PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 17 de setembro de 2016

Dicas e Receitas Para Acabar Com a Cólica

Entenda um pouco mais sobre as cólicas menstrual e intestinal. Veja também dicas e receitas de chás para aliviar o problema. 
Dicas e Receitas Para Acabar Com a Cólica
POR RECEITA NATURAL
A palavra cólica é usada para problemas diversos. Trata-se, em termos gerais, de uma dor causada pela contração da musculatura de órgãos lisos e ocos, como o estômago, o intestino e o útero. De acordo com a Wikipedia:
A cólica (do grego κολικός, kolikós, relativo a cólon ) é uma dor que ocorre em órgãos ocos, especialmente estômago, intestino e útero. Caracteriza-se por ciclos de dor intensa, com aumento gradual da intensidade até um pico e depois melhora lentamente. As causas mais comuns de cólicas são a síndrome do intestino irritável e as cólicas menstruais.
Nas mulheres, o período menstrual é muitas vezes acompanhada de cólicas causadas pela contração uterina. O problema também ocorre em bebês, crianças e adultos de todas as idades, mas nesse caso a dor vem do intestino. Hoje vamos aprender um pouco mais sobre as cólicas e como tratá-las de modo natural.

Instagram: saiba como controlar comentários inapropriados

É possível criar uma lista de palavras-chave que filtre automaticamente os comentários deixados no seu perfil


O Instagram integrou recentemente a capacidade de filtrar comentários nos perfis, oferecendo a capacidade a todos os seus usuários e não apenas a páginas verificadas ou relacionadas com negócios. Ao contrário do que costuma acontecer nas redes sociais, que oferecem apenas a capacidade de apagar comentários, o Instagram permite que o usuário se antecipe.

Para isso, é preciso criar uma lista de palavras-chave que pensa que podem ser utilizadas para comentários negativos. Caso alguém decida escrever um comentário em uma fotografia sua com uma das palavras que definiu, este será automaticamente ocultado.
Para conseguir criar esta lista, o usuário precisa entrar no aplicativo, ir ao seu perfil e apertar o botão de opções no canto superior direito (ilustrado por três pontos na vertical). Uma vez dentro do menu de ‘Opções’ deverá localizar uma área com o nome ‘Comentários’, que disponibilizará uma área em branco onde pode escrever as palavras-chave que deseja ver banidas do seu perfil. Uma vez escolhidas as palavras-chave deverá escolher a opção no topo com o nome ‘Ocultar comentários inapropriados”, ficando assim a filtragem ativa.

Prefeitura prepara esquema especial de tráfego para o final da Paralimpíada

Por Agência Brasil
Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - Escultura dos Agitos, símbolo dos Jogos Paralímpicos, é inaugurada na Praia de Copacabana. Envolvendo um ponto central, os Agitos são um símbolo da integração dos atletas, vindos de todos os pon
Escultura dos Agitos, símbolo dos Jogos ParalímpicosTânia Rêgo/Agência Brasil


A prefeitura do Rio montou um esquema especial de tráfego para o final da Paralimpíada 2016 neste final de semana, na cidade. As provas de rua da maratona serão realizadas no domingo (18) pela manhã, e as provas de ciclismo de estrada terminam amanhã (18).

A cerimônia de encerramento dos Jogos está prevista para as 19h de domingo, no Maracanã. A expectativa dos organizadores é reunir um público superior a 120 mil pessoas no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, no fim de semana. O anúncio foi feito no Rio Media Center hoje (17) pelos integrantes da prefeitura, responsáveis pelo planejamento operacional de mobilidade urbana.


O secretário-executivo de governo, Rafael Picciani, pediu à população que todos deixem seus carros em casa e optem pelo transporte coletivo de alta capacidade para assistirem às últimas competições. “Avisamos várias vezes, antes dos Jogos, que o planejamento não previa o uso de carros particulares e de transporte individual. Estes não se adequavam ao nosso planejamento, simplesmente por não podermos estimar o número desses carros. Peço a compreensão de todos neste fim de período”, pediu Picciani. Segundo o secretário, o sistema de transporte do Rio funcionará no fim de semana com toda a  capacidade.

“Teremos a integração com o BRT e o metrô funcionando plenamente para que possamos continuar atendendo a população como o fizemos até aqui, com capacidade, conforto e previsibilidade”, afirmou.

Atletas paralímpicos rejeitam rótulo de super-humanos e de exemplos de superação

Por Agência Brasil
Marcelo Brandão - Enviado Especial da Agência Brasil*


Desde o início da Paralimpíada, dezenas de recordes foram quebrados e o público pôde ver performances incríveis em quadras, pistas e piscinas. Ainda na cerimônia de abertura dos Jogos, no dia 7, o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, fez um discurso em exaltação aos atletas. Empolgado, Nuzman utilizou os adjetivos “super-humanos” e “heróis” referindo-se àqueles que competiriam a partir do dia seguinte. Ainda que bem-intencionado, o elogio de Nuzman não encontra respaldo nos próprios atletas, que rejeitam rótulos e querem ser vistos como esportistas de alto rendimento.

Os atletas do paradesporto têm uma rotina puxada, com horas diárias de treinos, musculação e fisioterapia, e buscam sempre o limite da sua performance. Essa performance foi vista no Rio nos últimos dias, com várias quebras de recordes mundiais e paralímpicos na natação e no atletismo, por exemplo. Durante toda a Paralimpíada, que chegou à reta final, esse desempenho foi traduzido por parte da mídia e da sociedade como um exemplo de superação de pessoas que vencem diariamente os obstáculos da deficiência física ou mental.

“Nossas dificuldades a gente já superou no passado. Hoje, estamos acostumados com a nossa lesão, adaptados. Nós somos atletas de alto rendimento”, diz Guilherme Camargo, atleta da seleção brasileira de rugby em cadeira de rodas.

Guilherme Camargo, da seleção brasileira de rugby em cadeira de rodas
“A gente quer que o esporte paralímpico seja visto como esporte de alto rendimento", diz Guilherme CamargoDivulgação/Ministério do Esporte

A partir de hoje, candidatos não podem ser presos até as eleições de outubro



Por Agência Brasil

A partir de hoje (17), nenhum candidato às eleições municipais marcadas para 2 de outubro pode ser detido ou preso, a não ser que seja pego em flagrante cometendo crime. A medida de proteção é garantida pelo Código Eleitoral e serve para que autoridades policiais ou judiciais não possam cometer eventuais abusos na tentativa de interferir nas disputas pelo voto.

Entre os casos que podem permitir a prisão em flagrante estão incluídos os crimes eleitorais, como a compra de votos.

Mesmo se houver prisão ou detenção em flagrante, o candidato deve ser levado imediatamente a um juiz, para que o magistrado avalie no mesmo momento a legalidade do ato.

Apesar da proteção, não é incomum que candidatos sejam presos mesmo durante este período especial de proteção, que começa a vigorar 15 dias antes de as urnas serem abertas.

Nas eleições de 2014, por exemplo, 80 candidatos foram presos somente no domingo de votação, a maior parte pela prática de boca de urna ou transporte irregular de eleitores até a seção eleitoral.

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK