PROCURANDO POR ALGO?

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Como uma busca no Google foi usada para provar uma fraude no Enem 2016



Por Olhar Digital - A Polícia Federal divulgou nesta quinta-feira, 1, um relatório que indica que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano foram vazadas antes da aplicação. E, segundo os investigadores, a descoberta foi feita com a ajuda (indireta) do Google.
Ao menos dois candidatos que prestaram o exame nos dias 5 e 6 de novembro tiveram acesso antecipado às provas e ao tema da redação, incluindo fotos das questões e do gabarito. A Polícia Federal diz ter encontrado provas disso em celulares apreendidos durante o Enem.
Como o Google entra nessa história? Os investigadores descobriram que os candidatos começaram a pesquisar no buscador informações sobre o tema da redação a partir das 9h38 do dia 6 de novembro. Ou seja, horas antes da aplicação da prova e antes que os candidatos pudessem saber o tema da redação.
Encontrar o registro dessa busca não é difícil. O próprio Google mantém um histórico de tudo o que o usuário pesquisou, tanto no smartphone quanto no PC. Basta acessar MyActivity.Google.com e conferir as atividades que a empresa registrou sobre você, de buscas por texto ou voz até vídeos vistos no YouTube.

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK