PROCURANDO POR ALGO?

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Sífilis


mulher
O Brasil está vivendo uma epidemia de sífilis. Dados do Ministério da Saúde indicam que, entre junho de 2010 e 2016, foram notificados quase 230 mil casos novos da doença. A sífilis é um tipo sério de infecção bacteriana. Geralmente é transmitida de uma pessoa a outra através do contato sexual. Quando não é tratada , a sífilis pode levar a lesão irreversível de tecidos como o cérebro e os nervos.


O que é sífilis?

Sífilis é um tipo sério de infecção bacteriana. Geralmente é transmitida de uma pessoa a outra através do contato sexual. Quando não é tratada , a sífilis pode levar a lesão irreversível de tecidos como o cérebro e os nervos.
Como ocorre?
A bactéria que causa a sífilis entra no corpo através das aberturas de órgãos como a boca a vagina ou o reto, e também por cortes ou machucados na pele.
Durante os estágios iniciais da doença aparecem vesículas pelo corpo, especialmente na região genital. Se tocar em uma destas vesículas de uma pessoa contaminada, é bem provável que bactérias entrem em contato com a sua pele. Se então estas bactérias atingirem alguma região úmida de seu corpo (por exemplo: boca, ânus ou vagina) ou então em algum corte na pele, há probabilidade de contaminação. Uma vez dentro do organismo a bactéria se espalha rapidamente através da corrente sanguínea.
Há a possibilidade do bebê nascer com sífilis se a mãe desenvolveu a doença durante a gravidez.
Sintomas
Os sintomas da sífilis variam de acordo com o estágio da doença. Assim, durante o primeiro estágio aparecem pequenas vesículas avermelhadas, indolores que se chamam "cancro". As pessoas desenvolvem o cancro geralmente na região próxima aos genitais, entretanto pode aparecer em qualquer lugar do corpo. As mulheres podem não perceber que têm cancro se os mesmos estiverem no interior da vagina. Os cancros localizados no pênis geralmente são visíveis. Estas vesículas podem surgir de dez dias a três meses após o contato com uma pessoa contaminada e duram normalmente de um até oito semanas.
Se for infectado e ficar sem tratamento a doença evoluirá para um segundo estágio. Este segundo estágio é chamado de sífilis secundária que começa então de seis a 12 semanas após o contato com uma pessoa infectada e pode durar desde algumas semanas até mesmo um ano. Os sintomas deste segundo estágio são:
- um enrubescimento discreto da pele com o parecimento de feridas e cascas por todo o corpo (exantema) que pode incluir manchas nas palmas da mão, na sola do pé que são altamente contagiosas.
- Gânglios linfáticos inchados (ínguas)
- Sintomas de resfriado comum tais como febre, corpo dolorido, dor de cabeça , fatiga e falta de apetite.
- Perda de cabelos em tufos.
- Crescimento de verrugas semelhantes a couve-flor na área em volta do ânus.
Periodicamente o segundo estágio da sífilis é seguido por um estágio de latência. Durante o mesmo se não tomar a medicação os sintomas irão desaparecer. Este período pode durar de poucos anos ou até a vida toda.
Um terço das pessoas que desenvolvem o período de latência da sífilis desenvolvem o terceiro estágio da doença, chamado de sífilis terciária que esenvolve-se de dez a 40 anos após ter sido infectado. Durante este estágio a doença afeta o cérebro, a artéria aorta (o principal vaso sanguíneo que deixa o coração) e o próprio coração. Isso pode levar a uma grave doença cardíaca, lesão cerebral, paralisia e morte.
LEIA MAIS

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK