PROCURANDO POR ALGO?

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Dores na coluna: dicas de prevenção, causas e tratamentos dessas dores

Dr. Adriano Scaff - especialista em Medicina da Dor
POR SAÚDE COM CIÊNCIA
Publicado por: 

O neurologista e especialista em Medicina da Dor, Adriano Scaff, fala ao Saúde com Ciência sobre os principais problemas referentes às dores da coluna, a segunda queixa mais frequente da população brasileira. Veja abaixo as dicas do especialista sobre o assunto:

Recentemente, o sedentarismo, associado ao stress, as posturas inadequadas e viciosas no trabalho e durante o uso de smartphones aumentaram a incidência dessas dores. 

Quais os tipos de doenças mais comuns na coluna vertebral?


Adriano Scaff: As doenças mais frequentes na coluna vertebral são as doenças miofascais (musculares) seguidas pelas doenças dos discos invertebrais (hérnias, protrusões, degenerações), bem como as dores das articulações (facetas).

Na coluna cervical temos uma incidência maior das doenças articulares em detrimento da lombar, onde as dores são mais de origem discogênica (do disco).

Quais os hábitos dos dias modernos que mais comprometem a coluna


Adriano Scaff: A falta de tempo para exercitar-se é o principal fator. O exercício físico além de movimentar e fortalecer a musculatura, melhora o sono e alivia o stress. O exercício libera endorfina, uma substância poderosa no alívio da dor.

O trabalho com posturas erradas e viciosas, como por exemplo, a pessoa que passa muito tempo sentada seja no computador ou dirigindo, por exemplo, sobrecarregam a coluna e em alguns casos geram dor. Os smartphones hoje tem um papel importante a medida que a coluna cervical é sobrecarregada pela postura da cabeça em relação ao pescoço (fletido).


A hérnia de disco pode manifestar tanto na coluna lombar como na cervical? Pode ser assintomática ou provocar dor leve até dor muito forte e incapacitante?


Adriano Scaff: As hérnias de disco podem se manifestar em toda a coluna, tanto cervical, torácica e lombar, sendo que nesta última ela é mais frequente. Mas vale lembrar que ter hérnia de disco não significa ser doente, muitas hérnias de disco não causam sintomas e são achados de exames.

Ela deve ser tratada quando se encontra sintomática, a intensidade da dor não tem correlação com tamanho da hérnia e com gravidade. Pequenas hérnias podem geral dor forte e grandes hérnias podem ser assintomáticas.


A dor esta correlacionada com o grau de inflamação local que a hérnia gera. Casos que devem ter mais atenção são os casos onde além da dor, a pessoa apresenta fraqueza nos membros (braços e pernas e esfincteres).

É possível fazer a prevenção para evitar problemas na coluna?


LEIA MAIS...

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK