PROCURANDO POR ALGO?

segunda-feira, 4 de maio de 2020

Os apps de caminhada para Android que deveria experimentar

Um hábito adquirido por muitos durante a quarentena que pode ser adotado o tempo inteiro
@
pandemia de Covid-19 fez com que o exercício físico ao ar livre passasse a ser mais valorizado do que nunca e se pretende dar continuidade a hábitos começados na quarentena - ou aproveitar a liberdade - temos algumas sugestões para você.

Há uma série de aplicativos de caminhada disponíveis na loja virtual da Android que o vão ajudar a manter a atividade física. Apesar de muitos deles conterem modelos de pagamento e subscrição, nota a Android Headlines que muitos podem ser descarregadas gratuitamente.

Na galeria acima pode encontrar apps de caminhada para experimentar e tornar as suas caminhadas mais dinâmicas ou registrar o seu progresso.

Mudança na data de eleições municipais só poderá acontecer até junho

O próximo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, admitiu que a data do pleito, cujo primeiro turno está marcado para 4 de outubro, pode mudar.
© Elza Fiúza / ABr
Devido às mudanças causadas no país por causa do novo coronavírus, muita gente tem dúvidas se as eleições municipais em outubro estão garantidas. Em uma conversa virtual com a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), o próximo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, admitiu que a data do pleito, cujo primeiro turno está marcado para 4 de outubro, pode mudar.

Segundo Barroso,a decisão deve ser pautada por parâmetros sanitários e não políticos. “Por minha vontade, nada seria modificado porque as eleições são um rito vital para a democracia. Portanto, o ideal seria nós podermos realizar as eleições. Porém, há um risco real, e, a esta altura, indisfarçável, de que se possa vir a ter que adiá-las”, adiantou Barroso que assumirá a presidência da Corte eleitoral, atualmente comandado por Rosa Weber, no final de maio.

Como a data do pleito – primeiro final de semana de outubro – está prevista na Constituição Federal, qualquer alteração nesse sentido terá que ser feita pelo Congresso Nacional. Barroso pretende ter uma definição sobre o assunto em junho. É que nesse mês precisam ser feitos os testes nas urnas eletrônicas. Caso isso não seja possível, ele pretende se reunir com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) para que uma emenda constitucional estabeleça um novo calendário.

Veja o que o Senado aprovou nesta semana


FONTE DO VÍDEO:
Senado Aprova (27/4 a 2/5) — O mais importante que o Senado aprovou na semana
Ajuda de R$ 125 bilhões a estados e municípios para compensar perdas com a pandemia de covid-19.
Criação da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo. Ampliação do prazo para prefeituras elaborarem seus Planos de Mobilidade Urbana.
Esses foram os temas aprovados pelos senadores nesta semana.

Coronavírus: morte por falta de UTI pode gerar indenização e pensão

Coronavírus: morte por falta de UTI pode gerar indenização e pensão 
Mário Oliveira/SEMCOM
Projeto apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) determina que, no período de emergência decorrente da covid-19, os herdeiros de pessoa falecida por falta de leitos de UTI poderão ter direito a indenização de R$ 60 mil por membro da família e a pensão por lucros cessantes.

Segundo o PL 2.033/2020, a indenização poderá ser paga a viúvos ou companheiros, filhos, pais e irmãos (incluindo netos ou avós, no caso de filhos ou pais pré-mortos), e o valor da pensão mensal será calculado pela média das últimas doze remunerações mensais do falecido, podendo ser acumulado com outros rendimentos e benefícios.

Ao justificar sua proposição, Randolfe lembra que a Constituição estabelece claramente a responsabilidade das pessoas jurídicas de direito público pelos danos causados a terceiros, ao mesmo tempo em que determina que a saúde é dever do Estado.

No entanto, o senador manifestou temor de agravamento da crise nos hospitais diante do maior número de casos de coronavírus e a consequente judicialização da responsabilidade por mortes por falta de atendimento: “O Brasil continua a curva ascendente de casos, ocupação de leitos e mortes, sendo, infelizmente, provável, que o pico da doença ainda ocorra durante os meses de maio, junho e até julho, a depender do local”, observou.

Randolfe entende que a nova lei, ao assegurar o ressarcimento às vítimas da “conduta ilícita da administração pública”, evitará longas esperas dos herdeiros pelo julgamento de ações indenizatórias e do pagamento dos precatórios e reduzirá os custos indiretos para o Estado “na medida em que deixarão de ser ajuizadas diversas ações sobre o tema”.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

Covid-19: Anvisa mantém contato com fabricante do remdesivir

Agência dos EUA autorizou o uso do medicamento em pacientes graves
@
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) está em contato com a Gilead, empresa que fabrica o remdesivir no exterior, para acompanhar a evolução dos estudos do medicamento para o tratamento do novo coronavírus (covid-19).
Nessa sexta-feira (1º), o Food and Drug Administration (FDA) autorizou o uso do remdesivir nos Estados Unidos para tratamento da infecção em pacientes em estado grave. Nos próximos dias, a Anvisa fará reunião com a fabricante para verificar o interesse e a viabilidade do fornecimento do medicamento no Brasil.
De acordo com a Agência, a Gilead tem vários estudos clínicos em andamento para o remdesivir, com dados iniciais esperados nas próximas semanas. “Caso o benefício do medicamento se comprove, a Anvisa possui mecanismos, como anuência de uso em programa assistencial e priorização de registro, para garantir o acesso célere do medicamento à população.”
Segundo a Agência, o remdesivir não possui pedido de registro no Brasil. Até o momento, também não houve solicitação de anuência em pesquisa clínica com o medicamento, que teve o uso clínico autorizado nos Estados Unidos.
“Ressaltamos que somente as pesquisas clínicas que tem a finalidade de subsidiar o registro ou alteração de registro, como a inclusão de uma nova indicação terapêutica em bula, por exemplo, estão no escopo de atuação da Anvisa.”
Outras pesquisas, como as pesquisas científicas ou acadêmicas, com outras finalidades requerem somente a aprovação pela instância ética (Comissão Nacional de Ética-Conep e as Comissões de Ética - CEPs Locais).
Até o momento não houve nenhuma solicitação de autorização de uso do medicamento por meio de Programas Assistenciais (Uso Compassivo e Acesso Expandido), segundo a Anvisa.
*Com informações da Anvisa

Editora Springer libera os 1.000 Livros Mais Vendidos para Download Gratuitamente durante quarentena

Editora Springer libera os 1.000 Livros Mais Vendidos para Download Gratuitamente durante quarentena
@
São 1.000 das mais caras publicações da editora. É uma oportunidade incrível para começar ou se aprofundar em estudos para quem tem tempo livre durante a quarentena. A Springer é uma editora multinacional com filial em diversos países e origem nos EUA, fundada em 1950 para a publicação de livros e revistas científicas e acadêmicas.

Para fazer sua parte e oferecer conteúdo científico, técnico e acadêmico especial para estudo durante a quarentena, a editora Springer decidiu liberar para download gratuito 1.000 de seus livros sobre ciência e tecnologia. Liberados em formato digital, os livros tratam de temas que vão de estatísticas e biomecânicas, passando por astrofísica, mecânicas e termodinâmicas, psicologia, probabilidades, chegando até programação, cirurgias espinhais, mecânica quântica e estudos sobre fraude e corrupção. Segundo a editora, os livros estarão disponíveis para download enquanto houver países em quarentena.

Sobre a Springer
Springer é uma editora mundial baseada na Alemanha, a qual publica livros-texto, livros de referência acadêmica, e periódicos de artigos com revisão por pares (peer-review), com foco em ciência, tecnologia, matemática, e medicina.
A Springer é um portfólio científico, técnico e médico líder global, oferecendo a pesquisadores da academia, instituições científicas e departamentos corporativos de P&D conteúdo de qualidade por meio de informações, produtos e serviços inovadores.
A Springer possui uma das coleções e arquivos mais fortes de livros eletrônicos do STM e HSS, além de uma ampla variedade de periódicos e livros híbridos e de acesso aberto sob a marca SpringerOpen.
A Springer faz parte da Springer Nature , uma editora global que serve e apóia a comunidade de pesquisa. A Springer Nature visa promover a descoberta publicando ciência robusta e perspicaz, apoiando o desenvolvimento de novas áreas de pesquisa e tornando idéias e conhecimentos acessíveis em todo o mundo.
Como parte da Springer Nature, a Springer está ao lado de outras marcas confiáveis, como a Nature Research , BMC e Palgrave Macmillan .

O que é um livro digital?
Ebook ou e-book é uma abreviação do termo inglês eletronic book e significa livro em formato digital.
Em prática é um arquivo que funciona no seu computador, tablet ou celular e que pode ser uma versão eletrônica de um livro que já foi impresso ou um texto original publicado apenas na forma digital.
O livro digital pode ter vários formatos, ou seja, várias formas de apresentar o conteúdo. O mais conhecido é o PDF, um formato simples e fácil de ser criado. Ele apresenta o conteúdo de modo bem parecido ao impresso, em prática, uma cópia de como o texto está no papel.

Aproveite os Livros Gratuitos da Editora Springer
Tem muito mais coisas para falarmos sobre livros digitais e teremos ocasião para isto, mas o primeiro passo é fazer sua própria experiência!

Então comece assim:
  1. Baixe o software gratuito Adobe Digital Edition [clique aqui] no seu computador e faça a instalação.
  2. Escolha um livro na lista abaixo e baixe gratuitamente.
  3. Abra o arquivo no programa que você instalou e faça SUA EXPERIÊNCIA de leitura nesta quarentena

Livros Gratuitos da Editora Springer

CONTINUE LENDO...

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. EMAIL: josenidelima@bol.com.br FAVOR INFORMAR O LINK