PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 29 de junho de 2019

Boate Azul ( versão original )


FONTE DO VÍDEO:

Joaquim e Manuel - Boate Azul ( versão original )

Sucesso de Joaquim e Manuel Doente de amor procurei remédio na vida noturna, Como a flor da noite em uma boate aqui na zona sul. A dor do amor é com outro amor que a gente cura, Vim curar a dor deste mal de amor na boate azul. E quando a noite vai se agonizando no clarão da aurora Os integrantes da vida noturna se foram dormir, E a dama da noite que estava comigo também foi embora Fecharam-se as portas sozinho de novo tive que sair. Sair de que jeito, se nem sei o rumo para onde vou Muito vagamente me lembro que estou em uma boate aqui na zona sul Eu bebi demais e não consigo me lembrar sequer Qual é o nome daquela mulher, a flor da noite da boate azul. E quando a noite vai se agonizando no clarão da aurora Os integrantes da vida noturna se foram dormir, E a dama da noite que estava comigo também foi embora Fecharam-se as portas sozinho de novo tive que sair. Sair de que jeito, se nem sei o rumo para onde vou. Muito vagamente me lembro que estou em uma boate aqui na zona sul Eu bebi demais e não consigo me lembrar sequer Qual é o nome daquela mulher, a flor da noite da boate azul.

Carteira perdida com dinheiro tem chance maior de ser devolvida

Carteira
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Carteira perdida com dinheiro tem chance maior de ser devolvida. Depois de perder (de propósito) 17 mil carteiras em 40 países diferentes, pesquisadores dos EUA e da Suíça chegaram à conclusão de que as pessoas são mais honestas do que se costuma imaginar.

Ocorre que a presença de dinheiro nas tais carteiras aumentou a probabilidade de que elas fossem devolvidas, aponta o estudo da equipe, publicado na revista Science. E, quando a quantia em questão era relativamente alta, a chance de devolução era maior do que quando a carteira continha apenas uns trocados.

Os resultados, analisados por Alain Cohn, da Universidade de Michigan, David Tannenbaum, da Universidade de Utah, e Michel Maréchal, da Universidade de Zurique, fortalecem a ideia de que, apesar de tudo, seres humanos estão longe de se comportar como máquinas de sobrevivência egoístas. Em média, as pessoas tendem a se preocupar com os outros, mesmo quando são ilustres desconhecidos, e a agir de forma justa.

Essa constatação vai contra modelos tradicionais do comportamento econômico, que costumavam se basear na ideia de que o importante são os interesses racionais de cada um. Ou seja, as pessoas tenderiam a agir em benefício próprio e, quanto maior o incentivo financeiro, maior a tentação de embolsar o dinheiro, independentemente das consequências para os demais.

Os autores tentaram colocar essa visão à prova controlando o conteúdo da carteira supostamente perdida. O objeto era transparente e continha uma lista de compras, uma chave e um cartão de visitas (com o nome, a profissão e o email do dono). Além disso, podia ou não vir com dinheiro, um valor em torno de US$ 13 (uns R$ 50; a quantia foi ajustada de acordo com o poder de compra do país).

R$ 400 pode ser o novo valor do Bolsa Família com Bolsonaro

.
R$ 400 pode ser o novo valor do Bolsa Família com Bolsonaro. O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou que os beneficiários do Bolsa Família, com mais de 60 anos, recebem, em média, R$ 130 por mês e serão beneficiados pela regra proposta na reforma de pagamento de R$ 400 por mês a partir dessa idade.

Questionado sobre a perda de renda para quem tem entre 65 e 70 anos (idade mínima a partir do qual será pago um salário mínimo no benefício de prestação continuada se a proposta do governo for aprovada), ele declarou que a ideia é não fragilizar o regime de contribuição, ou seja, desestimular as contribuições por parte dos trabalhadores.

“Isso precisa ficar claro para a sociedade. Hoje, não há nitidez entre o que é assistência e previdência. Metade da força de trabalho não contribui [para a Previdência] e terá de ser ajudada com 65 anos. Temos de ajudar, e um pacto moral; Mas não podemos ajudar a fragilizar o sistema contributivo [desestimulando contribuições]”, declarou ele.

REGRAS

O BPC está previsto na Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS). Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário-mínimo vigente.

Pela proposta de reforma, apresentada ao Legislativo pelo presidente Jair Bolsonaro, permanece a exigência de que os beneficiários tenham renda mensal per capita inferior a 1/4 do salário mínimo, e determina também que tenham patrimônio inferior a 98 mil (Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida).

DEFICIÊNCIA

Para as pessoas com deficiência, o governo não propôs alterar a regra – eles continuam tendo direito ao benefício de um salário mínimo sem limite de idade.

A proposta de reforma da Previdência Social do governo, entregue ao Congresso Nacional nesta quarta-feira (20), determina que idosos sem meios de se sustentar terão de aguardar até os 70 anos para receber integralmente o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Atualmente, o benefício, no valor de um salário mínimo, é pago mensalmente à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que comprove não possuir meios de se sustentar, e nem de ter auxílio da família.

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: josenidelima@gmail.com FAVOR INFORMAR O LINK