PROCURANDO POR ALGO?

domingo, 26 de maio de 2013

Eduardo Costa - Vontade dividida

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE ARACOIABA-CE.

,,


Publicado em 26/05/2013
História da Primeira Estação Ferroviária de Aracoiaba, localizada no Arraial Santa Isabel. Inaugurada em 14.03.1880. As imagens foram feitas por Giovanne Lima Verde, Luiz Filho e Rose Mary. entre 1989/1990. Pedimos desculpas por o audio ter saido muito baixo devido o tempo. Edição de Fábio Brito e do Historiador João Artur. MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A HISTÓRIA DE ARACOIABA - joao_artur_5@hotmail.com

HISTÓRIA DE ARACOIABA-CE.

..


Publicado em 26/05/2013
As imagens foram feitas por Giovanne Lima Verde, Luiz Filho e Rose Mary entre 1989/1990. Pedimos desculpas por o audio ter saido muito baixo devido o tempo. Edição de Fábio Brito e do Historiador João Artur. MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A HISTÓRIA DE ARACOIABA - joao_artur_5@hotmail.com
  • Categoria

  • Licença

    Licença padrão do YouTube


    ......................................................................................
    NO FACEBOOK:

    João Artur compartilhou um link.
    Para os apaixonados pela história de Aracoiaba ai vai um presente e uma relíquia para os aracoiabenses. Um trecho da História de Aracoiaba. Apesar das imagens e o áudio ser ruins, mas vale a pena conferir. Desde de já agradeço a paciência e a dedicação do meu amigo Fabio Brito que editou e organizou esse vídeo.
    http://www.youtube.com/watch?v=xc0jbvfpazw
     — em Aracoiaba - Ceará


    Aracoiaba-Cultura História Já postei no perfil de Aracoiaba-Cultura História. Riquíssimo esse vídeo, onde mostra o saudoso Dr. Salomão narrando nossa história com imagens raras e antigas de Aracoiaba nos anos de 1989 e 1990. Show! Valeu João Artur. A Equipe agradeço pela postagem e por você fazer parte desse grupo.


Baixa estima e seus perigos

Baixa estima e seus perigos

by José Batista de Carvalho
-                                a         baixa estimaO complexo de inferioridade consiste em um conjunto de ideias que foram recalcadas no inconsciente da criatura em tenra idade, associadas às já existentes pelas experiências obtidas em vidas pretéritas.
Ele age sobre a conduta humana, provocando sentimentos gratuitos de culpa, excessiva carga emotiva relacionada a pensamentos de baixa estima, frequente sensação de inadequação e constante frustração em decorrência da desvalorização da capacidade e habilidade pessoal.
O sentimento de autopiedade pode nos tornar doentes fisicamente.
Uma espécie de “invalidez psíquica” envolve-nos a existência e, a partir daí, sentimo-nos inferiores e incapazes, levados a uma perda total da confiança em nós mesmos.
A piedade aqui referenciada, é o sofrimento moral de pesar ou aflição que sentimos por autopunição. Ter pena ou dó, em muitas circunstâncias, pode não ser um sentimento verdadeiro, mas sim uma obrigação social aprendida, a ser demonstrada diante do infortúnio alheio.
No entanto, a sensação que experimentamos de amor, permeada de respeito e afeição pelos outros, revela-nos os reais sentimentos denominados de benevolência e compaixão. A baixa estima ou autopiedade, pode nos levar a ser vítimas de nós mesmos, pois estaremos somatizando essas emoções negativas em forma de doenças.
Os sintomas da enfermidade podem ser considerados a forma física de expressar uma atitude interna, ou mesmo um conflito.
Portanto, doentes não são somente as vítimas inocentes de algum desarranjo da natureza, mas também os facilitadores de sua própria moléstia.
O acontecimento em si mesmo, nunca tem muito sentido; precisamos aprender a discernir o que há por trás do aspecto físico, ou seja, atingir o conteúdo metafísico das coisas. A importância e a mensagem de um fato ou de um acontecimento somente aparecem clarificadas, quando interpretados em sua significação; é isso que nos permite a compreensão completa de seu sentido.
Quando deixamos de interpretar as ocorrências da vida e o segmento natural que implicará seu destino, nossa existência mergulhará numa total falta de sentido.
A doença sempre tem uma intencionalidade e um objetivo, surgindo nas criaturas de baixa estima a fim de alertá-las de que existe uma descompensação psíquica (seu sentimento de inferioridade) e da necessidade de harmonizá-la.
O sentimento de inferioridade ou de baixa estima associa as criaturas a uma resignação exagerada, a um autodesleixo ou descuido das coisas pessoais.
A perda do senso de autovalorização é também consequência do sentimento de inferioridade, que remete os indivíduos à vivência entre “hábitos cronometrados” e a uma “mecanização dos costumes”.
Aqui estão algumas afirmações, que, se observadas com atenção, poderão nos ajudar a reconquistar a autoconfiança perdida:
- somos potencialmente capazes de tomar decisões sem ter que recorrer a intermináveis conselhos;
- possuímos uma individualidade divina completamente distinta da dos outros;
- fazemos as coisas porque gostamos, não para agradar as pessoas;
- encontraremos sempre novos relacionamentos; por isso não temos medo de ser abandonados;
- usaremos, constantemente, de nosso bom senso; portanto, as críticas e as desaprovações não nos atingirão com facilidade;
- tomaremos nossas próprias decisões, respeitando, porém, a dos outros.
É essencial lembrar-nos de que sempre é possível alterar ou transformar nosso “estilo de vida”.
Para tanto, não duvidemos de nossas aptidões e vocações naturais, nem questionaremos, sistematicamente, nossas forças interiores.
Para obtermos autoconfiança, somente é preciso reivindicarmos, valorosamente, o que já existe em nós por direito divino.
Hammed

José Batista de Carvalho | 26/05/2013 às 09:33 

Pastor Silas Malafaia critica indicado de Dilma para o STF: "Não vamos nos calar"


Carolina Farias
Do UOL, no Rio




O pastor Silas Malafaia, presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo e um dos organizadores da Marcha para Jesus no Rio, criticou a indicação do novo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso, durante o evento religioso realizado na capital fluminense neste sábado (25).
Ao abençoar a multidão que lotava a Cinelândia (região central do Rio) durante os shows da Marcha para Jesus, Malafaia protestou contra a escolha da presidente Dima Rousseff.

O futuro ministro é um advogado constitucionalista com conhecida posição a favor do casamento de pessoas do mesmo sexo.
"A presidente indicou para ministro do STF um advogado que defende o aborto e o casamento gay. A igreja diz que está repreendido. Pode botar quem quiser, mas a igreja repreende", afirmou Malafaia. no discurso antes da bênção. "Não somos cidadãos de segunda classe, não vamos nos calar. Vamos influenciar na política, no Judiciário, no Executivo, nas artes, nas ciências, no comercio. Vão ter que nos aturar".
O pastor pediu que os fiéis tomem uma atitude, assim como preconiza o tema da marcha deste ano no Rio, para mudar o Brasil.
"Tem que estudar para tomar conta de todos os postos da nação, fazer a diferença. Se ficar de conversa fiada não será exemplo de atitude", disse Malafaia.
Pouco antes, em outro discurso para o publico, o pastor pediu orações para autoridades do Brasil.
Malafaia levou ao palco alguns dos políticos que compareceram à marcha: o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), o parlamentar federal Eduardo Curi (PMDB -RJ), os vereadores do Rio Alexandre Isquierdo e William Coelho, ambos do PMDB, o prefeito de São Gonçalo, Neilton Munin (PR), além do deputado federal Filipe Pereira (PSC -RJ).

Pastor já tinha feito críticas à indicação de Dilma durante a marcha

O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo já havia criticado a escolha de Dilma durante o evento realizado neste sábado na capital fluminense. 
"Ele já mostrou a que veio em relação a tudo, a gays, ao mensalão, se fosse na América ele nem assumia. Está falando demais antes de assumir, é um abuso, ele nem é ministro ainda, é uma afronta àqueles que estão lá", disse Malafaia.


FONTE: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2013/05/25/pastor-silas-malafaia-critica-indicacao-de-dilma-para-o-stf-nao-vamos-nos-calar.htm

LEITURA ORANTE





Em honra à Santíssima Trindade, cuja festa hoje celebramos, rezo:
Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Como disseram os bispos na Conferência de Aparecida, “ Conhecer a Jesus Cristo pela fé é nossa alegria; segui-lo é uma graça, e transmitir este tesouro aos demais é uma tarefa que o Senhor, ao nos chamar e nos eleger, nos confiou.”(DAp, 18).
Assim, invocamos o Espírito de Verdade para rezar a Palavra:
Espírito de verdade, 
a ti consagro a mente e meus pensamentos: ilumina-me.
Que eu conheça Jesus Mestre
e compreenda o seu Evangelho.

1. Leitura (Verdade) 
Leio atentamente as palavras de Jesus em Jo 16,12-15:
Jesus continuou dizendo: ainda tenho muitas coisas para lhes dizer, mas vocês não poderiam suportar isso agora. Porém, quando o Espírito da verdade vier, ele ensinará toda a verdade a vocês. O Espírito não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que ouviu e anunciará a vocês as coisas que estão para acontecer. Ele vai ficar sabendo o que tenho para dizer, e dirá a vocês, e assim ele trará glória para mim. Tudo o que o Pai tem é meu. Por isso eu disse que o Espírito vai ficar sabendo o que eu lhe disser e vai anunciar a vocês.
O que diz o texto?
Jesus fala da missão do Espírito: ensinar toda a verdade. A verdade consiste em transmitir o que Jesus quer que ele transmita a nós.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
É preciso que eu esteja atento/a ao Espírito Santo, que me coloque na condição de discípulo e discípula que escuta e acolhe na vida a verdade que é Jesus. Assim conheço também o Pai: “Tudo o que o Pai tem é meu”.
“Conhecer a Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber; tê-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas, e fazê-lo conhecido com nossa palavra e obras é nossa alegria.” (DAp, 32).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, com toda a Igreja, em louvor da Santíssima Trindade:
Trindade Santíssima
Pai, Filho e Espírito Santo
Presente e atuante na Igreja
E na profundidade do meu ser!
Eu vos adoro, amo e agradeço.
E pelas mãos de minha Mãe Santíssima
Ofereço-me, entrego-me e consagro-me
Inteiramente a vós
Nesta vida e na eternidade.
Pai Celeste
A vós me ofereço, entrego e consagro
Como "templo vivo", para ser santificado.
Maria, mãe da Igreja e minha Mãe
Vós que estais em íntima união
Com a Santíssima Trindade
Ensinai-me a viver em comunhão
Com as três Pessoas Divinas
A fim de que a minha vida inteira
Seja um hino de glória
Ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Amém
(Pe. Tiago Alberione)

4.Contemplação (Vida e Missão) 
Qual meu novo olhar a partir da Palavra? 
“Com os olhos iluminados pela luz de Jesus Cristo ressuscitado podemos e queremos contemplar o mundo, a história, os nossos povos.” (DAp,18).

Bênção
- Deus Pai, fonte de toda ciência e de todo bem, nos acompanhe sempre com sua graça.
- Amém.
- Jesus Cristo, nosso irmão, que nos amou até o fim, seja para nós modelo de amor e serviço.
- Amém.
- O Espírito Santo, alma da Igreja, nos mantenha unidos como irmãos para construirmos um mundo novo.
- Amém.
- A bênção de Deus cheio de misericórdia, Pai e Filho e Espírito Santo, desça sobre nós e permaneça para sempre.
- Amém.

Irmã Patrícia Silva, fsp






Evangelho do Dia

Evangelho do dia
Ajude-nos a ajudar

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 16, 12-15


Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 12Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender agora.


Domingo, 26 de Maio de 2013.
Santo do dia: Solenidade da Santíssima Trindade; São Filipe Neri, presbítero; São Ponciano Ngondwe, mártir
Cor litúrgica: branco
Primeira leitura: Provérbios 8, 22-31
Leitura do livro dos Provérbios:
Assim fala a Sabedoria de Deus: 22O Senhor me possuiu como primícia de seus caminhos, antes de suas obras mais antigas; 23desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes das origens da terra. 24Fui gerada quando não existiam os abismos, quando não havia os mananciais das águas, 25antes que fossem estabelecidas as montanhas, antes das colinas fui gerada. 26Ele ainda não havia feito as terras e os campos, nem os primeiros vestígios de terra do mundo. 27Quando preparava os céus, ali estava eu, quando traçava a abóbada sobre o abismo, 28quando firmava as nuvens lá no alto e reprimia as fontes do abismo, 29quando fixava ao mar os seus limites - de modo que as águas não ultrapassassem suas bordas - e lançava os fundamentos da terra, 30eu estava ao seu lado como mestre-de-obras; eu era seu encanto, dia após dia, brincando, todo o tempo, em sua presença, 31brincando na superfície da terra, e alegrando-me em estar com os filhos dos homens.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus

Salmo 8
Contemplando estes céus que plasmastes e formastes com dedos de artista; vendo a lua e estrelas brilhantes, perguntamos: 'Senhor, que é o homem, para dele assim vos lembrardes e o tratardes com tanto carinho?
R. Ó Senhor nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!
Pouco abaixo de Deus o fizestes, coroando-o de glória e esplendor; vós lhe destes poder sobre tudo, vossas obras aos pés lhe pusestes.
R. Ó Senhor nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!
As ovelhas, os bois, os rebanhos, todo o gado e as feras da mata; 9passarinhos e peixes dos mares, todo ser que se move nas águas.
R. Ó Senhor nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!

Segunda leitura: Romanos 5, 1-5
Leitura da carta de São Paulo aos Romanos:
Irmãos: 1Justificados pela fé, estamos em paz com Deus, pela mediação do Senhor nosso, Jesus Cristo. 2Por ele tivemos acesso, pela fé, a esta graça, na qual estamos firmes e nos gloriamos, na esperança da glória de Deus. 3E não só isso, pois nos gloriamos também de nossas tribulações, sabendo que a tribulação gera a constância, 4a constância leva a uma virtude provada, a virtude provada desabrocha em esperança; 5e a esperança não decepciona, porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.
- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 16, 12-15
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito divino, ao Deus que é, que era e que vem, pelos séculos. Amém (Ap 1, 8)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 12Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender agora. 13Quando, porém, vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à plena verdade. Pois ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido; e até as coisas futuras vos anunciará. 14Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e vo-lo anunciará. 15Tudo o que o Pai possui é meu. Por isso, disse que o que ele receberá e vos anunciará, é meu.
- Palavra da Salvação.
- Graças a Deus

TwitterFacebookOrkut
Arautos do Evangelho
Copyright© Arautos do Evangelho 2011 Todos os direitos reservados.
Divulgação autorizada, citando a fonte.

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK