PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 30 de abril de 2016

Como Identificar um Psicopata

RECEITA NATURAL

A psicopatia, também chamada de sociopatia é um transtorno da personalidade antissocial e está catalogada no CID-10 como F60.2 (personalidade dissocial).
A causa da psicopatia não é certa, mas é possível associar causas biológicas (lobo frontal e sistema límbico), predisposição genética e traumas neurológicos e traumas psicológicos. Mas ainda é impossível identificar um psicopata através de exames de imagem cerebral, como a ressonância magnética. Há estudos tentando encontrar um padrão, mas nada ainda conclusivo.

Diagnóstico

O DSM IV (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais) traça alguns critérios mínimos para uma pessoa ser diagnosticada como psicopata, como por exemplo desrespeito às normas sociais, agressividade, impulsividade, falta de planejamento do futuro, colocar-se em risco e outras pessoas, irresponsabilidade em todos os aspectos e financeira, não se arrepende, não tem remorso, sexualidade exacerbada, sem parceiro fixo, maldade com animais, desrespeito e desprezo pelos familiares.
É difícil saber quantos psicopatas tem no mundo, acredita-se que 1 a cada 25 pessoas, mas é apenas especulação, pois o diagnóstico é muito difícil de ser dado e muitos psicopatas são tão dissimulados que você pode conviver com um sem saber
Existem psicopatas de grau leve e os moderados a graves. Os psicopatas em sua maioria são egoístas, narcisistas, em alguns casos são introspectivos e muito inteligentes, não gostam de socializar, e muito manipuladores. São pessoas que durante a infância possivelmente não brincavam com outras crianças, agressivas e mentirosas. Em alguns casos apresentavam alguma mania como piscar os olhos várias vezes. Não aprendiam com punições.
Sofia de Totalmente Demais é uma psicopata
Sofia de Totalmente Demais é uma psicopata

Outras características

Egoístas, megalomaníacos, sedutores, narcisistas, vaidosos, se entendiam facilmente, não se fixam a grupos, comportamento duplo (dupla identidade/dupla personalidade), não mantêm relacionamentos duradouros, intolerantes à frustrações, sádicos.
Os psicopatas não têm sentimentos, eles não amam a ninguém, e todo sentimento que aparentemente demonstram é devido à imitar as pessoas, eles aprendem como deve se comportar de acordo com cada situação e simulam seus sentimentos, o que os tornam teatrais.
São frios, nem sentem dó ou pena de ninguém, o que leva os psicopatas assassinos matarem a sangue frio, sem nenhuma piedade. Mas é importante dizer que nem todo psicopata é assassino, e nem todo criminoso é um psicopata. Mas os assassinos em sério (serial killers) são psicopatas, eles tem comportamento diferente de um assassino desorganizado.
Os psicopatas não sentem medo, não sentem remorso, nem mesmo nojo.

Tratamento

O distúrbio inicia-se por volta dos 15 anos e aos 18 já está consolidado, e infelizmente o psicopata não tem cura. Estudos mostram que os psicopatas são perversos e não psicóticos ou neuróticos. Com isso alguns remédios para estas classes de doença são usados nos psicopatas e alguns resultam em efeitos positivos no tocante à melhora por exemplo do comportamento impulsivo e na instabilidade emocional.
A terapia cognitivo comportamental (tratamento psicológico) pode ajudar de forma a diminuir as reincidências, ao ponto de que podem ajudar aos pacientes a pensarem nas consequências negativas dos seus atos, como por exemplo retorno à penitenciária.

Ficção

A ficção sempre gostou de contar histórias de psicopatas, seja fictiocios, ou mesmo baseado em psicopatas famosos. Em 2014 a Rede Globo apresentou uma série chamada Dupla Identidade onde o personagem principal, protagonizado pelo ator Bruno Gagliasso era um psicopata e assassino em série.
A mesma autora desta série, Glória Perez, mostrou em Caminho das Índias a história de Yvone, interpretada pela atriz Letícia Sabatella, que era mais que uma simples vilã, era também uma psicopata. Mostrando que psicopatia não é doença, não é transtorno mental, e sim uma transgressão. Ela era uma psicopata moderada.
E agora, recentemente a rede Globo mostrou a história de Sofia da novela Totalmente Demais, interpretada pela atriz estreante Priscila Steinman que demostrou todos as características de um psicopata clássico. A frieza, a vida dupla, com a Nina, tinha prazer em correr riscos e colocar as pessoas em riscos, não tinha sentimento nem amor pelos familiares e seus parceiros. O autor deixou claro em vários momentos que a personagem é uma psicopata, como seu sorriso fácil, sua fala teatralizada, e coroou na cena final da personagem, quando no leito da morte, ao invés dela se dizer arrependida por tudo o que fez e dizer à mãe que a amava, ela simplesmente disse que fez tudo por prazer e assumiu que nunca amou ninguém.
O cinema tem outros clássicos como Psicose, Onde os Fracos não tem vez, Laranja Mecânica, Silêncio dos Inocentes e Psicopata Americano.
O grande problema acerca dos psicopatas é que mesmo sabendo de todas as características, é praticamente impossível saber que uma pessoa é psicopata ao menos que ela comenta falhas como ser descoberta, pois nem mesmo psiquiatras conseguem diagnosticar e reconhecer um psicopata devido à sua facilidade em fingir.

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK