PROCURANDO POR ALGO?

terça-feira, 7 de julho de 2015

Boas-vindas a Todos!

Dia: 07 de Julho de 2015

Meditação: … O homem vê o exterior, porém o Senhor, o coração. (1 Samuel 16:7)

Pensamento: Ninguém saberá o significado de “Deus é amor”, a menos que você o demonstre.

Leitura: Isaías 55:1-9.

Mensagem:
Boas-vidas a Todos!

            Um projeto de embelezamento na estrada principal da minha cidade levou à demolição de uma igreja construída em 1930. Embora as janelas da igreja vazia tivessem sido removidas, as portas permaneceram no local durante vários dias, mesmo quando as escavadeiras começaram a derrubar as paredes. Cada jogo de portas ao redor da igreja tinha uma mensagem escrita em letras de forma gigantes, laranja-fluorescente: Afaste-se!

Por que os brasileiros estão deixando a caderneta de poupança?

Há 6 meses, brasileiros estão retirando mais dinheiro que guardando.
Custo de vida maior motiva retiradas, dizem especialistas.


Karina Trevizan e Taís LaportaDo G1, em São Paulo

Há seis meses, os brasileiros estão retirando mais dinheiro da poupança do que guardando. Em junho, a caderneta da poupança registrou saída líquida (retiradas menos depósitos) de R$ 6,26 bilhões em junho, segundo o Banco Central. Foi a maior saída de recursos para o mês desde o início da série histórica, em 1995.

O resultado acontece em um momento de aumento do custo de vida, com inflação subindo e juros mais altos. Especialistas ouvidos pelo G1 apontam duas razões principais para a fuga de recursos da poupança: necessidade de retirar dinheiro da aplicação para honrar compromissos em um momento econômico difícil e queda do rendimento da poupança em relação a outros investimentos.
poupança (Foto: G1)
Para o educador financeiro Edward Junior, da DSOP, algumas pessoas “precisam tirar reservas financeiras para pagar as contas em dia, com esse aumento do custo de vida e da inflação desse ano”. “Muitas pessoas já tinham ajustado suas contas para o mínimo possível e estão recorrendo à poupança para não entrar no cheque especial ou cartão de crédito”, diz o especialista. “O cheque especial está em torno de 10% ao mês. O cartão, em 13% em média."
"Não adianta ter lá o dinheiro guardado e pagando esses juros”, defende Junior. “O ideal é nunca deixar de poupar, nem que seja um valor menor do que o que está acostumado, para não perder esse hábito.”

Para o consultor financeiro André Massaro, a fuga da poupança está sendo motivada pela necessidade do brasileiro de ter liquidez (dinheiro na mão para consumir e pagar as contas). “O nível de endividamento continua alto e a atividade econômica está em retração, por isso as pessoas estão direcionando mais seus recursos para pagar dívidas e se proteger. O maior medo é perder o emprego e ficar sem renda, e a poupança fica em segundo plano”, analisa. “Está sobrando menos dinheiro para pagar a conta e ele está saindo da poupança.”
Outro fator que pesa é o aumento do nível de desemprego, diz o professor de finanças do Insper, Michael Viriato. “O brasileiro fica sem dinheiro e, como a maior parte das demissões afeta a população de renda mais baixa, essa é a faixa que tem mais parte da sua renda alocada na poupança”. Para o professor, como as famílias estão mais endividadas, elas estão tirando mais dinheiro da aplicação para cobrir estas dívidas.
poupança (Foto: G1)
Outra situação apontada como causa da “fuga da poupança” é o rendimento menor que a inflação. Michael Viriato acredita que o fato de outros investimentos terem ficado mais atrativos que a poupança, com o aumento da taxa Selic – hoje em 13,75% – tem incentivado a migração para outras aplicações como CDBs (Certificados de Depósito Interbancário) e fundos DI, que acompanham a taxa de juros oficial.

“Em março, o Tesouro Direto, por exemplo, bateu recorde de captação”, acrescenta Edward Junior. “As pessoas estão migrando para investimentos que rendam mais e que tenham um risco próximo da caderneta de poupança, que não é tão atrativa para objetivos de médio e longo prazo.”

Viriato lembra que um dos principais efeitos da fuga da poupança é a escassez de dinheiro para financiamentos imobiliários do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Como efeito, haverá menos recursos para emprestar dinheiro para a compra de imóveis.
fonte: G1

Programa para reduzir salário terá que ser aprovado por trabalhadores




Paulo Victor Chagas
Da Agência Brasil

Para que as empresas possam  implementar o Programa de Proteção ao Emprego, lançado ontem (6) pelo governo federal, os trabalhadores terão que aceitar a proposta por meio de acordo coletivo firmado entre a categoria e as entidades patronais. A medida provisória assinada pela presidenta Dilma Rousseff prevê a redução de jornada de trabalho e da remuneração em até 30%, proposta que recebeu o apoio dos representantes de centrais sindicais.
De acordo com Rafael Marques, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, o programa já havia sido reivindicado em 2012 para ser utilizado em momentos "delicados", e vai possibilitar a preservação do emprego e da renda: "O programa é bem-vindo, vem em boa hora. Um gasto com maior qualidade e retorno econômico importante para o país e para os trabalhadores. Ele incentiva o diálogo entre os trabalhadores e as empresas".
Segundo o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, o programa também preserva a produtividade da empresa ou indústria na medida em que permite o vínculo empregatício no momento em que enfrenta volume menor de vendas. O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, lembrou que o programa é experimental e terá prazo máximo de vigência (final de 2016), o que permitirá ao governo avaliar as suas consequências.
Representante de um dos setores responsáveis pelo maior número de demissões em 2015, o presidente da Anfavea (Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores), Luiz Moan, também analisa a medida como favorável. Para ele, [o programa é de] extrema relevância, fundamental, pois segura o emprego, é destinado à superação de crises, que vão e vêm. "Na verdade, na nossa visão, [ele é] um instrumento fundamental de ultrapassagem de qualquer crise. Hoje, no nosso segmento temos queda de demanda, basicamente fruto do baixo nível de confiança do consumidor, cujo principal fator é o medo de perder o emprego. Está sendo colocado na hora adequada e de forma adequada", avaliou.
Segundo Paulo Cayres, presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos, filiada à CUT (Central Única dos Trabalhadores), a adesão é um dos elementos principais do programa. "Você tem que convencer e construir por meio de uma proposta, com votação dos trabalhadores. Se o sindicato entender que é bom, ele vai convencer os seus trabalhadores e trazer os empresários para dentro dessa proposta", disse.
Na opinião de Cayres, a medida poderá ser utilizada para reverter demissões e suspensões temporárias do contrato de trabalho (sistema conhecido como lay-off). "A nossa estratégia é essa. Quem está em lay-off, nós vamos pedir para mudar, só que temos um trâmite [da medida provisória no Congresso], que é quatro meses. Mas isso fortalece, porque antes você não tinha nada para apresentar para o patronal. Então, ele executa os mecanismos que tem", afirmou.
Outras exigências serão os indicadores econômicos e financeiros que a empresa terá que comprovar, antes de aderir ao PPE. Nesse sentido, um comitê interministerial, cuja primeira reunião ocorrerá nesta terça-feira (7), terá 15 dias para definir os critérios de enquadramento dos setores e empresas.

Leia mais em: http://zip.net/btry84

Fonte: NOTÍCIAS BOL

Dilma sanciona estatuto da pessoa com deficiência


dilma deficientes

A presidente Dilma Rousseff afirmou na tarde desta segunda-feira 6, durante cerimônia de sanção do estatuto da pessoa com deficiência, que a partir de agora é dever do Estado brasileiro, “independentemente do governo” que está à frente do comando do País, oferecer condições necessárias para que as pessoas com deficiência vivam com dignidade e cidadania. “Nesses tempos que a tolerância e o respeito à diversidade sofrem restrições, a convivência com o diferente é algo que devemos cultivar”, afirmou.
Dilma destacou algumas políticas do governo federal para pessoas com deficiência, como a mudança no tempo de contribuição para que pessoas deficientes possam se aposentar mais cedo, e disse que a nova lei “dá grande contribuição para que pessoas com deficiência possam viver sem limites”.
“Temos ainda muito que avançar”, reconheceu, destacando que a lei brasileira de inclusão reconhece e respeita a diversidade. “Só assim conquistaremos a igualdade que queremos para todos”, afirmou.
“Ela (a lei) traz inovações extremamente importantes. O Brasil, ao aprovar essa legislação, se insere entre os países que têm legislação extremamente avançada”, disse o ministro-chefe da Secretaria de Direitos Humanos, Pepe Vargas.
estadao-conteudo

Fonte: CEARÁ AGORA

Mulher seminua é vista ameaçando saltar do 10º andar de prédio, multidão a incentiva e ela mergulha para a morte

Uma mulher que foi vista ameaçando cometer suicídio pulou de uma janela e morreu após ser encorajada por multidão.
A mulher, que não foi identificada, saltou do 10° andar de um edifício em Shenyang, China, na quarta-feira passada, 01 de julho.
Ela estava sentada seminua a beira de uma janela. Quando algumas pessoas que passavam pelo local perceberam que se tratava de uma suicida, ao invés de chamarem as autoridades resolveram alertar amigos para assistirem ao momento, e em seguida encorajaram a mulher a saltar.
Mulher seminua é vista ameaçando saltar do 10º andar de prédio
Mulher suicida, não identificada, foi incentivada a pular do 10° andar de um edifício em Shenyang, China, por multidão que não chamou a polícia.
De acordo com relatos, um dos que estavam na multidão assobiou e disse para mulher saltar, questionando por que ela estava demorando muito. Ela saltou e morreu no local.
2
Testemunhas disseram que viram um homem de pé, ao lado da mulher, antes que ela mergulhasse para a morte.
Quando a polícia chegou ao local, escoltou esse homem, que afirmou ter pensado em puxá-la para dentro impedindo a fatalidade.
Ao ser contada na web, a história recebeu críticas de usuários. Um deles indagou a respeito do incentivo ao salto dizendo: “Se ela fosse sua mãe ou irmã, você ainda iria fazer o mesmo?”
Fonte: Shanghaiist
Fonte: GADOO

Criança de 7 anos é encontrada vivendo em chiqueiro durante um ano inteiro

Uma criança de apenas 7 anos de idade foi encontrada vivendo em um chiqueiro.
O menino, chamado “pequeno Hongbo”, estava dormindo em um chiqueiro no quintal de sua casa, em Puyang, China, durante todo o ano, mesmo quando chovia ou nevava.
Ele foi encontrado por um voluntário, supostamente em cuidados com crianças, e por um repórter, e possuía vários arranhões e contusões pele corpo, além de não se comunicar corretamente.
Criança é encontrada vivendo em chiqueiro durante um ano inteiro
Criança chamada de “pequeno Hongbo”, de sete anos de idade, foi encontrada vivendo em um chiqueiro em Puyang, China, durante todo o ano.
O pai do menino, Liu Zhenxue, de 46 anos, é um criador de porcos, e a mãe, que não foi identificada, possui doença mental.
2
A família é tão humilde que mal pode se dar ao “luxo” de comer. Liu sai todas as manhãs em um “pedicab”, uma espécie de triciclo, que pode transportar passageiros, e recolhe as sobras dos restaurantes, separa parte para a família e dá a outra parte aos porcos.
De acordo com um morador local, a mãe do menino tinha cinco filhos, mas três deles morreram. Acredita-se que as mortes se deram pelo comportamento abusivo da mulher.
3
Um vizinho relatou que costuma ouvir a mãe do “pequeno Hongbo” bater a cabeça dele contra o piso ou mesmo contra a porta.
Aldeões que têm pena do menino oferecem-lhe roupas, alimentos e também o retiram do chiqueiro. Não se sabe o que será da criança e de seus pais.
4
5
Fonte: Shanghaiist
Fonte: GADOO

A folha amassada

A folha amassada

Quando criança, por causa de meu caráter impulsivo, eu perdia a paciência à menor provocação.
Na maioria das vezes, depois desses incidentes, me sentia envergonhado e me esforçava por consolar a quem tinha magoado.
Um dia, meu professor me viu pedindo desculpas a um amigo, depois de uma explosão de raiva. Após o ocorrido, ele me entregou uma folha de papel lisa e me disse:
- Amasse-a. Bem apertada.
Com medo, obedeci e fiz com ela uma bolinha.
- Agora, deixe-a como estava antes – disse o professor.
Óbvio que não pude deixa-la como antes. Por mais que tentasse, o papel continuava cheio de pregas.
Então, o professor me explicou:
- O coração das pessoas é como esse papel. A dor que a eles causamos será tão difícil de apagar como esses amassados na folha. Assim, aprendi a ser mais compreensivo e paciente. Quando sinto vontade estourar, lembro daquele papel amassado. A impressão que deixamos nas pessoas é impossível de apagar.
Quando magoamos alguém como nossas ações ou com nossas palavras, logo queremos consertar o erro, mas é tarde demais… Me lembro de um antigo ditado: “Fale somente quando suas palavras puderem ser tão suaves como o silêncio.”
Seremos sempre responsáveis pelos nossos atos, nunca devemos nos esquecer disto.
(autor desconhecido)
Desejo uma semana iluminada!!!
Com carinho,

Fonte: http://luciana.schiavo.com.br/mensagens-de-luz/a-folha-amassada/


Frase do dia!


Sol Frase do dia
Quem faz uma vez, não faz duas necessariamente, mas quem faz dez, com certeza faz onze.
 
 
Abraços,
Equipe Frase do dia!

Que vida boa ô ô ô

Foto: Instagram/Flávio Silva

Moro num lugar, numa casinha inocente do sertão, de fogo baixo aceso no fogão, fogão à lenha ia ia. Tenho tudo aqui Umas vaquinha leiteira, um burro bão, uma baixada ribeira, um violão e umas galinha ia ia. Tenho no quintal uns pé de fruta e de flor e no meu peito por amor, plantei alguém. 
Que vida boa ô ô ô Que vida boa Sapo caiu na lagoa,sou eu no caminho do meu sertão... 🎵📷




Fonte: FLÁVIO SILVA INSTAGRAM

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK