PROCURANDO POR ALGO?

sexta-feira, 22 de março de 2019

Cearense é aprovado no MIT aos 18 anos

Orisvaldo Salviano sonha em ser um cientista desde o 8º ano e conquistou uma vaga Instituto Tecnológico de Massachusetts , melhor universidade do mundo
Orisvaldo recebeu a carta de aceitação no dia 14 de março
, que em inglês fica 3/14 (parece o Pi né?) esse é o
 dia internacional do Pi(Foto: Arquivo pessoal)
“Você se destaca como um dos alunos mais talentosos e promissores de um dos grupos de candidatos mais competitivos da história do instituto”. Foi com esse trecho da carta do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT sigla em inglês), que o cearense Orisvaldo Salviano Neto, de 18 idade, foi informado que havia sido aceito na melhor universidade do mundo, de acordo com o QS World University Ranking, que avalia 800 instituições de ensino. A carta foi enviada no último dia 14 de março, data que em inglês fica 3/14 (número do Pi) e, coincidentemente, é o Dia Internacional do Pi. 

Nascido em Fortaleza, mas com residência no município de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza, o jovem buscou em 11 universidades norte-americanas o sonho de iniciar sua carreira de cientista: MIT, Stanford, UChicago, Franklin & Marshall, Trinity College, Yale, Dartmouth College, Harvard, Colgate University, University of Rochester, Reed College.

Da lista e até o momento, apenas o MIT o aceitou, local que, de fato, gostaria de estudar. Para ingressar nessas universidades, explica Orisvaldo, o aluno precisa de um currículo extenso, participar dos testes padrões como SAT ou ACT, SAT Subjects, TOEFL, além de redações, atividades extracurriculares, prêmios e histórico escolar.

Com a aprovação no MIT, o sonho de ser um pesquisador está próximo de se realizar. No mês de agosto deste ano, Orisvaldo viajará para os EUA. “O Brasil não tem grandes oportunidades na área de pesquisa. Tem uma defasagem. "Desde o meu 8º ano que eu decidi ser um cientista e aqui não tem incentivo. Lá fora tem”, explica o motivo de ter iniciado essa carreira no campo científico.

Trajetória

Filho da servidora pública Mirelly Salviano e do engenheiro mecânico, Alexandre Salviano, Orisvaldo estudou no colégio Educandário Joaquim Domingos até o 4º ano, em Horizonte. Em seguida, cursou um ano no colégio Antares. No sexto ano, conseguiu uma bolsa no Colégio Militar de Fortaleza (CMF), permanecendo lá até o nono ano. Em seguida, por meio do programa Primeira Chance, o jovem conseguiu uma bolsa no Colégio Ari de Sá Cavalcante.

Segundo a mãe Mirelly, Orisvaldo sempre foi um menino batalhador. “Ele se preparou para conseguir vaga no Colégio Militar de Fortaleza (CMF), sendo esta uma de suas primeiras vitórias, mesmo com todas as dificuldades”, destaca a mãe. Sabendo da dificuldade e do nível para esse tipo de concurso, a mãe chegou a falar “ meu filho, é muito difícil. Mas se você quer, nós vamos tentar. Tentamos e ele passou de primeira”, conta rindo e orgulhosa.

Sua rotina ao ingressar no CMF era intensa, mas segundo a Mirelly, “nunca reclamou, mesmo sendo necessário sair de casa às 4h45 da manhã, pegar o ônibus de estudantes de Horizonte, ele nunca faltou”, destaca.

Medalhas Olímpicas 

O currículo de Orisvaldo é extenso, com cerca de 30 medalhas em olimpíadas acadêmicas, em destaque a Medalha de Bronze na 50ª Olimpíada Internacional de Química e Medalha de Ouro na XXIII Olimpíada Iberoamericana de Química, ambas em 2018. Além das medalhas de ouro na OBQ (2016, 2017 e 2018) dentre outras. Fora da área de química, Orisvaldo também agrega premiações em Robótica Teórica e Astronomia.

Para conseguir aplicar suas notas, o estudante teve ajuda e destaca isso, com gratidão. “Além do meu colégio e da minha família, tive ajuda do EducationUSA, no programa oportunidades acadêmicas, com orientação necessária e suporte financeiro para o processo de aplicação, além do Programa Primeira chance, o qual me permitiu ganhar uma bolsa no Colégio Ari de Sá Cavalcante”.

O próximo passo é preparar as malas e viajar. E, claro, aguardar o suporte financeiro. Segundo Orisvaldo, por ser uma universidade particular é impossível arcar com todos os custos. “Eles se comprometem a cumprir com 100% das necessidades financeiras apresentadas pelos alunos, caso o aluno seja classe renda baixa, e eu me encaixo neste critério”, destaca Orisvaldo.

Além de Orisvaldo Salviano, Pedro Sponchiado, Thomas Ross-White Bergamaschi e Vinícius Figueira Armelin, todos três alunos do colégio Etapa, em São Paulo, foram aceitos e completam a lista de 4 brasileiros que farão parte dos acadêmicos do MIT. 
LEIA MAIS EM...

Entenda a Data Magna do Ceará, feriado que pega quase todo mundo de surpresa

Ceará foi a primeira província brasileira a libertar os escravos
Redenção foi o primeiro município do Ceará
 a alforriar escravos(Foto: Aurélio Alves/ O POVO)
Na segunda-feira, dia 25 de março, é lembrada a Data Magna do Ceará, feriado que pega muita gente de surpresa. Instituído em 6 de dezembro de 2011 por lei publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), o feriado celebra a abolição dos escravos no Ceará. A província foi a primeira do Brasil a libertar os escravos, no dia 25 de março de 1884, embora o País tenha sido o último do Ocidente.

+ Confira o que funciona nesta segunda, 25 de março

No Ceará, a abolição aconteceu quatro anos antes do restante do País. A famosa Lei Áurea foi sancionada em 13 de maio de 1888 e acabou invisibilizando uma série de personagens e setores da sociedade que lutaram por anos antes da conquista.

Especial: O Brasil 130 anos depois da Lei Áurea

Cinco dias antes de ser publicada no DOE, a Emenda Constitucional Nº 73 foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, com texto de autoria do então deputado Lula Morais (PCdoB). A Emenda alterou o artigo 18 da Constituição Estadual.

Redenção

Pouco mais de um ano antes do Ceará abolir a escravatura, mais especificamente em 1º de janeiro de 1883, a Vila do Acarape teve o dia marcado pela entrega de 116 cartas de alforria. José do Patrocínio e outros abolicionistas estavam presentes no ato que ocorreu em frente à igreja Matriz. Acarape é hoje o município de Redenção.

Os escravos libertos passaram a procurar formas de se reintegrar à sociedade. Muitos fugiram para o quilombo na Serra do Evaristo, em Baturité. Com medo de serem perseguidos, lá eles acreditavam estar seguros da fragilidade da alforria. Outros partiam para Fortaleza, de carta na mão, e viajavam em busca das suas famílias.

Havia também a parcela de libertos que não tinha família e que não queriam se refugiar nos quilombos. Dos que já estavam acostumados com a rotina escravista, entraram em acordo com os senhores e passaram a prestar serviço remunerado.

Redenção tem seus símbolos da libertação, como os museus que guardam o pouco dos documentos ainda preservados e a memória escravista em prédios históricos, casa grande e senzala - hoje destino de turistas.

20 açudes estão sangrando no Ceará; Angicos voltou a sangrar nesta sexta-feira

Em 2018, reservatório de Coreaú estava apenas com 74% da capacidade
.
A 297 km de Fortaleza, o açude Angicos, em Coreaú, é um dos 20 reservatórios cearenses sangrando no Estado nesta sexta-feira, 22. De acordo com o monitoramento da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), o reservatório recebeu um aporte de 1,9 milhão de metros cúbicos de água nas últimas 24 horas e começou a sangrar pela segunda vez neste ano.

Segundo a Cogerh, em 22 de janeiro de 2018, a represa estava com 74,5% da capacidade ocupada. No total, o reservatório pode receber até 56,05 milhões de metros cúbicos. 

Também estão sangrando: Acaraú Mirim (Massapê), Angicos (Coreaú), Batente (Ocara), Cauhipe (Caucaia), Cocó (Fortaleza), Diamantino II (Marco), Gameleira (Itapipoca), Gangorra (Granja), Gavião (Pacatuba), Germinal (Palmácia), Itapebussu (Maranguape), Itaúna (Granja), Jenipapo (Meruoca), Maranguapinho (Maranguape), São José I (Boa Viagem), Tijuquinha (Baturité) e Tucunduba (Senador Sá).

Nas últimas 24 horas, foram registrados aportes em 63 açudes monitorados pela companhia, destacando-se, além do Angicos, o Acarape do Meio, Aracoiaba, Araras, Castanhão, Cedro, Edson Queiroz, Figueiredo, Frios, Jaburu I, Pedras Brancas e Pentecoste.

Outros 95 açudes operam com volume abaixo de 30% da capacidade.
O sistema de abastecimento do Ceará está operando com 13,09% da capacidade.

Governo quer que empresas peçam carteira de vacinação para contratar

A proposta que faz parte de um projeto de lei, deverá ser enviado ao Congresso Nacional, e tem o objetivo de diminuir o baixo índice de cobertura vacinal.
,
Em um projeto do Ministério da Saúde, vai sugerir que as empresas peçam a carteira de vacinação dos trabalhadores, que tem como objetivo melhorar os índices de cobertura vacinal no país, tanto nas crianças, quanto nos adultos, que ainda sofrem com doenças que poderiam ter sido evitadas com o uso das vacinas.

As escolas também deverão passar a pedir a carteira de vacinação dos alunos ao pedir os documentos habituais, no momento de matrícula escolar.

“Hoje a regra existe em alguns municípios”, disse o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. “A ideia é deixar clara a exigência em todo o País.

Na última terça-feira (23), o Brasil reconheceu que perdeu o certificado de erradicação do sarampo. Nos próximos dias a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), que em 2016 concedeu o certificado para o País, deverá fazer um comunicado oficial para formalizar a retirada do certificado.

A perda do certificado aconteceu devido a confirmação de um caso da infecção registrado no Pará, ocorrido no dia 23 de fevereiro. Com a constatação, ficou comprovada a transmissão do sarampo por um período superior a um ano no País, condição em que a Opas retira o status de país livre da doença. 

Juarez Cunha, presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, diz que a perda do certificado representa um grande retrocesso, e abala nossa imagem do Programa Nacional de Imunização no cenário internacional.

O retorno do sarampo no País teve início no ano passado. Os primeiros casos foram registrados na região Norte. Estados como Roraima e Amazonas receberam um grande número de refugiados da Venezuela, país que já enfrentava um surto da doença.

Entretanto, especialistas são unânimes em afirmar que, se a vacinação da população brasileira tivesse sido adequada nos últimos anos, não haveria condições de o ciclo da doença se estabelecer.

Comitiva cearense participará de Congresso do PPS que definirá o novo nome da legenda

.
O Partido Popular Socialista (PPS) realizará em Brasília, nesta sexta, 22, e sábado, 23, o Congresso Extraordinário onde será definido novo nome e o posicionamento político da sigla.

Segundo o presidente estadual, Alexandre Pereira, a mudança ocorre pela necessidade de adequação do partido a nova sociedade que surge no Brasil.

Para Alexandre os partidos no formato tradicional, não fazem mais sentindo, tendo em vista o novo tempo que vivemos das plataformas digitais, o acesso à informação e a efetiva participação da sociedade, sendo essa uma nova forma de fazer política. “A nova formação política deverá escolher uma linha mais de centro, buscando o equilíbrio” pontua Pereira.

A delegação do Ceará será composta por 32 representantes, dentre eles o líder da Assembleia Legislativa, Deputado Júlio César Filho e o vereador Michel Lins, presidente do PPS Fortaleza.
ASCOM/PPS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: josenidelima@gmail.com FAVOR INFORMAR O LINK