PROCURANDO POR ALGO?

terça-feira, 28 de maio de 2019

Canções que você ama, mas seus intérpretes os odiavam!

Canções que você ama, mas seus intérpretes os odiavam!
.
Há músicas que são como um hino de uma geração, peças musicais tão populares que todos nós as conhecemos e podemos cantá-las, mesmo que não saibamos o que dizem. Essas músicas são amadas por pessoas de todo o mundo … exceto por seus criadores, que ao tocá-las acabaram odiando-as.

É por isso que nós apresentamos a você 15 cantores que acabaram odiando suas músicas a tal ponto que eles não mais tocam nas suas apresentações, mesmo que os fãs peçam por elas.
1. REM detesta Shiny Happy People
https://youtu.be/YYOKMUTTDdA
Apesar de ser um dos seus maiores sucessos, o grupo acha que é “uma música chata feita por um grupo chato”.
2. Ozzy Osbourne detesta sua música com Black Sabbath, Never Say Die
https://youtu.be/uDELg7qaFyw
O oitavo álbum da banda também marcou o último do Ozzy com eles. Havia muitas diferenças ideológicas, por exemplo, o grupo queria incluir uma banda de jazz e Ozzy não concordou. Depois de lançá-lo em 1978, Ozzy foi demitido como vocalista do Black Sabbath.

3. For Those About to Rock , do AC / DC, Malcolm Young odiava!

https://youtu.be/RtMGoU9NcMo
Para o guitarrista da banda, esse disco representou o drop point do AC / DC. Além de odiar o processo de fazer isso, Young mencionou que, uma vez terminado, ninguém o convenceu do resultado porque “não fluiu” como os discos anteriores da banda.

4. Madonna odeia Like a Virgin

https://youtu.be/s__rX_WL100
Ainda que com esta canção ela tenha saltado para fama, Madonna assegura que não a voltaria a tocar, a menos que alguém lhe pagasse mais de 30 milhões de dólares.

5. Robert Plant, do Led Zeppelin, nunca mais vai cantar Stairway to Heaven

https://youtu.be/xbhCPt6PZIU
Quando ele compôs, ele achou que era uma das músicas mais importantes da banda e foi, no entanto, em uma entrevista que ele deu em 1998, Robert Plant diz que a música não significa mais a mesma coisa para ele e ela está feliz por não ter que tocar em todos os shows.

6. Oasis odeia a popularidade do Wonderwall

https://youtu.be/bx1Bh8ZvH84
Liam Gallagher diz que toda vez que ele toca essa música, ele fica chateado e quer vomitar.

7. David Bowie odiava seu registro Never Let Me Down

https://youtu.be/eK4MyREDv1M
Em 1987, Bowie lançou Never Let Me Down, um verdadeiro sucesso de vendas, mas não convenceu nem os críticos nem os verdadeiros fãs do artista. Logo após seu lançamento, Bowie concordou com eles quando disse que não era um bom disco, que nunca deveria ter se dado ao trabalho de entrar no estúdio para gravá-lo.

8. Slash detesta Sympathy for the Devil, versão com Guns N ‘Roses

https://youtu.be/DYtJtXTMHMU
É uma versão da canção dos Rolling Stones gravada para a trilha sonora de Entrevista com o Vampiro e, de acordo com Slash, a música soa “um grupo prestes a separar.”

Governo do Estado suspende concursos públicos temporariamente

De acordo com o secretário do Planejamento e Gestão, Mauro Filho, a justificativa é de que os gastos com pessoal entre janeiro e abril subira, 9,71% em relação a igual período do ano passado
Em valores, a folha de pagamento deixou de custar
 aos cofres públicos R$9,12 bilhões em 2017 para custar
R$10,2 bilhões no ano passado.
O titular da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Mauro Filho, anunciou a suspensão temporária de todos os concursos públicos. A medida afetará as homologações e os chamamentos de concursos anunciados e em andamento em todas as áreas. A decisão foi divulgada nesta tarde durante coletiva sobre o plano de cortes do executivo estadual.

De acordo com o secretário, a justificativa é de que os gastos com pessoal entre janeiro e abril subiram 9,71% em relação a igual período do ano passado. "Foi um aumento de folha muito significativo; o maior aumento do Brasil", afirma Mauro Filho. O secretário pontua que em setembro a medida será reavaliada para saber se surtiu o efeito desejado.

Segundo levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em todo o ano de 2018, os custos com pessoal no Ceará cresceram 10,6% em relação a 2017. A variação foi a maior entre os estados brasileiros. O segundo colocado, o Pará, apresentou elevação de 8%.

Nos cálculos do Governo do Estado, o aumento dos gastos com folha de pagamento foi ainda um pouco maior do que registrou o Ipea, chegando a 11,6%. Em valores, a folha de pagamento deixou de custar aos cofres públicos R$9,12 bilhões em 2017 para custar R$10,2 bilhões no ano passado.

A Seplag ainda revelou que os gastos com pessoal representaram 42% de toda a composição de gastos do Poder Executivo em 2018, detendo a maior parcela de recursos originados em todas as fontes.

Protesto

Concomitante ao anúncio das medidas, servidores públicos realizam protesto na porta da sala de coletiva. A reinvindicação é respeito ao servidor e reajsute salarial de 20%.

Governo lança tecnologia para simplificar operação de transporte de carga

O DT-e simplificará procedimentos administrativos para evitar as longas filas e acabar com o tempo de parada nos postos de pesagem, nas operações de fiscalização e em procedimentos burocráticos
.
O projeto piloto do Documento Eletrônico de Transporte (DT-e) foi lançado hoje (27) pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, em Vila Velha, no Espírito Santo. O DT-e vai simplificar procedimentos administrativos para evitar as longas filas e acabar com o tempo de parada nos postos de pesagem, nas operações de fiscalização e em procedimentos burocráticos, que hoje somam uma espera de seis horas em média.

Em postagem feita esta manhã, no Twitter, o ministro disse que a nova tecnologia tem por objetivo unificar cerca de 20 documentos, que são exigidos para operações de transporte de carga no país, “cortando burocracia, otimizando tempo e aumentando produtividade”. Tarcísio de Freitas disse que o DT-e tem “potencial de elevar o PIB do setor em 20%”.

De cordo com o ministério, o projeto piloto será realizado no âmbito do sistema de monitoramento eletrônico conhecido como Canal Verde Brasil, que é regulado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que já funciona em 55 pontos no país com a utilização de balanças eletrônicas para a pesagem em movimento e em alta velocidade, instaladas pela ANTT em rodovias concedidas.

Saiba como reconhecer e-mails falsos enviados em nome do SPC e Serasa

Eles são usados para o roubo de dados sensíveis a partir de mensagens sobre supostas dívidas contraídas pelas vítimas.
.
O envio de e-mails falsos para aplicar golpes não é uma novidade e já está presente na internet há muito tempo. Os criminosos aproveitam do descuido e da desinformação para espalharem vírus e códigos e aplicarem golpes. O SPC e o Serasa já vêm sendo usados para atrair alvos, mas agora você pode ficar esperto e saber reconhecer quando uma mensagem não é real.

Normalmente a situação ocorre quando o usuário abre seu e-mail e se depara com uma mensagem dizendo que ele irá aparecer nas listas de proteção ao crédito destas duas empresas e que podem negativar seu nome. A pessoa é cobrada por uma suposta pendência, com a mensagem pedindo que ela baixe um arquivo e/ou clique em um link para resolver a questão. Dessa forma, ela pode cair em dois tipos de golpe: no primeiro, ela pode instalar um arquivo malicioso, que pode roubar dados do seu PC ou smartphone. No outro, ela pode se deparar com um golpe de phishing, ou seja, a criação de uma página falsa de uma instituição financeira ou operadora de telefonia, por exemplo, e que pede para que ela insira seus dados bancários para resolver a pendência.

No entanto, existem alguns aspectos comuns nessas mensagens que podem ajudar o usuários a identificá-las como falsas. Geralmente seus títulos são chamativos e o corpo do e-mail traz informações assustadoras, que preocupam e geram certo medo no caso do usuário ignorá-las. Assim, quem estiver desavisado é instigado e realiza a ação solicitada.
LEIA MAIS EM...

Mais de 500 vídeos gratuitos para usar em sala de aula




.
Postado por: 

Olá professores!
Olha só que dica legal para fazer diferente em seu método de ensino.
Um portal feito para educadores está estimulando a exibição de curta-metragens brasileiros em sala de aula.
O que é
É o Curta Na Escola, que reúne vídeos gratuitos feitos por brasileiros que podem ser aplicados ao ensino de crianças e adolescentes. O objetivo é justamente promover e incentivar o uso curtas-metragens brasileiros como material de apoio pedagógico em salas de aula.
Além de disponibilizar informações pedagógicas básicas, como os níveis de ensino e as disciplinas às quais o vídeo é adequado, o site tem uma plataforma colaborativa, em que professores podem compartilhar seus planos de aula e seus relatos.
Até agora, o filme mais exibido é o Ilha das Flores (1989). Dirigido por Jorge Furtado, o curta de 13 minutos faz um ácido retrato da sociedade desigual em que vivemos ao acompanhar a trajetória de um tomate.
O projeto é da Synapse Produções, que comercializa o cinema independente brasileiro para o exterior. Já foram lançados três DVDs com os curtas, distribuídos a mais de três mil escolas
Conteúdo
Ao todo, há 530 vídeos no acervo do Curta na Escola. O site estima que mais de 60 mil alunos tenham sido contemplados pelo projeto. O conteúdo é gratuito para todos que acessam, mas os professores que desejarem montar sua cinemateca e enviar suas experiências podem fazer um cadastro.
E a busca de vídeos é bem completa. O educador pode achar curtas de acordo com:
  • A disciplina: Artes, Língua Portuguesa, Sociologia, História, Ciências Sociais, Literatura, Geografia, Filosofia, Ciências, Biologia, Educação Artística, Música, Teatro, Educação Física, Física, Química, Inglês e Matemática.
  • O tema proposto: Pluralidade Cultural, Oficina Vídeo Interatividade, Cidadania, Ética, Psicologia, Diversidade, Comunicação, Saúde, Cultura de Massa, Trabalho e Consumo, Meio ambiente, Discriminação e preconceito racial, Família, Educação Ambiental, Tecnologias, Economia, Pedagogia, Gerontologia, Inclusão/Deficiências, Antropologia, Orientação Sexual, Tecnologias da Informação, Ciências Naturais, Política, Relações de Gênero, MPB, Geologia, Redação, Temas Locais e Sexualidade.
  • O nível de ensino: Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II, Ensino Médio, Ensino Técnico, Educação de Jovens e Adultos, Superior, Formação de Educadores, Pós-Graduação, Pós-graduação – Especialização, Pós-graduação – Mestrado, Pós-graduação – Doutorado e Formaçao ProJovem MDS.
  • A faixa etária: de 3 a 7 anos, de 7 a 10 anos, de 10 a 14 anos, a partir de 14 anos, de 14 a 18 anos, acima de 18 anos e todas as idades.
Os professores ainda podem cadastrar planos de aula e relatar experiências que vão ser compartilhadas com todos os colegas que acessarem o portal.
Legal, não é? Aproveite o Curta na Escola para conquistar seus alunos com vídeos interessantes e gerar debates que vão fazê-los pensar diferente.
Até mais!

Edina Alves será primeira árbitra no Brasileirão após 14 anos

Árbitra irá apitar a partida entre CSA e Goiás
(Foto: Kin Saito/CBF)
Edina Alves será a árbitra da partida entre CSA Goiás, pela sexta rodada da Série A do Brasileirão. A escalação da paranaense representa um momento histórico para o futebol brasileiro: após quase 14 anos, uma mulher voltará a apitar um jogo de futebol na elite da competição nacional.

A última partida da Série A arbitrada por uma mulher foi em 2005, no duelo entre Fortaleza Paysandu, pelo segundo turno. A responsável pelo jogo foi Silvia Regina, que acompanhará de perto o confronto deste domingo. A ex-árbitra será a supervisora do VAR (árbitro de vídeo) no Rei Pelé, em Maceió.

A escalação de Edina foi apontada por Leonardo Gaciba, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, como um marco para a arbitragem brasileira. Mas, além disso, como um momento merecido pela árbitra paranaense.

“Eu só consigo ver meus árbitros como pessoas iguais. Acho que ela serve como exemplo não só para mulheres, mas para todos. A Edina era bandeira, abriu mão do escudo da Fifa, de árbitra internacional, porque tinha o sonho de ser árbitra central. Então, ela voltou às categorias de base, começou a apitar na base, largando o escudo internacional de auxiliar. Ela já conseguiu alcançar o quadro internacional como árbitra central e, hoje, está chegando na Série A. Para mim, ela é um exemplo para todo mundo”, destacou.

Ao lado de Edina, estará a assistente Neuza Back, que irá com ela na Copa do Mundo da França 2019. Tatiane Camargo, a auxiliar que completa o trio do Mundial Feminino, está se recuperando de uma lesão e não foi escalada. Mas o outro assistente da partida, Emerson Augusto de Carvalho, também tem experiência em Mundial, já que atuou como auxiliar na Rússia, em 2018.

Para Gaciba, esta escalação às vésperas da Copa do Mundo tem tudo para dar ainda mais força para a equipe brasileira durante o torneio.

“O time brasileiro que vai para o Mundial chega como um dos mais fortes do mundo. E eu tenho certeza que essa escala na Série A vai dar muito mais força mental para elas para chegarem ao Mundial e fazer um excelente trabalho”, concluiu Leonardo Gaciba.
LEIA MAIS EM...

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK