PROCURANDO POR ALGO?

quinta-feira, 31 de março de 2011

RIO CANDEIA NUMA MANHÃ DE SOL



É AQUI QUE RECEBO MEUS AMIGOS E CONVIDADOS
VOCÊ É MEU CONVIDADO!!

ARACOIABA-DINHEIRO BRASILEIRO.mp4



DINHEIRO CIRLULADO EM ARACOIABA-CE E NO BRASIL DE 1833 ATÉ 2010.

Hildebrando



QUE LINDO!!

30 MANEIRAS DE FAZER UMA GAROTA SORRIR


30 MANEIRAS DE FAZER UMA GAROTA SORRIR


1. Dizer que ela é linda.

2. Segurar a mão dela a qualquer momento.

3. Beijá-la na testa.

4. Deixe mensagens de voz para ela.

5. Quando ela está chateada, segurá-la firme e não deixá-la ir.

6. Reconheça as pequenas coisas, as que não significam muito.

7. Chamá-la de querida.

8. Cantar para ela, não importa o quão horrível seja sua voz.

9. Escolhe-la ao invés de outras garotas.

10. Escrever recados.

11. Apresentá-la a sua família e amigos como sua namorada.

12. Brincar com seus cabelos e dizer que são cheirosos.

13. Brincar com ela.

14. Brincar de fingir que vai deixá-la cair, ela vai gritar e gritar, mas vai amar.

15. Diga-lhe piadas engraçadas, diga-lhe piadas estúpidas, apenas diga-lhe piadas.

16. Jogar pedrinhas em sua janela, só porque você sente falta dela.

17. Deixá-la adormecer em seus braços.

18. Grave seu nome em uma árvore.

19. Se ela está brava, beije-a.

20. Passeie com ela.

21. Dar-lhe flores sem motivo.

22. Tratá-la igualmente com seus amigos ou sozinho.

23. Deixá-la tirar todas as fotos que ela quiser.

24. Dançar lentamente com ela, mesmo sem música.

25. Beije-a na chuva.

26. Caminhar com ela pela praia, a noite.

27. Esperar ela do lado de fora de sua casa, na chuva, para surpreende-la.

28. Quando ela estiver doente, espere ao lado de sua cama.

29. Lute com ela e deixe-a ganhar.

30. E, o mais importante, ame-a, diga isso a ela, e jamais deixe que ela duvide do seu amor.



Garotos,
abram seus olhos e façam tudo isso. Pode ser pra sua namorada, ou pra
alguém especial. Sério, experimente e dê o melhor de si.mais maismmm

fonte: recebi lá no meu orkut

O QUE É, O QUE É??

*O que cresce quando ela pega com as mãos, passa por entre os seios e depois
se enfia num buraco?*
*
*
*|*
*|*
*|*
*|*
*|*
*|*
*|*
*|*
*|*
*|*
*RESPOSTA:*
*|*
*|*
*|*
*||*
*
*
*[image: cinto.jpg]

OUVIR SUA MÚSICA PREFERIDA


Escolha seu cantor e ouça sua música...(AMEI.......é para salvar.....)

*CLIQUE NESTE SITE, *
*ESCOLHA A PRIMEIRA LETRA DO NOME DO CANTOR, *
*VEJA AS MÚSICAS DISPONÍVEIS E CURTA UM SOM!!!!!!!!!*

*De A á Z...

CLICA AQUI

HORA DO RISO

No balcão de sua loja, um comerciante desabafa com seu melhor amigo:
- Tô com um problemão sério...
- O que foi? - pergunta o outro.
- Minha mulher. Ela grita demais quando faz sexo. Apronta a maior
barulheira. É constrangedor!
- Não tô te entendendo! - Estranha o cara - Você sempre achou legal sua
mulher extravasar seus sentimentos! O que tem demais ela gritar na hora do
orgasmo?
- É que... Sabe como é: a gente mora no andar de cima. Aí você já viu: eu
aqui trabalhando, atendendo o pessoal... E a gente ouve tudo! --

FONTE
_____________________________________


Resposta Precisa

Na sala de aula, o professor pergunta à garota:
- Dorotéia, você sabe com quantos paus se faz uma canoa?
- Bom, canoa eu não sei, mais tenho uma amiga que com um só, conseguiu apartamento, casa e carro importado!

Dormindo em Serviço

O funcionário, para o patrão, desculpando-se após ter sido flagrado dormindo em serviço:
- Não estou dormindo não, chefia! É que o meu serviço é tão fácil que eu faço de olhos fechados!

No Confessionário

A moça vai se confessar:
- Padre, ontem eu cometi um pecado muito sério!
- Não existe nenhum pecado que não possa ser perdoado, minha filha! Diga-me, o que foi que você fez?
- Padre, na noite passada eu e meu namorado fizemos amor sete vezes!
- Tudo bem, minha filha! Pegue sete limões, esprema-os em um copo e tome tudo de uma vez!
E a moça, incrédula:
- Isso vai me livrar do meu pecado?
- Não - explica o padre. - Mas vai tirar esse sorriso idiota do seu rosto!

PARA REFLETIR


O Poder de um Sorriso

Um sorriso não custa nada, mas cria muitas coisas.
Dura só um momento, mas sua lembrança perdura pela vida a fora.
Não se pode comprá-lo, mendigá-lo, pedi-lo emprestado ou roubá-lo.
Não tem utilidade enquanto não é dado.
E por isso se no seu caminho encontrares uma pessoa
por demais cansado para lhe dar um sorriso, deixa-lhe o seu,
pois ninguém precisa tanto de um sorriso quanto
aquele que não tem mais um a oferecer.
Seu sorriso será tão precioso para esta pessoa
que no momento que ela receber ela sentirar a magia
da felicidade incendiar o seu viver, e ela de gratidão
lhe retornarar um belo e meigo sorriso.
Por isso minha querida amiga, conserve este brilho
de alegria em seu rosto, pois mesmo que você não
perceba através do seu sorriso, você transmite para
as pessoas que caminham ao seu lado forças, alegrias e coragem!

TEM MAIS MENSAGENS AQUI

HORA DO RISO: PARA FAZER SEXO NA 3ª IDADE


Desempacando o Jegue

Numa estrada do sertão nordestino, o jegue do Josefino empaca e não há nada que faça o bicho se mexer. Nisso, aparece um veterinário em visita a uma das fazendas da região. Compadecido com a situação, ele abre a sua maletinha, tira uma seringa e dá uma injeção no jegue que sai correndo a toda velocidade.
Admirado, Josefino vira-se para o doutor e pergunta:
- Quanto custa essa injeção?
- Cinco Reais!
- Eita! Então vai rápido e me dá logo duas! Que eu tenho que alcançar esse jegue, hômi!

___________________________________________________________________

A VELHINHA PREFERE O INFERNO - MUITO BOA!*


*A velhinha morre e vai ao encontro de São Pedro.*

*Ela pergunta:*

*- Por que existem duas portas ali, uma azul e outra vermelha?*

*São Pedro então lhe diz:*

*- A azul leva ao Céu, a vermelha desce ao Inferno. *

*Você pode escolher para onde quer ir. Nisso, ouve-se uma gritaria e um
barulho de furadeira atrás da porta azul.*

*- Mas o que é isto? Pergunta a velhinha.*

*Nada não; é um cara que acabou de chegar e estão lhe furando as costas para
por as asas.*

*A velhinha fica indecisa quando de repente, ouve-se nova gritaria por trás
da porta azul.*

*- E esta gritaria agora, o que é?*

*- Nada não; é que estão furando a cabeça do cara para por a aureola.*

*- Nossa, que horror! Eu não quero ir pro céu, vou pro Inferno mesmo.*

*- Mas, minha senhora, lá o Diabo vai lhe fuder!*

*- Mas pelo menos os buracos já estão prontos!*


AQUI VC TERÁ MUITO MAIS PIADAS
______________________________________

*DR CLAUDIO VAINELA

*

*aiaiai... que triste...!!! *

---

*Para fazer sexo na 3ª idade:*


1. Use seus óculos.

2. Certifique-se de que sua companhia esteja realmente na cama.

3. Ajuste o despertador para tocar em 3 minutos, para o caso de você
adormecer durante a performance.

4. Acerte a iluminação: apague todas as luzes.

5. Deixe o celular programado para o número da EMERGÊNCIA MÉDICA.

6. Escreva em sua mão o nome da pessoa que está na cama, no caso de não se
lembrar.

7. Fixe bem sua dentadura para que ela não acabe caindo debaixo da cama.

8.Tenha DORFLEX à mão, para o caso de você cumprir a performance.

9. Não faça muito barulho; nem todos vizinhos são surdos como você.

10. Se tudo der certo, telefone para seus amigos para contar as boas novas.

11. Nunca, jamais, pense em repetir a dose, mesmo sob efeito de VIAGRA ou
CIALIS.

12. Não esqueça de levar 2 travesseiros para colocar sob os joelhos, para
não forçar a artrose.

13. Se for usar camisinha (condom), avise antes ao piupiu que não se trata
de touca para dormir, senão ele pode se confundir.

14. Não esqueça de tirar a parte de baixo do pijama, mas fique com uma
camiseta para não pegar gripe..

15. Não tome nenhum tipo de laxante nos dias anteriores; nunca se sabe
quando se tem um acesso de tosse.

Estas dicas foram escritas com letras grandes para facilitar sua leitura!

------------------------------

------------------------------

________________________________________________________________

O português e a gorila

Um dia, no Jardim Zoológico, observaram que a gorila entrou numa de ficar
triste pelos cantos e não queria mais se alimentar, estava ficando fraca,
doente até que chamaram um veterinário.

- O problema dela é depressão. Ela precisa ter relações sexuais - disse o
doutor.

- Mas Dr., nós não temos um gorila macho, e trazer um de outro Zoológico
para cá, na situação que estamos é impossível! Nisso, um funcionário que
acompanhava a conversa disse:

- Eu acho que tenho a solução! Tenho um vizinho português, muito peludo,
quem sabe a gente convence ele a transar com a gorila. Assim, entraram em
contato com o gajo que, de início recusou:

- De jeito nenhum! Isso é pecado! A Maria me abandona se souber!

- Mas, Seu Manoel ... é por R$500,00!

- Vou pensar .

Dois dias depois o português foi ao Zoológico.

- Está baim. Eu concordo, mas com três condições:

- A primeira é que não pode haver beijo.

- Sem dúvida, a gorila não beija, pode ficar sossegado.

- A segunda é que não pode haver foto! Se a Maria descobre ...

- Tudo bem! Sem fotos! E qual a terceira?

- Os R$500,00!

- O que é que tem?

- Eu posso pagar em duas vezes?

CRÉDITOS AQUI

HSITÓRIAS E ESTÓRIAS DAS ARACOIABAS




Assunto: Histórias e estórias das Aracoiabas


Melhor digitadas pelos cbs.

O muro do Salomão !

Era um cantinho romântico do muro do colégio que ficava próximo aos trilhos da ferrovia,portanto a parte posterior à entrada.Nas noites de luar,casais faziam juras de amor e nada acontecia além de um beijo caliente.As mocinhas não abriam a guarda, apesar do romantismo tão peculiar nas noites de lua...
Aquilo era o máximo,pois guardávamos uma certa distância do outro casal e a privacidade sob a luz do luar,era preservada.Apesar de tudo isso,Deus nos livre,se o pai da donzela,nos surpreendesse naquela cumplicidade coloquial,tão afeita aos amantes imberbes,posto que não passávamos de uns pirralhos,metidos a super homens....
Então vamos deixar registrado um Viva ao muro do Salomão ! Viva ! Viva ! as noites de luar......Viva ! Viva ! a pureza das donzelas assediadas,mas nunca ultrajadas pela impetuosidade dos jovens...Viva ! ...............Como bem diz o cancioneiro popular:
Sei que fui ousado no meu gesto
Não ouvindo teu protesto
Para ouvir meu coração !
Sei que uma desculpa não redime
Meu pecado quase crime
De um beijo sem permissão

Trechos da música: Argumento,cantada pelo Nelson Gonçalves............Blemar

=================================================================
Dia 7 de setembro em Aracoiaba

Certa feita,o Saló levou tres atores amadores,para fazerem parte do cast do GVT.Izidoro o mais famoso posto que era figurinista dos Aramazéns do Sul.Preparação:Arranjar montaria e treiná-lo para festividades do dia 7 de setembro.Pré-requisitos:Cavalo dócil,sem problemas.No Dia D:Trouxeram o cavalo do João Júlio,de porte elevado,arisco e bom pegador de gado.Complicação: Tivemos problemas para fazer o nosso Izidoro montar naquele puro sangue. ....
Como o muro era baixo,o homem conseguiu montar.Parte a caravana,com o desfile até a
frente da Prefeitura,onde seria celebrado o ato do Grito da Independencia.Tudo corria às mil maravilhas.D.Pedro partia célere para as margens do Ipiranga,onde estava o palanque das autoridades civis,eclesíasticas e o povão,ávido pelo desfecho final...........
O trotar do mensageiro já era ouvido....os olhares então se fixaram naquela montaria,trazendo um emissário,evidentemente do Reino de Portugal.A mensagem determinava que D.Pedro retornasse a Portugal.Num gesto heróico D.Pedro retira as insígnias de Portugal e dar o grito da Independencia...
Nosso Izidoro,dublê de D.Pedro,Bate a mão à espada e ......pois não é que o cavalo impinou e o nosso figurinista,foi jogado ao chão,sob tímidas vaias,ou risos da multidão...Não houve quem o fizesse retornar à montaria...Resumo da Operêta: O Grito da Independência em Aracoiaba foi dado em solo patrio...................mais ou menos assim.............
Com a mão à espada e a outra na cintura ( Formando um bracinho de açucareiro ) êle gritou:Independencia ou Morte ! A multidão enlouquecida ovacionou de pé,o brado que nos livrava do jugo portugues...E então ouvimos os primeiros acordes do Hino Nacional,que encerrava aquela solenidade cívica.Sol a pino e transpirávamos por todos os poros,mas não nos afastavámos do local....Uma dia 7 inesquecível..............blemar
=================================================================
A prova de Geografia

Lembro da D.Gecilda,corrigindo as provas ao lado do Saló,que perguntou qual a razão dela estar sorrindo ao ler a prova respondida pelo nosso amigo Antonio Jose (O Cambeba).Então ela falou: Na pergunta qual o maior deserto do mundo ? Ele respondeu: O Sara,qdo o Saló saiu o encontrou na quadra e disse que Saara era a resposta correta.Ele então tascou:Saará que a D.Gecilda vai considerar correta minha resposta ? Saará ? ........................blemar silveira
=================================================================
A manutenção do pára-raios:

Manutenção preventiva do pára-raios...Uma luta medonha,muito suor e nada dava certo,pois uma tampa relutava em não sair.Saló dando uma de Hércules,usou toda a fôrça até conseguir abrí - la.! Aplausos.....Virando para o Cambeba,que estava ao lado falou:Sou escrôto ou não sou ? Sim Dr.o senhor é escrôto mesmo ! Saló de dedo em riste pergunta:Quem é escrôto aqui ,Antonio José ? Isto é o Pára-raios,Doutor.........risos no ambiente...........blemar
=================================================================
A sentinela:

Dia 7 de setembro,Saló escala o Cambeba para vigiar os instrumentos:cornetas,tarois,surdos etc.etc.etc. e ordena: Não deixe ninguém entrar aqui na sala antes que eu chegue.Sim Dr.! responde o Cambeba (Antonio José)....................
Minutos depois entra a Adeija (Não sei se está correta a escrita do nome dela),mulher alta e corpo malhado,empurra a porta e retira um talabaste e sai,igorando a presença do Cambeba. Ao chegar o Saló,pergunta: por que ele deixou a garota entrar. Resposta:
Também Dr.um mulherão daquele, tem lá quem possa ? .......blemar silveira
=================================================================
O atoleiro :

Inverno pesado,Salomão recebe a notícia que o Tome,atolou o Jeep 4 portas,lá prás bandas do Encosta,se não me falha a memória.O mensageiro aguarda a resposta do Mestre, que puto com a imprudência,do Tomé,responde: Diga a ele que quando tiver todo submerso o carro, ele coloque uma estaca em cima da vala onde estar o Jeep, que depois eu irei buscá-lo ! Pense num cabloco irado de raiva ......................blemar silveira
=================================================================
A fome:

Saló e comitiva lá pras bandas da Curupira...uma fome medonha, aí a dona da casa traz um bôlo para toda a troupe merendar.O Iramar na época era chamado cu de touro,por ser muito carrancudo.O mestre então falou: O Iramar não gosta de bôlo...Dito e feito,não teve mais ninguem que fizesse o mesmo comer a iguaria.....Ô bicho grosso,este meu irmão !Ficou com fome......bem feito........blemar
=================================================================
Convite para desfilar na Capital do Estado do Ceará :

Desfile do G.V.T.,na Capital,escolhemos a Faculdade de Direito,para nos organizarmos para sairmos para o desfile na Av.Duque de Caxias.O Falcão e alguns colegas se afastam um pouco e se perdem....Resolveram parar um táxi e pedir para levá-los para o local onde estavam os alunos do colégio .Era bem próximo,todavia o motorista era honesto e riu,informando com o dedo para onde eles deveriam ir.....eles estavam apenas atras da Faculdade de Direito,bem próximo mesmo........Que sorte ! ..............blemar silveira
================================================================
A carrocinha do picolé :

Neste ínterim,os alunos comiam tudo que os ambulantes ofereciam. Quando o carrinho chegou eles solicitavam o sabor do picolé,não pela fruta que fôra feito o mesmo, mas pela cor.É mais ou menos assim: O verde era de abacate...O marron de Tamarindo,o amarelo de Cajá,o roxo de Cajú...etc.etc.etc Imaginem se o cara do carrinho fosse daltônico !
blemar silveira
=================================================================
A gafe da estudante no trajeto para o desfile:

Dizem que a Antonete do Chico Nogueira,ao passar pelo canal do Jardim América,o confundiu com uma piscina vazia e tascou: Arreégua que piscina estreita e grande ! ninguem vê o final dela não.Alguém sussurrou ao ouvido dela: Tinhas coragem de pular agora de ponta ? Sou doida não,retrucou;mas no inverno qdo tiver cheia eu vou pedir pro pai me trazer pra eu tomar banho. blemar silveira
=================================================================
O pecado da gula :

Tarcísio e Paulinho do Neco,serviram a Marinha,na primeira refeição 0800 ( De graça) então se empanturraram de comida,com muitos condimentos.Final da tarde regressam pra casa da prima do Tarcisio. Então o Paulinho sente a primeira pontada; cólica com certeza.Fala pro Tarcisio que o leva pro banheiro bem vizinho a sala de estar.....Trovoada do marujo chamou atenção. Drama: faltou papel higiênico...Solução: teve que usar as cópias dos documentos,que levara para fazer a inscrição na Marinha.....Bem feito !. blemar silveira
================================================================
O pinico :

Quando o Tarcisio viajou para Fortaleza,veio acompanhado do seu pai,que comprara
todo enxoval para o futuro marujo.Entre sabonetes,toalhas,meias e correlatos, o seu
genitor incluiu o velho pinico.Quando o oficial de dia,o chamou,solicitou que o mesmo levasse para inspeção e devidas anotações,seus pertences.Os marujos todos aguardando
a chamada,em silêncio, viram qdo.o nosso conterrâneo,se abaixou e pegou o velho pinico e colocou sobre a mesa do militar encarregado da vistoria.Gargalhada geral em pleno recinto militar.......Logo em seguida, o oficial ao levantar a vista,não se conteve e entre risos apontou para um local em frente,cheio de casinhas e tascou:fique tranquilo que são
todas latrinas para vc usar .Advinhem qual foi o apelido dado a ele ? Claro,pinico.......blemar
=================================================================
A caligrafia do José Maria Melo:

Invasão de território: Houve um época que nos insinuamos para a mesma garota,o engraçado é que na verdade ele foi o escolhido e o que pesou,segundo a dita cuja,foi a beleza da grafia,do meu irmão Zé Maria Melo...........blemar sem mágoas,muito pelo contrário....... Ele realmente tinha caligrafia,na expressão escorreita da palavra.....
=================================================================
Kid Moringueira :

O Rei do gatilho - Certa feita alguns fregueses no pioneiro bar,se a memória não me trai,levantaram polêmica a respeito do melhor atirador de Aracoiaba.A maioria apontou o Saló como o melhor de todos.Houve quem discordasse desta afirmativa e foram chamá-lo,para um tira-teima.Não lembro o nome dos contendores,mas vamos ao que interessa,o tira-teima:Foram colocadas várias garrafas vazias deitadas com a boca em direção aos atiradores.Quem acertasse o maior número de tiros,sem danificar o corpo da garrafa e apenas o fundo da mesma fosse arrancado,seria o ganhador...! Após a contenda,o Saló foi quem acertou o maior número de tiros....Peço maiores detalhes ao dito cujo....com a palavra Dr.Salomão...
=================================================================
O Kamikaze :

Os vôos rasantes:Aracoiaba de quando em vêz,ficava em pavorosa,quando uma aeronave de pequeno porte,pilotada por um "maluco" (Entre aspas),violava nosso espaço aéreo,fazendo parafusos,piruetas,queda livre e soltando panfletos e outras coisas..Aí perguntávamos:como é que se dar um Brevet,pro louco desses ? Com a palavra o DAC, Infraero e etc.etc.etc
Era o Mestre Saló sobrevoando seu território,tal qual o "Condor" ou a "Águia" quando desce do penhasco a procura da sua prêsa.

O vigilante rodoviário:

Quem lembra do seu Motor Índia,de grande potência e párabrisa de vidro,protegendo o pilôto ? Nêle o mestre aprontou poucas e boas.... tiros em alta velocidade acertando as placas de sinalização do trânsito em nossas rodovias.. Correndo como um louco,o ronco do motor fazia estremecer qualquer amante dos esportes radicais...Temos que reconhecer a figura esbelta,porém de porte físico elogiável,parecendo o Patrulheiro Toddy,ou o Vigilante Rodoviário, do seriado famoso da Televisão. Como vês, a minha memória aos poucos vai lembrando coisas deste polêmico personagem da terrinha...CBS
A ameaça :
Te cuida Saló,como vês, tô começando a lembrar das coisas deste personagem ímpar de querida cidade de Aracoiaba - Ceará.Há muito o que contar do Jesuita,por exemplo, onde fomos exibir diversas películas,para os padres,avaliarem quais das turmas determinado filme era apropriado...para os pequenos,médios ou os grandes ! Lembra Saló ?
================================================================
O picnic:

A unha quebrada: O Chiquinho Dantas,aluno do GVT,gostava de usar uma unha muito grande,tipo aquelas do Zé do Caixão,nos filmes de terror.Acontece que fomos a um pic nic,no açude do Acarape do Meio e durante o trajeto,em virtude de um tombo,da caminhoneta, que o Sr.José Riomar,havia nos cedido para transporte,o colega caiu e quebrou a unha...! Êle só faltou chorar e dizia que se soubesse,não teria ido ao passeio................blemar
================================================================
A véspera:

O dia 06 de setembro no GVT devido ao desfile do outro dia,o colegio era invadido por um verdadeiro exército de colaboradores,que ficava até mais tarde ajudando nas tarefas para o maior brilhantismo da parada da Independência....Era um corre corre danado e nas primeiras horas do dia da pátria,rumávamos para nossas residências ansiosos para o dia amanhecer.Este é apenas um registro do que rolava nos bastidores do GVT,antes das solenidades cívicas.
=================================================================
O roubo das galinhas

Sábado de aleluia - O " roubo " (Entres aspas) de galinhas,as vêzes da nossa própria casa,alvoroçava as pessoas que residiam em áreas de livre acesso,assim podíamos dizer dos quintais circundados apenas por pequenas cercas...O modus operandi: colocávamos uma grande vara,que tocava os pés das galinhas,que passavam prá cima dela e daí então carregavámos as inditosas vítimas até mais adiante onde eram agarradas.....
Assim fazíamos, para que as galinhas não fizessem barulho que poderiam acordar os proprietários .Lá num barzinho de um amigo nosso,o panelão fervia só aguardando ... Daí então varávamos a noite toda,sob os olhares complacentes do Deus Baco.Uma orgia com direito a chôro e lamentos dos que não beberam com moderação.É mais um simples registro das travessuras destes jovens imberbes
Ladrão que rouba ladrão, tem cem frangos de perdão....
...Certa feita, estávamos aguardando que as galinhas fossem preparadas para o tira gosto da galera,eis que chega o Dinão e o Dadá do Trailer, que foram ao banheiro,vizinho à cozinha e surrupiaram uma penosa que estava quase no ponto para consumo.Sairam sorrateiramente e ninguém notou...Quando fomos perceber já era tarde..CBS

O furto do patos da Zezé do Hotel :

.....Foi mais ou menos assim: O próprio Wilson do Hotel,ajudou para que se consumasse o delito (Entre aspas),pois êle também iria fazer parte da bebedeira,que sempre acontecia,pós morte das aves,muitas delas poedeiras....Eu viajei em seguida,para Fortaleza,mas me contaram que deu um qui pró có dos infernos.Parece que precisou até aquele advogado que veio das bandas do Jaguaribe,intervir,para que a tragédia,não fosse maior.
Este último tópico,necessita de confirmação,por parte de quem vivenciou o final desta comédia,pois eu não me encontrava mais aí na terrinha.Com a palavra os Doutos ,ou os
Rábulas de plantão...................blemar silveira
=================================================================
Proibido até 18 anos - Censurado:

O Filme Copacabana Zero Hora - Pois não é que o Saló teve que viajar e eu o operador era de menor.Criado o impasse...e agora ? Advogado é adevogado,não tem medo de nada,falou prá mim e disse: Pode exibir o filme que eu sustento a Peteca....Fiquei na minha e taquei o pau na doida..... No outro dia,falaram pro Dr.José Bruno,o juiz !
Meninos ...fedeu a chifre queimado e eu altamente confinado,para evitar encontro com os oficiais de justiça de plantão...Eu morria de medo deles,pois eu raciocinava da seguinte maneira:oficial já é muita coisa,imagina só um oficial de justiça...Cruz Credo,então gritei:
E agora quem poderá me salvar ? ouvi a vozinha do Mestre chegando na quadra: Eu o Saló ! Não contavam com a minha astúcia ! suspirei aliviado e corrí prá casa......
blemar silveira
================================================================
O teatro amador:

A voz da consciência - É uma peça teatral,que o Cast do G.V.T. exibiu em Aracoiaba e Redenção.Num dos ensaios o Tomé que na peça era um dos astros,encontrava um homem morto.O Saló pede pra êle dar ênface à cena...Foi mais ou menos assim: Ao avistar o falecido, o Tomé exclamou: UM CADÁVER MORTO ! pois não é que alguém gritou:Tu já viste algum cadáver vivo ? Risos e o ensaio têve que parar...
Aí o matreiro do Saló falou: Sensacional Tomé vc ficou tão emocionado que falou: UM CADÁVER MORTO ! Alguns sussuros,mas foi mantido no script ....Na apresentação na cidade de Redencão,o público teve reação idêntica,mas entre mortos e feridos se salvaram todos.......Mais a vaia comeu ! ...............................blemar silveira
=================================================================
A inauguração do Fanabor :

...Festa política em Aracoiaba: o Prefeito atual,passando o cargo para o recém eleito.Local: No Poeirinha Clube,na rua grande.Cidade em festa,povo na rua...Começam os discursos e de repente sentí vontade de urinar e seguí rumo ao banheiro,é claro.Na passagem estreita entre a mesa das autoridades e a parede lateral do Clube......
alguém havia vomitado e o resto dos alimentos mal digeridos se espalhara pelo chão...era a primeira vez que eu usava o bendito Fanabor,meus irmãos ,qdo dei a primeira passada naquele mar de sujeira,o pé direito deslizou e levou o outro,fazendo me cair literalmente sobre a aquela fedentina,oriunda da fermentação: bebida x comidas .........
Imagina só a dificuldade que tive pra me levantar;aliás lembro que o Tomé chegou e me deu a mão,soerguendo-me do chão...Havia um pote com água,no banheiro,aí retirei meus
documentos e tive que tomar um banho com roupa e tudo,auxiliado pelo meu irmão Tomé e presenciado pela multidão atônita,que não parava de rir,neste trágico x cômico episódio...Perdí o baile pois ao chegar em casa o papai não deixou que eu voltasse....... O fila da p... vomita e eu perco a festa.........
Em tempo: A saida foi por trás,no portão que existia no quintal do clube e que dava acesso a um matagal existente e sem iluminação,que aos trancos e barrancos conseguí chegar à rua que na esquina,mora o Sr.Bernardino,pai do Walmick Queiroz.Um dos mais desastrosos instantes da minha vida.....podes crer...........
A cobrança: Na manhã seguinte,encontrei o Dim Marinho,que era o garçon que nos serviu no baile da noite anterior.Êle então falou: comeri,beberi,gritari,fumari,fôri imbora e não pagari nada.Então eu tasquei: Diga só uma palavra correta que eu pagarei a conta.Êle então falou:
C u m a ? Daí então fui a procura dos que estavam comigo na mesa e pagamos ao Dim Marinho,que deve ter incluído o IPI (Isto pode ser incluído) Que alívio .......Blemar Silveira

Na foto acima,onde o Tomé entrega o troféu ao vencedor da prova,vc pode ver o matagal
que falei,qdo.tive que sair do Poeirinha,através do portão que ficava no quintal.............
Convenhamos,uma saida nada honrosa para quem estava inaugurando um Fanabor,zero quilômetro ,com uma camisa pele de ôvo,uma calça boca de sino,usando o velho Lancaster e com o cabelo,cheio de Madeira do Oriente,que era uma brilhantina ***** cinco estrelas ....
Lenço 4 ases,cueca samba canção com tres opções de tamanho,porta cédulas de puro couro,um pente Vasco da Gama e um espelhinho redondo que jamais saía do meu bôlso.
Ao passar pelo mulheril,ouví uma vozinha dizer:parece o Alan Delon ( É o novo ? )......
Ai my God !,como é que eu perdí um Baile desses ? Blemar em transe
================================================================
A nossa casinha

O muro ao lado desta casinha era mais baixo.Festa término de curso GVT,eu havia ido para a casa de uma aluna e não me fiz de rogado,quando o laudo almoço,foi servido.À noite,já no baile ,sentí prenúncio de complicações estomacais,pois me empanturrei de iguarias e afins.Só deu tempo chegar em frente lá de casa.Beijei a amada que iria pro Matadouro,com seus irmãos e colegas e pulei a muralha,já ouvindo a trovoada que antecede ao calafrio,nestas ocasiões...CBS
==============================================================
Blemar coroinha do Pe.Domingos

Certa feita.lá no Mororó,na casa do Sr.Joaquim Lucas,quando a cozinheira,puxou o pescoço do Pato, a inditosa vítima que iria ser o carro chefe do almoço, saiu batendo e foi morrer embaixo da cadeira,onde o nosso vigario,estava sentado...! Todos se benzeram e alguns relutaram em saboreá-lo....Não me fiz de rogado e tive problemas com a cabidela...cbs
O sorteio entre os coroinhas: Blemar x Valdeir Rodrigues
O sorteio para quem viajaria para a localidade de Conceição,lá no Pirangi,na fazenda do Sr. Hermenegildo: O problema aconteceu por que apenas um coroinha poderia viajar,aí o Pe. Domingos fez o sorteio e eu perdí.Não lembro o que aprontei....pois convencí o nosso vigário a informar ao Valdeir que eu ...carlos blemar,era quem viajaria.... Perdão nobre amigo Valdeir.................cbs

Os sinos - Lembro que qdo.morria uma pessoa do sexo feminino,as badaladas se iniciavam pelo sino menor,de som bem fino.Caso o morto fosse do sexo masculino,as badaladas eram iniciadas a partir do sino grande, de som grosso.A fraude acontecia qdo.a familia dava gorjeta ao coroinha que batia o sino...aí demorávamos tanto que irritava o Pároco......Quando o falecimento era de criança do sexo masculinho,tocavámos primeiro o sino grande e em seguida o sino menor de som fino,aí continuávamos alternando as batidas...Caso se tratasse de uma menina,começariamos com o sino menor (fino) e alternavámos com as batidas do sino grande de som grosso.....blemar
Resumo da operêta: Quanto maior a gorgêta,mas badaladas batíamos,não é Valdeir
Rodrigues ? E o vinho que o nosso pároco,mandava trocar a garrafa,quando a mesma
já se encontrava mais ou menos no meio ? Aí quando queríamos tomar uma garrafa bem novinha,tomávamos a meiota e colocávamos o restante no armário...As orelhas esquentavam,a visão ficava turva mas não dispensávamos o tira gosto de hóstias que ainda não tinham sido consagradas....................blemar réu confesso !

FONTE: e-mail recebido por LUSMAR PAZ

EVANGELHO DO DIA

Evangelho (Lucas 11,14-23)
Quinta-Feira, 31 de Março de 2011
3ª Semana da Quaresma





— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 14Jesus estava expulsando um demônio que era mudo. Quando o demônio saiu, o mudo começou a falar, e as multidões ficaram admiradas. 15Mas alguns disseram: “É por Belzebu, o príncipe dos demônios, que ele expulsa os demônios”.
16Outros, para tentar Jesus, pediam-lhe um sinal do céu. 17Mas, conhecendo seus pensamentos, Jesus disse-lhes: “Todo reino dividido contra si mesmo será destruído; e cairá uma casa por cima da outra.
18Ora, se até Satanás está dividido contra si mesmo, como poderá sobreviver o seu reino? Vós dizeis que é por Belzebu que eu expulso os demônios. 19Se é por meio de Belzebu que eu expulso demônios, vossos filhos os expulsam por meio de quem? Por isso, eles mesmos serão vossos juízes. 20Mas, se é pelo dedo de Deus que eu expulso os demônios, então chegou para vós o Reino de Deus. 21Quando um homem forte e bem armado guarda a própria casa, seus bens estão seguros. 22Mas, quando chega um homem mais forte do que ele, vence-o, arranca-lhe a armadura na qual ele confiava, e reparte o que roubou. 23Quem não está comigo está contra mim. E quem não recolhe comigo dispersa”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


FONTE

quarta-feira, 30 de março de 2011

VAMOS RIR???


Joãozinho e Carlos Drummond


Na sala de aula, o professor sisudo, estava analisando, com seus alunos, aquele famoso poema de Carlos Drummond de Andrade:

"No meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho.
E eu nunca me esquecerei
Que no meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho."

Depois de ter explicado exaustivamente que, ao analisarmos um poema, podemos detectar as características da personalidade do autor, implícitas no texto, o professor pergunta:


- Joãozinho, qual a característica de Carlos Drummond de Andrade que você pode perceber neste poema?

- Se ele não era traficante, ele era usuário....

FONTE: e-mail de uma grande amiga: ROZI

EVANGELHO DO DIA


Evangelho (Mateus 5,17-19)
Quarta-Feira, 30 de Março de 2011
3ª Semana da Quaresma





— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 17“Não pen­seis que vim abolir a Lei e os Profetas”. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento. 18Em verdade, eu vos digo: antes que o céu e a terra deixem de existir, nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da lei, sem que tudo se cumpra.
19Portanto, quem desobedecer a um só desses mandamentos, por menor que seja, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será considerado o menor no Reino dos Céus. Porém, quem os praticar e ensinar será considerado grande no Reino dos Céus.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

VEJA AQUI

Com 43% dos votos, Maria vence o BBB 11



Na madrugada desta quarta-feira (30), Maria foi anunciada como a grande vencedora do Big Brother Brasil 11. Com 43% dos votos, a atriz paulista foi a preferida do público e levou a bolada de R$ 1,5 milhão.

O suspense começou na noite de terça-feira (29), quando, no início do programa, o apresentador Pedro Bial fez o primeiro contato com os confinados do reality. Desde o começo da transmissão, o trio de finalistas pôde assistir à toda a edição final do BBB, incluindo o show da banda Jota Quest.

Após a primeira apresentação do grupo musical, Bial voltou a falar com os finalistas e disse:

- Vocês sabem por que os gregos antigos iam à praça, à ágora? Porque eles não tinham TV! A TV é a ágora contemporânea. E pensar que, há dez anos, o grande pecado do programa era promover o voyeurismo. Transexualismo nunca teve chance igual [de ser discutido]. Também se discutiu em profundidade a autoestima feminina, entre outras coisas.

Conforme ia acompanhando a edição, Maria ficava mais e mais emocionada. Mais do que isso, suas emoções se alternavam entre altos e baixos, conforme os quadros que passavam na TV, tais como os momentos mais alegres, os mais tensos, as brigas mais marcantes e por aí vai.

Durante boa parte do programa, nenhum dos três tinha muita ideia de quem seria o campeão do programa. Contudo, quando Daniel foi anunciado como o terceiro menos votado, Maria e Wesley sabiam que o grande sonho deles estava ainda mais próximo: alguns minutos mais próximos.

Após 77 dias de confinamento – e passando pelas experiências mais incríveis e inimagináveis que alguém poderia pensar – Maria sai da casa mais vigiada do Brasil com o superprêmio de R$1,5 milhão.

Conheça a trajetória de Maria no BBB 11

VEJA A MATÉRIA COMPLETADe humilhada a vencedora: Maria é a grande campeã do BBB 11

terça-feira, 29 de março de 2011

Morre aos 79 anos José Alencar, ex-vice-presidente da República


Ele lutava contra o câncer desde 1997 e voltou a ser internado na última segunda

Morreu às 14h41 nesta terça-feira (29), aos 79 anos, o ex-vice-presidente da República José Alencar, que lutava contra um câncer desde 1997. Segundo boletim médico, divulgado às 15h, o ex-vice faleceu em decorrência da doença e "de falência de múltiplos órgãos".


Alencar havia sido internado em “condições críticas” na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na última segunda-feira (28), com um quadro de suboclusão intestinal, ou seja, parte do intestino estava entupido em decorrência do câncer na região.

Os médicos, no dia seguinte à internação, afirmaram que Alencar não passava mais por tratamento e estava sendo sedado para não sofrer. Com voz embargada, o médico Raul Cutait disse que Alencar estava "em um momento muito difícil de sua vida".

As idas e vindas do ex-vice ao Sírio eram constantes. Alencar teve alta hospitalar no último dia 15 de março, quando voltou para sua casa, em São Paulo. O ex-vice havia sido internado no dia 9 de fevereiro com peritonite, inflamação na membrana que reveste a cavidade abdominal. O problema foi causado por uma perfuração no intestino.

Em dezembro do ano passado, o ex-vice-presidente deu entrada no Sírio-Libanês com uma grave hemorragia no intestino. O sangramento, causado por um tumor na região abdominal, foi posteriormente controlado pelos médicos por meio de um procedimento chamado embolização.

O tratamento contra o câncer, doença que ele combatia há mais de uma década, foi retomado em janeiro, após ter sido suspenso devido a seu estado de saúde, considerado delicado.

O ex-vice-presidente passou por diversas cirurgias e sessões de quimioterapia para combater tumores no rim, próstata e abdome, além de se submeter, sem sucesso, a um tratamento experimental fora do país.

Devido à doença, Alencar optou por não concorrer a uma vaga no Senado na eleição de 2010. Ao anunciar a desistência, disse que não seria justo com os eleitores tentar uma nova candidatura.

- Sempre disse que só aceitaria examinar uma candidatura se eu estivesse curado. Eu me sinto curado porque estou muito bem, mas continuo fazendo quimioterapia e não sei se seria honesto colocar o meu nome como candidato fazendo a quimioterapia. E eu não posso parar com a quimioterapia.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente Dilma Rousseff, muito próximos a Alencar, estão em Portugal nesta terça-feira (29).

Homenagem

AQUI A MATÉRIA TODINHA

VAMOS RIR??


AS MULHERES, Ah MULHERES.......!!!!

Manuel estava há dois anos no Brasil, trabalhando numa multinacional até
que não aguentou de saudades da Maria e voltou para Lisboa.
Chegando foi correndo ver sua esposa e lhe confessou uma coisa:
- Maria, o Brasil é um País maravilhoso, cheio de lindas mulheres e eu não
pude resistir a envolver-me com elas...
Maria olhou, sem se alterar e Manuel prosseguiu:
- Mas eu quero que saibas que quando eu me deitava com elas, eu lembrava-me
de ti e, na hora H, saia de cima!
Maria ficou pensativa.
- Agora diz-me uma coisa, Maria... tu foste-me fiel durante estes dois anos?
Maria deu um sorriso com o canto da boca e respondeu:
*-* Bem Manuel... Eu também pensei muito em ti...
Mas tu tens que entender que sair de baixo é bem mais difí­cil que sair de
cima!!!

AQUI

segunda-feira, 28 de março de 2011

BAIXAR MÚSICAS


AQUI

CLICA AQUI

DESEJO A VOCÊ,
fruto do mato,
cheiro de jardim,
namoro no portão,
domingo sem chuva,
segunda sem mau humor,
sábado com seu amor,
filme do Carlitos,
chope com amigos,
crônica de Rubem Braga,
viver sem inimigos,
filme antigo na TV,
ter uma pessoa especial,
e que ela goste de você,
música de Tom com letra de Chico,
frango caipira em pensão do interior,
ouvir uma palavra amável,
ter uma surpresa agradável, ver a banda passar,
noite de lua cheia,
rever uma velha amizade,
ter fé em Deus,
não ter que ouvir a palavra "não",
nem nunca, nem jamais adeus.
Rir como criança,
ouvir canto de passarinho,
sarar de resfriado,
escrever um poema de amor
que nunca será rasgado,
formar um par ideal,
tomar banho de cachoeira,
pegar um bronzeado legal,
aprender uma nova canção,
esperar alguém na estação,
queijo com goiabada, pôr-do-sol na roça,
uma festa, um violão, uma seresta,
recordar um amor antigo,
ter um ombro sempre amigo,
bater palmas de alegria,
uma tarde amena,
calçar um velho chinelo,
sentar numa velha poltrona,
ouvir a chuva no telhado,
vinho branco, bolero de Ravel
e muito carinho meu !

(Carlos Drumond de Andrade)

BAIXAR MÚSICA É SÓ CLICAR AQUI

2012 JÁ CHEGOU???


Faustão magro;
Sílvio Santos falido;
Lázaro Ramos galã de novela;
Ariadna na Playbo...y;
Tiririca membro da Comissão de Educação e Cultura!
Sandy como garota propaganda da DEVASSA....
...e agora, pra finalizar,
Lula fazendo palestra para Multinacional a R$ 200mil.

Espera aí...!
Mas não era só em 2012 o Fim do Mundo...?

CONSEQUENCIA DE SER HONESTO


No que dá ser honesto!!!!



Minha mulher me perguntou:

Com quantas mulheres você já dormiu ?

E, orgulhosamente, respondi:

Só contigo, meu amor. Com as outras, fiquei acordado...

Horario de visitas no Hospital: das 15 às 17 horas.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

HORA DO RISO


A CANTADA DO ANO

Augusto, aproximadamente 60 anos, aposentado, senta-se na poltrona do
avião com destino a Nova York e maravilha-se com uma deusa sentada
junto à janela. Após 15 minutos de vôo ele não se contém:
- É a 1ª vez que vai a Nova York?
- Não, é uma viagem habitual.
- Trabalha com moda?
- Não, viajo em função de minhas pesquisas. Sou sexóloga.
- Suas pesquisas dedicam-se, a quê?
- No momento, pesquiso as características do membro sexual masculino.
- Chegou a alguma conclusão importante?
- Que os Índios são os portadores de membros com as dimensões mais
avantajadas e os Árabes são os que permanecem mais tempo no coito.
Logo, são eles que proporcionam mais prazer às suas parceiras.

Desculpe-me senhor, eu estou aqui falando, mas não sei o seu nome...
- Mohammed Pataxó!

PARA REFLETIR

ATITUDE!!!

Uma mulher acordou uma manhã após a quimioterapia, olhou no espelho e percebeu que tinha somente três fios de cabelo na cabeça.·


- Bom (ela disse), acho que vou trançar meus cabelos hoje.·
Assim ela fez e teve um dia maravilhoso.·


No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e viu que tinha somente dois fios de cabelo na cabeça.

- Hummm (ela disse), acho que vou repartir meu cabelo no meio hoje.

Assim ela fez e teve um dia magnífico.

No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que tinha apenas um fio de cabelo na cabeça.

- Bem (ela disse), hoje vou amarrar meu cabelo como um rabo de cavalo.

Assim ela fez e teve um dia divertido.

No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que não havia um único fio de cabelo na cabeça.

- Yeeesss... (ela exclamou), hoje não tenho que pentear meu cabelo.

ATITUDE É TUDO!

Seja mais humano e agradável com as pessoas.

Cada uma das pessoas com quem você convive está travando algum tipo de batalha.

Viva com simplicidade.

Ame generosamente.

Cuide-se intensamente.

Fale com gentileza.

E, principalmente, não reclame.

Se preocupe em agradecer pelo que você é, e por tudo o que tem!

E deixe o restante com Deus.

(gostei e repasso)

HORA DE RIR



Se você viu alguém pelado nessa foto pode procurar um especialista pois você é na verdade um pervertido!
Na verdade, a mulher que parece estar sem roupa, está atrás da gordinha, e o que parece ser o corpo dela é o braço da gordinha! VÁ SE TRATAR!

VAMOS RIR??

UMA MULHER BELÍSSIMA BATE NA PORTA DO VIZINHO
E VAI LOGO FALANDO:

- “Escuta, cheguei agora, estou com uma vontade louca de me divertir, de me
embebedar, de transar a noite toda... você está ocupado esta noite?” *
- NÃO!*

-“Então, pode ficar com meu cachorro?”
_________________________________

Papagaio no Congelador...

(Rir faz bem à saúde)

Um papagaio engoliu um comprimido de Viagra, distraidamente deixado ao seu
alcance pelo dono. Este, preocupado com o efeito, mete o papagaio no
congelador para acalmá-lo.
Uma hora mais tarde o dono abre a porta e vê o papagaio todo suado.
- Como você pode estar suando no congelador?
O papagaio responde:
- Você pensa que é fácil abrir as pernas de uma galinha congelada?
_______________________________________________________________

Sogra Portuguesa

Dona Maria chega à casa da nora e encontra o filho saindo com as malas,furioso.
O que aconteceu, ó, Joaquim?
O que aconteceu? Pois aconteceu o seguinte, minha mãe!
Fui viajar e mandei um telegrama para a Elsa avisando que voltaria hoje.
Chego em casa e o que eu encontro? Ela com um sujeito! Os dois nus na cama!
Nem mandando um telegrama ela me respeita mais! É o fim, estou a ir embora para sempre!

Calma! - pede Dona Maria - Deve haver algo errado nessa história, a Elsa jamais faria uma bobagem dessas!Espere um pouco que vou verificar o que se passou.
Momentos depois, Dona Maria volta sorridente:
Não disse que havia um equívoco, meu filho?
A Elsa não recebeu o seu telegrama!

Puxa que susto!!!!!

FONTE: recebi de uma amiga: Cristina Welter

EVANGELHO DO DIA

Evangelho (Lucas 4,24-30)
Segunda-Feira, 28 de Março de 2011
3ª Semana da Quaresma



— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Jesus, vindo a Nazaré, disse ao povo na sinagoga: 24“Em verdade eu vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria. 25De fato, eu vos digo: no tempo do profeta Elias, quando não choveu durante três anos e seis meses e houve grande fome em toda a região, havia muitas viúvas em Israel. 26No entanto, a nenhuma delas foi enviado Elias, senão a uma viúva em Sarepta, na Sidônia. 27E no tempo do profeta Eliseu, havia muitos leprosos em Israel. Contudo, nenhum deles foi curado, mas sim Naamã, o sírio”.
28Quando ouviram estas palavras de Jesus, todos na sinagoga ficaram furiosos. 29Levantaram-se e o expulsaram da cidade. Levaram-no até o alto do monte sobre o qual a cidade estava construída, com a intenção de lançá-lo no precipício. 30Jesus, porém, passando pelo meio deles, continuou o seu caminho.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

AS OUTRAS LEITURAS ESTÃO AQUI

Daniel, Maria e Wesley são os finalistas do BBB 11



Do R7

Na noite deste domingo (27), o Big Brother Brasil 11 chega a um de seus momentos mais importantes e decisivos: a disputa final para ver quem será o grande vencedor do reality e o ganhador do superprêmio de R$ 1,5 milhão.

Daniel, Maria e Wesley chegaram à reta final do BBB 11 de formas diferentes e com trajetórias também distintas. Curiosamente, os três sempre foram unidos, embora nunca tenham formado uma panelinha de fato.

O primeiro a garantir seu lugar na final foi o administrador pernambucano. Após vencer duas das três etapas que constituíram a última prova do líder, o brother apenas assistiu ao paredão entre Maria, Wesley e Diana para ver quem seriam os dois sobreviventes que o acompanhariam nos últimos dias de programa.

Bem humorado e irreverente, o participante sempre foi um dos grandes motivos de diversão na casa. Apesar de ter ficado um pouco retraído e introspectivo nas semanais iniciais, Daniel se liberou de vez e começou a chamar a atenção para si – sobretudo nas festas.

Sem se preocupar com as consequências, o competidor bebia intensamente nas noites de animação, tirava a roupa, dançava com o coqueiro e seduzia os rapazes. No entanto, no dia seguinte, era comum que caísse no choro, preocupando-se com o que seu namorado e outras pessoas fossem pensar de suas atitudes.

Durante sua trajetória na casa, Daniel foi três vezes líder, duas anjo e emparedado em outras duas oportunidades. Curiosamente, sempre que esteve na berlinda, foi o menos votado pelo público, o que pode ser visto como um indício de sua força como competidor.

Já Maria, por sua vez, sempre foi a melhor amiga de Daniel. Sua história, certamente, é a mais tortuosa entre todos os brothers desta edição. Logo no segundo dia do reality, durante a Festa do Muro, a atriz ficou com Mauricio, formando assim o primeiro casal do BBB 11.

Quando o músico foi eliminado, na segunda semana do programa, a paulista ficou desolada e chorou bastante por alguns dias. No entanto, seu “luto” durou pouco, pois assim que Wesley entrou na casa, com a competição já em andamento, a sister logo se encantou com a beleza do rapaz.

Acontece que a situação ficou ainda mais complicada quando Mauricio retornou para o jogo após ter passado pela casa de vidro. Pronto! Estava instalada a polêmica. O quase triângulo amoroso que se formou foi o assunto mais comentado do programa. Havia quem entendesse o lado de Maria e havia, obviamente, quem a condenasse.

Apesar de seus dois affairs sempre terem se dado bem entre si, um clima de constrangimento constantemente pairava sobre a casa, já que a sister não escondia sua preferência pelo carioca.

Contudo, após uma forte discussão com o roqueiro, a confinada decidiu que Wesley seria o escolhido: beijou-o na frente de Mauricio e, desde então, os mais recente casal do programa vive em harmonia. Marcada por um estilo que mistura ousadia e distração, Maria chega à final do BBB 11 com uma liderança, um anjo e dois paredões.

Por fim, Wesley: o “caçula” da casa. Após pouco mais que duas semanas de andamento do reality, ele e Adriana entraram na competição e agitaram os ânimos dos demais participantes. Muitos acharam injusto, pois eles chegariam com informações privilegiadas. Outros, contudo, fizeram questão de não votar na nova dupla em sua primeira semana de BBB.

O médico, aliás, começou sua trajetória com muita sorte, pois a direção do programa lhe deu imunidade, até mesmo para que (assim como Adriana) tivesse tempo para mostrar seu verdadeiro jeito de ser.

Entretanto, sua sorte não durou muito, pois com o término do privilégio, o capixaba começou a ser sistematicamente enviado para o paredão. Ao todo, Wesley foi para seis berlindas, conseguindo o feito de ir a quatro consecutivas.

Sempre quieto, no seu canto, Wesley não chegou a arranjar confusões na casa e nunca se desentendeu com ninguém. Muito pelo contrário, sempre se deu bem com todos. Infelizmente, para ele, o fato de ter entrado mais tarde no Big Brother Brasil 11 foi crucial para que a maioria dos demais jogadores, seguindo uma lógica baseada em uma suposta justiça, o elegesse como o menos merecedor de estar no programa. Talvez, se não fosse por suas duas lideranças, Wesley teria ido a mais paredões. O capixaba também foi anjo uma vez.

De qualquer maneira, com muitas ou poucas berlindas, com extravagância ou sem alarde, com paciência ou indecisão, com ou sem coqueiro; Daniel, Maria e Wesley – um deles será o grande vencedor do Big Brother Brasil 11. Um deles levará a bolada de R$ 1,5 milhão. E apenas um deles deixará a casa mais vigiada do país com a maior felicidade do mundo.

Vote na enquete do R7 e indique quem você quer que ganhe esta edição do BBB.



Quem deve ser o vencedor do BBB 11?

LEIA AQUI

domingo, 27 de março de 2011

TV VERDES MARES - AO VIVO

TV VERDES MARES AO VIVO

VERDES MARES - CEARÁ

CONTA DE ÁGUA ALTA



O casal vivia recebendo contas d’água enormes. Eles tinham certeza que as contas não estavam certas, mas não adiantava economizar. As contas continuavam altas. Eles checaram todos os possíveis locais de vazamentos: o relógio da água, os canos externos, os canos internos, subterrâneos, torneiras, banheiros, máquina de lavar roupas, louças etc. Não encontravam nenhum defeito.

Um dia, o marido que estava doente e ficou em casa na cama, começou a ouvir estranhos barulhos d’água. Ele levantou da cama e foi investigar, intrigado. Descobriu o que acontecia o dia todo quando não tinha ninguém em casa. Como ninguém iria acreditar no que ele viu, resolveu filmar o “problema” e guardar para a posteridade.

Veja o vídeo anexo. Essa só vendo para crer!

AS ARMADILHAS DA LÍNGUA

As armadilhas da língua

Tautologia é o termo usado para definir um dos vícios de linguagem. Consiste na repetição de uma idéia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido. O exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo'. Mas há outros, como você pode ver na lista a seguir:
- elo de ligação
- acabamento final
- certeza absoluta
- quantia exata
- nos dias 8, 9 e 10, inclusive
- juntamente com
- expressamente proibido
- em duas metades iguais
- sintomas indicativos
- há anos atrás
- vereador da cidade
- outraalternativa
- detalhes minuciosos
- a razão é porque
- anexo juntoà carta
- de sua livreescolha
- superávit positivo
- todosforam unânimes
- conviver junto
- fato real
- encarar de frente
- multidão de pessoas
- amanhecer o dia
- criação nova
- retornar de novo
- empréstimo temporário
- surpresa inesperada
- escolha opcional
- planejar antecipadamente
- abertura inaugural
- continua apermanecer
- a última versão definitiva
- possivelmente poderá ocorrer
- comparecer em pessoa
- gritar bem alto
- propriedade característica
- demasiadamenteexcessivo
- a seu critério pessoal
- exceder em muito.

Note que todas essas repetições são dispensáveis.
Por exemplo, 'surpresa inesperada'. Existe alguma surpresa esperada? Claro que não.
Gostou? Repasse para os amigos amantes da língua.

FONTE: uma amiga muito especial me enviou através de e-mail: Cristina LIns

EVANGELHO DO DIA - DOMINGO


Salve Maria!

Evangelho segundo São João 4,5-42
Naquele tempo: 5Jesus chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, perto do terreno que Jacó tinha dado ao seu filho José


Domingo, 27 de Março de 2011.


SANTO DO DIA: Beato Peregrino de Falerone, presbítero; São Ruperto, Bispo

Primeira Leitura: Exôdo 17,3-7
Leitura do Livro do Êxodo:

Naqueles dias: 3O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos fazer morrer de sede, a nós, nossos filhos e nosso gado?' 4Moisés clamou ao Senhor, dizendo: 'Que farei por este povo? Por pouco não me apedrejam!' 5O Senhor disse a Moisés: 'Passa adiante do povo e leva contigo alguns anciãos de Israel. Toma a tua vara com que feriste o rio Nilo e vai. 6Eu estarei lá, diante de ti, sobre o rochedo, no monte Horeb. Ferirás a pedra e dela sairá água para o povo beber'. Moisés assim fez na presença dos anciãos de Israel. 7E deu àquele lugar o nome de Massa e Meriba, por causa da disputa dos filhos de Israel e porque tentaram o Senhor, dizendo: 'O Senhor está no meio de nós, ou não?'

- Palavra do Senhor
- Graças a Deus



Segunda Leitura: Romanos 5,1-2.5-8
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Irmãos: 1Justificados pela fé, estamos em paz com Deus, pela mediação do Senhor nosso, Jesus Cristo. 2Por ele tivemos acesso, pela fé, a esta graça, na qual estamos firmes e nos gloriamos, na esperança da glória de Deus. 5E a esperança não decepciona, porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. 6Com efeito, quando éramos ainda fracos, Cristo morreu pelo ímpios, no tempo marcado. 7Dificilmente alguém morrerá por um justo; por uma pessoa muito boa, talvez alguém se anime a morrer. 8Pois bem, a prova de que Deus nos ama é que Cristo morreu por nós, quando éramos ainda pecadores.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus



Salmo 94

Vinde, exultemos de alegria no Senhor, aclamemos o Rochedo que nos salva! Ao seu encontro caminhemos com louvores, e com cantos de alegria o celebremos!

R: Não fecheis o coração, ouví, hoje, a voz de Deus!

Vinde adoremos e prostremo-nos por terra, e ajoelhemos ante o Deus que nos criou! Porque ele é o nosso Deus, nosso Pastor, e nós somos o seu povo e seu rebanho, as ovelhas que conduz com sua mão.

R: Não fecheis o coração, ouví, hoje, a voz de Deus!

Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: 'Não fecheis os corações como em Meriba, como em Massa, no deserto, aquele dia, em que outrora vossos pais me provocaram, apesar de terem visto as minhas obras'

R: Não fecheis o coração, ouví, hoje, a voz de Deus!



Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 4,5-42
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:

Naquele tempo: 5Jesus chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, perto do terreno que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6Era aí que ficava o poço de Jacó. Cansado da viagem, Jesus sentou-se junto ao poço. Era por volta do meio-dia. 7Chegou uma mulher da Samaria para tirar água. Jesus lhe disse: 'Dá-me de beber'. 8Os discípulos tinham ido à cidade para comprar alimentos. 9A mulher samaritana disse então a Jesus: 'Como é que tu, sendo judeu, pedes de beber a mim, que sou uma mulher samaritana?' De fato, os judeus não se dão com os samaritanos. 10Respondeu-lhe Jesus: 'Se tu conhecesses o dom de Deus e quem é que te pede: 'Dá-me de beber`, tu mesma lhe pedirias a ele, e ele te daria água viva.' 11A mulher disse a Jesus: 'Senhor, nem sequer tens balde e o poço é fundo. De onde vais tirar a água viva? 12Por acaso, és maior que nosso pai Jacó, que nos deu o poço e que dele bebeu, como também seus filhos e seus animais?' 13Respondeu Jesus: 'Todo aquele que bebe desta água terá sede de novo. 14Mas quem beber da água que eu lhe darei, esse nunca mais terá sede. E a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água que jorra para a vida eterna.' 15A mulher disse a Jesus: 'Senhor, dá-me dessa água, para que eu não tenha mais sede e nem tenha de vir aqui para tirá-la.' 16Disse-lhe Jesus: Vai chamar teu marido e volta aqui'. 17A mulher respondeu: 'Eu não tenho marido'. Jesus disse: 'Disseste bem, que não tens marido, 18pois tiveste cinco maridos, e o que tens agora não é o teu marido. Nisso falaste a verdade.' 19A mulher disse a Jesus: 'Senhor, vejo que és um profeta! 20Os nossos pais adoraram neste monte mas vós dizeis que em Jerusalém é que se deve adorar'. 21Disse-lhe Jesus: 'Acredita-me, mulher: está chegando a hora em que nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. 22Vós adorais o que não conheceis. Nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus. 23Mas está chegando a hora, e é agora, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e verdade. De fato, estes são os adoradores que o Pai procura. 24Deus é espírito e aqueles que o adoram devem adorá-lo em espírito e verdade.' 25A mulher disse a Jesus: 'Sei que o Messias (que se chama Cristo) vai chegar. Quando ele vier, vai nos fazer conhecer todas as coisas'. 26Disse-lhe Jesus: 'Sou eu, que estou falando contigo'. 27Nesse momento, chegaram os discípulos e ficaram admirados de ver Jesus falando com a mulher. Mas ninguém perguntou: 'Que desejas?' ou: 'Por que falas com ela?' 28Então a mulher deixou o seu cântaro e foi à cidade, dizendo ao povo: 29'Vinde ver um homem que me disse tudo o que eu fiz. Será que ele não é o Cristo?' 30O povo saiu da cidade e foi ao encontro de Jesus. 31Enquanto isso, os discípulos insistiam com Jesus, dizendo: 'Mestre, come'. 32Jesus, porém disse-lhes: 'Eu tenho um alimento para comer que vós não conheceis'. 33Os discípulos comentavam entre si: 'Será que alguém trouxe alguma coisa para ele comer?' 34Disse-lhes Jesus: 'O meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra. 35Não dizeis vós: `Ainda quatro meses, e aí vem a colheita!` Pois eu vos digo: Levantai os olhos e vede os campos: eles estão dourados para a colheita! 36O ceifeiro já está recebendo o salário, e recolhe fruto para a vida eterna. Assim, o que semeia se alegra junto com o que colhe. 37Pois é verdade o provérbio que diz: `Um é o que semeia e outro o que colhe`. 38Eu vos enviei para colher aquilo que não trabalhastes. Outros trabalharam e vós entrastes no trabalho deles.' 39Muitos samaritanos daquela cidade abraçaram a fé em Jesus, por causa da palavra da mulher que testemunhava: `Ele me disse tudo o que eu fiz.` 40Por isso, os samaritanos vieram ao encontro de Jesus e pediram que permanecesse com eles. Jesus permaneceu aí dois dias. 41E muitos outros creram por causa da sua palavra. 42E disseram à mulher: 'Já não cremos por causa das tuas palavras, pois nós mesmos ouvimos e sabemos, que este é verdadeiramente o salvador do mundo.'

- Palavra da Salvação.
- Glória a Vós, Senhor



Comentário ao Evangelho do dia feito por
São Tiago de Sarug (c. 449-521), monge e bispo sírio
Homilia sobre Nosso Senhor e Jacob, sobre a Igreja e Raquel (a partir da trad. de Ir. Isabelle de la Source, Lire la Bible, t. 1, p. 98 rev.)

«Porventura és mais do que o nosso patriarca Jacob?»

A vista da beleza de Raquel tornou Jacob, de certo modo, mais forte: ele conseguiu levantar a enorme pedra de cima do poço e, assim, dar de beber ao rebanho (Gn 29, 10). [...] Em Raquel, com quem casou, viu o símbolo da Igreja. Foi por isso que, ao beijá-la, teve de chorar e de sofrer (v. 11), a fim de prefigurar, pelo seu casamento, os sofrimentos do Filho. [...] Quão mais belas são as núpcias do Esposo real do que as dos Seus embaixadores! Jacob chorou por Raquel, ao desposá-la; Nosso Senhor cobriu a Igreja com o Seu sangue, ao salvá-la. As lágrimas são o símbolo do sangue, porque não é sem dor que elas jorram dos olhos. O choro do justo Jacob é o símbolo do grande sofrimento do Filho, pelo qual a Igreja das nações foi salva.

Vem, contempla o nosso Mestre: Ele veio do Seu Pai para o mundo, aniquilou-Se para fazer o Seu caminho na humildade (Fil 2, 7). [...] Ele viu as nações como rebanhos sedentos e a fonte da vida fechada pelo pecado, como que por uma pedra. Ele viu a Igreja semelhante a Raquel, então avançou e derrubou o pecado, que era pesado como uma rocha. Ele abriu o baptistério para a sua Esposa, para que ela se banhasse nele; e foi aí buscar água para dar de beber às nações da terra, como aos Seus rebanhos. Com toda a Sua omnipotência, levantou o pesado fardo dos pecados; pôs a descoberto a fonte de água doce para o mundo inteiro. [...]

Sim, pela Igreja, Nosso Senhor deu-Se a grandes trabalhos. Por amor, o Filho de Deus vendeu os Seus sofrimentos para poder desposar, à custa das Suas chagas, a Igreja abandonada. Por ela, que adorava os ídolos, sofreu sobre a cruz. Por ela, quis entregar-Se, para que ela fosse para Ele completamente imaculada (Ef 5, 25-27). Ele consentiu em levar às pastagens o rebanho inteiro dos homens, com o grande cajado da cruz; Ele não rejeitou o sofrimento. Ele aceitou conduzir raças, nações, tribos, multidões e povos, para poder reaver a Igreja, sua única Esposa (Ct 6, 9).

HORA DO RISO: CURTINHAS

Duas bichas,uma cega e a outra paraplégica, conversavam quando de
repente a paraplégica diz para a cega:

Bicha tá passando um bofe escândalo aqui na nossa frente...ele é
lindo,tem olhos azuis,uma mala enorme,atlético...pena que você não
possa ver.

A cega então diz para paraplégica: corre atrás dele !!!

sábado, 26 de março de 2011

DESEJO DE MENINA - COMO UM RAIO DE SOL



QUER BAIXAR TODOS OS SUCESSOS DO VOL. 07 ??

Música:


1- Cumplicidade
2- A sua Vista
3- Mundo Inteiro
4- Inevitavel
5- Nada é Pra Sempre
6- Vem pra Mim
7- Onde Eu Errei
8- De Janeiro o Janeiro
9- Vai Virar Amor
10- Costumes e Sou Seu Amor
11- Sinto Falta de Você
12- Não Poderia Viver Sem Ti
13- Inverno
14- Sabe
15- Recomeço
16- Fica Comigo
17- Baby Fala Pra Mim
18- Flashback
19- Uma Estrela
20- Como Um Raio de Sol
21- Aqui Estou

AQUI

EVANGELHO DO DIA

Salve Maria!

Evangelho segundo São Lucas 15,1-3.11-32
Naquele tempo: 1Os publicanos e pecadores aproximavam-se de Jesus para o escutar. 2Os fariseus, porém, e os mestres da Lei criticavam Jesus.


Sábado, 26 de Março de 2011.

SANTO DO DIA: São Cástulo, mártir; São Ludigero, Bispo

Primeira Leitura: Miquéias 7,14-15.18-20
Leitura da Profecia de Miquéias:

14Apascenta o teu povo com o cajado da autoridade, o rebanho de tua propriedade, os habitantes dispersos pela mata e pelos campos cultivados; 15E, como foi nos dias em que nos fizeste sair do Egito, faze-nos ver novos prodígios. 18Qual Deus existe, como tu, que apagas a iniqüidade e esqueces o pecado daqueles que são resto de tua propriedade? - Ele não guarda rancor para sempre, o que ama é a misericórdia. 19Voltará a compadecer-se de nós, esquecerá nossas iniqüidades e lançará ao fundo do mar todos os nossos pecados. 20Tu manterás fidelidade a Jacó e terás compaixão de Abraão, como juraste a nossos pais, desde tempos remotos.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus



Salmo 102

Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores!

R: O Senhor é indulgente e favorável.

Pois ele te perdoa toda culpa, e cura toda a tua enfermidade; da sepultura ele salva a tua vida e te cerca de carinho e compaixão.

R: O Senhor é indulgente e favorável.

Não fica sempre repetindo as suas queixas, nem guarda eternamente o seu rancor. Não nos trata como exigem nossas faltas, nem nos pune em proporção às nossas culpas.

R: O Senhor é indulgente e favorável.

Quanto os céus por sobre a terra se elevam, tanto é grande o seu amor aos que o temem; quanto dista o nascente do poente, tanto afasta para longe nossos crimes.

R: O Senhor é indulgente e favorável.



Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 15,1-3.11-32
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo: 1Os publicanos e pecadores aproximavam-se de Jesus para o escutar. 2Os fariseus, porém, e os mestres da Lei criticavam Jesus. 'Este homem acolhe os pecadores e faz refeição com eles.'3Então Jesus contou-lhes esta parábola: 11'Um homem tinha dois filhos. 12O filho mais novo disse ao pai: 'Pai, dá-me a parte da herança que me cabe'. E o pai dividiu os bens entre eles. 13Poucos dias depois, o filho mais novo juntou o que era seu e partiu para um lugar distante. E ali esbanjou tudo numa vida desenfreada. 14Quando tinha gasto tudo o que possuía, houve uma grande fome naquela região, e ele começou a passar necessidade. 15Então foi pedir trabalho a um homem do lugar, que o mandou para seu campo cuidar dos porcos. 16O rapaz queria matar a fome com a comida que os porcos comiam, mas nem isto lhe davam. 17Então caiu em si e disse: 'Quantos empregados do meu pai têm pão com fartura, e eu aqui, morrendo de fome. 18Vou-me embora, vou voltar para meu pai e dizer-lhe: `Pai, pequei contra Deus e contra ti; 19já não mereço ser chamado teu filho. Trata-me como a um dos teus empregados'. 20Então ele partiu e voltou para seu pai. Quando ainda estava longe, seu pai o avistou e sentiu compaixão. Correu-lhe ao encontro, abraçou-o, e cobriu-o de beijos. 21O filho, então, lhe disse: 'Pai, pequei contra Deus e contra ti. Já não mereço ser chamado teu filho'. 22Mas o pai disse aos empregados: `Trazei depressa a melhor túnica para vestir meu filho. E colocai um anel no seu dedo e sandálias nos pés. 23Trazei um novilho gordo e matai-o. Vamos fazer um banquete. 24Porque este meu filho estava morto e tornou a viver; estava perdido e foi encontrado'. E começaram a festa. 25O filho mais velho estava no campo. Ao voltar, já perto de casa, ouviu música e barulho de dança. 26Então chamou um dos criados e perguntou o que estava acontecendo. 27O criado respondeu: `É teu irmão que voltou. Teu pai matou o novilho gordo, porque o recuperou com saúde'. 28Mas ele ficou com raiva e não queria entrar. O pai, saindo, insistia com ele. 29Ele, porém, respondeu ao pai: `Eu trabalho para ti há tantos anos, jamais desobedeci a qualquer ordem tua. E tu nunca me deste um cabrito para eu festejar com meus amigos. 30Quando chegou esse teu filho, que esbanjou teus bens com prostitutas, matas para ele o novilho cevado'. 31Então o pai lhe disse: `Filho, tu estás sempre comigo, e tudo o que é meu é teu. 32Mas era preciso festejar e alegrar-nos, porque este teu irmão estava morto e tornou a viver; estava perdido, e foi encontrado'.'

- Palavra da Salvação.
- Glória a Vós, Senhor



Comentário ao Evangelho do dia feito por
Isaac de l'Étoile (?-c. 1171), monge cistercense
2º Sermão para o dia de Todos os Santos §§ 13-20 (a partir da trad. Brésard, 2000 ans A, p. 84)

«E caindo em si, disse, [...]: e eu aqui a morrer de fome! Levantar-me-ei e irei ter com meu pai»

«Felizes os que choram, porque serão consolados» (Mt 5, 4). Com estas palavras, o Senhor quer fazer-nos compreender que o caminho da alegria são as lágrimas. Pela desolação chega-se à consolação; é perdendo a vida que a encontramos, rejeitando-a que a possuímos, odiando-a que a amamos, desprezando-a que a salvamos (cf Lc 9, 23ss.). Se queres conhecer-te a ti mesmo e superar-te, entra dentro de ti e não te procures fora de ti. [...] Por conseguinte, cai em ti, pecador, cai onde existes verdadeiramente: no teu coração. Exteriormente, és um animal à imagem do mundo [...]; interiormente, és um homem, à imagem de Deus (Gn 1, 26), e por isso capaz de ser deificado.

Será por isso, irmãos, que o homem que cai em si se sente distante, como o filho pródigo, numa região diferente, numa terra estrangeira, onde é maltratado, e chora ao lembrar-se de seu pai e da sua pátria? [...] «Adão, onde estás?» (Gn 3, 9) Talvez ainda na sombra para não te veres a ti mesmo: cosendo as folhas da vaidade umas às outras para cobrires a tua vergonha (Gn 3, 7), olhando o que está em teu redor e o que é teu, porque os teus olhos são grandes aberturas para tais coisas. Mas olha para dentro de ti, olha para ti: é aí que se encontra o teu maior motivo de vergonha. [...]

É evidente, irmãos: em parte vivemos exteriormente a nós. [...] É por isso que a Sabedoria tem sempre no coração o convite para a casa do luto antes de o fazer para a casa do banquete (Eccl 7, 3), ou seja, chama para dentro de si mesmo o homem que estava fora de si próprio, dizendo: «Felizes os que choram» e noutra passagem: «Ai de vós, os que agora rides» (Lc 6, 25). [...] Meus irmãos, choremos na presença do Senhor: que a Sua bondade O leve a perdoar-nos. [...] Felizes os que choram, não porque choram, mas porque serão consolados. As lágrimas são o caminho; a consolação é a bem-aventurança.

BANDA DE MÚSICA DE ARACOIABA - 06/07/09



VEJA A HISTÓRIA DESSA BANDA NARRADA POR LUSMAR PAZ:

AQUI A HISTÓRIA

BANDA DE MÚSICA DE ARACOIABA



AMIGOS DESTE SITE!!!
VEJAM OUTRAS NOVIDADES DO LIVRETO QUE EU ESTAVA ESCREVENDO SOBRE A BANDA DE MÚSICA DE ARACOIABA.

VEJAM AS NOVAS SURPRESAS!!!
Aqui estão os assuntos:

- Nossa história começa aqui...
- Maestros e contramaestros de 1916 a 2011.
- Nomes: Banda 25 de Março e Banda Profa.Gecilda Moura
- Sedes da Banda
- Datas das Compras dos Instrumentos e os prefeitos responsáveis pelas compras...
- Dados Biográficos de alguns maestros: Meirú, Etelberto, João Garantizado, Themístocles, Manoel Brito, Capitão Andrade.
-

Somos gratos, em nome da comunidade aracoiabense, a todos quantos nos ofereceram, de boa vontade, sua parcela de contribuição, para que esta humilde obra viesse a lume, para homenagear assim, as turmas do passado e, de maneira especial, a turma atual, que ao longo de 15 anos proporcionou a todos nós, momentos de alegrias e festas.

Aos filhos ausentes e presentes de nossa terra, dedicamos esse pensamento que marcará a homenagem que fazemos a todos os músicos que fizeram e fazem história na Banda de Música de Aracoiaba:


Aracoiaba, 16 de Agosto de 2007.

Francisco Lusmar Paz

Nossa história começou aqui...

Banda de Música – 90 Anos de fundação.


Não podemos precisar com certeza o dia e o ano que foi criada a Banda de Música Municipal de Aracoiaba, pois nenhum comprovante documental foi encontrado na sede do Paco Municipal. Entretanto, segundo depoimentos de pessoas fidedignas e ex-músicos, foi-nos repassado que a referida banda,provavelmente fora fundada no início do século XX, precisamente no ano de 1916, sob a denominação de Banda de Música 25 de Março. Entremos agora, no túnel do tempo...
A Sra. Enita de Brito afirma que seu esposo Sr. José de Brito, músico-fundador da Banda de Música, nasceu em 1911. No ano de 1918, (Aracoiaba, com apenas 28 anos de emancipação política), José de Brito, aos sete anos de idade, já participava das aulas teóricas de música. Logicamente, podemos imaginar que a banda já existia há alguns anos.(ou alguns anos antes de 1918)
Buscando dados nas pessoas dos depoentes, consultamos o Sr. Everton,(homem de memória fabulosa em termos de datas ) e transmitimos ao mesmo o relato de D. Enita , para assim tentarmos nos aproximar sem precisão, é claro, do possível ano em que a Banda fora criada em Aracoiaba. Segundo ele, baseando-se nas informações dos antepassados, a banda fora criada em 1916, - como também poderia ter sido criada em 1917 ou até mesmo em 1918, (ano em que José de Brito, repetimos, aos 7 anos, já participava da escolinha de música).Portanto, descobrindo ou não com precisão o ano da criação da Banda, não diminui em nada a credibilidade e o brilho dessa pesquisa.Vejamos, por exemplo, São Francisco de Assis, nasceu em 1182, mas para alguns biógrafos ele teria nascido em 1181.Com essa dúvida milenar, em nada alterou o amor e a devoção que a humanidade tem para com esse grande santo que abalou o mundo com sua vida marcada pela vivência radical do evangelho, junto aos irmãos. Entretanto, retomando ao assunto, o que nos importa é o mergulho que fizemos e ainda vamos continuar fazendo no mar da história musical de Aracoiaba, para trazermos à tona os homens e as mulheres que fizeram história no passado de nossa terra, que contribuíram com o patrimônio cultural de nossa gente, e que merecem ser imortalizados por todos nós. Vale a pena conhecermos os heróis do passado e do presente do nosso torrão natal e reconhecermos com gratidão seus trabalhos talentosos que, a partir de agora, por meio dessa humilde pesquisa, todos eles passarão pra história da cidade onde as aves cantam, sob os nossos aplausos.
Façamos de conta que a Banda tivesse sido criada em 1916 como afirma Sr. Everton.Nesse caso, pela lógica, a mesma em 2006, teria completado seus 90 anos de fundação. Embora com esse somatório lógico, a nossa banda ainda não iria completar 90 anos, pois em 1977, ela parou seus trabalhos só retornando suas atividades no ano de 1991,com aulas teóricas musicais ministradas pelo maestro Francisco Gomes de Andrade, fazendo sua primeira tocata em público no mês de agosto de 1992.Sendo assim, em 2007 ela completou 77 anos de existência.Mais adiante veremos essa parte com detalhes...
Naquele tempo, - segundo Enita de Brito, - não havia todos os instrumentos musicais apropriados à formação de uma banda. O garoto José de Brito, sendo um dos componentes da escolinha, não tendo instrumento, participava das aulas de música batendo com os dedos na mesa, treinando assim, as divisões dos valores musicais.
Depois de muita boa vontade por parte das autoridades, os instrumentos que faltavam foram comprados e trazidos a Aracoiaba. Imaginemos quão grande foi a surpresa e a alegria dos músicos e dos alunos da escolinha. A euforia daquele momento transformou os jovens em crianças quando recebem seus brinquedos no dia de natal e, com muita ansiedade, querem logo inaugurá-los, testá-los e mostrá-los a todos que encontrem no caminho. Assim fizeram os nossos músicos que, não resistindo à alegria, saíram tarde da noite, às escuras, sem avisar ninguém, tocando pelas principais ruas de Aracoiaba, o famoso dobrado “saudades de minha terra”. Mas, por que tarde da noite e às escuras? Agiram dessa maneira, porque ainda eram inseguros no manejo de seus instrumentos musicais e, por acanhamento, não quiseram enfrentar o povo a luz do dia. Mas o tiro saiu pela culatra, pois quem estava dentro de casa, dormindo, com certeza, levantou-se apressadamente de sua rede, de sua cama, enrolado no lençol ou só de camisola ou pijama, correu para a janela ou abriu a porta da casa para apreciar aquele acontecimento tão bonito e inesperado. Lamparinas e velas, não faltaram naquele momento histórico... Ninguém entendia o que estava acontecendo, mas todos gostaram da surpresa e que surpresa!
Esse fato foi-nos contado por D. Enita de Brito, de 93 anos, que, sendo ainda criança e residindo na Rua Santos Dumont, foi acordada pelo som musical da referida banda altas horas da noite. A mesma disse-nos que ao ser acordada, perguntou ao seu pai o que era aquilo... De fato, muita gente estranhou aquele episódio, pois no calendário festivo da cidade nada constava de especial para tal festa e, principalmente naquele horário. No dia seguinte, quando se soube do motivo real do acontecimento, os comentários nas calçadas, nas bodegas e nos bares da cidade foram elogiosos, realidade comum numa cidade pequena no interior. Aracoiaba estava em clima de festa. O povo estava contente, pois a partir daquele dia nossa cidade tornava-se Sede de uma Banda de Música a rigor, e sua gente podia se orgulhar desse tão grande presente.

Queremos informar ao leitor que naquela época, não havia energia elétrica. Tínhamos energia gerada a motor. Esse gerador era ligado às 18 horas da noite e desligado às 10horas; mas, antes de ser desligado um sinal era dado, isto é, faltava energia por alguns segundos e depois a mesma voltava. Esse aviso era para que a população da cidade preparasse suas lamparinas antes do apagão. Daí o fato da turma da banda ter saído também às escuras, experimentando e inaugurando ao mesmo tempo os novos instrumentos.
A Energia de Paulo Afonso chegara em Aracoiaba,no dia 15 de julho, sábado, de 1967, na gestão do então Prefeito Antônio Joaquim de Oliveira Filho, pai de Dr. Antônio Joaquim (Vice-prefeito na segunda gestão de Dra. Marilena.) Nesse tempo o governador do Estado do Ceará era o Sr. Plácido Aderaldo Castelo.
Como foi essa inauguração? Apesar de ser muito criança o que me faz recordar é que um palanque foi montado entre o Patamar da Igreja e a Casa de Apoio da Paróquia, casa que serviu de residência por quase 20 anos para a Srta. Iracema Vasconcelos, prima do Pe. Domingos. Encontravam-se presentes à solenidade o Sr. Governador do Estado, Dr. Plácido Castelo, Prefeito Sr. Antônio Joaquim de Oliveira, Dom Raimundo de Castro e Silva, bispo auxiliar de Fortaleza e filho natural de Aracoiaba, o pároco Pe. Domingos Vasconcelos, vereadores, várias outras autoridades civis e eclesiásticas e a participação eufórica do povo querido de Aracoiaba.
Lembro-me que Dom Raimundo de Castro e Silva,cuja presença naquele momento, era motivo de honra para seus conterrâneos, acionou a chave que gerou a energia de Paulo Afonso em Aracoiaba. Foi uma noite de muita emoção e que ficou registrada na história do povo aracoiabense.
Queremos ressaltar que o marcante evento, em sua inesquecível solenidade, teve como mestre de cerimônia a convite do Prefeito Sr. Antônio Joaquim, o Diretor do Ginásio Escola Normal Virgílio Távora, Dr. Salomão Alves de Moura Brasil, homem de vasta e notória cultura merecendo o privilégio de receber a alcunha do povo de Aracoiaba, como o “Papa da Educação” de nossa cidade. Durante a cerimônia de inauguração, Dr. Salomão fez uso da palavra declamando um poema com o tema: “O sonho de Virgílio – Alegoria de Paulo Afonso.”
Tomei conhecimento desse fato, através da Revista da ALMECE, Academia de Letras dos Municípios do Estado do Ceará, número 11 - dezembro – 2006, páginas 51 a 53, que me foi presenteada pelo Dr. Salomão, no dia 04 de janeiro de 2007. Nessa mesma revista li um artigo da Professora e escritora de nossa terra, mulher guerreira, atualmente Acadêmica da ALMECE, Senhorita Ana Maria do Nascimento, minha ex-professora, com o tema “Pindaíra e seu idílio”, página número sete. Vale a pena ler essa revista. Nela, caro leitor, você mergulhará no mundo da cultura e dos conhecimentos.
Durante a solenidade de inauguração da Energia de Paulo Afonso fez-se presente a Banda de música 25 de Marco, conhecida como “A Furiosa”, tendo a frente, na batuta, o mestre Meirú.
Os anos foram passando e a experiência dos nossos músicos foi ganhando intensidade a ponto de serem convidados para abrilhantar festas em outros municípios como Baturité, Capistrano, Itapiúna, Cascavel, Maranguape, Quixadá, Quixeramobim... Essas viagens eram feitas a caminhão em plena estrada carroçável sem reclamação dos músicos, pois, além de gostarem desse meio de vida, para eles era motivo de entretenimento, oportunidade para construírem novas amizades, paqueras de relance e namoradas de última hora. Eles sabiam unir o útil ao agradável, isto é, o cumprimento do dever, em seguida, a curtição da vida, o desenrolar normal da juventude em pleno vigor.
No ditado popular a banda do passado era pau para toda obra, participava de vários eventos, sem burocracia para atender as solicitações que chegavam ao conhecimento do maestro. Eram pessoas simples e de famílias humildes, mas generosas no serviço à comunidade local e as comunidades outras. Gostavam de servir, sentiam-se bem em levar alegria aos outros, em propiciar a todos momentos de festa, momentos de alegria.
Naquele tempo os recursos do município eram parcos, sendo assim, os músicos não eram remunerados. Recebiam aqui e acolá uma ajuda financeira, sem compromisso obrigatório. Tocavam por amor e com amor. Eram os voluntários da música, pela música, em prol da música. Quanto espírito de abnegação e serviço! Recebiam algum dinheirinho quando eram convidados para tocar fora da cidade de Aracoiaba.
Todos os domingos e quartas feiras havia tocata em Aracoiaba. Era sagrado esse dia da semana. No domingo a tocata era no coreto situado na Praça 7 de setembro, hoje Praça Milton Belo; na quarta-feira se apresentavam na Praça 16 de agosto. Essas apresentações eram feitas à noite, talvez às 19 ou 20 horas.

O que era de admirar naqueles músicos era o espírito de organização, pois mantinham suas fardas limpas e engomadas, sapatos engraxados, barba feita, cabelos penteados e respeitada obediência ao maestro. Para qualquer apresentação a turma chegava cedo à sede da banda. A mesma saía da Sede da Banda já tocando variados dobrados durante o percurso até o local das apresentações, num verdadeiro ritual a ser cumprido e observado.À proporção que eles iam caminhando e tocando pelas ruas, o povo era despertado num clima de expectativa e festa.
Ao chegar em qualquer cidade, tocava-se inicialmente um dobrado, em seguida outros dobrados e modinhas da época. Os dobrados mais tocados eram: Brasil Sport, Saudades de minha terra ( tocado até hoje ), Batista de Melo, Saudação ao Rocha, Quatro dias de viagem, - Aristides de Castro ( ex-prefeito de Aracoiaba e Tio da Professora Eugênia de Castro) - 25 de Marco (nome oficial da banda); Raimundo de Freitas (ex-prefeito de Aracoiaba, casado com Hercilinha Castro, grande harmonista do Coral da Paróquia de Aracoiaba); Capitão Cleto Campelo, Valsa Branca(tocada até hoje), Valsa Nair, Marcha Fúnebre (chamada IVER) tocada na procissões de sexta-feira e cortejos fúnebres.
Vale a pena lembrar que a banda tocava marchas fúnebres e acompanhava os funerais...
Dentre esse repertório musical já mencionado a banda também tocava marchas, boleros, fox e rumba.

Os grandes bailes, as festas sociais naquele tempo eram realizados na sede da prefeitura com a banda de música. Os eventos festivos eram iniciados às 20 horas e encerrados uma hora da madrugada. Nesses dias de festas o prefeito autorizava o funcionamento do motor gerador de energia até a hora do término das festividades.
Nas festas carnavalescas sua presença era obrigatória. Naquele tempo a nossa banda tinha fama Nãose contratava outras bandas de música, era ela mesma. Havia os ensaios, o clima de expectativa era alimentado pelos foliões e pelo povo. Naquela época a festa carnavalesca era calma e sem ameaças de violência. Bebida tinha, porém em menor consumo. Cerveja tinha pouca; gelada, nem pensar, a turma colocava a garrafa dentro de uma meia e mergulhava-a numa vasilha com água ou na areia do rio. Geladeira era coisa difícil, muito difícil. Mas nem por isso o carnaval era desanimado. Quem fazia a festa era o povo e não a bebida.
Em 1962, no governo municipal de Airton de Castro – aconteceu o carnaval mais marcante na sede da prefeitura, segundo o músico João Garantizado. Foram 4 noites de muita folia e bastante animação.

Nos anos 60, não sabemos precisar o ano, a nossa banda conhecida como“A Furiosa”, animou o carnaval na cidade de Redenção, também por quaro noites.

Nos anos 70, o carnaval passou a ser realizado numa pequena quadra da CNEC - tempo do Dr. Élson. “Alguns músicos da banda” participaram e um dos cantores era o Bigode que, caprichosamente, interpretava as tradicionais marchinhas carnavalescas como: “bandeira branca”, “cidade maravilhosa”, “Olha a cabeleira do Zezé”; “Tengo, tengo...” e outras...
.
Em 1972, aumentaram a quadra da CNEC e o carnaval foi mais participado, sendo criados dois blocos: um chamava-se ossos do barão e o outro, a memória me falha no momento.... Nesse tempo fizeram o desfile pelas ruas da cidade com esses blocos e à frente um carro alegórico transportando a rainha do carnaval ( Cacilda Florênço, filha do Biel e o rei momo Zé da Lica, pai do Valdir Silva.



A farda da turma era composta de blusa com mangas longas, de cor cáqui com botões pretos, calça e quepe (estilo boné), também de cor cáqui. Calçava sapatos de couro, cor preta.Esse uniforme era semelhante a farda dos militares na época.


Antigamente as festas religiosas de nossa paróquia eram muito animadas. Bem mais animadas do que as de hoje, com certeza. Parte dessa animação estava com a presença da nossa banda. Não temos depoimentos a esse respeito, mas podemos precisar que nas grandes acontecimentos da nossa Igreja-Matriz, como a benção do sino, a inauguração da torre, do relógio e do santo cruzeiro, a banda deve ter participado desses grandes eventos (PESQUISAR).
Na vida paroquial os músicos faziam a festa. Os leilões, nas festas de Igreja, eram animados, pois as grandes prendas arrematadas a banda tocava ... Naquele tempo os leilões eram muito participados. As prendas eram variadas. Além das galinhas cheias, bolos gostosos, bandejas de ovos, garrotes, teve um tempo que até cavalos foram leiloados para a aquisição de fundos financeiros para a compra do relógio.

Durante o novenário das festas de Nossa Senhora da Conceição e São Francisco, durante os 9 dias a banda se fazia presente à Igreja por três vezes: 6 horas da manhã, meio-dia e 6 horas da noite. Nesses três espaços de tempo ela saía da sede, tocando, em direção da Igreja.


A Banda fazia a festa. Dava brilho as animações. Serviço de som de alto nível a paróquia não tinha, tinha sim,a amplificadora da prefeitura que, segundo a escritora Aldaléia Aquino, filha de Aracoiaba, em sua poesia “Lembrança de Aracoiaba”, nos diz... “ lembro-me da amplificadora tocando e transmitindo as mensagens dos namorados misteriosos, a ola de cavalinhos do seu Chico Nogueira e, ainda os famosos leilões de prendas e caixinhas de segredos...”


MAESTROS E CONTRAMESTRES
Consultando alguns músicos antigos e várias pessoas na terceira idade que tiveram familiares na banda, descobrimos que ela teve vários maestros e contramestres ao longo dos anos. Acompanhando assim o desenrolar dos depoimentos, descobrimos os seguintes maestros e contramestres:

DE 1916 À 2011

MAESTROS E CONTRAMESTRES QUE BRILHARAM COM SEUS TALENTOS NA BANDA DE MÚSICA DE ARACOIABA


Essa lista nominal dos maestros nos foram repassadas pelos depoentes:


Bigode , ex- músico

João Garantizado, ex-músico.

Sra. Enita de Brito – Viúva de José de Brito, ex-músico.

Geraldina Leite do Nascimento – Irmã do Sr. Geraldo Leite, ex-músico da Banda.

Sr. José Everton (Filho de criação da Sra. Enita de Brito)

Anilton Cândido –Maestro do Coral Imaculada Conceição-Aracoiaba

Themístocles Stanton – Maestro atual da Banda de Música de Aracoiaba.

MAESTROS


Nossa BANDA contou com 08 MAESTROS.


Primeiro

Sr. Artur Benevides...

Segundo

Sr. José Barbosa...

Terceiro

Sr. José Clementino da Silva Meirú

Quarto

Sr.Manoel de Brito...(Sobrinho do José de Brito)

Quinto

Sargento Etelberto de Sousa Castro


Sexto



Sr. João Alves Garantizado

Sétimo

Capitão Francisco Gomes de Andrade


Oitavo


Themístocles Stanton da Silva Pinheiro



OBS.: É bom lembrar que alguns maestros atuaram por pouco tempo.


05 Contramestres:


Sargento Etelberto (Auxiliava o Mestre Meirú mais tarde, tornou-se maestro)

Sr. João Garantizado (Auxiliava o Maestro Etelberto, mais tarde tornou-se maestro)

Wellington e Anilton, auxiliavam o Maestro Andrade

Themístocles Stanton (Auxiliava o Maestro Andrade, posteriormente tornou-se maestro)



Vamos tentar entrar em detalhes na história de vida dos nossos maestros e a atuação deles na Banda de Música Municipal de Aracoiaba.







A Banda de Música Municipal de Aracoiaba recebeu dois nomes:



Banda 25 de Marco (1916 a 1977)



Maestros: Artur Benevides, José Barbosa,Manoel de Brito, Mestre Meirú, , Sargento Etelberto e João Garantizado.

O PORQUÊ DO NOME “BANDA 25 DE MARÇO?”


Não encontramos a explicação, o porquê de a Banda ter recebido o nome “Banda 25 de Marco”. D. Enita e Sr. Geraldo Leite não souberam responder nossa pergunta e curiosidade.


Banda Professora Gecilda Moura (1991, aos nossos dias)



( Maestros: Capitão Andrade e Themístocles Stanton ).



A Banda recebeu esse nome para homenagear a Professora e Vereadora Maria Gecilda Moura, irmã do Dr. Salomão Alves de Moura Brasil.


Sedes da Banda



Primeira Sede:
Uma pequena sala nos fundos da antiga prefeitura. Localizava-se defronte ao café do Sr. Pompeu, vizinho a loja do Sr. Santana, pai da escritora Rose Mary. Atualmente localiza-se na travessa Cel. Pedro Guedes.


Segunda Sede:


No Grêmio Musical 25 de Março, localizado na Rua Santos Dumont, vizinho a residência da Dra. Maristela Silvestre. Atualmente, o depósito da merenda escolar.


Terceira Sede:


Grêmio Musical, localizado na Rua Santos Dumon,atual Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Aracoiaba.
Obs.: Nesse grêmio, por alguns anos, aconteceram dramatizações, tertúlias nas noites de sábado para a juventude.


Quarta Sede:


Escola Municipal Profa. Gecilda Moura. Posteriormente essa Escola passou a ser sede da Secretaria de Educação, Cultura e Desporto no governo municipal do Dr. Ari. Numa das dependências dessa Secretaria fora criada a Sede da Banda de Música, sob a Coordenação do Diretor do Departamento de Ensino Artístico, Capitão Andrade. Atualmente neste prédio funcional a Secretaria de Ação Social.


Quinta Sede:


No antigo Centro Comunitário Eugênio de Castro e Silva.
Obs.: A Banda está de mudança para uma sala na Secretaria de Educação de Aracoiaba..


Compra dos Instrumentos

Durante todos esses anos os governantes de Aracoiaba, fizeram três grandes compras dos instrumentos:


Primeira compra: entre 1916 a 1918...

Maestros: Artur Benevides e José Barbosa

Essa compra teve ter sido feita por um dos intendentes ( líderes comunitários ) que governaram nossa terra, dentre eles: Cel. Cirilino Pimenta, Cel. Pedro Guedes Alcoforado, Antônio Setúbal Barreto e Pedro Coelho de Albuquerque, Eduardo de Castro e Silva, esse último foi eleito como primeiro prefeito de Aracoiaba numa eleição realizada em 1933, todavia, Sr. Eduardo de Castro, só tomou posse no ano seguinte no dia 06 de janeiro de 1936, e em 1937, foi afastado em virtude da ditadura implantada no País.

Digamos que cada intendente tenha governado Aracoiaba por 3 ou 4 anos,sendo assim, fazendo um somatório com datas aproximadas, achamos que a primeira compra dos primeiros instrumentos deve ter sido realizada pelo Cel. Cirilino Pimenta.



Segunda compra:

.Prefeito José Gadelha – Maestro: Etelberto de Castro.


Nota: Sr. João Garantizado, (ex-músico da segunda turma), nos repassou que os novos instrumentos foram comprados em São Paulo, na Veril, pelo Prefeito Sr. José Gadelha.
Quando os instrumentos chegaram em Aracoiaba, o Sargento Etelberto foi chamar o João Garantizado para acompanha-lo até sua casa para abrirem as caixas que continham os novos instrumentos. Imaginem só a pressa dos dois músicos em plena expectativa e curiosidade para verem os instrumentos.





Terceira compra:

Anos 70 – Prefeito Airton de Castro



Quarta compra:

Gestão do Dr. Ari Ribeiro Teixeira, com o aval e a força dinâmica do Dr. Salomão Alves de Moura Brasil.

OBS.: É bom salientar que vários instrumentos foram conseguidos pela aprovação de projetos feitos em Aracoiaba...





Dados biográficos de alguns maestros e contramestres da Banda de música de Aracoiaba.


Artur Benevides e José Barbosa, nossos primeiros maestros.Infelizmente, apesar dos nossos esforços, não nos foi possível encontrar seus dados biográficos. Se a banda tivesse, de fato, sido iniciada em 1916, eles ficaram frente ao trabalho musical por um período aproximadamente de 19 anos. Após o trabalho deles veio o Mestre Meirú em 1935, sendo que a banda já não estava mais atuando. Seus nomes chegaram até nós através dos ex-músicos Bigode e João Garantizado, com o aval do Sr. Everton.


Mestre Meirú


Este homem de estatura pequena, mas grande no talento musical, marcou presença honrosa ao longo dos anos conduzindo a nossa banda. A história de vida desse homem simples e inteligente nos enche de orgulho e nos faz agradecê-lo pela sua enorme contribuição no campo musical dedicado ao povo de Aracoiaba. Vamos conhecê-lo melhor através de sua história de vida e sua trajetória na banda municipal 25 de marco de Aracoiaba:
José Clementino da Silva Meirú, filhode José Féliz e Ana Maria do Espírito Santo, nasceu em 29 de outubro de 1894, em Barbalha, Ceará.
Muito cedo, Meirú começou a se interessar pela música, deixando que ela fizesse parte de sua vida, aproveitando muito bem do dom que Deus lhe presenteara. Após a conclusão dos estudos..., despertou nele a ideia de colocar seus conhecimentos em prática fundando uma pequena banda de música com algumas crianças em Barbalha. Essa banda por ele fundada alcançou sucesso a ponto de viajar para outros estados encantando as pessoas com retretas sob a sua maestria. Numa dessas viagens, chegando à Paraíba em Cajazeiras, conheceu a jovem Maria do Carmo da Silva Bindá, sendo que, mais tarde, veio a ser sua esposa. Desse matrimônio, Deus presenteou ao casal quatro filhos na cidade de Barbalha: Renato Clementino da Silva Meirú (Tucha), Mônica da Silva do Nascimento Meirú (Têca, veio fazer parte do Coral da Igreja Matriz de Aracoiaba); Francisco Clementino da Silva Meirú (Chico Barrão) e Elvira Clementino Meirú, futuramente tornar-se-ia funcionária do Hospital e Maternidade Santa Isabel de Aracoiaba e participante do Coral da Paróquia da Imaculada Conceição da mesma cidade.
Anos depois, vindo a trabalho para Fortaleza, teve a felicidade de reencontrar-se com dois amigos, seus ex-músicos da Banda de Música de Barbalha, os tenentes da Polícia Militar, Anísio Medeiros dos Santos e Raimundo Guanabara.Após uma amistosa conversa, ambos convidaram o Mestre Meirú para assumir a Maestria da Banda de Música da Polícia Militar do Estado do Ceará. O mesmo agradeceu o honroso convite, mas não pôde aceita-lo.
Esses dois tenentes, conhecedores do valor e da competência do Sr. Meirú no campo musical, verbalmente deram-lhe o título de Mestre de Música e passaram a chamá-lo de Mestre Meirú.

Certa vez, retornando a Fortaleza, foi visto por um filho de Aracoiaba, conhecido dele, a consertar um piano. Nesse bate-papo, essa pessoa a qual não descobrimos o nome,,possivelmente seu amigo, o convidou para visitar a cidade de Aracoiaba e tentar consertar o harmônio de fabricação alemã da Paróquia da Imaculada Conceição da mesma cidade. O convite fora aceito e o Mestre Meirú chegou em nossa terra pela primeira vez no ano de 1935.
Ao chegar nessa acolhedora e pacata cidade conquistou muitos amigos e o fez ser respeitado pela sua inteligência musical. As autoridades e os amigos na época, tomando conhecimento de sua competência o convidam pra recomeçar os trabalhos da banda de música municipal.

Entendam bem: o Mestre Meirú não veio pra dar continuidade ao trabalho, e sim, recomeçá-lo.Desde quando o trabalho estava parado? Não sabemos. Por isso mesmo é que continuamos a precisar que nossos primeiros maestros permaneceram pouco tempo frente a nossa banda; porém, não descartamos uma outra teoria: eles permaneceram na banda durante 19 anos, se a mesma, de fato, tivesse sido iniciada em 1916, já que o Mestre Meirú chegou em Aracoiaba em 1935).

O convite fora aceito, e no mesmo ano, trouxe sua família para Aracoiaba e assim fixou residência definitiva. Sua primeira casa localizava-se na Rua Raimundo de Castro, vizinho a residência da Sra. Naíde Bezerra, próximo ao prédio da antiga prefeitura municipal.

Para intensificar sua alegria, D. Maria do Carmo, sua esposa, o presenteia com o nascimento de sua filha, agora, aracoiabense, Maria Clementino da Silva Meirú (Emperete). Mais tarde vieram mais dois filhos aracoiabenses: Agostinho Silva Meirú (Belinho) e José Clementino da Silva Meirú (Deca). Com a família mais numerosa, passou a morar numa casa próximo a estrada de ferro, no mesmo terreno que foi ocupado com a primeira sede do Banco do Brasil, defronte a Praça Milton Belo.
O tempo foi passando... E o nosso maestro tornou-se conhecido em toda a Região do Maciço de Baturité. Sua fama espalhou-se muito rapidamente. Fora convidado para trabalhar no Município de Itapiúna para ensinar música às crianças e, sem pensar duas vezes aceitara o convite, pois amava trabalhar com crianças, prova disso que, em Barbalha, sua terra natal, ele iniciara seus trabalhos na banda começando com um grupo de crianças. Indo para Itapiúna, nosso maestro não abandona Aracoiaba, pois encontrou um meio de trabalhar nas duas cidades, pois a música fora seu único “ganha pão” para sustentar sua numerosa família. Segundo seus familiares, ele não teve nenhum outro emprego. A música fora seu sustento, sua paixão, sua vida! Vale a pena mencionar que os músicos, antigamente, não eram contratados pela prefeitura. Trabalhavam como voluntários. Talvez, aqui, acolá, aparecia algum agrado financeiro. É bom lembrar que, devido às viagens do Mestre Meirú a Itapiúna e noutras ocupações, o Sargento Etelberto, em muitas oportunidades assumira a Banda como contramestre.

Certa vez, encontrava-se viajando, quando teve que retornar às pressas a Aracoiaba para dirigir os trabalhos da Banda na festa das Bodas de Prata de Vida Sacerdotal de Dom Raimundo de Castro e Silva, filho ilustre de nossa terra.Conseguiu chegar a tempo.

O mestre Meirú ficou a frente da Banda por um longo período de 30 anos. A esse maestro, a nossa grande gratidão, os nossos mais comoventes aplausos pela sua honrosa contribuição a cidade e ao povo de Aracoiaba.
Mestre Meirú, Deus lhe pague!!!



Manoel de Brito.

Não encontramos referências sobre sua vida e a atuação na Banda de Música.Sabemos sim, que ele era primo do Sr. José de Brito.
Seu nome não consta na relação nominal dos músicos que formaram a segunda turma. Talvez tenha sido um segundo contramestre do Sr. Meirú e nas ausências demoradas do mesmo, ele assumia os trabalhos.
A única informação que obtemos foi que ele atuou logo depois do Mestre Meirú como maestro. Achamos que sua contribuição na maestria da banda foi por pouquíssimo tempo.



Sargento Etelberto de Sousa Castro.

O maestro Meirú já estava à frente da Banda de Música há quase 20 anos. Precisava de alguém que colaborasse com ele, pois viajava muito pra assumir compromissos na área musical. Como já foi mencionado em sua biografia, encontrava-se viajando quando teve que retornar às pressas para fazer-se presente a festa dos 25 anos de vida sacerdotal de Dom Raimundo de Castro e Silva.
Etelberto começou seu trabalho como contramestre.Em seguida tornou-se maestro. Nesse espaço de tempo nossa banda teve dois maestros ao mesmo tempo. Que bonito! Os dois se revezavam, podemos dizer assim.
Mas quem foi o Sargento Etelberto?

Nasceu em Aracoiaba. Seus pais foram Francisco de Castro e Silva e Maria de Sousa Castro. Era neto do Cel. Raimundo de Castro e Silva.
Foi casado com Maria de Lourdes de Sousa Castro. Desse matrimônio nasceram sete filhos: Francisco, Ceci, Hercília, Maria de Lourdes, Eugênio, Eduardo e Aristides.
Pertencia a Polícia Militar e tinha alcunha de Sargento.
Nos anos 50, ele iniciou seus trabalhos na banda de música. Foi contra-mestre e depois passou a ser maestro.
Residiu, juntamente com sua esposa e filhos na Rua Santos Dumont (atualmente casa de D. Terezinha Pinheiro (in memoriam), mãe do Paulo e Milton Rocha). Também na Rua Santos Dumont, trabalhou em sua oficina de carpintaria, atualmente, Cartório Brasileiro Pontes.
Sargento Etelberto, faleceu no dia 31 de agosto de 1961.
Nota: Sr. João Garantizado, (ex-músico da segunda turma), nos repassou que os novos instrumentos foram comprados em São Paulo, na Veril, pelo Prefeito Sr. José Gadelha.
Quando os instrumentos chegaram em Aracoiaba, o Sargento Etelberto foi chamar o João Garantizado para acompanha-lo até sua casa para abrirem as caixas que continham os novos instrumentos. Imaginem só a pressa dos dois músicos em plena expectativa e curiosidade para verem os instrumentos.

Sargento Etelberto, faleceu no dia 31 de agosto de 1961.


Capitão Francisco Gomes de Andrade

Como foi que o Capitão Andrade, veio a nossa cidade de Aracoiaba?
Vamos conferir essa história, narrada por ele mesmo:
No ano de 1963, o Sr. Alexandre Gonçalves da Silva, Prefeito Municipal de Ipaumirim, Ceará, tomou a iniciativa de criar a Banda de Música da Prefeitura Municipal. Naquela época, eu tinha 14 anos de idade, quando comecei a participar das primeiras aulas de teoria musical, ministradas pelo mestre Rivaldo, e, posteriormente, pelo mestre Torres, dois Pernambucanos que residiam na vizinha cidade de Cajazeiras, Paraíba. Daí por diante, minha vontade era aprender música e desenvolver com sucesso a nova profissão que estava abraçando para que, através dela, o êxito alcançado fosse valorizado no meio profissional.
Com o passar do tempo, Ipaumirim, Ce., por ser uma cidade pequena, localizada ao sul do estado, não reunir condições suficientes de oferecer campo de trabalho para o músico, decidi no ano de 1970, sete anos depois, cursando o antigo ginasial, vir embora para a capital do meu estado com o objetivo de ingressar nas fileiras da Polícia Militar do Ceará e exercer minha profissão desejada.
Em 1970, ingressei na Polícia Militar do Ceará, submetendo-me ao Curso de Formação de Soldado Especialista (músico), passando a “pronto” no mesmo ano.
No ano de 1974, fui admitido no Curso de Formação de Sargento Especialista (músico), tirando o primeiro lugar, sendo promovido a graduação de terceiro sargento em 28 de fevereiro de 1975.
Em 1976, fui promovido a graduação de segundo sargento, por antiguidade em dezembro de 1976.
Após 3 anos, lancei-me no Curso de Aperfeiçoamento de Sargento (CAS), sendo promovido a graduação de primeiro sargento, dezembro de 1979.
Já em 1986, fui promovido a graduação de subtenente por merecimento e antiguidade. Agosto de 1986.
No ano de 1988, fui admitido no Curso de Habilitação de Oficiais (CHO), sendo promovido ao posto de segundo tenente, em dezembro do mesmo ano, e logo depois, assumi a chefia da banda de música da Polícia Militar do Ceará.
Em 1990, promoveram-me ao posto de primeiro tenente, em dezembro do mesmo ano.
Em julho de 1991, ainda na ativa, fui procurado pelo Cel. Archias, solicitando-me que conseguisse um militar da reserva que viesse ocupar o cargo de maestro da Banda de música de Aracoiaba. Como não encontrei a referida pessoa, sugeri ao Sr. Cel. Danilo, ora Comandante Geral, para ocupar esse cargo na referida cidade apenas nos finais de semana, sob a aceitação do Sr. Prefeito de Aracoiaba

No ano seguinte, no mês de dezembro de 1992, fui promovido a capitão. Em 1993, em fevereiro, passei para a reserva remunerada. Para facilitar meu trabalho fixei residência nesse município e, com o apoio do Dr. Ary, Dr. Salomão,Cel. Archias, as autoridades municipais e a aceitação do povo, assumi a Banda de Música dessa acolhedora cidade que há anos ficara no esquecimento e abandono totais.

Fiquei a frente dessa banda de 1991 a 2004. Foram 13 anos de dedicação e trabalho a essa semente plantada que, com o tempo, tornou-se árvore frondosa e que, atualmente já estamos colhendo seus frutos.


Capitão Andrade foi agraciado com o título de Cidadão Aracoiabense. Vejamos na íntegra o que se encontra escrito no documento:



REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

ESTADO DO CEARÁ

MUNICIPIO DE ARACOIABA



Câmara Municipal de Aracoiaba


“Os Poderes Públicos Municipais de Aracoiaba, no uso de suas atribuições legais, e tendo em vista a Lei Orgânica do Municipal, datada de 20 de Novembro de 1990, e a resolução número 153 de 21 de janeiro de 1997(das honrarias) de autoria do Vereador Salomão Alves de Moura, confere a(o) Exma.(o). Sra.(o)FRANCISCO GOMES DE ANDRADE, Título de Cidadão Aracoiabense, para o que mandarem expedir o presente diploma.

PACO DA CAMARA MUNICIPAL DE ARACOIABA, AOS 14 de setembro de 2001.


Salomão Alves de Moura

Autor (Vereador)




Salomão Alves de Moura Francisco Ary RibeiroTeixeira
Presidente da Câmara Prefeito Municipal



Themístocles Stanton da Silva Pinheiro

Atual Masetro da Banda de Música Profa. Gecilda em Aracoiaba.


Themístocles, conhecido no meio musical como Stanton, casado com Patrícia de Sousa Silva, filho de Maria do Socorro de Sousa Silva e de Francisco Pinheiro Filho, nasceu na cidade de Aracoiaba, no dia 12 de dezembro de 1980.
Desde criança manifestou fortemente inclinação para a arte musical.
No ano de 1994, aos 15 anos de idade, ingressou na Escolinha de Música, sob a responsabilidade do competente Maestro Capitão Andrade, por um período de um ano e meio. A turma em que fez parte na referida escolinha, era composta de dez componentes,todos estudantes e simpatizantes na arte musical.
Após os estudos teóricos e práticos, dotado de talento natural no campo musical, foi incorporado ao quadro de músico da banda de Aracoiaba atuando como Solista da mesma. Com o passar do tempo e através de sua revelação no meio musical, foi convidado pela Secretaria de Ação Social de Barreira, para ministrar aulas de flauta a um pequeno grupo de adolescentes da referida cidade. Isso ocorreu no ano 2000.
No ano seguinte, também em Barreira, o mesmo foi convidado pelo Diretor de Cultura, o poeta Ari Bandeira, para reger a “Banda de Música Poeta Raimundo Cesário”. Assim, nascia a primeira banda de música sob a maestria do jovem Themístocles Stanton na referida cidade. Iniciava-se também sua pioneira missão como maestro.
O tempo foi passando e a experiência musical ganhou espaço rapidamente na vida desse jovem músico. Dessa vivência e experiência conquistadas, fez valer a pessoa dele a confiança do Maestro Capitão Andrade, quando na sua ausência, por várias vezes teve que substituí-lo como contramestre da Banda Professora Gecilda da cidade de Aracoiaba.
Sua ascensão musical não parou aí. A Sra. Dra. Marilena Campêlo Nogueira, ao assumir a Prefeitura Municipal de Aracoiaba, em sua segunda gestão, pessoalmente convidou e nomeou o jovem Themístocles Stanton para assumir a maestria da Banda de Música Professora Gecilda convite esse que o fez responsável pela maior e melhor banda de música no Maciço de Baturité, banda essa, na época, composta de 30 talentosos e competentes músicos. A partir daí, começava em sua vida uma nova etapa, um grande desafio repleto de responsabilidades ao dar continuidade a fama dessa tradicional banda de música de Aracoiaba.
Ao assumir a Banda de Música Professora Gecilda em Aracoiaba, não lhe foi fácil conquistar a confiabilidade do povo aracoiabense, devido ser muito jovem e de pouca experiência na regência de uma grande banda. Num curto espaço de tempo, o Maestro Themístocles Stanton, mostrando seu trabalho inovado, criativo, responsável e muita segurança, o fez conquistar a confiança do povo, ganhando assim, aprovação, vez e voz na condução competente de sua nova missão: estar maestro.
No dia 22 de maio de 2005, através da Secretaria de Cultura do município que tinha à frente o então secretario Jorge Luiz Florêncio, o maestro Themístocles Stanton,resolveu através de um edital utilizar alguns instrumentos que estavam guardados no almoxarifado e criar uma
Nova escolinha de música para suprir as necessidades da nossa querida Banda de Aracoiaba,projeto esse que deu maravilhosos frutos, pois com sua competência e garra o jovem maestro conseguiu formar uma nova safra de músicos, sendo a nossa Banda a maior turma de músicos em toda a Região do Maciço de Baturité.
Levado pelo impulso natural, acreditando no dom que Deus lhe deu, buscou na música realizar-se como pessoa e vivenciar esse dom divino que lhe fora dado, procurando ampliar seus conhecimentos e submetendo-se a vários cursos que proporcionaram um enriquecimento maior em seus talentos musicais os quais destacamos sequencialmente:
- Curso: Regente de Bandas, ministrado pela SECULT, Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, pelo Professor Eduardo Fidelis, Coordenador do Projeto Pró- Banda do Estado do Ceará.
- Curso de Técnica de Harmonia, também pela SECULT, ministrado pelos professores Márcio Land, Regente da Orquestra Eliazar de Carvalho, e o Maestro Manuel Ferreira, considerado o melhor arranjista do Estado do Ceará e um dos melhores arranjistas do Brasil.
Participou do Curso de Técnicas de Arranjo com o Professor Rafael dos Santos da UNICAMP – São Paulo.
Fez-se presente ao Curso de Técnica de Sopro com o Professor Carlinhos Ferreira, considerado um dos mais conceituados saxofonistas do Estado do Ceará.
Esse jovem maestro, foi selecionado para participar da Orquestra no Festival de Música em Ibiapaba.
Foi convidado a apresentar-se como um dos integrantes do sexteto de saxofones do Festival de Música da Ibiapaba.
A vida lhe proporcionou outras oportunidades no campo da música:
Fez o arranjo oficial do Hino do Município de Barreira, Hino do Município de Coreaú ; criou o arranjo oficial do Hino da Escola Danísio Correia, na cidade de Barreira; tirou o primeiro lugar por unanimidade, no concurso realizado pela Escola Almir Pinto de Aracoiaba, para a criação do hino daquela casa educacional. Hoje esta escola tem oficialmente seu hino oficial, criado em setembro de 2006, com música e letra graças ao Maestro Themístocles Stanton
Também, com muita competência, fez o arranjo do Hino Oficial do Ginásio Escola Normal Virgílio Távora, a pedido do mestre e amigo Dr. Salomão Alves de Moura Brasil.

No ano de 2007 é convidado pela então Secretario de ação social de Baturité, para ministrar aulas de Flauta doce no projeto desta mesma secretaria.Após um curto período de tempo nesse projeto o mesmo é convidado pelo prefeito de Coreaú,cidade localizada a 60Km de Sobral a assumir o cargo de maestro da banda da sua cidade,pois ouvira falar muito bem de sua maestria. No dia 29 de julho de 2009 o jovem maestro no intuito de expandir seus talentos musicais assume a banda de Coreaú ficando assim com duas bandas sobre o seu comando
Themístocles através do músico Desousa (Ex componente da Banda de Aracoiaba), trouxe a nossa cidade o Quinteto Alberto Nepomuceno que fez um Concerto memorável na Concha Acústica do GVT. Ministrou também um curso de aperfeiçoamento para os músicos no Maciço de Baturité.
Levou a Banda de Aracoiaba por varias vezes para o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura em Fortaleza .Participou de várias retretas, encontros nas várias cidades do estado do ceará.
No dia 19 de novembro de 2010, numa apresentação notável no Primeiro Encontro Regional de Música a nossa querida Banda foi chamada de “Orquestra Municipal de Aracoiaba” , bastante elogiada pelo o vice- Governador Professor Pinheiro, hoje secretário de cultura do Estado de Ceará.
Viajou para Brasília a convite do seu amigo e conterrâneo George Cruz (sargento da base aérea),para a troca de experiências musicais com os músicos da Orquestra Sinfônica da Base Aérea de Brasília.
Apesar de ser muito jovem, esse maestro, levado pela inteligência e competência, alçou vôo muito cedo no complexo e ao mesmo tempo encantador mundo da música.
Este é o Themístocles que nós conhecemos e que, apesar do seu sucesso no campo musical, não permitiu que esse dom que Deus lhe deu lhe enchesse de orgulho e vaidades arrogantes, mas continua sendo o Themístocles simples e de família humilde, que usa esse dom maravilhoso que o Criador lhe deu, para servir a todos aqueles que vierem a precisar de seus talentosos trabalhos.


João Alves Garantizado


Em 1961, faleceu o Sargento Etelberto. Nesse ano, Mestre Meirú, tinha 67 anos e já se sentia cansado pela idade e pelo corre-corre no tempo para dar conta do seu trabalho. Quem iria substituir o Sargento Etelberto e colaborar com o Mestre Meirú? A pessoa indicada foi o músico João Garantizado que assumiu a maestria desde 1961 a 1977, 16 anos de dedicação a Banda de Música. Nessa época a Banda ficou conhecida como ‘ A Furiosa”.

Nota:
O maestro Meirú era considerado Maestro Emérito.
Que quer dizer essa palavra?
- Uma pessoa que se retirou do longo serviço ativo, por idade ou enfermidade, conservando o título ou a graduação correspondente ao cargo que exercia numa ciência ou arte. Pessoa ilustre.
- Em outras palavras: enquanto o Mestre Meirú esteve vivo, era considerado por todos como Maestro da Banda de Música de Aracoiaba. Ele fez história e passou para a história da música em Aracoiaba.

João Garantizado é filho natural de Aracoiaba. Atualmente reside na Rua Juvenal Galeno. Seu trabalho teve uma duração de 16 anos, encerrando no dia 14 de junho de 1977, dia da inauguração do Centro Comunitário Paroquial, no paroquiato do Frei Jeremias Saraiva Teles. A partir dessa data a banda parou seus trabalhos por um longo período de 14 anos.


NESSE PERÍODO DE 16 ANOS MUITA COISA ACONTECEU COM ESSA BANDA CHAMADA DE ‘’ A FURIOSA”



Ainda postaremos mais novidades (LUSMAR)
São duas horas da madruga

______________________

Rose,
Aí está a segunda parte de minha contribuição sobre a Banda de Música. Tenho mais novidades e, se der tempo lhe enviarei a 3ª parte. Eu iria lançar esse livreto com muita boa vontade, mais cedo-lhe essa pesquisa com alegria para o enriquecimento do nosso povo no primeiro livro que contará a história de nossa cidade e nossa gente.
São duas horas da madrugada. Corrija meus erros, são muitos. Faça as mudanças necessárias...
Um abraço,

CONHEÇA ESSA PESSOA MARAVILHOSA: LUSMAR PAZ



ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK