PROCURANDO POR ALGO?

quinta-feira, 30 de março de 2017

10 mudanças alimentares que ajudam a controlar a ansiedade



Se há um fator que pesa (e muito) no aumento dos níveis de ansiedade é a alimentação

A ansiedade é um transtorno mental que não escolhe idade, gênero nem condição social. É uma espécie de iô-iô que causa instabilidade física e emocional e que pode acontecer por fatores externos. Um deles é a alimentação.

O que comemos tem um impacto direto no agravamento da ansiedade, mas pode ter também um efeito altamente benéfico para manter a calma. De acordo com o site Bustle, que entrevistou médicos e nutricionistas norte-americanos, existem alimentos que podem realmente funcionar como autênticos remédios.
É o caso das proteínas magras, por exemplo, que estimulam a produção de dopamina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar. Mas como a ansiedade depende também muito do estado de espírito, nada como apostar em alimentos que ajudem a equilibrar o humor, como acontece com as gorduras saudáveis, aquelas que são ricas em ácidos-graxos ômega 3 (salmão, linhaça, abacate, etc.).
Contudo, não basta apenas escolher os alimentos mais adequados, é preciso saber comê-los e saber quando comê-los. De acordo com a publicação, praticar o mindfulness durante a refeição e cortar no consumo de cafeína ao longo do dia também ajuda a controlar a ansiedade, tal como ingerir mais água, uma vez que a sensação de fome surge muitas vezes no lugar da sede e pode causar alguma irritação e posterior ansiedade.
Outra mudança que deve ser implementada é o hábito de comer várias vezes ao dia, dando preferência a alimentos ricos em vitamina C e vitamina B12. E já que falamos em nutrientes, o triptofano é um dos melhores aliados da calma e até do sono.
açúcar é um dos alimentos que devem ser banidos da alimentação, uma vez que promove os marcadores inflamatórios, cria picos de glicose no sangue e aumenta o níveis de estresse. Já no que diz respeito ao álcool, o seu consumo não deve ser banido – até porque um copo de vinho pode ajudar a acalmar – mas é preciso ir com calma, uma vez que o excesso de álcool tem um efeito depressivo e é sabido que a depressão anda de mão dada com a ansiedade.
Via Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK