PROCURANDO POR ALGO?

quinta-feira, 2 de junho de 2016

O Bolo de Barro



Certa vez em um vilarejo muito pobre isolado do mundo, onde os grandes governos e grandes poderes haviam esquecido, existia uma casinha, longe, bem no meio do sertão.
Era uma casinha pobre feita de barro e pedaços de galhos de árvore, a água era retirada do poço e a comida era retirada da pouca plantação e do lado que tinha perto dali.
 
Ali moravam uma garotinha e sua mãe. Devido aos poucos recursos, a doença tirou a vida do pai daquela família. Nesta época não era de costume a mulher viúva arrumar outro marido. Neste pedacinho de chão vivia uma garotinha e sua mãezinha. O amor era tanto, que as duas viviam com o pouco que tinham e lutavam sozinhas contra a fome e os desafios da vida.
Um belo dia de manhã, a garotinha acordou e disse a sua mãe que era o seu aniversário, ela completara dez anos, e estava muito feliz. Pediu a sua mãe que fizesse um bolo para comemorar a sua nova idade, e disse a mãe que quando chegasse da escola as duas comemorariam o seu aniversário. A felicidade da garota era tanta que sua mãe disse que faria o seu bolo assim que ela chegasse da escola. A menina momentos depois fora para a estrada tomar o ônibus para a escola.
A mãe da garotinha se sentou em uma cadeira triste pois não tinha condições alguma para fazer um bolo para sua filhinha, não tinha dinheiro, ou ao menos os ingredientes para fazer o bolo para sua filhinha. A mãe começou a chorar e ajoelhou para os céus e com a unica coisa que tinha, a fé.

Fez uma oração para a mãe de Jesus, Nossa Senhora, e pediu um auxílio para fazer o bolo para que sua filhinha não perdesse o sorriso. A mãe implorou para que Deus, pela interseção de Nossa Senhora ajudasse-a a arrumar uma solução para tal situação.
Com muita fé a mãe olhou para a janela e viu um passarinho, o João de barro pegando um pouco de barro para construir sua casinha, então a mãe teve a ideia de fazer um bolo de barro e coloca-lo no forno para assar.
A mãe foi até o monte de barro e com suas mãos colheu um pouco de barro e levou para dentro de casa. Enquanto conversava com Nossa Senhora, as lágrimas corriam pelo seu rosto, a mãe pegou o barro colocou em uma forma e fez um lindo bolo de barro, assim que ela acabou de decorar o bolo, o levou ao velho fogão de lenha.
A Mãe, ali parada, em pé olhando o que havia feito, pensou: “Não tenho farinha, mas ao menos um bolo de barro à minha filha”. Ajoelhou-se novamente com toda sua fé implorando para a mãe de Deus, que a ajudasse (…) que este bolo de barro feito com tanto amor para sua filha, se transformasse em um bolo real, e assim,  pudessem comemorar o aniversário que tanto a deixava feliz.
De repete, ela ouve palmas na frente de casa, era uma senhora de cor, simples e muito bonita, que apenas lhe pediu um copo de água.
A mãe disse para a velha senhora que entrasse e se sentasse, pois o sol estava muito quente. Assim se fez, a velha senhora sentou-se e bebeu o copo com água e logo após agradecer a mãe pelo favor lhe disse:
- Minha filha obrigado pelo copo com água, estava com muita sede, agora acho que você deveria se preocupar com este bolo que está assando, o cheiro esta uma delicia mas sugiro que fica atenta para ele não queimar.
A mãe espantada correu para verificar o bolo, e quando abriu o forno se deparou com um lindo e suculento bolo de chocolate que assava exalando um cheiro delicioso. Naquele momento a mãe se ajoelhou novamente agradecendo por tal milagre e quando começou uma nova oração a velhinha te disse:
- Filha! não chores… O seu pedido, Jesus tava escutando (…) Eu sou a Nossa Senhora, o amor em seu coração para com sua filha e para com os outros te faz digna de tal milagre. Quero que a partir de hoje, você sempre lembre que Deus existe, e ele te mostrou isso através de mim.
A mãe se ajoelhou para a velhinha e quando se levantou a mesma havia sumido deixado um cheiro de rosas no ar. Pouco tempo se passou e sua filhinha chegou e logo perguntou:
- Mãezinha você fez o meu bolo?
A mãe respondeu:
- Não minha filhinha, eu não fiz seu bolo, Nossa Senhora esteve aqui e deixou este bolo de presente para você e a partir de hoje, nossa vida irá mudar pois a nossa fé nos fez dignos deste milagre: De transformar este bolo de barro, em um bolo de chocolate.
As duas festejaram e se deliciaram com o bolo de chocolate com um leve gosto de avelã.
Mais tarde, mãe e filha tiveram uma colheita farta, compraram vários animais e construíram uma linda fazenda que passou a chamar, fazenda “Bolo de Barro”. E a felicidade reinou naquelas terras, até o fim de seus dias.
Coloque Deus em primeiro lugar e o resto virá em consequência
Ensina-me o teu caminho, Javé, e caminharei segundo a tua verdade. Conserva íntegro o meu coração no temor do teu nome. (Salmo 86).
Irmãos, vejamos que o salmista começa dizendo: “Ensina-me o teu caminho, Senhor, e caminharei segundo a tua verdade”. Somente no versículo 17, ele pede a Deus um sinal da Sua benevolência. Às vezes, nós fazemos o contrário, nós pedimos primeiro o sinal para depois pedirmos a direção do caminho certo. Mas, até na maneira de pedir, essa Palavra nos ensina.
Nós devemos começar a oração pedindo ao Senhor que nos mostre o caminho que Ele quer. É Ele quem acende a luz das nossas buscas e se põe ao nosso lado nesse caminho.
Quando você reza, mesmo que não veja o cumprimento do pedido, no seu coração Deus coloca a certeza de que vai acontecer e, com essa certeza, você agradece como se já tivesse recebido a graça pedida.
Por isso diga: “Senhor, mostra-me Seu caminho para o dia de hoje, para que eu possa seguir na Sua verdade. Não quero me iludir com as minhas escolhas. Dá-me a Sua graça e mostra-me o que eu devo fazer. Ilumina o meu dia. Abre este dia pra mim, meu Deus, e me leva de acordo com a Tua vontade. Tira de mim todo medo e eu Lhe darei graças, de todo meu coração, porque reconheço o Teu amor para comigo. Que, nesta manhã, o Senhor me reerga do mais profundo dos infernos, ainda que tenham aqueles que se ponham contra mim para tentar contra a minha vida. É em Ti, Senhor de piedade, que coloco minha confiança. O Senhor, que é lento para me deixar abandonado na escolha ruim, mas é rápido na hora de manifestar Seu amor e fidelidade, volta-Te para mim e tem misericórdia! Bendito seja, Senhor, porque me socorre e me consola nesse momento de oração.”
» Original – Música de Abel e Caim | Bolo de Terra
O “Momento de Reflexão” você ouve de Segunda a Sexta-feira às 18:00hrs no programa Vozes da Paz pelas rádios São José AM, 1240 e Nova Era FM em 104,5, Deus abençoe.

FONTE: Vozes da Paz

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK