PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 26 de novembro de 2016

Montar a decoração de Natal exige cuidados e atenção



Até a instalação dos pisca-piscas mais simples precisa de atenção. Especialistas dão dicas para garantir segurança e economia na decoração

Por Ana Rute Ramires
Por OPOVO

O vislumbre das luzes de Natal encanta e faz brilhar os olhos de crianças e adultos. Quando as festividades de fim de ano se aproximam, o momento lúdico do ritual de decoração natalina nas casas se inicia. A preparação e a manutenção das luzes devem ser realizadas com cuidados para que a segurança e a contenção de gastos de energia no período sejam garantidas.

A principal recomendação dos especialistas é que o consumidor substitua pisca-piscas com luzes incandescentes por luminárias com tecnologia LED, as lâmpadas frias, que consomem menos energia e aquecem menos. Segundo o especialista em eficiência energética da Enel (antiga Coelce) Marcony Melo, a economia de energia com esse tipo de iluminação pode chegar a 80%.

Ele explica que o uso prolongado pode provocar aquecimento ou derretimento dos produtos e curto-circuitos. “É importante que as luzes não fiquem 24 horas ligadas e que seja feito o controle do tempo”. Conforme Melo, um conjunto de pisca-pisca ligado durante toda a noite pode representar um aumento de, em média, R$ 10 na conta de luz.


A recomendação é seguida à risca por Sidylla Coutinho. A tradição vivida na infância se perpetua na casa da enfermeira para que as filhas também possam ter as lembranças natalinas no futuro. A porta dos quartos, a escada, a sala e a árvore são marcadas por detalhes em cada enfeite. “A gente arruma a casa como se fosse um aniversário, para celebrar o nascimento de Jesus”.

Precauções
Professor do Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade Federal do Ceará (UFC), Tomaz Cavalcante alerta para um perigo comum nas residências: a utilização de benjamins ou ‘T’s’. “Quando vários aparelhos são ligados em uma mesma tomada, há uma potência maior do que a capacidade, causando uma sobrecarga”, detalha.

Cavalcante adverte para a verificação de infiltrações de água na parede onde as tomadas estão localizadas, a fim de evitar risco de incêndio. Além disso, é importante averiguar se os produtos não estão com fios descascados ou lâmpadas e plugues frouxos.

Instalações elétricas antigas também aumentam o consumo de energia e é preciso fazer revisões periódicas.

O assessor jurídico da Defesa do Consumidor do Ceará (Decon) Ismael Braz orienta atenção para as embalagens dos produtos na hora da compra. Adquirir a decoração em lojas confiáveis, com endereço fixo e CNPJ é essencial. “É importante verificar se as informações de utilização e cuidados com o manuseio estão na embalagem”.

Indicações acerca da tensão; corrente; potência máxima do conjunto; e o nome e marca do fabricante ou importador devem ser observadas no ato da compra.

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK