PROCURANDO POR ALGO?

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

DVD FESTIVAL SERTANEJO 2019 - Só as Melhores de 2019

Meu remédio sumiu das farmácias. O que faço?

Pacientes que não encontram o medicamento no mercado podem fazer uma denúncia para a Anvisa... 
Foto: Reprodução
... Isso porque os fabricantes devem avisar a Agência sempre que houver risco de desabastecimento.
O Brasil tem cerca de 25 mil medicamentos registrados, sendo que desses pelo menos 12 mil foram comercializados em 2016.
Isso sem contar os homeopáticos, fitoterápicos, odontológicos, polivitamínicos e produtos notificados.

Mesmo com tantos registros no mercado, em alguns momentos, pacientes e usuários de medicamentos podem ter dificuldade para encontrar o produto de que precisam.

Isso pode acontecer por alguns motivos, mas, sempre que o consumidor perceber que um medicamento sumiu do mercado, é importante procurar a empresa fabricante para saber o motivo do desabastecimento. Se a resposta não for satisfatória, procure a Anvisa para se informar sobre o caso ou fazer uma denúncia.


6 motivos para um medicamento não ser encontrado no mercado
  1. Ainda não existe registro no Brasil
  2. O registro foi cancelado
  3. O laboratório parou de fabricar o produto
  4. Há problemas na distribuição do produto em sua cidade
  5. O laboratório parou temporariamente de produzir o produto
  6. O medicamento foi retirado do mercado pela Anvisa por problemas na qualidade.
A Anvisa não pode obrigar um fabricante a manter um produto no mercado, mas os laboratórios são obrigados a informar sempre que houver risco de um produto sair das prateleiras e deixar pacientes sem tratamento.

Pela regra, esse aviso deve ser feito com, pelo menos, 12 meses de antecedência, quando houver risco de desabastecimento. É o caso de medicamentos únicos no mercado ou que representam uma fatia importante do abastecimento.

Neste caso, a empresa deve manter o abastecimento durante os 12 meses. Em caso de interrupção de fabricação de produtos que não provoquem desabastecimento (quando há outras opções no mercado, por exemplo), o prazo é de 180 meses.

Quando a interrupção for por motivo não previsível, este aviso deve ser feito em até 72 horas depois do fato que prejudica o fornecimento.


Não estou encontrando meu medicamento nas farmácias: o que faço?

O alistamento militar de 2019 já está disponível para quem completa 18 anos

O cadastro é obrigatório para os homens e termina no dia 28 de junho. Os convocados passam por uma seleção, de julho a outubro. Se forem selecionados, começam a servir em 2020.
CONFIRA O VÍDEO:

..
O alistamento militar de 2019 já está disponível para quem completa 18 anos
LEIA TAMBÉM: Alistamento Militar começa no dia 2 de janeiro

FAÇA O SEU ALISTAMENTO MILITAR 

CLICAR EM:

O Alistamento Online é realizado pelo cidadão valendo-se de seus meios de informática, no sitewww.alistamento.eb.mil.br .
Clique em: 
ALISTAMENTO ONLINE
Ou copie o endereço abaixo em seu navegador: 
https://www.alistamento.eb.mil.br/

Zumbido no ouvido o que fazer? Remédios naturais para acabar com este problema

Foto: Reprodução
Algumas pessoas sofrem bastante com zumbidos no ouvido.
Às vezes, o som pode parecer como um clique, outras como um rugido. O volume também é alternado, ora baixinho, ora muito alto – uma verdadeira tortura! As potenciais vítimas são que as frequentam casas de festa, escutam música em alto volume no fone de ouvido, trabalham com construção ou em algum lugar muito barulhento. Isso porque o barulho excessivamente alto danifica as células do ouvido. O problema é tão sério que pode ser irreversível e até causar perda auditiva. Um alerta importante: não basta evitar sons altíssimos! Infelizmente há muitos outros fatores que podem levar uma pessoa a ouvir zumbidos com frequência, como:
- Infecção no ouvido - Uso regular de medicamentos como aspirina, anti-inflamatórios, sedativos e antidepressivos. - Lesões no pescoço ou na cabeça - Envelhecimento natural - A doença de Ménière - Otosclerose Para tratar, a maioria das pessoas busca medicamentos que são cheios de efeitos colaterais. Como você já deve imaginar, nós temos alternativas naturais e eficazes:
LEIA MAIS EM...

..

Veja tudo sobre zumbido no ouvido aqui

VEJA MAIS VÍDEOS EM...
BOA SAÚDE

MEC tem agora secretarias para alfabetização e escolas militares

Foto: Reprodução
Com a posse do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Ricardo Vélez Rodríguez foram feitas, esta semana, mudanças na estrutura do Ministério da Educação (MEC). A pasta passa a contar agora com a Secretaria de Alfabetização, a Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação, além de uma Subsecretaria de Fomento às Escolas Cívico-Militares.

As novas secretarias e subsecretaria são voltadas principalmente para a educação básica, etapa que compreende desde as creches ao ensino médio e que, segundo Vélez Rodríguez, será prioridade do governo. Para implementar as mudanças nas escolas, o MEC precisará do apoio de estados e municípios, que detêm a maior parte das matrículas.

Escolas cívico-militares

Baseado no alto desempenho de colégios militares em avaliações nacionais, o governo quer expandir o modelo. Segundo o decreto que detalha as atribuições do MEC, haverá uma subsecretaria para desenhar uma modelagem de gestão escolar que envolve militares e civis e garantir a aplicação desse modelo nos estados e municípios.

É a chamada Subsecretaria de Fomento às Escolas Cívico-Militares. Pelo decreto, a adesão de estados e municípios ao modelo será voluntária. Em nota, o MEC explica que a presença de militares na gestão administrativa “terá como meta a resolução de pequenos conflitos que serão prontamente gerenciados, a utilização destes como tutores educacionais, para a garantia da proteção individual e coletiva, dentre outras visando a disciplina geral da escola. Os militares contribuirão com sua visão organizacional e sua intrínseca disciplina; os civis com seus conhecimentos pedagógicos, todos juntos farão parte desta proposta de estrutura educacional”.

Ainda segundo o MEC, o Brasil apresenta altos índices de criminalidade.“Neste contexto o Ministério da Educação buscará uma alternativa para formação cultural das futuras gerações, pautando a formação no civismo, na hierarquia, no respeito mútuo sem qualquer tipo de ideologia tornando-os desta forma cidadãos conhecedores da realidade e críticos de fatos reais”. Esse modelo será implementado preferencialmente em escolas em situação de vulnerabilidade social e para as famílias que concordam com essa proposta educacional.

Novas secretarias

As duas novas secretarias do MEC foram criadas a partir da extinção da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi): a Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação e Secretaria de Alfabetização. Dentro da primeira, haverá, entre outras, uma diretoria voltada apenas para pessoas surdas, a Diretoria de Políticas de Educação Bilíngue de Surdos, além de uma estrutura voltada para apoio a pessoas com deficiência.

Segundo a Agência Brasil, a pauta ganhou destaque no governo com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, que é intérprete de Língua de Sinais Brasileira (Libras). Na posse presidencial, ela quebrou o protocolo e discursou em Libras. A secretaria de Alfabetização, segundo o MEC, cuidará da alfabetização não apenas em português e matemática, mas também em novas tecnologias. Segundo o decreto, a secretaria se ocupará ainda da formação dos professores por meio da Diretoria de Desenvolvimento Curricular e Formação de Professores Alfabetizadores.

Estados e municípios

Para que essas medidas cheguem às salas de aula, será necessária a participação de estados e municípios. As entidades que representam os secretários municipais e estaduais de Educação ainda não se reuniram com a atual gestão do MEC. O Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que representa os estados, tem reunião agendada para o final deste mês.

A presidente do Consed, Maria Cecília da Motta, secretária de Educação do Mato Grosso do Sul, disse que a entidade ainda não tem um posicionamento sobre as mudanças, uma vez que muitos secretários assumiram nesta semana. Segundo ela, independentemente do modelo escolar, cívico, militar ou cívico-militar, a prioridade dos estados, que são responsáveis pela maior parte das matrículas do ensino médio, é a implementação do novo currículo.

No ano passado, o MEC aprovou a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para essa etapa de ensino, que define o mínimo que deve ser ensinado em todas as escolas em todo o país. O prazo para a implementação é o ano letivo de 2021, quando começa a valer o novo ensino médio. “O nosso trabalho este ano todo é escrever o novo currículo, com a flexibilização. Ainda não sabemos o que vem de orientação, mas estamos organizando nosso movimento de formação em cima da BNCC”, disse Cecília.

Metodologia

O presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Alessio Costa Lima, disse esperar o detalhamento das escolas cívico-militares. Em relação à alfabetização, Lima destaca que os métodos aplicados no país são variados e devem ser considerados nas ações.

“A diversidade que existe no nosso país, metodológica, de práticas pedagógicas, de cultura, precisa ser respeitada. Nesse sentido, a nova secretaria tem que ter a sensibilidade para compreender todas essas nuances, para compreender os métodos aplicados”, afirmou, acrescentando que a melhor prática “é aquela que o aluno aprende”.

Guia completo para o primeiro emprego

Fonte: Reprodução
Postado por: Coach Maria Angélica
Olá, leitor!
Encontrar o primeiro emprego é um desafio para a maioria das pessoas, principalmente para quem está no início da carreira.
Entre os pontos mais difíceis para quem ainda não tem experiência estão a preparação de um currículo e a entrevista de emprego, com perguntas como “Qual é o seu ponto fraco?”, “Como você se vê atuando no mercado?” e “Por que devemos contratá-lo?”.
Porém, com as informações deste guia, você poderá planejar uma estratégia para conquistar sua vaga no mercado de trabalho com mais confiança. Siga este passo a passo e ganhe destaque logo no início da carreira!

10 dicas para você conseguir seu primeiro emprego

1. Tenha metas e objetivos

A concorrência acirrada e a falta de experiência costumam ser obstáculos na busca por seu primeiro emprego. Por isso, não ter metas e objetivos bem definidos pode fazê-lo perder tempo e energia, sendo um contratempo ainda maior.
Assim, é importante que você tenha clareza sobre a área de seu interesse e o tipo de trabalho que você está procurando, além de saber quais são suas habilidades e pontos fracos. Quando isso não acontece, o candidato pode perder boas oportunidades por não fazer uma pesquisa para personalizar seu currículo e se destacar no processo seletivo.
Procurar seu primeiro emprego não inclui somente fazer cadastros para vagas abertas. Pelo contrário, um plano bem feito começa com uma análise sobre o que o mercado de trabalho exige e qual área se encaixa melhor no seu perfil.
Para te ajudar a pensar sobre estes pontos, responda essas perguntas:
  • Por que você quer conseguir seu primeiro emprego? Quais motivos pessoais, familiares, financeiros e de desenvolvimento educacional você tem para isso?
  • Quais são seus pontos fortes e interesses? O que você mais gosta de aprender e fazer? Quem é você como profissional? O que você tem para oferecer para possíveis empregadores?
Assim, você pode montar um plano de desenvolvimento pessoal. Ter conhecimento sobre seus talentos te auxiliará a reconhecer as barreiras que te impedem de acessar a vaga desejada e a superá-las.

2. Prepare-se para atender às necessidades do mercado de trabalho

Conhecer o mercado de trabalho é muito importante para identificar as melhores oportunidades e se preparar para conquistá-las. Por isso, antes de enviar seu currículo, avalie:
LEIA MAIS EM...

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK