PROCURANDO POR ALGO?

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Wesley Safadão: A vida e a carreira do homem que inventou o "forronejo"

Divulgação/Wesley Safadão
Dono de hits que conquistam multidões, como "Leva Eu Pra Sua Casa", "Camarote" e "Segunda Opção", Wesley Safadão influencia nova geração


Wesley Safadão habituou-se a arrebatar multidões em seus shows.  O artista, que tem 27 anos, ostenta um recorde e tanto para chamar de seu. Faturou R$ 1 milhão em uma única apresentação. Natural de Fortaleza, no Ceará, Wesley Oliveira da Silva  nem sonhava em ser cantor. Ele tinha outros planos. Como quase todo menino brasileiro, ele queria ser jogador de futebol. Ainda na infância, o cearense integrou o time das escolinhas de futebol de clubes locais como o Ferroviário.  Porém, com o surgimento do grupo Garota Safada, em 2001, o garoto começou a enveredar-se mais pela carreira de cantor.

Garota Safada foi uma  banda de forró eletrônico fundada em Fortaleza , por Valmira de Oliveira, mais conhecida por Dona Bill, mãe de Wesley Safadão . O grupo reunia seus irmãos e primos e começou a fazer sucesso primeiramente na região de origem. O gênero musical praticado pelo cantor mistura o forró com outros ritmos nordestinos e com elementos mais modernos, como a música eletrônica e vertentes do sertanejo. A  primeira música que Wesley Safadão escolheu para fazer sua estreia nos palcos, em 2002, foi “Dormindo na Praça”, de Bruno & Marrone.

A trajetória do artista começou em 2007, quando houve a profissionalização de um trabalho até então familiar. Apaixonados pela música investiram suas pequenas economias e buscaram ajuda onde não tinham para seguir com o projeto da banda que culminaria na carreira solo do cantor. 

Neste mesmo ano, o cantor conheceu o empresário do show business Luiz Augusto Nóbrega, diretor da Luan Promoções e Eventos. De um encontro informal durante show da banda na Vila Forró, durante o São João de Campina Grande, surgiu a parceria que foi para a banda um divisor de águas. A partir daí o cearense passou a integrar o casting da empresa, que ainda hoje  é responsável pelo gerenciamento da carreira artística do cantor.

Foi questão de tempo até o artista ganhar notoriedade em todos os outros estados do Nordeste, se tornando a referência do novo jeito de fazer forró, com uma batida mais acelerada e com um carisma que lhe é peculiar.

Popularidade

 A estreia na TV foi providencial para a consolidação do status do artista, que fez sua primeira aparição em cadeia nacional no "Domingão do Faustão", da Rede Globo. Em seguida, voltou ao palco de Fausto Silva em menos de seis meses por aclamação popular e mostrou ao vivo oito músicas. A partir daí, enfileiraram-se convites para participar de outros programas de TV como "Caldeirão do Huck", "Mais Você", "Show da Virada", "Criança Esperança", "Esquenta", "Encontro Com Fátima", "Vídeo Show", "Profissão Repórter", "Hora do Faro", "Domingo Show", "Domingo legal com Celso Portiolli",  entre outros.

O reconhecimento nacional veio com as primeiras apresentações do cantor pelos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. O Sudeste e o Centro-Oeste atualmente são regiões de forte atuação de Wesley Safadão. Em 2016, o cantor e sua banda possuem uma média mensal de 25 apresentações mensais; no período dos festejos juninos no Nordeste esse número ultrapassa a marca dos 40 shows.

Em 2015, o single "Camarote", que ficou mais de 490 dias entre as cem músicas mais compradas do iTunes, elevou o cearense ao status de astro da música nacional. O videoclipe da canção já soma mais de 130 milhões de visualizações no Youtube. No mesmo ano, o cantor fez uma participação especial na música "Aquele 1%" da dupla Marcos e Belutti e gravou um clipe com Ivete Sangalo intitulado "Parece Que O Vento", que consta do "DVD Ao Vivo em Brasilia", lançado em novembro de 2015.

Mesmo com o cenário de crise econômica no país, o cantor conseguiu  muito bem driblar seus efeitos. Só em 2015, ele atingiu a marca de nada menos  do que 25 shows por mês, com cachês de R$ 500 mil em média. O cantor ostenta entre seus bens um jatinho de R$ 1,5 milhão com seu nome grafado na fuselagem e o forrozeiro adquiriu, também,  uma  Ferrari - carro avaliado em R$ 1,3 milhão. 

Carreira Internacional





Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK