PROCURANDO POR ALGO?

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Será que a altura pode afetar o sucesso sexual?

Já se fez essa pergunta? Pois é... a resposta é: sim! Ao menos segundo a ciência
@
Um estudo publicado na revista Evolutionary Psychology afirma que os homens e as mulheres mais altas são quem tem mais sucesso a nível sexual. Além disso, de acordo com o mesmo estudo, as mulheres preferem homens mais altos porque isso lhes traz vantagens, tais como, uma boa herança física para os filhos.

Para chegar a estes resultados, o estudo contou com a participação de mais de 60 mil homens e mulheres com idades entre os 18 e os 65 anos. Os participantes foram divididos em grupos: muito pequeno, pequeno, normal, alto, muito alto e extremamente alto e tiveram de responder a perguntas sobre a altura e o número de parceiros sexuais que já tinham tido até à data.

As mulheres mais altas registraram, em média, mais de 10 parceiros sexuais do que as mais baixinhas, que tinham em média 8,2. Homens altos também atingiram médias superiores aos baixos.
POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Moro diz que situação no Ceará está sob controle

“Não é uma situação de absoluta desordem nas ruas. As pessoas estão circulando nas ruas", disse o ministro
© Reuters
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse, nesta segunda-feira (24), em uma visita a Fortaleza, que as forças do governo federal estão no Ceará para "serenar os ânimos" e que espera que a paralisação de parte dos policiais militares do estado seja resolvida brevemente.

"O governo federal veio para serenar os ânimos, não para acirrar. Os policiais do país inteiro, não só do Ceará, são profissionais dedicados, que arriscam suas vidas, são profissionais que devem ser valorizados. É o momento de servir e proteger, acalmar os ânimos. Serenar é importante, temos que colocar a cabeça no lugar e pensar o que é preciso para que os policiais possam voltar a realizar o trabalho ”, disse Moro.

De acordo com Moro, a situação está sob controle. “Não é uma situação de absoluta desordem nas ruas. As pessoas estão circulando nas ruas. Não existem, por exemplo, saques, nem nada disso a estabelecimentos comerciais. Então, a situação está sob controle. Claro que dentro de um contexto relativamente difícil em que parte da polícia estadual está paralisada”, disse.

Desde o dia 20 uma operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) levou ao Ceará tropas das Forças Armadas. Um efetivo de 2.500 agentes do Exército e 300 agentes da Força Nacional vão atuar por 30 dias no estado para reforçar a segurança.
LEIA MAIS EM...

Mark Zuckerberg tem assistente apenas para secar suas axilas

Todo mundo sabe que -o cofundador e CEO do Facebook,é cheio de manias estranhas
Chesnot/Getty Images 
Todo mundo sabe que Mark Zuckerberg é cheio de manias estranhas. Mas uma dessas excentricidades do cofundador e CEO do Facebook, revelada em um novo livro sobre a rede social, é realmente de cair o queixo. Segundo o autor da obra intitulada “Facebook: The Inside Story” (algo como “Bastidores do Facebook”), Steven Levy, ele costuma levar a tiracolo um assistente sempre que precisa falar em público ou em tête-à-têtes mais íntimos com jornalistas, e a única função do funcionário nessas ocasiões é… secar as axilas do multibilionário!

De acordo com Levy, o quinto homem mais rico do mundo jamais superou a humilhação pela qual passou em uma entrevista televisiva que deu há dez anos, e durante a qual suou em bicas de tanto nervosismo na frente das câmeras e acabou virando piada por causa disso. Daí pra frente, Zuck nunca mais quis correr o risco de reviver a situação constrangedora. “O Mark é alguém consumido pela própria imagem pública”, conta Levy, que também já escreveu sobre Bill Gates e Steve Jobs, em seu novo trabalho.

Procurada pelo site “Business Insider”, a assessoria de imprensa da rede social não deu muita bola para a revelação feita por Levy. “Duvido que seja verdade”, disse um representante da empresa que, em seguida, emendou: “Se fosse, nós saberíamos”. Já Jack Dorsey, o cofundador e CEO do Twitter que é bff de Zuckerberg, brincou no microblog que nunca precisou de ajuda parecida, mas caso um dia precise não vai ter o menor problema em chamar um colaborador para auxiliá-lo.

Tomar café reduz risco de uma série de doenças, diz pesquisa

Tomar café reduz mortalidade por diabetes, doenças cardiorrespiratórias, derrames cerebrais, ferimentos, acidentes e infecções.
@
Quanto mais café, menor o número de mortes. Acredite, a verdade é que o café faz bem à saúde. Pelo menos foi o que indicou um grupo americano dos NIH (Institutos Nacionais de Saúde), que publicou um amplo estudo sobre o tema. As informações são do IG.

Por meio de um questionário, foram ouvidos 229.119 homens e 173.141 mulheres saudáveis de ambos os sexos. Os entrevistados tinham idades entre 50 e 71 anos. A avaliação inicial compreendia 124 itens relacionados com o estilo de vida e a dieta. Foram avaliados o consumo de vegetais, frutas, gordura saturada, carne vermelha ou branca e o total de calorias ingeridas.

De início, os dados pareciam mostrar que o consumo de café estaria associado ao aumento da mortalidade. Entretanto, após serem eliminados fatores como cigarro (especialmente), sedentarismo e obesidade, ficou claro que há uma relação inversa. Além de diminuir a mortalidade geral, tomar café reduziu a mortalidade por diabetes, doenças cardiorrespiratórias, derrames cerebrais, ferimentos, acidentes e infecções. As mortes por câncer não foram afetadas.
LEIA MAIS EM...

Coronavírus: Brasil atualiza critérios de doação nos bancos de sangue

A ação é uma medida preventiva em todo o país
@
Com o surgimento do novo coronavírus, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Saúde atualizaram os critérios de doação nos bancos de sangue como uma ação preventiva em todo país.

A triagem clínica já incluía a verificação de dengue, chikungunya e zika. A atualização deste ano incluiu o Covid-19 e outras variações como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers).

Pessoas que estiveram em regiões com casos confirmados de coronavírus não poderão doar sangue pelo prazo de 30 dias, a contar do retorno das áreas afetadas pela epidemia. O prazo também será aplicado a quem teve contato com paciente infectado ou com suspeita da doença.

Aqueles pacientes que tiveram a doença, só poderão doar sangue 90 dias depois da completa recuperação.

A regra não se aplica a doadores que tiveram resfriado comum ou infecções de vias respiratórias causadas eventualmente por coronavírus, sem histórico de viagem para as regiões epidêmicas ou sem contato com pessoas desses lugares.

As autoridades informam ainda que não existe evidência de transmissão de coronavírus por transfusão de sangue.

Em casos de dengue e chikungunya, o prazo também é de 30 dias. Para zika, são 120 dias até que o candidato possa ser considerado apto para doar sangue.
POR MEIO NORTE

Mariana: estudos mostram caminhos para recuperar solo com rejeitos

Pesquisadores buscam soluções para reparação de danos
@
Desde que a barragem da mineradora Samarco se rompeu em Mariana (MG) em novembro de 2015, equipes de pesquisadores da Universidade Federal de Viçosa (UFV) assumiram a tarefa de contribuir para apresentar soluções e caminhos possíveis para a reparação. Os resultados já apareceram com a retomada da produção em propriedades agrícolas que foram afetadas pela lama e também com a recuperação vegetal em algumas áreas.

Com o avanço das pesquisas, elas atraíram o interesse e a parceria da Fundação Renova, entidade criada conforme o Termo de Transação e Ajustamento de Conduta (TTAC) firmado entre a Samarco, suas acionistas Vale e BHP Billitons, o governo federal e os governos de Minas Gerais e do Espírito Santo. Cabe a ela administrar, com recursos das três mineradoras, todas as ações de reparação previstas. No últimos dias, a Fundação Renova vem divulgando alguns apontamentos dos pesquisadores.

"Os resultados dos experimentos que realizamos são muito promissores. Em três anos, praticamente dobrou o teor de carbono. Da mesma forma, o teor de fósforo, que é um nutriente muito importante para todas as plantas", disse o pesquisador da UFV especialista em solos, Carlos Ernesto Schaefer.

A ruptura da barragem liberou uma avalanche de 39 milhões de metros cúbicos de rejeito, que levou 19 pessoas à morte e causou poluição, afetando dezenas de municípios na Bacia do Rio Doce. A maior parte da lama se concentrou entre a estrutura e a Usina de Candonga, no município de Santa Cruz do Escalvado (MG), que funcionou com uma espécie de barreira. Foi essa a área priorizada pelos pesquisadores em um primeiro momento.
LEIA MAIS EM...

Bancos passam a cobrar dólar do dia da compra com cartão

Medida começa valer a partir de 1º de março, conforme circular do BC
@
A partir de março, compras feitas em moeda estrangeira com cartão de crédito devem vir na fatura com o valor equivalente em reais do dia em que foram realizadas. Os bancos podiam oferecer essa forma de cobrança se quisessem, mas a maioria das instituições preferia cobrar o valor referente à data do fechamento da fatura.

Com entrada em vigor da Circular nº 3918, os bancos serão obrigados a oferecer a opção de utilizar a taxa de câmbio do dia de cada gasto. Caso não queira optar por essa sistemática, o cliente poderá pagar com base na taxa de câmbio do dia de fechamento da fatura.

Quando anunciou a mudança na regra, em novembro de 2018, o Banco Central (BC) argumentou que a sistemática de pagamento pela data de fechamento da fatura deixa os clientes expostos a flutuações das taxas de conversão no período entre o dia do gasto e o pagamento. Isso porque a variação cambial ocorrida entre a data do gasto e o efetivo pagamento é atualmente ajustada na fatura do mês posterior, podendo gerar crédito ou débito para o cliente.

Assim um único gasto pode resultar em duas obrigações em momentos distintos. Com a nova regra, o cliente ficará sabendo já no dia seguinte quanto vai desembolsar em reais, eliminando a necessidade de eventual ajuste na fatura subsequente. O BC também destacou, na época, que apesar de ser possível oferecer aos clientes a taxa de câmbio do dia de cada gasto, a maioria dos bancos preferia o fechamento da fatura.

“A situação atual para a maioria dos clientes é de: dificuldade para prever o valor em reais a ser desembolsado no dia do pagamento da fatura; fatura sem uniformidade nas informações e de difícil compreensão; e reduzida possibilidade de comparação das taxas de conversão praticadas pelos emissores de cartão, o que desestimula a competição”, informou o BC em documento de exposição de motivos para a edição da circular com as novas regras.

A partir de 1º de março deste ano, cada fatura deve ter: a discriminação de cada gasto, com no mínimo sua data, a identificação da moeda estrangeira e o valor na referida moeda; o valor equivalente em dólar na data de cada gasto; a taxa de conversão do dólar para reais na data de cada gasto; e o valor em reais a ser pago pelo cliente.

Em outubro de 2019, o BC divulgou uma carta circular para detalhar como a medida deveria se aplicada. Para que o cliente possa ter informações sobre as melhores taxas de câmbio utilizadas pelos emissores no mercado, os bancos são obrigados a tornar disponível em todos os seus canais de atendimento ao cliente a taxa de conversão do dólar para reais utilizada no dia anterior referente aos gastos em moeda estrangeira de seus clientes; e publicar informações sobre o histórico das taxas de conversão.

Além de se atentarem às taxas de câmbio, os consumidores devem observar que as compras no exterior com cartão de crédito têm incidência do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF), com alíquota de 6,38%.
POR AGÊNCIA BRASIL

Carnaval no Rio tem mais de 3 milhões de pessoas nos blocos

Na orla do Leblon, o Corre Atrás recebeu 80 mil foliões
@
Balanço da prefeitura do Rio de Janeiro divulgado na noite de ontem (24) informou que o carnaval reuniu mais 3 milhões de pessoas em mais de 140 blocos entre sexta-feira (21) e segunda-feira. O Aterro do Flamengo recebeu ontem 340 mil fãs dos Beatles no Sargento Pimenta.

Segundo a Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur), nessa segunda-feira, mesmo sem megablocos, as ruas da cidade ficaram repletas de foliões nos cerca de 40 desfiles. Na orla do Leblon, o Corre Atrás recebeu 80 mil foliões. O Bloco das Divas, no Recreio dos Bandeirantes, feito só por mulheres, arrastou uma multidão pela praia: 34 mil foliões pularam e cantaram ao som de clássicos do Carnaval.

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) removeu 99 toneladas de resíduos provenientes do Carnaval em toda a cidade entre a noite de domingo e a segunda-feira. No entorno do Sambódromo, foram 12 toneladas de resíduos nessa segunda-feira. Desde sexta-feira, já foram removidas 133,8 toneladas de resíduos do interior do Sambódromo, sendo 126,4 de lixo orgânico e 7,4 de recicláveis. Já na parte externa e entorno da Marquês de Sapucaí, foram 30,6 toneladas desde sábado.
LEIA MAIS EM...

Há 75 anos, morria Mário de Andrade, um dos maiores escritores do país

O escritor foi um dos idealizadores da Semana de Arte Moderna
@
Há 75 anos, o país perdia um de seus maiores escritores e críticos. Morria em São Paulo, no dia 25 de fevereiro de 1945, uma de nossas personalidades mais multifacetadas, que se definiu como “eu sou trezentos, trezentos e cinquenta”: o poeta, escritor, pesquisador, músico, folclorista, crítico de arte e primeiro gestor cultural do Brasil, Mário de Andrade.

“Quando eu morrer quero ficar, não contem aos meus inimigos, sepultado em minha cidade”, escrevera o poeta, que viveu, cresceu, produziu, morreu e foi sepultado em São Paulo.

Mário Raul de Morais Andrade nasceu na cidade de São Paulo em 1893, onde faleceu em 1945. Na infância estudou música, o que o levou a lecionar aulas particulares de piano. Também foi professor de história da música no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo.

Sua carreira literária teve início em 1917, com a publicação do livro Há uma Gota de Sangue em Cada Poema. Em 1922, com a publicação de Pauliceia Desvairada, ele colocou em prática seu projeto de renovação do país.

Além de sua carreira na música e na literatura, Mario de Andrade também dirigiu o Departamento de Cultura da Municipalidade Paulistana, mais tarde Secretaria Municipal da Cultura. Nesse departamento surgiu a ideia de criar uma biblioteca que servisse como depositária de toda a história cultural da cidade. Em 1960, essa biblioteca municipal paulistana, a segunda maior do país, recebeu o nome de Mário de Andrade.

Ele foi também um dos principais idealizadores do movimento modernista e da Semana de Arte Moderna, realizada em 1922. Seu livro mais conhecido é Macunaíma, mas ele escreveu também Amar, Verbo Intransitivo; Ensaios sobre a Música Brasileira e Lira Paulistana.

“Parece assombroso uma pessoa ter produzido tanto quanto o Mário de Andrade. E em várias áreas. Ele tinha tempo para ser professor de piano, receber amigos, escrever cartas o tempo todo, de produzir romances e poesias, de gerir um departamento de cultura. É um exemplo para todas as gerações”, disse Marcelo Tápia, diretor geral da Rede de Museus-Casas Literários, em entrevista à Agência Brasil.
LEIA MAIS EM...

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. EMAIL: josenidelima@bol.com.br FAVOR INFORMAR O LINK