PROCURANDO POR ALGO?

domingo, 7 de agosto de 2016

Camilo acusa greve dos professores estaduais de “politicagem”



O Governador Camilo Santana aproveitou os 100 dias de greve dos professores estaduais para criticar o movimento, afirmando ter sido transformado em politicagem. Ele afirmou se os docentes não retornarem as atividades, vai acionar a Justiça para que o movimento seja encerrado.
Camilo observou que no ano passado a categoria recebeu cerca de 13% de aumento salarial. Já para este ano ele destaca que propôs a implantação da lei que reformula o sistema de promoção dos docentes, reajuste de 4% e aumento de 5% na regência dos professores. A oferta, contudo, foi recusada.  Os professores querem 12% de aumento.
O governador disse que não permitirá que a greve prejudique o ano letivo dos alunos do Ceará por intransigência de um grupo, que segundo ele é uma minoria. Diz que o próprio sindicato da categoria é contra a greve.  Camilo observou que diante da crise econômica não pode pagar o valor exigido pela categoria.
Ele observa que cerca de 82% das escolas já retornaram às atividades. Mas a greve continua afetando unidades da Capital e da Região Metropolitana, e região do Cariri. Lembrou que greve foi considerada ilegal pela Justiça.
Uma nova assembleia de docentes deve ser realizada no próximo dia 12 para debater se a paralisação terá continuidade.

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK