PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 8 de abril de 2017

Com antecipação de saque do FGTS, agências da Caixa têm sábado movimentado

Brasileiros aproveitam o sábado para sacar
o FGTS inativo durante a segunda etapa do liberação
do FGTS nas agências da Caixa Econômica José Cruz/Agência Brasil
O início do segundo lote de pagamentos das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) levou muita gente às agências da Caixa, hoje (8), em Brasília. A liberação do pagamento para os trabalhadores nascidos em março, abril e maio estava prevista para a próxima segunda-feira (10), mas o governo antecipou a data e várias pessoas que têm direito a sacar o recurso resolveram aproveitar para passar o fim de semana com dinheiro no bolso.


Na agência localizada em um shopping no centro de Brasília, o Conjunto Nacional, o fluxo de pessoas era constante nos caixas eletrônicos e havia fila de espera dentro da agência para quem precisava resolver questões relacionados a FGTS no setor de atendimento. Em Taguatinga, cidade do Distrito Federal (DF), perto de Brasília, o movimento foi grande e com filas no início da manhã, depois, com o passar do tempo, a quantidade de pessoas diminuiu.

Na agência do Cruzeiro, no Plano Piloto, embora não houvesse grande aglomeração, pessoas ouvidas pela reportagem reclamaram da demora no atendimento. O jornalista Rafael Secunho, 38 anos, disse que ficou na agência por cerca de 2h30. “Peguei a senha, saí para resolver coisas no comércio, voltei, saí de novo e ainda tive que esperar. Está demorando demais”.


Ele relatou que havia três funcionário no atendimento, quantidade que considerou pequena para a demanda. Secunho não conseguiu fazer o saque devido a um problema de liberação da conta do FGTS e vai ter que retornar ao banco na segunda-feira (10).

O porteiro Eris Pereira da Silva, de 30 anos, permaneceu cerca de duas horas na agência da Caixa para saber se tinha direito a sacar recurso de conta inativa do FGTS, e também reclamou do tempo de espera. Apesar da resposta positiva sobre o saque, ele deixou o banco sem levar o dinheiro. Como faz aniversário em junho, Eris só pode fazer a retirada a partir de maio, de acordo com o calendário estabelecido pela Caixa. O dinheiro já tem destino certo: “Vou usar todo numa obra que estou fazendo na minha casa”, disse.

Régis Carvalho, comerciante de 42 anos, retirou o dinheiro logo cedo no autoatendimento de uma agência localizada próxima a Sobradinho, cidade do DF,  e contou que encontrou uma fila de apenas cinco pessoas, e foi tranquilo fazer o saque. A agência onde ele foi não estava aberta para atendimento ao público neste sábado. Carvalho informou que pretende usar “quase” todo o valor para pagar contas. “O movimento no comércio não está bom, então esse dinheiro vai ajudar desapertar as contas. Mas vou separar um pouquinho pra um churrasco com os amigos”, afirmou sorrindo.

Movimento intenso no Rio de Janeiro
As agências da Caixa Econômica Federal do Rio de Janeiro registraram movimento intenso na pela manhã, para saques de contas inativas do FGTS dos nascidos em março, abril e maio. O vice-presidente da Caixa, Roberto Derziê, disse que, apesar da alta procura, a situação é de tranquilidade. "O balanço parcial é de movimento muito intenso aqui no Rio, na zona norte, zona oeste, mas com boa organização", ressaltou Derziê. "Muita procura, mas isso é muito importante, porque o trabalhador tem o sábado para poder concretizar o seu saque ou corrigir algum problema no cadastro", completou.

O vice-presidente disse que a instituição não estipulou um número alvo de saques a serem realizados neste sábado, mas destacou que o novo grupo de trabalhadores que poderá sacar o FGTS é bem maior do que na primeira fase. Anteriormente, só podiam sacar os nascidos nos meses de janeiro e fevereiro, totalizando 4,8 milhões de trabalhadores. A partir de hoje, as contas inativas estarão disponíveis para 7,7 milhões de trabalhadores nascidos em março, abril e maio. O total de recursos chega a R$ 11,2 bilhões, valor bem acima dos aproximadamente R$ 7 bilhões do período anterior.

Quem nasceu no período anterior e não sacou os recursos de suas contas inativas ainda pode procurar a Caixa para obter o dinheiro, até 31 de julho. Segundo o banco, 23% dos trabalhadores não sacaram os recursos de suas contas.

O recepcionista Wagner Moraes, de 51 anos, foi à maior agência da Caixa no Rio de Janeiro já no primeiro dia em que podia sacar o FGTS. O motivo da pressa era uma dívida com sua irmã, que precisava ser quitada.

"Estou precisando de grana e, como ela também está, tive que vir logo. [O FGTS] Veio na hora certa", disse ele, que precisou de orientação para resolver problemas com seu Cartão Cidadão, mas conta ter sido bem atendido.

O analista de departamento pessoal Elcio Teixeira, de 28 anos, não tem dívidas e vai usar o dinheiro para reformar a casa em que mora com a namorada.

"No meu caso, vou usar para reforma e construção. Vou fazer a troca de todo o assoalho", disse ele, que só soube hoje que seria possível sacar e preferiu se deslocar para o centro do Rio: "Aqui nas agências do centro, tem mais policiamento. Acho mais tranquilo do que na zona norte".

Filas em São Paulo
Bem antes da abertura do expediente especial da Caixa Econômica Federal (CEF) já havia filas na porta de algumas agências na cidade de São Paulo. Nesta segunda etapa de atendimento exclusivo para os resgates das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), estão sendo atendidos os trabalhadores nascidos nos meses de março, abril e maio. Das 2.107 agências abertas no país, das 9h às 15h, 746 estão no estado de São Paulo e 249 na capital paulista.

De acordo com a Caixa, estão aptos a efetuar o resgate no estado de São Paulo 2,6 milhões de beneficiários com valor que alcança a mais de R$ 4,9 bilhões. Na primeira fase, foram atendidas mais de 2,1 milhões de pessoas e pagos em torno de R$ 2,5 bilhões.

Entre as agências com grande movimentação logo pela manhã, estava a da avenida Paulista, na região próxima ao centro da cidade e também nos bairros como a da Avenida Coronel Sezefredo Fagundes, no Jardim Tremembé, zona norte da cidade, e da Avenida Cantareira, no Tucuruví, na mesma região.

Sem querer enfrentar a fila, o vendedor Fabrício da Silva Rego, de 26 anos, saiu em busca de outra opção, e foi até a Caixa da Avenida Água Fria, na zona Norte. “Tô tentando fazer o resgate vim a té a agência e não consegui porque tem algumas fechadas”, disse, entusiasmado com a possibilidade de acesso ao dinheiro, e já saindo apressado em busca de outra agência mais próxima: ”Vamos aí gastar o dinheiro”, bincou, justificando que a sua intenção é só a de pagar dívidas.

Além do atendimento exclusivo para o pagamento de contas vinculadas ao FGTS, os trabalhadores poderão contar com funcionários que estarão prestando esclarecimentos sobre as dúvidas diversas em torno de suas contas do FGTS ou mesmo para atualizar cadastros e emitir senha do Cartão Cidadão.

Orientações
Mais de 2 mil agências da Caixa Econômica Federal em todo Brasil ficaram abertas hoje das 9h às 15h, para o pagamento das contas inativas do FGTS. Cerca de 2,3 milhões de trabalhadores receberão automaticamente o crédito nas contas da Caixa a partir de hoje. Nesta segunda rodada de pagamento, cerca de 7,7 milhões de brasileiros têm direito ao saque e o valor disponível passa de R$ 11,2 bilhões.

Quem for cliente da Caixa terá o saldo depositado automaticamente em sua conta bancária neste sábado. Os trabalhadores que tiverem até R$ 1,5 mil nas contas inativas poderão realizar os saques no autoatendimento, utilizando a senha do Cidadão. Valores de até R$ 3 mil vão requerer o cartão cidadão e senha no autoatendimento, lotéricas ou correspondentes da Caixa. Valores acima de R$ 3 mil só podem ser sacados em agências da Caixa.

A Caixa recomenda que os trabalhadores portem documento de identificação e carteira de trabalho, ou documento que comprove a rescisão do contrato de trabalho. Para quem for sacar mais de R$ 10 mil, a apresentação dessa documentação é obrigatória.

Nos dias 10, 11 e 12 de abril, segunda a quarta-feira da semana que vem, as agências da Caixa serão abertas duas horas mais cedo, para tratar apenas de assuntos relativos ao FGTS.

Conforme determinou a Medida Provisória 763/16, só poderá sacar o FGTS de contas inativas quem foi demitido por justa causa ou pediu demissão até 31 de dezembro de 2015. Contas que se tornaram inativas depois disso não serão disponibilizadas.

Em 12 de maio, os saques serão liberados para os nascidos em junho, julho e agosto. Como a data será uma sexta-feira, Derziê adianta que a Caixa novamente abrirá agências no sábado (13), para acelerar o atendimento. O mesmo deve acontecer após o dia 16 de junho, quando será liberado o saque dos nascidos em setembro, outubro e novembro, e em 14 de julho, quando quem nasceu em dezembro poderá sacar.

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK