PROCURANDO POR ALGO?

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Sete programas de Bolsa de Estudo para você começar sua faculdade em 2018

POR EDUCAEDU
O valor da mensalidade pode ser um grande obstáculo na hora do brasileiro ingressar ao ensino superior. Principalmente em tempos de crise econômica, aumento de desemprego e cortes no Fies (Fundo de Financiamento Ao Estudante Do Ensino Superior). Em meio a essa realidade, cada vez mais programas de Bolsas de Estudo ganham relevância no Brasil e são uma excelente oportunidade para quem quer iniciar sua formação ou consolidar seus conhecimentos por uma mensalidade de cabe no seu bolso.

Levando em consideração esse cenário, organizações –  tanto governamentais como privadas, se preocupam em diminuir esse problema que afeta a milhares de estudantes no Brasil todo. Atualmente são diversos os programas de Bolsa de Estudo disponíveis no Brasil. São destinados a pessoas de variadas realidades. Alguns levam em consideração renda familiar; outros, desempenho que o estudante obteve no Enem; algumas universidades proporcionam bolsas aos melhores no vestibular, e existem ainda, programas mais simples, onde qualquer pessoa está apta a se candidatar.

As opções estão aí e são bastante variadas. Porém, muitas pessoas deixam de aproveitá-las apenas por falta de conhecimento dessas ofertas. É por esse motivo que a equipe do Educaedu Brasil, especializada em marketing para universidades, decidiu elaborar essa lista com os melhores programas oferecidos na atualidade:

1- PROUNI

O PROUNI é o programa de bolsas de estudo mais conhecido do país. Desenvolvido pelo Governo Federal, oferece bolsas para instituições de ensino particulares do país todo.  Para concorrer às bolsas do Prouni o estudante precisa obter mais de 450 pontos na prova do ENEM e não zerar na redação. A renda familiar per capita também é levada em consideração e o mais importante é ter cursado todo o ensino médio em escola pública.
A inscrição é realizada numa única etapa, de forma online e gratuita.
É possível conseguir bolsas integrais (100%) para estudantes com renda per capta de até 1,5 salário e bolsas parciais (50%) para aqueles com a renda de até 2,5 salários por pessoa. A classificação varia de acordo com a nota mínima exigida pelo curso escolhido e a nota obtida no Enem.
LEIA MAIS EM...

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK