PROCURANDO POR ALGO?

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

HORA DO RISO: Marido honesto (como já não há...)

Honestidade acima de tudo...

Uma senhora foi presa por roubar no supermercado.
Quando estava no tribunal, o juiz perguntou-lhe:
- O que é que a senhora roubou?
Ela respondeu:
- 1 lata pequena de pêssegos.
O juiz perguntou-lhe o motivo do roubo, e ela respondeu:
- Porque estava com fome.
O juiz então perguntou à senhora quantos pêssegos tinha a lata:
- Tinha 6 pêssegos.
O juiz então disse:
- Vou-a mandar prender por 6 semanas, 1 semana por cada pêssego.
Mas antes que o juiz pudesse terminar a sentença, o marido da senhora perguntou se poderia ter uma palavra com o juiz sobre o acontecido...
O Juiz disse que sim, e perguntou o que queria ele dizer.
Então o marido disse:
- Ela também roubou uma lata de ervilhas... 

MENSAGEM PARA REFLEXÃO

A Viagem 

O aprendiz chegou ao recanto de antigo orientador da vida cristã e 
perguntou, em seguida às saudações costumeiras: 
- Instrutor, posso acaso receber as suas indicações quanto ao melhor 
caminho para o encontro com Deus? 
A resposta do mentor não se fez esperar: 
- A viagem para o encontro com Deus é repleta de obstáculos por vencer... 
Espinheiros, precipícios, charcos e pedreiras perigosas... 
Silenciando o interpelado, o moço prosseguiu: 
- Isso tudo conheço... Já visitei vários templos da Índia, quando estive por vários dias na intimidade de faquires famosos, todos eles revestido de faculdades supranormais; arrisquei-me a cair nos despenhadeiros do Tibet 
para conviver com os monges santos; orei na grande Pirâmide do Egito; 
demorei-me na Palestina, procurando registrar impressões da paisagem na 
qual Jesus viveu, no entanto, estou saciado de excursões à procura da Divina Presença... 
O orientador escutou com humildade e esclareceu, em seguida: 
- Sim, é verdade que todas essas peregrinações e práticas auxiliam na busca do Supremo Senhor, mas, ao que me parece, há um engano de sua parte... 
E arrematou: 
- A viagem para o encontro com Deus é para dentro de nós. 

(Obra: Agora é o Tempo - Chico Xavier/Emmanuel) 

HORA DO RISO: Putz!!!

O marido estava do outro lado da rua fofocando com o vizinho, sentado no chão, coçando as frieiras do pé, cortando as unhas, camiseta regata do curintia, erguida mostrando a barriga, arrotando, peidando e tomando cerveja, e a mulher em casa, conferindo a mega-sena. 
Quando viu que tinha acertado as seis dezenas, do concurso acumulado
em 80 milhões, enlouqueceu e começou a gritar: 
- Valsidnei, Valsidnei!!! 
Ganhei, ganhei a mega-sena!!! 
O homem atravessa a rua como louco, surge um ônibus, atropela e mata o
coitado. 
A esposa fala: 
- Puta que pariu, quando mulher tá com sorte, ...tá com sorte mesmo!!! 
-- 
*  Roseli Grecco* 
meu anjo VOCÊ MERECE..
*♥*♥
♥ Que seus olhos se tornem mais
brilhantes do que sempre,
de alegria e de contentamento,
e seu sorriso, tão lindo e cativante,
ecoe em gargalhadas de felicidade...
Que sua voz vibrante, meio rouca
embargada de emoção a cada abraço
recebido demonstre,a satisfação de
ter tanto carinho...
Que seu coração sempre se enterneça
pois sabe o valor da amizade...
Que em seu corpo vibre, a saúde,
a energia, a vida...
E que sua alma, fique iluminada com as
bênçãos do amor que você merece.
Beijos em Ti ! ♥
querida amiga

♥ℓαиyиhα мєтσи

 

Patricia Mellodi

Haja o tempo que houver
Tempo traga o que vier
Nem beijos, nem desejos
Levarão você de mim
Tempo passe o que passar
Gente linda a rodear
Olhares,nem lugares
Levarão você de mim
Nosso riso, nossa chama
Nossos planos, nossa cama
Não vão levar, não vão levar
Tempo seja o que for
Perto, longe aonde vou
Amor da minha vida
O que fazer pra não sentir
Tempo, tempo, tempo vão
Dias, meses, anos não
Não tem borrachas pra apagar
Nosso riso, nossa chama
Nossos planos, nossa cama
Não vão levar, não vão levar, não



♥ ℓαиyиhα

MENSAGEM NO ORKUT

De repente, o menino cai, se machuca e grita: - Ai!!!
Para sua surpresa, escuta sua voz se repetindo em algum lugar da montanha: - Ai!!!

Curioso o menino pergunta: - Quem é você?
E recebe como resposta: - Quem é você?
Contrariado grita: - Seu covarde!
E escuta como resposta: - Seu covarde!
O menino olha para o pai e pergunta, aflito: - O que é isso?
O pai sorri e fala: - Meu filho, preste atenção,
Então o pai grita em direção à montanha: - Eu admiro você!
A voz responde: - Eu admiro você!
De novo, o homem grita: - Você é um campeão!
A voz responde: - Você é um campeão!
O menino fica espantado. Não entende.
E o seu pai explica:

- As pessoas chamam isso de ECO, mas, na verdade, isso é a VIDA.

FORRÓ LEVADA DE ARACOAIBA

FORRÓ LEVADA DE ARACOAIBA

Iª CONFERENCIA TERRITORIAL DE ATER - REENVIO DO MATERIAL DE APOIO

Boa Tarde!!!

Estamos nos aproximando do dia da Iª Conferencia Territorial de ATER (23 de fevereiro). Recomendamos que aproveitem o descanso do carnaval, para estudar o material, que vem sendo enviado desde o inicio das mobilizações e que será de extrema importancia para o sucessa de nossa Conferencia, que seria de dois dias e agora é somente um.

Peço que leia mais uma vez as recomendaçõe abaixo e nos ajude neste importante momento. Pois das 129 pessoas inscritas, a grande maioria é de agricultores e assentados, que não dispõem do serviço de internet. Estamos tentando telefonar para todos, mas nem todos anotaram o número do telefone na ficha enviada.

Lembramos que somente será delegado(a) as pessoas que nos enviaram a Ficha de Inscrição dentro do tempo regimental.

Mais uma vez agradeço e desejo um carnaval de paz, alegria, saúde e felicidades para todo(a)s.

Atenciosamente,

Silvanar Soares Pereira
Assessor Técnico Territorial do Território Maciço de Baturité



Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0887855172952753

Materialista!‏

Um advogado estacionou seu Mercedes novo em folha na frente de seu escritório, pronto para mostrá-lo para seus colegas.

Logo que ele abriu a porta para sair, um caminhão passou raspando e arrancou completamente a porta.
 

O advogado, atordoado, usou imediatamente o seu telefone celular, discou 190 e, dentro de minutos, um policial chegou.
Antes que o policial tivesse uma oportunidade de fazer qualquer pergunta, o advogado começou a gritar histericamente que a Mercedes, que ele tinha comprado no dia anterior, estava agora totalmente arruinada, e nunca mais seria a mesma.


Iria processar o motorista, Deus e o mundo, fazer e acontecer, afinal, era doutor, etc...

Quando o advogado, finalmente, se acalmou, o policial agitou sua cabeça em desgosto e descrença.


' Eu não posso acreditar no quão materialistas vocês advogados são, disse ele' - 'Vocês são tão focados em suas posses que não notam mais nada' ..

- Como você pode dizer tal coisa? O Sr. tem noção do valor de uma Mercedes? - pergunta o advogado.


E o policial respondeu:


- 'Você não percebeu que perdeu seu braço esquerdo? 

Está faltando do cotovelo pra baixo. Ele deve ter sido arrancado quando o caminhão bateu em você'.


- ' Puta que pariu ' !!! - grita o advogado..



- ' Meu Rolex ' !!!
Que Deus te cuide com carinho, que te indique o melhor caminho, que te ensine sobre o verdadeiro amor, que te perdoe quando preciso for.
Que Deus te dê asas para voar, nos sonhos te ajude a pousar mas, também, te mostre a realidade que terás que enfrentar sem nunca, por nada, recuar.
Que Deus te dê forças para encarar tudo aquilo que não tens como mudar ou sequer adulterar.
Que Deus te dê saúde, que teu corpo, por dentro, nunca mude e que ao envelhecer tu possas dizer que tua maior felicidade foi viver.
Que Deus te mostre com clareza a grande e real beleza de um jardim florido, de um bom livro, de uma poesia que fale de saudade, de uma calma paisagem.
Que Deus te faça compreender porque amanhece antes de anoitecer, porque o sol se esconde quando a lua quer brilhar e porque o sol brilha quando ela vai descansar.
Que Deus te faça ver que no sorriso de uma criança mora toda a esperança que tanto precisas pra viver.
Que Deus faça de ti um ser sensível, que seja capaz de chorar sem jamais se envergonhar
Que Deus possa te mostrar que cada onda do mar devolve tudo que ousa levar, afinal não tem intenção de roubar
o que em terra deve ficar.
Que Deus te ensine sobre a dignidade, sobre a força e a fragilidade, sobre a coragem e a honestidade.
Que Deus te ofereça amigos verdadeiros e que tu saibas cultivar cada amizade que em tua vida Ele plantar.
Que Deus te ensine a fé, que te faça crer em Jesus, e que te permita aceitar que por pior que seja a cruz que tenhas que carregar com o peso que teve a Dele nunca será.

Que você perceba isso SEMPRE!beijos

Facebook para iniciantes

Facebook para iniciantes: um passo a passo com dicas para se dar bem na rede social http://ow.ly/98TD3

Imagens exclusivas da queda das TORRES GÊMEAS- NÃO DEIXE DE VER‏

A QUEDA DAS TORRES GÊMEAS kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

A Queda Das Torres Gêmeas
Sai de baixooooooooooooooooooooooooo!!!!!!!!!!

HORA DO RISO: FOI SÓ 3 VEIZ‏

TRAIÇÃO CAIPIRA - "SÓ 3 VEIZ"

Mineirim no leito de morte, decidiu ter uma conversa definitiva com a sua companheira de toda a vida sobre a fidelidade da mesma:

- Muié, pode falá sem medo... já vô morrê mess e prifiro sabê tudim direitim....
- Ocê arguma veiz traiu eu?
- Ô Zé, num fala dessas coisa que eu tenho vergonha....
- Pode falá muié.....
- Quero não...
- Fala muié, disimbucha...
- Mió dexá pra lá, Zé.
- Vai, conta...
- Queto Zé, morre em paz...
Depois de muita insistência ela resolveu abrir o jogo:
- Tá bão Zé, vou contá, mais numi responsabilizo...
- Pode contá.
- Ói Zé, traí sim, mas foi só trêis veiz.
- Intão conta sô! Trêis veiz nessa vida toda até qui num foi muito!
- A primera foi quando cê foi demitido daqueli imprego qui ce brigou cum chefe.
- Ué, mas eu fui adimitido dinovo logo dispôis sô..
- Pois é Zé...eu fui lá cunversá cum ele, acabei dano pra ele e ele ti contratô di vorta.
- Ah, muié, cê foi muito boa cumigo... essa traição num dá nem pra leva a mar, foi pela necessidade da nossa famía...tá perdoada.
E a segunda?
- Lembra quando cê foi preso pru modi daquele furdunço que cê prontô na venda?
- Lembro muié, mas num fiquei nem meio dia na cadeia.
- Pois é Zé...eu fui lá cunversá cum delegado e acabei dano pra ele ti sortá.
- Ê muié, isso nem conta também não, a carsa foi justa... imagina ficá preso lá um tempão. Ocê nem me traiu, foi pela nossa famía e pela minha liberdade, uai. E a úrtima?
- Lembra quando cê si candidatô pra vereadô?
- Lembro muié...quase me elegeru.
- Pois é... eu qui consegui aqueles 1.752 votu...

EVANGELHO DIÁRIO

Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012.

SANTO DO DIA: Beata Jacinta Marto, virgem; Santo Euquério de Orléans, Bispo

Primeira leitura: São Tiago 3,13-18
Leitura da Carta de São Tiago:
Caríssimos: 13Quem dentre vós é sábio e inteligente? Que ele mostre, por seu reto modo de proceder, a sua prática em sábia mansidão. 14Mas se fomentais, no coração, amargo ciúme e rivalidade, não vos glorieis nem procedais em contradição com a verdade. 15Essa não é a sabedoria que vem do alto. Ao contrário, é terrena, materialista, diabólica! 16Onde há inveja e rivalidade, aí estão as desordens e toda espécie de obras más. 17Por outra parte, a sabedoria que vem do alto é, antes de tudo, pura, depois pacífica, modesta, conciliadora, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem fingimento. 18O fruto da justiça é semeado na paz, para aqueles que promovem a paz.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus

SALMO 18
A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes.
R: Os ensinos do Senhor são sempre retos, alegria ao coração!
Os preceitos do Senhor são precisos, alegria ao coração. O mandamento do Senhor é brilhante, para os olhos é uma luz.
R: Os ensinos do Senhor são sempre retos, alegria ao coração!
É puro o temor do Senhor, imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos
e justos igualmente.
R: Os ensinos do Senhor são sempre retos, alegria ao coração!
Que vos agrade o cantar dos meus lábios e a voz da minha alma; que ela chegue até vós, ó Senhor, meu Rochedo e Redentor!
R: Os ensinos do Senhor são sempre retos, alegria ao coração!

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 9,14-29
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos:

Naquele tempo: 14Descendo Jesus do monte com Pedro, Tiago e João e chegando perto dos outros discípulos, viram que estavam rodeados por uma grande multidão. Alguns mestres da Lei estavam discutindo com eles. 15Logo que a multidão viu Jesus, ficou surpresa e correu para saudá-lo. 16Jesus perguntou aos discípulos: 'O que discutis com eles?' 17Alguém da multidão respondeu: 'Mestre, eu trouxe a ti meu filho que tem um espírito mudo. 18Cada vez que o espírito o ataca, joga-o no chão e ele começa a espumar, range os dentes e fica completamente rijo. Eu pedi aos teus discípulos para expulsarem o espírito. Mas eles não conseguiram.' 19Jesus disse: 'Ó geração incrédula! Até quando estarei convosco? Até quando terei que suportar-vos? Trazei aqui o menino.' 20E levaram-lhe o menino. Quando o espírito viu Jesus, sacudiu violentamente o menino, que caiu no chão e começou a rolar e a espumar pela boca. 21Jesus perguntou ao pai: 'Desde quando ele está assim?' O pai respondeu: 'Desde criança. 22E muitas vezes, o espírito já o lançou no fogo e na água para matá-lo. Se podes fazer alguma coisa, tem piedade de nós e ajuda-nos.' 23Jesus disse: 'Se podes!... Tudo é possível para quem tem fé.' 24O pai do menino disse em alta voz: 'Eu tenho fé, mas ajuda a minha falta de fé.' 25Jesus viu que a multidão acorria para junto dele. Então ordenou ao espírito impuro: 'Espírito mudo e surdo, eu te ordeno que saias do menino e nunca mais entres nele.' 26O espírito sacudiu o menino com violência, deu um grito e saiu. O menino ficou como morto, e por isso todos diziam: 'Ele morreu!' 27Mas Jesus pegou a mão do menino, levantou-o e o menino ficou de pé. 28Depois que Jesus entrou em casa, os discípulos lhe perguntaram a sós: 'Por que nós não conseguimos expulsar o espírito?' 29Jesus respondeu: 'Essa espécie de demônios não pode ser expulsa de nenhum modo, a não ser pela oração.'
- Palavra da Salvação.
- Glória a Vós, Senhor.
Comentário ao Evangelho do dia feito por Catecismo da Igreja Católica §§ 160-165
«Eu creio! Ajuda a minha pouca fé!»
Para ser humana, «a resposta da fé, dada pelo homem a Deus, deve ser voluntária. Por conseguinte, ninguém deve ser constrangido a abraçar a fé contra vontade. Efectivamente, o acto de fé é voluntário por sua própria natureza. [...] Isto foi evidente, no mais alto grau, em Jesus Cristo» (II Concílio do Vaticano, Dignitatis Humanae). De facto, Cristo convidou à fé e à conversão, mas de modo nenhum constrangeu alguém. [...] Para obter a salvação é necessário acreditar em Jesus Cristo e n'Aquele que O enviou para nos salvar (Mc 16,16; Jo 3,36; 6,40). [...]
A fé é um dom gratuito de Deus ao homem. Mas nós podemos perder este dom inestimável. [...] Para viver, crescer e perseverar até ao fim na fé, temos de a alimentar com a Palavra de Deus; temos de pedir ao Senhor que no-la aumente (Mc 9,24; Lc 17,5; 22,32); ela deve «agir pela caridade» (Gl 5,6; Tg 2,14-26), ser sustentada pela esperança (Rm 15,13) e permanecer enraizada na fé da Igreja.
A fé faz com que saboreemos, como que de antemão, a alegria e a luz da visão beatífica, termo da nossa caminhada nesta Terra. Então veremos Deus «face a face» (1Cor 13,12), «tal como Ele é» (1Jo 3,2). A fé, portanto, é já o princípio da vida eterna. [...] Por enquanto, porém, «caminhamos pela fé e não vemos claramente» (2Cor 5,7). [...] Luminosa por parte d'Aquele em quem ela crê, a fé é muitas vezes vivida na obscuridade, e pode ser posta à prova. O mundo em que vivemos parece muitas vezes bem afastado daquilo que a fé nos diz: as experiências do mal e do sofrimento, das injustiças e da morte parecem contradizer a Boa-Nova. [...] É então que nos devemos voltar para as testemunhas da fé: Abraão, que acreditou, «esperando contra toda a esperança» (Rm 4,18); a Virgem Maria, [...] na «peregrinação da fé» (II Concílio do Vaticano, Lumen Gentium); e tantas outras testemunhas da fé: «envoltos em tamanha nuvem de testemunhas, devemos desembaraçar-nos de todo o fardo e do pecado que nos cerca e correr com constância o risco que nos é proposto, fixando os olhos no guia da nossa fé, Jesus, O qual a leva à perfeição» (Hb 12,1-2).

BEATA JACINTA

 

Em pouco mais de dois anos, a inocente pastorinha de Fátima atingiu altíssimo
grau de união com Deus, cumpriu uma grande missão e espalhou pelo
mundo inteiro o  perfume de sua santidade. Como conseguiu tudo
isto  em tão pouco tempo?
» "Em breve tempo cumpriu uma longa vida"
» Um amor capaz de chegar ao Heroísmo
» Fama de santidade
»
Sacrifícios pela conversão dos pecadores
» Convite ao holocausto completo
» União mística com Jesus
O que é mais fácil: fazer o sol bailar no céu ou mover o coração humano a abraçar a santidade? É bastante conhecido o "milagre do sol" que ziguezBeata Jacinta Marto.jpgagueou no céu, no dia 13 de outubro de 1917, diante de 70 mil pessoas reunidas na Cova da Iria.
Mas a pergunta acima, feita por um famoso sacerdote português, desperta a atenção para outro prodígio operado pelo Imaculado Coração de Maria, mais luminoso e duradouro que o primeiro: a santificação de Jacinta e Francisco Se todos os santos são milagres da graça, estes dois são, por assim dizer, únicos no seu gênero. Por quê?
» Voltar ao Topo
"Em breve tempo cumpriu uma longa vida"
Até o pontificado de João Paulo II, a Igreja não permitia canonizar uma criança a título de confessora da Fé, ou seja, sem ter sido mártir. Pelo seguinte motivo: para uma pessoa ser elevada à honra dos altares, ela precisa ter praticado a virtude em grau heróico; ora, isso pressupõe uma consistência de caráter que, pelas contingências da natureza humana, falta a uma criança. O Papa Pio XI chegou mesmo a regulamentar o assunto, impossibilitando serem instaurados esses processos de canonização.

      Porém, ante as provas incontestáveis da heroicidade das virtudes dos dois pequenos videntes de Fátima, o Papa João Paulo II suspendeu o decreto do seu antecessor e declarou-os bem-aventurados.

        A vida de Jacinta é mais conhecida. Primeiro, devido às várias visões particulares tidas por ela de Nossa Senhora. Em segundo lugar, pelos múltiplos aspectos de santidade que transpareciam em sua fogosa alma.

        "Em breve tempo cumpriu uma longa vida" diz o Livro da Sabedoria (4,13). Estas palavras são utilizadas no decreto de beatificação da jovem vidente, justamente para mostrar como em pouquíssimos anos atingiu elevados píncaros da perfeição.
» Voltar ao Topo
Um amor capaz de chegar ao Heroísmo
De um temperamento afeito aos extremos, Jacinta ficou imediatamente fascinada pela "Senhora", como geralmente a chamava. Logo após a primeira aparição, não se cansava de repetir: "Ai! Que Senhora tão linda! Que Senhora tão linda!" E o seu amor nunca vacilou, mesmo quando foi necessário dar provas de heroísmo.

         No dia 13 de agosto, por exemplo, os três pastorinhos foram seqüestrados pelo Administrador (autoridade municipal). Este, ateu e arbitrário, decidira arrancar-lhes a custo de ameaças a revelação do segredo a eles confiado pela Virgem. Começou por metê-los num cárcere, onde foram mantidos durante três dias entre bandidos e malfeitores. Depois submeteu-os a um brutal interrogatório. Por fim, fez-lhes, aos gritos, a ameaça de matá-los num grande caldeirão de azeite fervente, se não lhes contassem tudo.

         Jacinta foi a primeira a enfrentar a possibilidade do martírio.

        - Tenho para os três um caldeirão de azeite a ferver na cozinha, prontinho à vossa espera. Jacinta, qual é o segredo que a tal Senhora te revelou? A pobrezinha tremia de medo, mas respondeu com firmeza:

        - Eu não o posso dizer, senhor Administrador, ainda que me matem.
» Voltar ao Topo
Fama de santidade
A fama de santidade de Jacinta espalhou- se rapidamente. Quem dela se aproximava, sentia logo o perfume dos seus dons sobrenaturais e a presença da graça. Sua prima Lúcia assim a descreve: "Jacinta tinha um porte sBeata Jacinta.JPGempre sério, modesto e amável, que parecia traduzir a presença de Deus em todos os seus atos, próprio de pessoas já avançadas em idade e de grande virtude".

       Certa vez, Jacinta acompanhou Lúcia a uma festa e, após o almoço, começou a deixar cair a cabeça, com sono. O dono da casa mandou uma das suas sobrinhas deitá-la em sua cama. Daí a pouco, a pequena dormia a sono solto. Começou a juntar-se a gente do lugarejo e, na ansiedade de a ver, foram espreitar no quarto. Todas ficaram admiradas de vê-la em profundo sono, com um sorriso nos lábios, um ar angelical e as mãozinhas postas voltadas para o céu.

         O quarto encheu-se depressa de curiosos. A custo uns saíam para deixar entrar os outros. A dona da casa e suas sobrinhas comentavam admiradas: "Isto deve ser um anjo". E, tomadas de um reverencial respeito, permaneceram de joelhos junto da cama. À medida que transcorriam as aparições, crescia a confiança do povo no poder de intercessão dos videntes.

        Numa tarde, iam eles pela estrada para rezar o terço na casa de uma piedosa senhora. A meio caminho, veio-lhes ao encontro uma jovem de uns 20 anos, suplicando-lhes irem até sua casa rezar por seu pobre pai, o qual, havia mais de três anos, sofria de um incômodo soluço que o impedia de dormir.

         Sendo quase noite, e não querendo atrasar o terço, Lúcia pediu a Jacinta que fosse à casa da jovem rezar pelo seu pai, enquanto ela seguiria adiante com o Francisco e a chamaria na volta. Quando retornou, encontrou sua jovem prima sentada numa cadeira, diante de um homem não muito idoso, mas mirrado e chorando de comoção, totalmente curado. Jacinta levantou-se e se despediu, prometendo não se esquecer do ex-enfermo em suas orações. Três dias depois, acompanhado de sua filha, este veio agradecer a graça recebida pelas valiosas orações da humilde pastorinha.
» Voltar ao Topo
Sacrifícios pela conversão dos pecadores
"Sim, eu quero oferecer sacrifícios para salvar os pecadores", repetia sempre a pequena Jacinta, especialmente quando seu irmão Francisco apresentava- lhe uma oportunidade de mortificar-se.

         Movidos por uma ardente devoção ao Imaculado Coração de Maria, os dois juveníssimos videntes em pouco tempo alcançaram uma alta compreensão do verdadeiro significado do sofrimento.

          Poucos meses antes, a Santíssima Virgem lhes mostrara o inferno, local de tormentos eternos, e lhes pedira que oferecessem orações e sacrifícios pela conversão dos pecadores, muitos dos quais para lá vão por não haver quem sofra por eles. Jacinta e Francisco tomaram tão a sério o pedido da "Senhora" que, a partir de então, não deixavam passar ocasião alguma de sacrificar-se nessa intenção.
Lúcia, em suas memórias, afirma serem tão numerosos os exemplos do seu espírito de mortificação que não era possível relatá-los todos. A título de exemplo, narra alguns.

         Numa manhã, quando os três videntes brincavam perto de uma vinha, a mãe de Jacinta ofereceu-lhes alguns cachos de uva. Nada mais apetecível, para três crianças vivazes, cansadas e com sede. Mas Jacinta nunca se esquecia do pedido da bela Senhora:

         - Não vamos comê-las! E oferecemos esse sacrifício pelos pecadores. Em seguida, foi correndo levar as uvas para algumas crianças pobres, que brincavam pouco além. Quando voltou, estava radiante de alegria. Em outro dia, a tia de Lúcia ofereceu- lhes uma cesta de esplêndidos figos. Jacinta sentou-se com Lúcia, satisfeita, ao lado da cesta. Pegou o primeiro figo para comer, mas, de repente, lembrou-se do pedido da Senhora e disse:

           - É verdade! Hoje ainda não fizemos nenhum sacrifício pelos pecadores! Temos que fazer este.
» Voltar ao Topo
Convite ao holocausto completo
Maior generosidade, contudo, foi necessária para enfrentar a terrível gripe pneumônica de 1918, a qual ceifou milhões de vidas na Europa. Entre elas, as de Jacinta e Francisco. Durante meses, os dois irmãos sofreram com edificante resignação. A primeira operação, mal-sucedida, fora feita apenas com um anestésico local para remediar as dores. Duas costelas foram-lhe tiradas para facilitar a drenagem, deixando uma chaga aberta que permitia a entrada de um punho. Em meio às imensas dores, Jacinta dizia apenas: "Ai! Nossa Senhora! Ai! Nossa Senhora!"

        Em janeiro de 1919, a Santíssima Virgem apareceu-lhes para dar uma surpreendente notícia e convidar Jacinta ao holocausto completo. Eis como esta relatou o fato a Lúcia: - Nossa Senhora veio nos ver e disse que vem buscar o Francisco muito breve para o Céu. E a mim, perguntou- me se queria ainda converter mais pecadores. Disse-lhe que sim. Disse-me que iria para um hospital, que lá sofreria muito; que sofresse pela conversão doBeata Jacinta e a Irmã Lucia_.jpgs pecadores, em reparação dos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria e por amor de Jesus.

         Aconteceu como Nossa Senhora predisse. Internada no Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, ela a todos edificou por sua inocência e pela encantadora serenidade com que suportava os padecimentos da terrível enfermidade.
De lá, só sairia para o Céu, em 20 de fevereiro de 1920.

        Na última visita feita à sua santa prima, Lúcia perguntou-lhe se sofria muito, e colheu de seus lábios esta singela e sublime confidência: "Sofro sim, mas ofereço tudo pelos pecadores e para reparar o Imaculado Coração de Maria. Gosto tanto de sofrer por seu amor! Para dar-lhe gosto! Ela gosta muito de quem sofre para converter os pecadores!"
» Voltar ao Topo
União mística com Jesus
Em poucos anos de vida, Jacinta atingiu uma tão alta união com Nosso Senhor Jesus Cristo, que pode ter chegado àquele grau chamado de "troca de corações" por alguns teólogos. Disse ela: "Eu não sei como é: sinto Nosso Senhor dentro de mim, compreendo aquilo que Ele me diz, embora não O veja e não escute a sua voz!"
Mas, não nos esqueçamos! Se Jacinta chegou em tão pouco tempo a este grau de união com Deus, foi porque soube entender e praticar ternamente a devoção a Nossa Senhora. Sigamos, pois, nós também, o conselho dado por ela à Lúcia na última despedida: "Diz a toda a gente que Deus nos concede as graças por meio do Coração Imaculado de Maria. Ah! Se eu pudesse meter no coração de toda a gente o fogo que tenho cá dentro do peito, que me queima e me faz gostar tanto do Coração de Jesus e do Coração de Maria!" (Revista Arautos do Evangelho, Maio/2004, n. 29, p. 12 a 15)
» Voltar ao Topo
BEATA JACINTA

A TECNOLOGIA A FAVOR DA JUSTIÇA

A tecnologia a favor da Justiça brasileira: conheça fóruns que estão digitalizando todos os seus processos http://ow.ly/98Tmb

MENSAGEM DO DIA!!

Mensagem do Dia

Lealdade não é acreditar em tudo que o outro diz, ou que ele está sempre certo. Lealdade é ter um ideal em comum, e apesar das diferenças lutar por ele, confiando na boa vontade de seu parceiro.
 Karl Menninger

HORA DO RISO: Processo seletivo simplificado

No dia seguinte ao anunciarem algumas vagas de emprego no jornal da cidade, a secretária daquela grande empresa coloca mais de 500 currículos em cima da mesa do diretor.
Ele dá uma olhada naquela pilha de papel e diz:
- Pegue os 20 que estão por cima da pilha e ligue para eles marcando uma entrevista. O restante pode destruir.
- Mas senhor? São mais de quinhentas pessoas! Talvez os melhores estejam por baixo!
Ele responde:
- Sim! Mas eu não preciso de gente sem sorte ao meu lado.

AULAS DA IRENE CARNAVAL 190212

MENSAGEM DE MEDITAÇÃO

Meditação: … Naqueles dias, a palavra do Senhor era mui rara… (1 Samuel 3:1)

Pensamento: Deus fala por meio da Sua Palavra àqueles que escutam com o seu coração.

Leitura: 1 Samuel 3:1-10.

Mensagem:
A Palavra do Senhor

            O destacado pregador e teólogo Helmut Thielicke (1908–86) sofreu grande oposição do regime nazista na Alemanha, durante os anos 30 e 40 do século 20. Mesmo assim, manteve-se comprometido com a proclamação da presença de Deus e do poder em Jesus Cristo durante uma época difícil e desconcertante. O acadêmico Robert Smith disse que, quando Thielicke abordava questões e problemas modernos em seus sermões, “ele procurava responder à pergunta: ‘Há alguma palavra do Senhor?’”
            Não é isso que buscamos nos dias de hoje? O que Deus disse sobre o que nos fortalecerá e guiará em meio às dificuldades e oportunidades com que nos deparamos?
            O livro de 1 Samuel 3 descreve um tempo em que “… a palavra do Senhor era mui rara…” (1 Samuel 3:1). Quando Deus falou ao jovem Samuel, o garoto pensou, erroneamente, que o idoso sacerdote Eli o chamava. Eli disse ao garoto para responder à voz de Deus dizendo: “… Fala, Senhor, porque o teu servo ouve…” (1 Samuel 3:9). Samuel o ouviu e se tornou conhecido como um homem fiel e destemido, pois “Continuou o Senhor a aparecer em Siló, enquanto por sua palavra o Senhor se manifestava ali a Samuel” (1 Samuel 3:21).
            Sempre que abrirmos a Bíblia, ouvirmos um sermão ou fizermos uma pausa para orar, será maravilhoso dizer “Senhor Jesus, fala comigo. Estou pronto para ouvir e ansioso por obedecer”.

FONTE:
David C. McCasland
Nosso Andar Diário – Ministério RBC
MENSAGENS Q EDIFICAM

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK