você me deve 8 reais. Seu cachorro estava solto e roubou um filé da minha loja!

Sem reclamar, o advogado preenche um cheque no valor de 8 reais e entrega ao açougueiro. Alguns dias depois, o açougueiro recebe uma carta do advogado, cobrando 200 reais pela consulta.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Uma dona de casa, em um vilarejo bem distante da cidade, ao atender às palmas em sua porta e à voz dizendo ´oi de casa, estou entrando´, se depara com um homem jogando esterco de cavalo em seu tapete da sala. A mulher
ficou ´p´ da vida:

- O que é isso, moço? Por que está jogando esse esterco em meu tapete?...
Você é maluco, é??

O vendedor logo disse:

- Boa tarde, senhora, não é nada disso, estou aqui ao vivo oferecendo o meu produto, e ao vivo eu provo para a senhora que os nossos aspiradores de pó são os melhores e mais eficientes do mercado, tanto é que lhe faço um
desafio: se eu não limpar esse esterco em seu tapete, eu prometo que irei comê-lo!

A mulher retirou-se para a cozinha sem falar nada. O vendedor, curioso, perguntou:

- A senhora vai aonde? Não irá ver a eficiência do meu produto?

A mulher responde:
- Vou pegar uma colher, sal, pimenta, um guardanapo de papel e uma cachaça para abrir seu apetite, pois aqui em casa não tem energia elétrica!
+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

  *Adão e Eva*
Os pais levam o menino e a menina para a igreja. Eles se sentam na primeira fila para que o menino possa apreciar bem a missa, mas ele adormece no meio do sermão.

O padre percebe, e decide dar um susto no moleque. Ele faz uma pergunta direta pro garoto:
- Menino, diga quem criou o céu e a terra?

A irmã do guri espeta um alfinete na bunda do menino que acorda assustado e grita:
- Meu Deus!

- Muito bem, meu filho - diz o padre. Afinal, a resposta não está errada.

Mas daí a pouco o menino volta a dormir, e o padre acorda ele outra vez e pergunta:
- Responda agora, garoto. Quem foi o filho de Maria e José??

A menina volta a enfiar um alfinete na bunda do menino, que acorda e diz bem alto:
- Jesus!

O padre percebe o que aconteceu, mas não pode dizer nada. A resposta estava correta! Mas logo depois o menino cochila novamente e o padre pergunta:
- O que disse Eva para Adão quando eles acordaram no primeiro dia?

Mas antes que a irmãzinha pudesse dar-lhe outra alfinetada, o menino berra:
- Se você enfiar esse negócio no meu bumbum de novo, eu te arrebento!
Um homem dirigindo no trânsito, pára, e repentinamente, alguém bate no vidro do carro dele. Ele abaixa o vidro e pergunta o que o outro homem quer. O outro homem diz: O Presidente Bush foi sequestrado e o resgate é $50 milhões de dólares. Se o resgate não for pago, o sequestrador irá jogar gasolina e atear fogo nele. Nós estamos arrecadando contribuições. Tu gostarias de participar? O homem no carro pergunta: Na média quanto o pessoal está doando? O outro homem responde: Em torno de 5 a 10 litros.

Piadas e Bom Humor para Rir!Ver no Site »

LIVROS GRÁTIS

330 livros grátis 
 ( Isso vale a pena repassar)
É só CLICAR NO TÍTULO para  ler, imprimir ou salvar.
VAMOS LER... LER É CULTURA!!!!

 
  1. A Divina Comédia -Dante Alighieri
  2. A Comédia dos Erros -William Shakespeare
  3. Poemas de Fernando Pessoa -Fernando Pessoa
  4. Dom Casmurro -Machado de Assis
  5. Cancioneiro -Fernando Pessoa
  6. Romeu e Julieta -William Shakespeare
  7. A Cartomante -Machado de Assis
  8. Mensagem -Fernando Pessoa
  9. A Carteira -Machado de Assis
  10. A Megera Domada -William Shakespeare
  11. A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca -William Shakespeare
  12. Sonho de Uma Noite de Verão -William Shakespeare
  13. O Eu profundo e os outros Eus. -Fernando Pessoa
  14. Dom Casmurro -Machado de Assis
  15. Do Livro do Desassossego -Fernando Pessoa
  16. Poesias Inéditas -Fernando Pessoa
  17. Tudo Bem Quando Termina Bem -William Shakespeare
  18. A Carta -Pero Vaz de Caminha
  19. A Igreja do Diabo -Machado de Assis
  20. Macbeth -William Shakespeare
  21. Este mundo da injustiça globalizada -José Saramago
  22. A Tempestade -William Shakespeare
  23. O pastor amoroso -Fernando Pessoa
  24. A Cidade e as Serras -José Maria Eça de Queirós
  25. Livro do Desassossego -Fernando Pessoa
  26. A Carta de Pero Vaz de Caminha -Pero Vaz de Caminha
  27. O Guardador de Rebanhos -Fernando Pessoa
  28. O Mercador de Veneza -William Shakespeare
  29. A Esfinge sem Segredo -Oscar Wilde
  30. Trabalhos de Amor Perdidos -William Shakespeare
  31. Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis
  32. A Mão e a Luva -Machado de Assis
  33. Arte Poética -Aristóteles
  34. Conto de Inverno -William Shakespeare
  35. Otelo, O Mouro de Veneza -William Shakespeare
  36. Antônio e Cleópatra -William Shakespeare
  37. Os Lusíadas -Luís Vaz de Camões
  38. A Metamorfose -Franz Kafka
  39. A Cartomante -Machado de Assis
  40. Rei Lear -William Shakespeare
  41. A Causa Secreta -Machado de Assis
  42. Poemas Traduzidos -Fernando Pessoa
  43. Muito Barulho Por Nada -William Shakespeare
  44. Júlio César -William Shakespeare
  45. Auto da Barca do Inferno -Gil Vicente
  46. Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
  47. Cancioneiro -Fernando Pessoa
  48. Catálogo de Autores Brasileiros com a Obra em Domínio Público -Fundação Biblioteca Nacional
  49. A Ela -Machado de Assis
  50. O Banqueiro Anarquista -Fernando Pessoa
  51. Dom Casmurro -Machado de Assis
  52. A Dama das Camélias -Alexandre Dumas Filho
  53. Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
  54. Adão e Eva -Machado de Assis
  55. A Moreninha -Joaquim Manuel de Macedo
  56. A Chinela Turca -Machado de Assis
  57. As Alegres Senhoras de Windsor -William Shakespeare
  58. Poemas Selecionados -Florbela Espanca
  59. As Vítimas-Algozes -Joaquim Manuel de Macedo
  60. Iracema -José de Alencar
  61. A Mão e a Luva -Machado de Assis
  62. Ricardo III -William Shakespeare
  63. O Alienista -Machado de Assis
  64. Poemas Inconjuntos -Fernando Pessoa
  65. A Volta ao Mundo em 80 Dias -Júlio Verne
  66. A Carteira -Machado de Assis
  67. Primeiro Fausto -Fernando Pessoa
  68. Senhora -José de Alencar
  69. A Escrava Isaura -Bernardo Guimarães
  70. Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis
  71. A Mensageira das Violetas -Florbela Espanca
  72. Sonetos -Luís Vaz de Camões
  73. Eu e Outras Poesias -Augusto dos Anjos
  74. Fausto -Johann Wolfgang von Goethe
  75. Iracema -José de Alencar
  76. Poemas de Ricardo Reis -Fernando Pessoa
  77. Os Maias -José Maria Eça de Queirós
  78. O Guarani -José de Alencar
  79. A Mulher de Preto -Machado de Assis
  80. A Desobediência Civil -Henry David Thoreau
  81. A Alma Encantadora das Ruas -João do Rio
  82. A Pianista -Machado de Assis
  83. Poemas em Inglês -Fernando Pessoa
  84. A Igreja do Diabo -Machado de Assis
  85. A Herança -Machado de Assis
  86. A chave -Machado de Assis
  87. Eu -Augusto dos Anjos
  88. As Primaveras -Casimiro de Abreu
  89. A Desejada das Gentes -Machado de Assis
  90. Poemas de Ricardo Reis -Fernando Pessoa
  91. Quincas Borba -Machado de Assis
  92. A Segunda Vida -Machado de Assis
  93. Os Sertões -Euclides da Cunha
  94. Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
  95. O Alienista -Machado de Assis
  96. Don Quixote. Vol. 1 -Miguel de Cervantes Saavedra
  97. Medida Por Medida -William Shakespeare
  98. Os Dois Cavalheiros de Verona -William Shakespeare
  99. A Alma do Lázaro -José de Alencar
  100. A Vida Eterna -Machado de Assis
  101. A Causa Secreta -Machado de Assis
  102. 14 de Julho na Roça -Raul Pompéia
  103. Divina Comedia -Dante Alighieri
  104. O Crime do Padre Amaro -José Maria Eça de Queirós
  105. Coriolano -William Shakespeare
  106. Astúcias de Marido -Machado de Assis
  107. Senhora -José de Alencar
  108. Auto da Barca do Inferno -Gil Vicente
  109. Noite na Taverna -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  110. Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis
  111. A 'Não-me-toques' ! -Artur Azevedo
  112. Os Maias -José Maria Eça de Queirós
  113. Obras Seletas -Rui Barbosa
  114. A Mão e a Luva -Machado de Assis
  115. Amor de Perdição -Camilo Castelo Branco
  116. Aurora sem Dia -Machado de Assis
  117. Édipo-Rei -Sófocles
  118. O Abolicionismo -Joaquim Nabuco
  119. Pai Contra Mãe -Machado de Assis
  120. O Cortiço -Aluísio de Azevedo
  121. Tito Andrônico -William Shakespeare
  122. Adão e Eva -Machado de Assis
  123. Os Sertões -Euclides da Cunha
  124. Esaú e Jacó -Machado de Assis
  125. Don Quixote -Miguel de Cervantes
  126. Camões -Joaquim Nabuco
  127. Antes que Cases -Machado de Assis
  128. A melhor das noivas -Machado de Assis
  129. Livro de Mágoas -Florbela Espanca
  130. O Cortiço -Aluísio de Azevedo
  131. A Relíquia -José Maria Eça de Queirós
  132. Helena -Machado de Assis
  133. Contos -José Maria Eça de Queirós
  134. A Sereníssima República -Machado de Assis
  135. Iliada -Homero
  136. Amor de Perdição -Camilo Castelo Branco
  137. A Brasileira de Prazins -Camilo Castelo Branco
  138. Os Lusíadas -Luís Vaz de Camões
  139. Sonetos e Outros Poemas -Manuel Maria de Barbosa du Bocage
  140. Ficções do interlúdio: para além do outro oceano de Coelho Pacheco. -Fernando Pessoa
  141. Anedota Pecuniária -Machado de Assis
  142. A Carne -Júlio Ribeiro
  143. O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
  144. Don Quijote -Miguel de Cervantes
  145. A Volta ao Mundo em Oitenta Dias -Júlio Verne
  146. A Semana -Machado de Assis
  147. A viúva Sobral -Machado de Assis
  148. A Princesa de Babilônia -Voltaire
  149. O Navio Negreiro -Antônio Frederico de Castro Alves
  150. Catálogo de Publicações da Biblioteca Nacional -Fundação Biblioteca Nacional
  151. Papéis Avulsos -Machado de Assis
  152. Eterna Mágoa -Augusto dos Anjos
  153. Cartas D'Amor -José Maria Eça de Queirós
  154. O Crime do Padre Amaro -José Maria Eça de Queirós
  155. Anedota do Cabriolet -Machado de Assis
  156. Canção do Exílio -Antônio Gonçalves Dias
  157. A Desejada das Gentes -Machado de Assis
  158. A Dama das Camélias -Alexandre Dumas Filho
  159. Don Quixote. Vol. 2 -Miguel de Cervantes Saavedra
  160. Almas Agradecidas -Machado de Assis
  161. Cartas D'Amor - O Efêmero Feminino -José Maria Eça de Queirós
  162. Contos Fluminenses -Machado de Assis
  163. Odisséia -Homero
  164. Quincas Borba -Machado de Assis
  165. A Mulher de Preto -Machado de Assis
  166. Balas de Estalo -Machado de Assis
  167. A Senhora do Galvão -Machado de Assis
  168. O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
  169. A Inglezinha Barcelos -Machado de Assis
  170. Capítulos de História Colonial (1500-1800) -João Capistrano de Abreu
  171. CHARNECA EM FLOR -Florbela Espanca
  172. Cinco Minutos -José de Alencar
  173. Memórias de um Sargento de Milícias -Manuel Antônio de Almeida
  174. Lucíola -José de Alencar
  175. A Parasita Azul -Machado de Assis
  176. A Viuvinha -José de Alencar
  177. Utopia -Thomas Morus
  178. Missa do Galo -Machado de Assis
  179. Espumas Flutuantes -Antônio Frederico de Castro Alves
  180. História da Literatura Brasileira: Fatores da Literatura Brasileira -Sílvio Romero
  181. Hamlet -William Shakespeare
  182. A Ama-Seca -Artur Azevedo
  183. O Espelho -Machado de Assis
  184. Helena -Machado de Assis
  185. As Academias de Sião -Machado de Assis
  186. A Carne -Júlio Ribeiro
  187. A Ilustre Casa de Ramires -José Maria Eça de Queirós
  188. Como e Por Que Sou Romancista -José de Alencar
  189. Antes da Missa -Machado de Assis
  190. A Alma Encantadora das Ruas -João do Rio
  191. A Carta -Pero Vaz de Caminha
  192. LIVRO DE SÓROR SAUDADE -Florbela Espanca
  193. A mulher Pálida -Machado de Assis
  194. Americanas -Machado de Assis
  195. Cândido -Voltaire
  196. Viagens de Gulliver -Jonathan Swift
  197. El Arte de la Guerra -Sun Tzu
  198. Conto de Escola -Machado de Assis
  199. Redondilhas -Luís Vaz de Camões
  200. Iluminuras -Arthur Rimbaud
  201. Schopenhauer -Thomas Mann
  202. Carolina -Casimiro de Abreu
  203. A esfinge sem segredo -Oscar Wilde
  204. Carta de Pero Vaz de Caminha. -Pero Vaz de Caminha
  205. Memorial de Aires -Machado de Assis
  206. Triste Fim de Policarpo Quaresma -Afonso Henriques de Lima Barreto
  207. A última receita -Machado de Assis
  208. 7 Canções -Salomão Rovedo
  209. Antologia -Antero de Quental
  210. O Alienista -Machado de Assis
  211. Outras Poesias -Augusto dos Anjos
  212. Alma Inquieta -Olavo Bilac
  213. A Dança dos Ossos -Bernardo Guimarães
  214. A Semana -Machado de Assis
  215. Diário Íntimo -Afonso Henriques de Lima Barreto
  216. A Casadinha de Fresco -Artur Azevedo
  217. Esaú e Jacó -Machado de Assis
  218. Canções e Elegias -Luís Vaz de Camões
  219. História da Literatura Brasileira -José Veríssimo Dias de Matos
  220. A mágoa do Infeliz Cosme -Machado de Assis
  221. Seleção de Obras Poéticas -Gregório de Matos
  222. Contos de Lima Barreto -Afonso Henriques de Lima Barreto
  223. Farsa de Inês Pereira -Gil Vicente
  224. A Condessa Vésper -Aluísio de Azevedo
  225. Confissões de uma Viúva -Machado de Assis
  226. As Bodas de Luís Duarte -Machado de Assis
  227. O LIVRO D'ELE -Florbela Espanca
  228. O Navio Negreiro -Antônio Frederico de Castro Alves
  229. A Moreninha -Joaquim Manuel de Macedo
  230. Lira dos Vinte Anos -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  231. A Orgia dos Duendes -Bernardo Guimarães
  232. Kamasutra -Mallanâga Vâtsyâyana
  233. Triste Fim de Policarpo Quaresma -Afonso Henriques de Lima Barreto
  234. A Bela Madame Vargas -João do Rio
  235. Uma Estação no Inferno -Arthur Rimbaud
  236. Cinco Mulheres -Machado de Assis
  237. A Confissão de Lúcio -Mário de Sá-Carneiro
  238. O Cortiço -Aluísio Azevedo
  239. RELIQUIAE -Florbela Espanca
  240. Minha formação -Joaquim Nabuco
  241. A Conselho do Marido -Artur Azevedo
  242. Auto da Alma -Gil Vicente
  243. 345 -Artur Azevedo
  244. O Dicionário -Machado de Assis
  245. Contos Gauchescos -João Simões Lopes Neto
  246. A idéia do Ezequiel Maia -Machado de Assis
  247. AMOR COM AMOR SE PAGA -França Júnior
  248. Cinco minutos -José de Alencar
  249. Lucíola -José de Alencar
  250. Aos Vinte Anos -Aluísio de Azevedo
  251. A Poesia Interminável -João da Cruz e Sousa
  252. A Alegria da Revolução -Ken Knab
  253. O Ateneu -Raul Pompéia
  254. O Homem que Sabia Javanês e Outros Contos -Afonso Henriques de Lima Barreto
  255. Ayres e Vergueiro -Machado de Assis
  256. A Campanha Abolicionista -José Carlos do Patrocínio
  257. Noite de Almirante -Machado de Assis
  258. O Sertanejo -José de Alencar
  259. A Conquista -Coelho Neto
  260. Casa Velha -Machado de Assis
  261. O Enfermeiro -Machado de Assis
  262. O Livro de Cesário Verde -José Joaquim Cesário Verde
  263. Casa de Pensão -Aluísio de Azevedo
  264. A Luneta Mágica -Joaquim Manuel de Macedo
  265. Poemas -Safo
  266. A Viuvinha -José de Alencar
  267. Coisas que Só Eu Sei -Camilo Castelo Branco
  268. Contos para Velhos -Olavo Bilac
  269. Ulysses -James Joyce
  270. 13 Oktobro 1582 -Luiz Ferreira Portella Filho
  271. Cícero -Plutarco
  272. Espumas Flutuantes -Antônio Frederico de Castro Alves
  273. Confissões de uma Viúva Moça -Machado de Assis
  274. As Religiões no Rio -João do Rio
  275. Várias Histórias -Machado de Assis
  276. A Arrábida -Vania Ribas Ulbricht
  277. Bons Dias -Machado de Assis
  278. O Elixir da Longa Vida -Honoré de Balzac
  279. A Capital Federal -Artur Azevedo
  280. A Escrava Isaura -Bernardo Guimarães
  281. As Forças Caudinas -Machado de Assis
  282. Coração, Cabeça e Estômago -Camilo Castelo Branco
  283. Balas de Estalo -Machado de Assis
  284. AS VIAGENS -Olavo Bilac
  285. Antigonas -Sofócles
  286. A Dívida -Artur Azevedo
  287. Sermão da Sexagésima -Pe. Antônio Vieira
  288. Uns Braços -Machado de Assis
  289. Ubirajara -José de Alencar
  290. Poética -Aristóteles
  291. Bom Crioulo -Adolfo Ferreira Caminha
  292. A Cruz Mutilada -Vania Ribas Ulbricht
  293. Antes da Rocha Tapéia -Machado de Assis
  294. Poemas Irônicos, Venenosos e Sarcásticos -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  295. Histórias da Meia-Noite -Machado de Assis
  296. Via-Láctea -Olavo Bilac
  297. O Mulato -Aluísio de Azevedo
  298. O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
  299. Os Escravos -Antônio Frederico de Castro Alves
  300. A Pata da Gazela -José de Alencar
  301. BRÁS, BEXIGA E BARRA FUNDA -Alcântara Machado
  302. Vozes d'África -Antônio Frederico de Castro Alves
  303. Memórias de um Sargento de Milícias -Manuel Antônio de Almeida
  304. O que é o Casamento? -José de Alencar
  305. A Harpa do Crente -Vania Ribas Ulbricht
  306. A Casa Fechada -Roberto Gomes Ribeiro
  307. As Asas de um Anjo (Comédia) -José de Alencar
  308. Béatrix -Honoré de Balzac
  309. Diva -José de Alencar
  310. A Melhor Amiga -Artur Azevedo
  311. A Confissão de Lúcio -Mário de Sá-Carneiro
  312. CONTOS AVULSOS -Alcântara Machado
  313. Poemas Humorísticos e Irônicos -João da Cruz e Sousa
  314. Cantiga de Esponsais -Machado de Assis
  315. Quincas Borba -Machado de Assis
  316. Brincar com fogo -Machado de Assis
  317. Helena -Machado de Assis
  318. Dentro da noite -João do Rio
  319. O Livro da Lei -Aleister Crowley
  320. Caramuru: poema épico do descobrimento da Bahia -José de Santa Rita Durão
  321. Conto de Escola -Machado de Assis
  322. Memórias de um Sargento de Milícias -Manuel Antônio de Almeida
  323. Poemas Malditos -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  324. Ao Entardecer (contos vários) -Visconde de Taunay
  325. Felicidade pelo Casamento -Machado de Assis
  326. Noite na Taverna -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  327. Cartas Chilenas -Tomáz Antônio Gonzaga
  328. O Mulato -Aluísio de Azevedo
  329. Farsa do Velho da Horta -Gil Vicente
 

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK