PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 21 de maio de 2016

Seis mitos sobre a vagina que provavelmente já ouviu

Quem nunca ouviu que o órgão genital feminino naturalmente cheira mal?



Apesar de ser natural, o órgão genital feminino ainda parece gerar tabus e ter muito mitos associados.

Mas é hora de desfazer alguns mitos. A edição norte-americana da revista Cosmopolitan destacou seis grandes mitos sobre a vagina que provavelmente já ouviu – seja mulher ou homem.
A vagina tem naturalmente um mau cheiro. Na verdade, é normal que a zona genital tenha um pouco de odor, mas se este é agradável ou não depende de vários fatores – desde o ciclo menstrual ao pós-sexo. Se sente um cheiro diferente do normal com frequência deve ir ao ginecologista.
Ter corrimento quer dizer que algo não está bem. As secreções vaginais estão completamente ligadas à saúde da sua zona vaginal mas também com o seu ciclo menstrual. Durante o período fértil, a vagina tende a ficar mais lubrificada para que o espermatozoide chegue facilmente ao óvulo. Mas se o corrimento não for transparente ou de cor branca e variar para tons de amarelo ou verde acinzentado, deve ir ao médico.
O hímen só se rompe após o sexo. Apesar de o sexo ser a forma mais comum de o hímen romper, muitas mulheres passam por isso ao usar um tampão, durante a prática de exercício físico, ou até enquanto praticam equitação, andam de bicicleta ou dançam.
A vagina não se altera ao longo da vida. Como todo o corpo, esta zona também passa por transformações ao longo da vida. Na puberdade começa a mostrar sinais de lubrificação e os lábios vaginais crescem ligeiramente; mas depois de perder a virgindade, na gravidez e após o parto, ou durante o envelhecimento, esta também se vai alterando.
A lavagem interna é a única forma de limpar a vagina. Alguns utensílios à venda em farmácias fazem uma lavagem interna da vagina, mas não é aconselhado que esta lavagem seja feita com frequência, uma vez que a intensidade do jato pode alterar a flora vaginal e até o seu PH, podendo originar irritação e até queimaduras.
A estimulação vaginal é a única forma de chegar ao orgasmo. Algumas mulheres só conseguem chegar ao orgasmo através da penetração, mas muitas outras (aliás, a maioria) precisam de estimulação no clitóris ou até em outras partes do corpo para atingir o clímax.

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK