PROCURANDO POR ALGO?

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Polícia defende acesso a dados para combater crime na internet

MARCO CIVIL DA INTERNET

Polícia defende acesso a dados para combater crime na internet

Agência Brasil | 18h25 | 10.04.2014

Polícia acredita que sem os dados seu trabalho fica inviabilizado


O presidente da Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal, Marcos Leôncio Sousa Ribeiro, defendeu a exigência de os provedores de conexão e aplicações de internet guardarem dados de usuários e se submeterem à legislação brasileira, e não apenas à de seu país de origem. 
Ele avalia que a guarda dos dados é fundamental para o trabalho da polícia. “Sem essa guarda, praticamente se inviabiliza a atuação da Polícia Federal”, advertiu Marcos Leôncio. Para o delegado, a proposta entra em sintonia com outros projetos aprovados pela Casa, como as leis de lavagem de dinheiro e organizações criminosas, e auxiliam no combate a crimes como a pedofilia.
Ele falou nesta quinta-feira (10) na primeira audiência pública das comissões do Senado que examinam simultaneamente o Marco Civil da Internet. Os senadores querem acelerar a tramitação do projeto devido à urgência constitucional, que dá ao Senado 45 dias para analisar a proposta.

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. EMAIL: josenidelima@bol.com.br FAVOR INFORMAR O LINK