PROCURANDO POR ALGO?

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Mulher não entende letra do médico e usa creme para ereção nos olhos

Escocesa trocou apenas uma letra e teve dor, visão borrada, vermelhidão e inchaço
Todo cuidado é pouco com a saúde - 
Quem nunca se enrolou ao ter que ler uma receita médica? Os garranchos, muitas vezes indecifráveis, são uma dor de cabeça a mais para quem precisa de tratar. Que o diga uma escocesa, que acabou passando nos olhos um creme para... ereção. Ela deveria ter usado a pomada VitA-POS, e não a Vitaros. O caso foi revelado pelo jornal "BMJ Case Reports".

O Vitaros dilata os vasos sanguíneos, aumentando o fluxo de sangue na área. Nos olhos da paciente, o remédio provocou dor, visão borrada, vermelhidão e inchaço. Especialistas alertam durante a reportagem para a importância do uso seguro de medicamentos, assim como uma prescrição bem feita. Nada que uma receita escrita no computador não resolvesse, né? 

Thammy Miranda: Não sou mais um artista querendo mamar nas tetas do governo

Apesar de não ter sido eleito em 2016, Thammy deve ocupar a vaga deixada na Câmara Municipal por Conte Lopes, que foi eleito deputado estadual e irá para a Assembleia Legislativa
São Paulo - Thammy Miranda, filho da cantora Gretchen, falou sobre sua expectativa em assumir o cargo de vereador pela cidade de São Paulo em nota enviada por sua assessoria à imprensa nesta segunda-feira.

"Quero poder ter a chance de fazer a diferença e mostrar com trabalho sério e honesto que não sou mais um artista querendo 'mamar nas tetas' do governo!", afirmou.

Em outro momento, Thammy brincou com o fato de ser transexual: "Como todos vocês já sabem, de mudança eu entendo! [Risos]".

Apesar de não ter sido eleito em 2016, Thammy deve ocupar a vaga deixada na Câmara Municipal por Conte Lopes, que foi eleito deputado estadual e irá para a Assembleia Legislativa.

Nas eleições de 2016, Thammy declarou ter bens no valor de R$ 488 mil e foi o 88º vereador mais votado no geral, com 12. 408 votos, o segundo mais votado pelo PP.

Confira a nota divulgada pela assessoria de Thammy Miranda abaixo:
LEIA MAIS EM...

Exército tem novo Comandante

Supremo deve julgar casos polêmicos a partir de fevereiro

..
O Supremo Tribunal Federal (STF) pretende retomar o julgamento de casos polêmicos em 2019. Foram pautados para as sessões do primeiro semestre os processos que tratam da prisão após o fim dos recursos em segunda instância da Justiça, a criminalização da homofobia e a descriminalização do porte de drogas para uso pessoal.

A decisão de voltar a julgar processos polêmicos foi tomada pelo presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, no fim do ano passado, após o período eleitoral. Toffoli tomou posse em setembro de 2018 e sucedeu a ministra Cármen Lúcia, que deixou os assuntos polêmicos fora da pauta.

Os trabalhos na Corte serão retomados no dia 1º de fevereiro, após o período de recesso, com uma sessão solene.
O ano no Judiciário também será marcado pela decisão do presidente Jair Bolsonaro de reconduzir ou não a atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ao cargo. Em setembro, Dodge terminará o mandato depois de anos no cargo.

Votação secreta
A primeira pauta polêmica que a Corte terá de enfrentar será a decisão definitiva, no dia 7 de fevereiro, sobre o sigilo das votações dos parlamentares na eleição para as mesas diretoras da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.
No dia 9 de janeiro, Toffoli derrubou liminar proferida pelo ministro Marco Aurélio Mello. No dia 19 de dezembro, antes do início do recesso, Mello aceitou um mandado de segurança do senador Lasier Martins (PSD-RS) para determinar que a votação fosse feita de forma aberta.

Homofobia
Entre os processos que tiveram julgamento marcado, dessa vez para 13 de fevereiro, está também a ação direta de inconstitucionalidade por omissão (ADO) na qual o PPS pede ao Supremo que declare o Congresso omisso por ainda não ter votado o projeto que criminaliza a homofobia.
Numa outra ação que será analisada em conjunto, um mandado de injunção, a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT), busca que o STF reconheça ser um crime específico de homofobia.

Segunda instância
Para 10 de abril, foi marcada a análise das três ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs) que tratam do cumprimento imediato de pena após a confirmação de condenação em julgamento pela segunda instância da Justiça. O relator é o ministro Marco Aurélio, que já cobrou diversas vezes o debate em plenário.

O tema pode ter impacto sobre a situação de milhares de presos pelo país, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril do ano passado, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no caso do tríplex do Guarujá (SP).

O entendimento atual do Supremo permite a prisão após condenação em segunda instância, mesmo que ainda seja possível recorrer a instâncias superiores, mas essa compreensão foi estabelecida em 2016 de modo liminar (provisório), com apertado placar de 6 a 5. Na ocasião, foi modificada jurisprudência em contrário que vinha desde 2009.

É possível que o quadro mude, uma vez que houve a substituição de um integrante do STF – Alexandre de Moraes entrou no lugar de Teori Zavascki (morto em 2017) – e porque alguns ministros já declararam ter mudado de posição, como Gilmar Mendes.

O plenário do STF não chegou a decidir em definitivo, numa ação de controle constitucional, sobre o mérito da questão. O assunto é polêmico no meio jurídico, sendo alvo de questionamento, por exemplo, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Porte de drogas
No dia 5 de junho está marcado o julgamento da descriminalização de usuário de drogas. O processo, um recurso especial com repercussão geral para todos os casos correlatos em tramitação na Justiça, coloca em discussão a constitucionalidade do Artigo 28 da Lei das Drogas (11.343/2006), que prevê penas para quem “adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo” drogas ilegais para consumo pessoal.

O assunto chegou a ser discutido em plenário, mas o julgamento encontra-se interrompido há mais de dois anos devido a um pedido de vista de Zavascki, antecessor de Alexandre de Moraes, que acabou herdando o processo.

O placar atual é 3 votos a 0 a favor da descriminalização do porte de drogas para consumo pessoal. Votaram até agora pela descriminalização o relator, Gilmar Mendes, e os ministros Edson Fachin e Luís Roberto Barroso, único a propor uma quantidade máxima de 25 gramas para o porte de maconha, especificamente.
COM AGÊNCIA BRASIL

Chá Para Controlar a Glicemia

Conheça mais sobre a glicemia e aprenda a preparar uma receita caseira para controlar a glicose e o diabetes. A base de stévia, planta conhecida por seu poder de adoçar, este chá pode ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue. 
;
O índice glicêmico ou glicemia diz respeito à concentração de glicose no sangue. A glicose, por sua vez, é um tipo de carboidrato, ingerido durante a alimentação e absorvido pelo organismo. Alimentos como pão, batata e massas são ricos em carboidratos, que servem de fonte de energia para as funções do nosso corpo. Como o carboidrato é um açúcar, os alimentos doces também estão relacionados com a glicemia.

O pâncreas é responsável por secretar uma substância que regula os níveis de açúcar no sangue: a insulina. O ideal é que esse nível não seja alto demais, nem baixo. Por diversos fatores, o pâncreas pode deixar de funcionar de maneira adequada, levando a uma alteração da glicemia: hiperglicemia ou hipoglicemia.  Esse tipo de variação pode ser medida por meio de um exame de sangue que mede a quantidade de açúcar na corrente sanguínea.

Se os níveis de glicose no sangue sobem em quantidade excessiva, pode levar à uma doença chamada diabetes. Se controlada, essa doença não é grave, e pode-se viver com ela tranquilamente, com algumas restrições alimentares, é claro! Mas se não for controlada, a diabetes pode se tornar uma doença grave, podendo trazer problemas de visão, que pode até levar à cegueira e também problemas de cicatrização de feridas, que nos casos mais graves, chega a causar amputação de membros.

Para controlar o índice glicêmico, o paciente pode tomar doses diárias de insulina, isso no caso de já ter diabetes. A maioria dos pacientes diabéticos tomam insulina em casa mesmo, com agulha e seringa, depois de aprenderem a manusear bem.

Controle da Glicemia com Medicamentos Naturais

É possível regular a glicemia fazendo apenas uso de chás? Cientificamente, não há estudos que comprovem esse tipo de efeito. No entanto, existem sim ervas que podem contribuir para o controle glicêmico. Em outras palavras, é necessário que o paciente procure um médico, altere sua dieta e, se for o caso, tome a medicação indicada. O chá é apenas uma forma auxiliar de tratamento, que pode trazer resultados positivos.

Veja abaixo os ingredientes que você vai precisar para fazer esse chá.
Ingredientes:
2 colheres (sopa) de folhas secas de carqueja
1 colher (chá) de estévia
1 litro de água
MODE DE PREPARO

LEIA MAIS EM...

Manuela Dhyegman tocando e cantando You're Still The One - Shania Twain

Manuela Dhyegman compartilhou em seu facebook:
Novo vídeo no meu canal 😍 vá lá conferir 😊 peço a sua ajuda nessa caminhada  e se gostar, se inscreva, ative o sininho pra receber notificações de novos vídeos 🔔🎤 e não esqueça de deixar o seu joinha 👍 desde já agradeço pela sua atenção e colaboração 👏 que Deus te abençoe 🙏
 —  sentindo-se agradecida

..
Shania Twain ( You're Still The One )
Vídeo Original:

Shania Twain - You're Still The One (Official Music Video)


Quer Conhecer Manuela Dhyegman?

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: josenidelima@gmail.com FAVOR INFORMAR O LINK