PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 19 de outubro de 2013

SÁBADO...

SÁBADO... OLHO E REFLITO, PARA O CALENDÁRIO, ALIÁS, ONDE POUCO SE USA ESSE INSTRUMENTO QUE ANTES ERA PRATICAMENTE OBRIGATÓRIO, PRINCIPALMENTE NAS PAREDE DE NOSSAS CASAS. POIS BEM, FIXO MEU OLHAR Á DISTANCIA E ME SINTO PRATICAMENTE PERDIDO NO TEMPO, ONDE AS IMAGENS SE MEXEM NA MIRAGEM DESSA INFINDA CAMINHADA. SERÁ QUE VALEU A PENA, VIVER ESSA ESTRADA, MUITAS VEZES, TRAÇADA POR NÓS? VER-SE CENAS, DESAFIOS DA VIDA, PORQUE NÃO DIZER, UMA LUTA QUASE DESIGUAL, PELA SOBREVIVÊNCIA E MUITO MAIS PELO DEVER E A CONQUISTA DE SER FELIZ. REALMENTE O TEMPO PASSA SEM REFREAR NOSSOS IMPULSOS... E A GENTE FICOU, NO MEIO DOS CAMINHOS ONDE MUITOS CONSEGUIRAM CHEGAR NESSE LUGAR OBJETIVADO. SERÁ QUE ERA ISSO MESMO QUE A GENTE QUERIA? SEI NÃO. SONHOU-SE, E MUITAS VEZES, VEIO A CONQUISTA E COM COM ELA, UM POUCO DE EMOÇÕES. SÁBADO... AMANHÃ SERÁ DOMINGO... É O RECOMEÇO DE UMA BUSCA ONDE MUITAS VEZES, ESSA LUTA MORREU DENTRO DE NÓS. TALVEZ NÃO MAIS SERÁ VISTO, ESSE CALENDÁRIO. ELE É UMA EXPECTATIVA VÃ E QUE NOS COLOCA NUM DESENCANTO E NUMA FANTASIA EM FORMA DE UMA QUIMERA. DEIXAR A VIDA ROLAR, É MELHOR, PARA TODOS. DEIXA OS SONHOS ROLAREM PELO SIM E PELO NÃO. RASGAR LEVENTEMENTE A FOLHA DESTE CALENDÁRIO E DESTE TEMPO, QUE SE ESVAI E NOS DEIXA PRA TRAZ, FRUSTRAÇÕES E DESENCANTOS... DEIXAR TUDO ISSO, QUE NOS FAZ ROER UM RESTO DE ESPERANÇA QUE POUCO A POUCO SE PERDE NA ESTRADA E NAS CURVAS DA VIDA... ( 19.10.2013... AUTOR: RUFINO SUILVA).

INVASÃO


Invasão

Na madrugada, desperto contigo
Invadiu meu quarto, nada digo,
Apenas gestos e atitudes aguardo,
Sorrateiro senta-se ao meu lado.

Mãos atrevidas minhas partes invadem
Apenas sinto teu toque,aguardo o ensejo,
Carícias que minha alma atingem
Inerte de desejo, desejo teu beijo...

Aproximo-me de tua doce boca
Que me aflora com sofreguidão,
Tua língua macia desliza, fico louca,
E, oferto com amor toda minha paixão.

§!£V!A®


A DIFERENÇA ENTRE VENCE E PERDER


Achar que sabe algo e saber realmente algo profundamente é um abismo imenso, acho que o orgulho cria uma barreira ao conhecimento que poderia ser adquirido, a humildade certamente contribui para o conhecimento do indivíduo, diga se de nota que, uma pessoa humilde terá a chance de conhecer novos conceitos e pontos de vistas diferentes, que uma pessoa arrogante e supostamente se achando a tal não terá o privilégio.

Hoje em dia, o leitor vai concordar comigo que é uma constante encontrar pessoas que se acham acima das outras e que sabem tudo, sendo ela a dona de toda verdade do universo, dá certamente uma repulsa cruzar com estes tipos de indivíduos, certamente é um desprazer.

O propósito de nossa vinda a este planeta é certamente doar nossas habilidades e aprender outras com nossos amigos e pessoas ao nosso redor, o conhecimento compartilhado sem arrogância nos trás o benéfico de acumular experiências de outros nos diversos campos de nossa vida.

Muito engraçado é que pessoas muito capazes não precisam provar nada para ninguém, porque ela se sente segura, sabe realmente quem ela é, conversando com meu supervisor, ele me falou sobre a importância de conhecer a nós mesmos, saber nossas competências e nossos objetivos. O ponto que quero chegar é que se a pessoa sabe realmente quem é não precisará ficar provando nada para ninguém.

Acho também muito perigoso a pessoa ficar fazendo propaganda de que é bom em algo, pois chega a hora de provar suas habilidades, talvez não consiga um desempenho muito bom, o que trará obviamente, a vergonha de se proclamar algo que não é.

Entre o vencedor e o perdedor existem diferenças grandiosas, vamos atentar para o fato de que o vencedor sempre está tentando achar caminhos para melhorar, enquanto isto o derrotado do perdedor, está tentando mostrar sobras de conhecimentos adquiridos e entulhados na sua mente apodrecida, para que os outros o aplaudam.


Diante disto tudo devemos dar méritos aos nossos conhecimentos e habilidades adquiridas e fazer empenhos para melhor nossas habilidades no campo profissional, para que possamos nos tornar verdadeiros profissionais e não fraudes escondidas atrás de conhecimentos decrépitos e estagnados.

FONTE:
VARIEDADES1.COM 

Vinagrete de berinjela facil




Aqui em casa colega só quem gosta de berinjela sou eu e minha mãe ,adoro fazer pastinhas e até antepastos,mas esta semana fiz esta salada como se fosse um vinagrete  para variar um pouco mais o nosso cardápio.Além de levinha ,ficou muito saborosa .Comemos até com pão italiano regado com um bom azeite é tudo de bom mesmo .Esta receita é bem prática e pode ser usada para servir em festinhas familiares  com um bom pão italiano ou até mesmo com barquinhas salgadas de massa de pastel que eu também adoro colega ..bora ver a receita ? Facil demais .



Vinagrete de berinjelas 


2 berinjelas grandes cortadas em tiras finas com casca .
1 pimentão vermelho cortadinho em tirinhas finas 
1 pimentão amarelo cortado em tirinhas finas 
4 ramos de salsinha grandes 
2 dentes de alho
2 cebolas medias  picadinhas ( 1 em rodelas finas e a outra picadinha )
6 colheres de sopa de vinagre de maçã ou outro de sua preferência .
1 colher de sobremesa de limonn pepper 
6 colheres de sopa de azeite ( eu usei Borges extra virgem  )
1 litro de água fervendo
1 colher de sobremesa de sal.


Modo de fazer 

Pique as berinjelas  eu corto elas em fatias finas ,olho para ver se não tem nenhum bichinho,vou fatiando elas ,coloque elas na panela com metade da cebola em rodelas  quando o liquido estiver fervendo e coloque o sal,conte 2 minutos ,retire do fogo,junte os pimentões e o alho  e abafe por mais 5 minutos  na panela .
Escorra  em uma peneira e reserve .Em uma tigelinha misture o vinagre o azeite ,a  cebolas picadinhas ,a salsinha picada ou rasgadinha ,limonn pepper,acerte  o sal e deixe marinando por alguns  minutinhos até a cebola murchar.Coloque os legumes em uma tigela e regue com este molho e sirva .Fica uma delicia para comer com um pãozinho  ou até mesmo com torradas .






Cabeça de guidão


Eu tenho vários amigos que são cabeça de guidão, e lógico que eles não sabem disso, sempre o guidão é o último a saber! Besta de tudo isso, mas é que vi esta foto e na hora me lembrei de cada um deles… não parece mesmo um guidão?!

chifrudo e guidão


FONTE:
www.blogdocaipira.com



Evangelho do dia


Sábado, 19 de Outubro de 2013.
Santo do dia: Santos João de Brébeuf, Isaac Jogues, presbíteros, e companheiros, mártires; São Paulo da Cruz, presbítero; São Varo, mártir
Cor litúrgica: verde
Evangelho do dia: São Lucas 12, 8-12
Primeira leitura: Romanos 4, 13.16-18
Leitura da carta de São Paulo aos Romanos:

Irmãos: 13Não foi por causa da Lei, mas por causa da justiça que vem da fé, que Deus prometeu o mundo como herança a Abraão ou à sua descendência. 16É em virtude da fé que alguém se torna herdeiro. Logo, a condiçóo de herdeiro é uma graça, um dom gratuito, e a promessa de Deus continua valendo para toda a descendência de Abraão, tanto para a descendência que se apega à Lei, quanto para a que se apóia somente na fé de Abraão, que é o pai de todos nós. 17Pois está escrito: 'Eu fiz de ti pai de muitos povos'. Ele é pai diante de Deus, porque creu em Deus que vivifica os mortos e faz existir o que antes nóo existia. 18Contra toda a humana esperança, ele firmou-se na esperança e na fé. Assim, tornou-se pai de muitos povos, conforme lhe fora dito: 'Assim será a tua posteridade'.

- Palavra do Senhor
- Graças a Deus
Salmo 104 (105)

- Descendentes de Abraão, seu servidor, e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.

R: O Senhor se lembra sempre da aliança.

- Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.

R: O Senhor se lembra sempre da aliança.

- Ele lembrou-se de seu santo juramento, que fizera a Abraão, seu servidor. Fez sair com grande júbilo o seu povo, e seus eleitos, entre gritos de alegria.

R: O Senhor se lembra sempre da aliança.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12, 8-12
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- O Espírito Santo, a verdade, de mim irá testemunhar; e vós minhas testemunhas sereis em todo lugar (Jo 15, 26s)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 8Todo aquele que der testemunho de mim diante dos homens, o Filho do Homem também dará testemunho dele diante dos anjos de Deus. 9Mas aquele que me renegar diante dos homens, será negado diante dos anjos de Deus. 10Todo aquele que disser alguma coisa contra o Filho do Homem será perdoado. Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo não será perdoado. 11Quando vos conduzirem diante das sinagogas, magistrados e autoridades, não fiqueis preocupados como ou com que vos defendereis, ou com o que direis.12Pois nessa hora o Espírito Santo vos ensinará o que deveis dizer.'

- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor.
Comentário do dia: São Rafael Arnaiz Baron (1911-1938)
Monge trapista espanhol
Escritos espirituais, 1938/04/03
«Quem der testemunho de Mim diante dos homens, o Filho do homem dará testemunho dele diante dos anjos»
Pego hoje na pena para que as minhas palavras, estampando-se na folha em branco, sirvam para louvar perpetuamente o Deus bendito, autor da minha vida, da minha alma, do meu coração. Gostaria que todo o universo, com os planetas, todos os astros e os incomensuráveis sistemas estelares, fosse uma enorme extensão, polida e brilhante, onde eu pudesse escrever o nome de Deus. Gostaria que minha voz fosse mais potente que mil trovões, mais forte do que o bramido do mar, mais terrível que o estrondo dos vulcões, apenas para dizer: Deus! Gostaria que o meu coração fosse tão grande quanto o céu, puro como o dos anjos, simples como o da pomba (Mt 10,16), para nele colocar Deus! Mas, uma vez que toda esta grandeza com que sonhas não pode tornar-se realidade, contenta-te com o pouco e contido nada que és, meu irmão Rafael, porque o próprio nada deve satisfazer-te. […]

Porquê calar-me? Porquê escondê-lo? Porque não gritar ao mundo e publicar aos quatro ventos as maravilhas de Deus? Porque não dizer às pessoas e a todos os que querem ouvir: vedes aquilo que sou? Vedes o que fui? Vedes a minha miséria rastejando na lama? Pois pouco importa; maravilhai-vos: apesar de tudo isso, tenho Deus. Deus é meu amigo! Que o solo se afunde, e que o mar seque de espanto! Deus ama-me, a mim, com um tal amor que, se o mundo inteiro o entendesse, todas as criaturas se tornariam loucas e bradariam de assombro. E mesmo assim, seria pouco. Deus ama-me tanto, que nem os anjos o entendem!

A misericórdia de Deus é grande! Amar-me, a mim; ser meu amigo, meu irmão, meu pai, meu mestre. Ser Deus, e eu, ser o que sou! […] Como não enlouquecer; como é possível viver, comer, dormir, falar e lidar com as pessoas? […] Como é isso possível, Senhor! Eu sei; tu explicaste-me: é o milagre de tua graça.
Copyright© Arautos do Evangelho 2011. Todos os direitos reservados.
Divulgação autorizada, citando a fonte.

HORA DO RISO

Na escola, a professora falava dos animais:
- Para que serve a ovelha, Marcinha?
- Pra nos dar a lã, fessora.
- E para que serve a galinha, Marquinho?
- Pra nos dar os ovos...
- E para que serve a vaca, Joãozinho?
- Pra nos passar o dever de casa...

Leia Mais!

Musa estilo Plus Size

ESPECIAL

Musa estilo Plus Size

19.10.2013

Eleita a Miss Brasil Plus Size 2013, Aline Zattar venceu 30 mulheres na final nacional do concurso. Ao Zoeira, ela fala da vida após a conquista do título e o crescimento do segmento no mercado
Antes de ganhar o título de Miss Brasil Plus Size 2013, a catarinense, de 28 anos, virou modelo por insistência das amigas. Ao procurar uma agência, os primeiros trabalhos logo surgiram. "Fui me empolgando e gostando do que estava vivendo, então comecei a me interessar mais sobre o mundo Plus Size", conta, em entrevista ao Zoeira.

Brasil Plus Size, Aline Zattar orgulha-se em representar as mulheres gordinhas. Depois do concurso, ela conta que sua vida mudou completamente FOTO: BRUNO GOMES

Pesquisando na web, Aline descobriu as primeiras informações sobre o concurso. "Me inscrevi ´na louca´, pensando que não iria dar certo". Mas deu. Depois de passar na primeira fase, uma seletiva feita através de fotos, já que o número presencial de 20 candidatas não foi alcançado em seu Estado, Santa Catarina, a Bacharel em Direito venceu as concorrentes e levou a melhor. Com 1,69m de altura, 105cm de busto, 89cm de cintura, 123cm de quadril e manequim 46, a loura conquistou os jurados da disputa, que aconteceu no primeiro semestre desse ano, em Brasília.

De lá pra cá, tudo mudou. Para ela, o título foi um divisor de águas em sua vida. "Agora tenho muitos trabalhos, entrevistas, viagens... Estou indo à lugares que nunca imaginei ir. Existe uma Aline antes e depois do concurso. Agora sou confiante, me aceito. Tenho sim alguns traumas, mas tudo fica mais fácil de se lidar devido a valorização do ramo plus size", diz, orgulhosa.

Apesar de ter ganho um carro zero km, para ela, seu maior prêmio é representar todas as "mulheres tamanho grande", como chama carinhosamente as companheiras de manequim. "Quando as pessoas começarem a enxergar que a beleza está dentro de nós, quando conseguirmos exteriorizar isso, não há o que não possamos conquistar".

Apoio
Casada e mãe de dois filhos, a loura recorda que teve o apoio da família, mas confessa que o marido é ciumento. "É um ciúme saudável. Ele fala que [o concurso] fez muito bem pra mim", reforça.

Adepta da vida saudável, para manter o corpo, Aline conta com a ajuda de um personal trainer, em Joinville, onde reside. "Sempre que dá, também faço caminhadas".

A miss, que esteve em Fortaleza na segunda-feira, para uma sessão de fotos de uma marca de moda íntima, ainda lembra de sua passagem relâmpago pela Capital. "Não conhecia a cidade, mas deu tempo de visitar alguns pontos turísticos. Caminhei na Beira Mar, fui à feirinha de artesanato, ao jardim japonês...", enumera.

Sobre seu estilo, a loura conta que vai do clássico ao moderno. "Gosto bastante de vestidos e calça jeans com o cós alto. Procuro sempre valorizar minha cintura". E dá dicas: "Sabendo usar, tudo pode ser adaptado para o nosso corpo. Devemos valorizar nossos pontos fortes e disfarçar aqueles que não são tão favoráveis. Gordinhas podem estar estilosas e lindas", afirma.

Questionada sobre uma possível carreira de atriz, Aline não descarta a possibilidade de estrear na telinha. "Já sonhei em atuar. Quem sabe um dia...", faz mistério.

Por enquanto, se prepara para o concurso internacional, ainda sem data e local definidos. Para o futuro, a loura, que também abraça as causas sociais, pretende continuar atuando no segmento Plus Size. "Quero dar continuidade ao trabalho que já faço", diz.

Jacqueline NóbregaRepórter 


FONTE:
http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1329101


De volta à pobreza! Márcia desiste da vida de milionária e sai da casa de Ignácio

Eudóxia vibra de alegria e promete fazer de Valdirene uma dama


Márcia consola Valdirene e chora também (Foto: Amor à Vida/TV Globo)Márcia consola Valdirene e também chora ao se despedir (Foto: Amor à Vida/TV Globo)
Quem apostaria que Márcia (Elizabeth Savalla) abriria mão da vida de rica na casa deIgnácio (Carlos Machado)? Ninguém, não é? Pois a paciência dela com as críticas e resmungos de Eudóxia (Ângela Rabelo) chega ao fim e a leva a tomar uma atitude drástica. A dogueira decide voltar para casa! E Atílio (Luis Melo) vai a tiracolo - até para afastá-lo da “coruja velha”, que sempre arrastou uma asa para ele. Márcia ainda avisa que, inclusive, voltará a vender hot dog!
Eudóxia se empolga (Foto: Amor à Vida/TV Globo)Eudóxia diz que fará de Valdirene uma dama
Valdirene (Tatá Werneck) é quem sofre mais com tudo isso. Ela fica arrasada ao ver a mãe ir embora. “Se cuida, Valdirene, e cuida da minha netinha também. E, de vez em quando, me empresta um dinheirinho, pensa na sua pobre mãe praticamente expulsa da sua vida de milionária!”, diz Márcia, ao se despedir.
Quem comemora tudo é Eudóxia. “A sua mãe é uma péssima influência para você. Eu tenho certeza que agora nós duas vamos nos entender melhor. Eu vou te ensinar a ser uma dama!”, diz a madame.
Valdirene dama? Gente, como isso seria possível? Não perca a cena, que vai ao ar na terça-feira, dia 22 de outubro. Saiba mais sobre o capítulo!
Valdirene não engole os planos da sogrinha (Foto: Amor à Vida/TV Globo)Valdirene sofre com a separação de Márcia (Foto: Amor à Vida/TV Globo)


FONTE:
http://tvg.globo.com/novelas/amor-a-vida/Vem-por-ai/noticia/2013/10/de-volta-a-pobreza-marcia-desiste-da-vida-de-milionaria-e-sai-da-casa-de-ignacio.html

Nova lei pode gerar mais municípios em MA, BA e CE, diz levantamento

185 distritos no país atenderão à regra para se emancipar, aponta entidade.
Projeto aprovado na Câmara e no Senado depende de sanção presidencial.

Felipe NériDo G1, em Brasília
Levantamento da União Brasileira em Defesa da Criação dos Novos Municípios (UBDCNM) indica que Maranhão, Bahia, Ceará e Pará são os estados onde mais municípios poderão ser criados depois de ter sido aprovado, na Câmara e no Senado, projeto de lei que estabelece as regras para a emancipação de distritos.
De acordo com a entidade, o Maranhão tem 32 distritos que atendem aos requisitos estipulados pelo projeto para emancipação. A Bahia tem 28, o Ceará, 26, e o Pará, 21. No total, o levantamento apontou 185 distritos em todo o país em condições de reivindicar a separação dos municípios aos quais atualmente pertencem (veja na tabela abaixo). Há ainda, segundo a entidade, uma proposta de fusão de três municípios no Rio Grande do Sul.
O levantamento serviu de base para o parecer do relator do projeto no Senado, Valdir Raupp (PMDB-RO), aprovado na última quarta-feira (16). Com a aprovação, o projeto, que já tinha passado na Câmara, teve a tramitação concluída no Congresso e agora segue para sanção ou veto pela presidente Dilma Rousseff.
ESTADOS COM MAIS DISTRITOS EM CONDIÇÕES DE SE EMANCIPAR (*)
Estado
Distritos prontos para emancipação
Número atual de municípios
Maranhão
32
217
Bahia
28
417
Ceará
26
184
Pará
21
144
Pernambuco
12
185
Mato Grosso
11
141
Amazonas
9
62
Goiás
6
246
São Paulo
6
645
Esp. Santo
4
78
R. G. Norte
4
167
R. de Janeiro
4
92
M. G. do Sul
3
79
Minas Gerais
3
853
Rondônia
3
52
Sergipe
3
75
Acre
2
22
Paraíba
2
223
Sta. Catarina
2
295
Amapá
1
16
Paraná
1
399
Roraima
1
15
Tocantins
1
139
(*) De acordo com levantamento da União Brasileira em Defesa da Criação dos Novos Municípios (UBDCNM)
Fonte: UBDCNM e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
 O texto regulamenta a Constituição ao estabelecer regras de incorporação, fusão, criação e desmembramento de municípios e determina quais distritos poderão se emancipar após a realização de um plebiscito (veja as regras ao final deste texto).
Inicialmente, a UBDCNM havia identificado mais de 500 distritos que pretendiam se emancipar em todo o país. Mas a estimativa diminuiu devido às restrições introduzidas no projeto durante a tramitação no Congresso.
O presidente da entidade, Augusto César Serejo, informou que, se sancionada pela presidente Dilma Rousseff, a lei deverá afetar cerca de 1,8 milhão de pessoas que, segundo ele, vivem em “distritos abandonados”.
“Eram mais de 500 distritos no país inteiro que pretendiam emancipação mas, com o rigor da lei, quase 70% ficaram pelo caminho. A lei não nos agradou porque temos prova suficiente de que é emancipando que se desenvolve. Mas ficamos satisfeitos ao pensar que é melhor ter lei do que não ter norma nenhuma para se criar município”, declarou Serejo.
Desenvolvimernto e autonomia
Para o pesquisador Paulo de Tarso Linhares, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, novas áreas de desenvolvimento e de produção agrícola estão entre os motivos para as demandas dos distritos por autonomia.
“O que pode estar acontecendo é que, nesses últimos 20 anos, o oeste da Bahia e o sul do Maranhão foram áreas que se desenvolveram muito, sobretudo com o cultivo de grãos. Se muitos desses distritos que querem autonomia estão nessa região é porque são áreas que atingiram escala populacional razoavelmente grande, o que demanda autonomia para se gerenciar melhor”, declarou Linhares.
Para o presidente da UBDCNM, os pedidos de emancipação surgiram devido à distância dos distritos em relação ao núcleo urbano dos municípios e à falta de serviços públicos básicos para as populações dessas áreas.
“Em Altamira, no Pará, por exemplo, existe um distrito de cerca de 15 mil habitantes que fica a 1.214 km do centro do município. No tempo de chuva, ficam praticamente seis meses isolados”, afirmou Serejo.
Desde 1996, a criação de municípios estava suspensa por falta de regulamentação. A Constituição de 1988 deixava a cargo dos estados definir as regras para a emancipação e fusão de localidades.
No entanto, uma emenda constitucional de 1996 determinou que municípios só poderiam ser criados após a regulamentação das normas em âmbito federal – proposta aprovada nesta semana.
Segundo o pesquisador Paulo de Tarso Linhares, que estuda os cerca de 1,5 mil municípios criados de 1988 a 1996,  em vários casos “podemos  dizer que a divisão de município foi bem sucedida”.
Linhares critica o argumento de que novos municípios geram mais gastos públicos. “Muitas coisas têm gasto, mas o que se espera é que se traga mais benefício do que custo. A pergunta é: em que casos isso se revela positivo e quando é negativo?”
Críticos
Antes de ser aprovado no Senado, o texto sofreu resistência do PSOL na Câmara, único partido a se manifestar na Casa contrariamente ao texto.
São mais gabinetes de prefeitos, mais cargos comissionados, mais estruturas administrativas, mais câmaras municipais, mais salários de vereadores, e o cobertor é curto."
Aloysio Nunes Ferreira, senador (PSDB-SP)
Para o líder do partido, deputado Ivan Valente (PSOL-SP) novos municípios geralmente resultam de “interesses políticos”.
“De alguma, forma, deve haver brecha para criar município mas, da forma como foi feita, a proposta dá uma dimensão ilusória de que basta você dividir município que você resolve problema”, afirmou.
O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) se alinha entre os críticos da matéria e votou contra o projeto no Senado.
"São mais gabinetes de prefeitos, mais cargos comissionados, mais estruturas administrativas, mais câmaras municipais, mais salários de vereadores, e o cobertor é curto", declarou.
De acordo com relator da proposta no Senado, Valdir Raup (PMDB-RO), não é possível estimar os custos da criação de novos municípios. Ele afirma que as despesas resultantes da criação de novos municípios não recairão sobre a União porque os recursos sairão dos municípios atualmente existentes.
“Não vai aumentar um centavo nem para União nem para os estados. Vai sair [recurso] dos municípios de cada estado"
Valdir Raupp, senador (PMDB-RO)
“Não vai aumentar um centavo nem para União nem para os estados. Vai sair [recurso] dos municípios de cada estado. Vai ser desmembrado um pequeno percentual, que a lei já prevê isso aí, das cotas do Fundo de Participação dos Municípios [...]. O ‘município-mãe’ vai perder percentual, isso é natural”, disse Raupp.
Regras
A proposta aprovada no Senado estabelece a população mínima que cada localidade deverá ter para que seja possível formar um novo município. Nas regiões Sul e Sudeste, cada novo município deverá ter cerca de 12 mil habitantes. No Norte e no Centro-Oeste serão aproximadamente 6 mil. Para o Nordeste, o número é de 8,5 mil.
Ao contrário do texto que havia sido aprovado inicialmente na Câmara, o texto aprovado pelos senadores impede novos municípios em reservas indígenas ou ambientais e em áreas pertencentes à União, a fundações e autarquias do governo federal.
O projeto também determina que, tanto para a emancipação de distrito quanto para a fusão, ao menos 20% do eleitorado da localidade deve subscrever pedido para realizar a mudança, que ainda depende de estudos técnicos e da realização de plebiscito entre todo o eleitorado da municipalidade.

Etapas para a criação
Confira abaixo cada uma das etapas para a criação de um município, de acordo com o projeto aprovado no Senado:
1. Protocolar na Assembleia Legislativa pedido de criação do município assinado por pelo menos 20% dos eleitores do distrito, obedecendo às seguintes condições:
- Eleitorado igual ou superior a 50% da população do distrito;
- Ter “núcleo urbano já constituído” e dotado de infraestrutura, edificações e equipamentos “compatíveis com a condição de município”;
- Ter arrecadação superior à média de 10% dos atuais municípios do estado;
- Área urbana não pode estar situada em reserva indígena, área de preservação ambiental ou área pertencente à União, a autarquia ou fundação do governo federal.
2. Após o pedido, elaboração em 180 dias, pela Assembleia Legislativa, de "estudo de viabilidade" do novo municípío e área remanescente do município do qual o distrito pretende se separar. O estudo deverá verificar a viabilidade econômica, ambiental e política do novo município. Concluída essa etapa, o relatório terá de ser apreciado pelos deputados estaduais, que poderão arquivar ou aprovar o projeto.
3. Se o pedido for aprovado pela assembleia, será realizado um plebiscito que envolverá a população do distrito interessado em se emancipar e a do município ao qual o distrito pertence.
4. Se no plebiscito vencer a opção "sim", a assembleia legislativa terá de votar uma lei estadual autorizando a criação do novo município.
5. Após a aprovação da lei pela assembleia, será marcada data para eleição de prefeito, vice e vereadores do novo município.


FONTE:
http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/10/nova-lei-pode-gerar-mais-municipios-em-ma-ba-e-ce-diz-levantamento.html

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK