PROCURANDO POR ALGO?

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Eis as músicas mais tocadas nas rádios brasileiras em 2018

“Apelido carinhoso”, de Gusttavo Lima, foi a canção número 1 no dial tupiniquim
© iStok / ~UserGI15633745
A música mais tocada nas rádios brasileiras em 2018 foi “Apelido Carinhoso”, do cantor sertanejo Gusttavo Lima.
De acordo com um levantamento inédito feito pela consultoria Crowley, obtido pelo colunista Lauro Jardim, de “O Globo”, a canção foi executada 101.045 vezes. Os dados são do período que vai até o último dia 21, mas dificilmente o hit de Gusttavo será superada pelos outros.
A segunda colocação ficou com “Largada às traças”, da dupla Zé Neto e Cristiano. Foram 80.507 execuções no dial tupiniquim.
A terceira posição ficou com “Transplante”, de Marília Mendonça, que também assegurou a quarta colocação, com “Ausência”. Juntas, as duas músicas da sertaneja foram tocadas 118.549 vezes.

...

A segunda colocação ficou com “Largada às traças”, da dupla Zé Neto e Cristiano. Foram 80.507 execuções no dial tupiniquim.
A terceira posição ficou com “Transplante”, de Marília Mendonça, que também assegurou a quarta colocação, com “Ausência”. Juntas, as duas músicas da sertaneja foram tocadas 118.549 vezes.

Bolsonaro já é o novo presidente do Brasil; acompanhe a posse

Jair Bolsonaro é o 38º presidente eleito da história do país. Ele recebeu 57,8 milhões de votos no 2º turno
© Ricardo Moraes/Reuters
Jair Bolsonaro (PSL) foi empossado como o novo presidente da República do Brasil. As solenidades de posse estão sendo realizadas no Congresso Nacional e no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta terça-feira (1º).

Bolsonaro é o primeiro militar eleito presidente democraticamente e o 38º presidente eleito da história do país. Ele recebeu 57,8 milhões de votos no 2º turno.

Acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro, o militar deixou a Granja do Torto por volta das 14h20 desta terça-feira (1º). Eles foram saudados com gritos de "Mito" e "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos" (slogan da campanha) dos presentes.


O comboio presidencial seguiu para a Catedral de Brasília, na Esplanada dos Ministérios, onde se encontrou com o vice-presidente Hamilton Mourão.

De lá, saíram em direção ao Congresso Nacional. O deslocamento foi realizado em carro aberto, no veículo Rolls-Royce da Presidência (foto).

Solenidade no Congresso Nacional

A sessão de posse de Bolsonaro foi aberta pouco depois das 15h pelo senador Eunício Oliveira, que preside a Casa. 

Em discurso breve discurso - com cerca de 10 minutos, o novo presidente do Brasil agradeceu aos presentes e também a Deus, que, segundo ele por meio das mãos dos médicos da Santa Casa de Juiz de Fora, "operaram um verdadeiro milagre" - em referência ao ataque a faca sofrido durante campanha em Juiz de Fora (MG).

Bolsonaro se disse fortalecido  e aproveitou para convocar os congressistas para reerguer o Brasil e resgatar a esperança dos brasileiros.

O presidente afirmou ter montado uma equipe técnica, "sem o tradicional viés político", que teria culminado em corrupção.

Sobre a economia, ele disse que o governo não vai gastar mais do que arrecada e que fará "reformas estruturantes".

Bolsonaro voltou a afirmar que "o Brasil será livre das amarras ideológicas". Ele também prometeu respeitar todas as religiões e as "tradições judaico-cristãs". O novo presidente falou ainda em "valorizar a família" e em "combater a ideologia de gênero".

Ao abordar o tema educação, o presidente reafirmou que as escolas vão preparar os jovens "para o mercado de trabalho e não para a militância política".

Em referência aos policias, ele prometeu valorizar os que "sacrificam suas vidas" para garantir a segurança de todos.

Bolsonaro concluiu o seu discurso com o seu famoso slogan de campanha: "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos".

Saiba quem é a responsável pelo vestido de Michelle Bolsonaro

A estilista conta que não conhecia Michelle quando fez seu vestido de noiva em 2013
© REUTERS/Ricardo Moraes
missão de vestir uma primeira-dama para o dia da posse do presidente pode parecer complicada, mas Marie Lafayette não é principiante. A estilista que assina os vestidos de Michelle Bolsonaro para a cerimônia de posse e do jantar oferecido a autoridades estrangeiras já havia trabalhado com a futura primeira-dama em 2013, durante o casamento da ex-secretária parlamentar com o então deputado Jair Bolsonaro.

Marie conta que não conhecia Michelle quando fez seu vestido de noiva. "Ela escolheu um modelo muito leve, muito fluido, com corte império e detalhes em renda e pequenos cristais Swarowski", lembra. "Um vestido muito elegante, mas muito simples, parecido com ela, porque ela é uma mulher muito simples".

As duas não tiveram mais contato após o casamento, até que recentemente Marie procurou a futura primeira-dama para fazer o vestido da posse. "Falei que a gente poderia fazer essa e outras roupas oficiais que ela for usar, aí a gente junta essas roupas depois e pode fazer um leilão beneficente. Ela adorou a ideia."

A paulistana de 37 anos, que comanda há 10 anos o ateliê que leva seu nome em Botafogo, no Rio de Janeiro, não esconde a vontade de se tornar estilista pessoal de Michelle. "Seria uma honra pra mim assumir esse posto, vou ficar muito honrada e muito agradecida", diz Marie, que assim como a futura-primeira dama, também é evangélica. "Eu acho que a Michelle vai ser uma primeira-dama muito ativa, muito engajada em projetos sociais, é muito o perfil dela. Acho que o Brasil vai se surpreender com ela."

Quanto ao vestido da posse, Marie faz suspense, mas garante que a futura primeira-dama não fez nenhuma exigência na confecção. "O modelo surgiu batendo um papo, uma coisa bem descontraída, fui desenhando e ela gostou muito", conta. "Acho que houve uma relação de confiança e acho que é um vestido que tem muito a ver com quem ela é, uma pessoa muito discreta". A peça já está pronta e levou cerca de 20 dias para ser confeccionada, em uma média de 14 horas por dia.

Formada em moda pela Esmod, conceituada escola em Paris, Marie é tataraneta do Marquês de Lafayette, militar francês que foi figura importante na Revolução Francesa.

Após concluir seus estudos na França, trabalhou em alguns países na área da alta costura antes de voltar ao Brasil e começar a fazer réplicas de vestidos de noiva em Barbies. "Sempre gostei muito desse mundo, sempre fui fascinada por vestidos de festa, de noite, de noivas", conta Marie, que tem como inspiração de estilo nomes como a atriz Grace Kelly e a Duquesa de Cambridge, Kate Middleton. Atualmente, o ateliê faz em média 12 vestidos de noiva e 8 de festa por mês. Os valor médio das peças Marie prefere não revelar.

A estilista também ficou responsável pelo vestido que Laura, a filha do casal Bolsonaro, de 8 anos, usará na cerimônia de posse. Ela já havia trabalhado com a caçula do presidente eleito na época do casamento, quando a menina tinha 3 anos, e garante que conversou com Laura para se atentar aos gostos dela.

Governos anteriores

Em suas duas posses, a ex-presidente Dilma Rousseff apostou em looks criados por estilistas gaúchas. Em 2011, o terninho branco usado pela petista era assinado pela amiga de longa data Luísa Stadtlander, que chegou a assinar outros modelos para a ex-presidente. Já em 2015, o conjunto de renda foi criado por Juliana Pereira.

Em sua primeira aparição pública como primeira-dama, no feriado da Independência de 2016, Marcela Temer usou um vestido comprado em uma loja multimarca. A peça se esgotou do estoque do site no dia seguinte. A esposa de Michel Temer não tinha estilista, comprava as próprias roupas e era responsável pela própria maquiagem.

Trabalhador pode ter direito ao PIS já a partir de janeiro

Foto: Agência Brasil
CRISTIANE GERCINA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Os trabalhadores que tiveram carteira assinada em 2017 podem ter direito de receber o abono do PIS (Programa de Integração Social).

Para isso, é preciso ter trabalhado por, no mínimo, 30 dias recebendo até dois salários mínimos. Também é preciso estar cadastrado no PIS há, ao menos, cinco anos.

O valor é pago pela Caixa Econômica Federal. Para saber se tem direito, o profissional pode fazer a consulta pessoalmente, na internet ou pelo 0800-7260207.

Em janeiro, a Caixa deposita o abono para quem nasceu em janeiro e fevereiro. O dinheiro começa a cair na conta-corrente no dia 15. Quem não é cliente do banco pode sacar o PIS a partir do dia 17.

O dinheiro ficará disponível para saque até 28 de junho.

Quem tem o Cartão do Cidadão e a senha cadastrada pode receber o valor nas lotéricas ou em qualquer ponto de atendimento Caixa Aqui. Também é possível fazer o saque nos caixas eletrônicos do banco.

Caso não tenha o Cartão do Cidadão, o valor pode ser sacado em qualquer agência. Para isso, é preciso apresentar um documento de identificação.

Os servidores públicos também têm direito ao abono. Neste caso, é a grana do Pasep, pago pelo Banco do Brasil.

Informações sobre o recebimento podem ser obtidas pessoalmente, pela internet ou no 0800-7290001.

O Banco do Brasil libera o valor no dia 17. Para os clientes, a grana cai no dia 14.

Confira as datas:
– Os valores variam entre R$ 80 e R$ 954, dependendo de quantos meses de trabalho o profissional teve no ano-base

– Nascidos entre julho e dezembro: pagamento já efetuado e crédito em conta

– Nascidos em janeiro e fevereiro: pagamento a partir de 17 de janeiro e crédito em conta em 15 de janeiro

– Nascidos em março e abril: pagamento a partir de 21 de fevereiro e crédito em conta em 19 de fevereiro

– Nascidos em maio e junho: pagamento a partir de 14 de março e crédito em conta em 12 de março

Para receber é preciso:
– Ter trabalhado com carteira assinada por, pelo menos, 30 dias no ano de 2017
– Ter recebido, na época, até dois salários mínimos por mês
– Ser inscrito no PIS há, pelo menos, cinco anos

Fique ligado
– O valor ficará disponível na Caixa até 28 de junho de 2019

Como desativar o WhatsApp se seu telefone for roubado ou perdido

,
Ter o aparelho celular roubado ou perdido é uma grande dor de cabeça. Você também pode perder informações de contatos ou endereços, agenda, redes sociais e vários outros dado pessoais.

A conta do WhatsApp também é um preocupação da vítima. O app está ciente de que esses tipos de incidentes são bastante comuns, por isso, oferece uma solução rápida.

Separamos um passo a passo de como desativar seu WhatsApp se seu telefone for roubado ou perdido. 

Confira como:
1 – Ligue para a sua operadora de celular o quanto antes para bloquear o seu chip. Desta forma, não será possível verificar a conta no telefone, já que será preciso enviar e receber SMS ou ligações.
2 – Neste momento, você tem duas opções:
Você pode utilizar um novo chip com o mesmo número de telefone para ativar o WhatsApp em um novo aparelho. Esta é a maneira mais rápida de desativar uma conta em um aparelho roubado ou perdido, já que o WhatsApp pode apenas estar ativo em um número de telefone em um aparelho de cada vez.
Também pode enviar um email para support@whatsapp.com com a seguinte frase: "Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta" no corpo da mensagem.
Inclua o número de telefone em formato internacional completo: +55 XX YYYYYYYYY (escreva +55 no começo, depois inclua os dois dígitos do DDD, e em seguida o seu número).
Com isso, a conta não é completamente apagada. Porém, se ela não for reativada dentro de 30 dias, a mesma será eliminada.
Ainda de acordo com o aplicativo, mesmo com o chip bloqueado e o serviço de telefone desativado, o WhatsApp pode ser utilizado em Wi-Fi, se você não desativar a conta ou instalar em um novo aparelho

Mensagem de Ano Novo do radialista Rufino Silva

https://cronicasderufinosilva.blogspot.com/

..

Mensagem de Ano Novo do radialista Rufino Silva

Mensagem de Ano Novo proferida pelo radialista Rufino Silva
Leia mais em... CRÔNICAS DE RUFINO SILVA

https://cronicasderufinosilva.blogspot.com/

O presidente da Câmara Municipal de Aracoiaba, Helder Paz, toma posse neste primeiro dia de 2019. Saiba Mais...

Francisco Helder Loureiro Paz / Presidente eleito
O Presidente Eleito do Biênio 2019 e 2020 da Câmara Municipal de Aracoiaba, Francisco Hélder Loureiro Paz, convida você e família, para participar de sua posse às 16:00h do dia 1°de janeiro de 2019 na Câmara Municipal de Aracoiaba.
Fonte: Paulo Marinho

LEIA TAMBÉM:QUANDO JANEIRO CHEGAR, HELDER PAZ ASSUME A PREFEITURA E MITA COMANDA A CÂMARA DE ARACOIABA

CONFIRA O CONVITE:

Palavras antes da posse! Um forte abraço a todos!

..

Palavras antes da posse! Um forte abraço a todos!

Veja Mais Vídeos em..

Temer não faz decreto, e salário mínimo fica em R$ 954 em vez de R$ 1.006



..
O salário mínimo em 2019 permanecerá em R$ 954 até que o presidente Jair Bolsonaro publique um decreto para reajustar o piso das remunerações. 

Tradicionalmente, a publicação é realizada nos últimos dias do mês de dezembro, mas a assessoria do presidente Michel Temer informou que isso não ocorrerá.
A previsão anterior era de R$ 1.006, segundo estimativa divulgada no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) de 2019.

O salário mínimo é usado como referência para os benefícios assistenciais e previdenciários, como o abono salarial, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e as aposentadorias e pensões do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

O salário mínimo é reajustado com base na inflação do ano anterior, levando em conta o INPC (no caso, o de 2018), mais o aumento do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes, ou seja, de 2017.

O INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) mede a variação de preços das famílias mais pobres, com renda mensal de um a cinco salários mínimos.

Além disso, foi acrescentado R$ 1,75 que ficou faltando no salário mínimo de 2018. Como o valor de R$ 954 foi definido no final de 2017, quando a inflação ainda não havia sido fechada, o reajuste do mínimo levou em consideração uma projeção, que acabou ficando abaixo do dado oficial.

Em 2019, a fórmula atual de reajuste do salário mínimo será aplicada pela última vez. O presidente eleito, Jair Bolsonaro, tem até 15 de abril para decidir se mantém a regra ou se muda.

O tema é espinhoso porque afeta diretamente as contas públicas, já que R$ 1 de aumento causa impacto de cerca de R$ 300 milhões nas despesas da União, segundo cálculos da equipe econômica.

A atual regra de cálculo do salário mínimo, que leva em conta a inflação e o crescimento da economia de dois anos antes, é garantida por lei até 2019. Em 2017, o PIB cresceu 1%. 

No caso de aposentados e pensionistas do INSS, a regra vale apenas para os que ganham até um salário mínimo. Quem ganha mais, recebe apenas o reajuste equivalente à inflação.

A lei que criou o salário mínimo foi assinada em 1936, pelo então presidente Getúlio Vargas. A legislação definiu o valor como a remuneração mínima devida ao trabalhador, capaz de satisfazer suas necessidades de alimentação, vestuário, habitação, higiene e transporte.

Porém, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), o valor está longe disso.

Em novembro, por exemplo, o Dieese calculou que o salário mínimo ideal para sustentar uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 3.959,98. O valor é 4,15 vezes o salário atualmente em vigor.

Com informações UOL Noticias

Temer deixa presidência com rejeição recorde e legado de reformas pendentes

Michel Temer
Michel Temer entregará o poder amanhã a Jair Bolsonaro e deixará a política com uma taxa de rejeição histórica e um legado de profundas reformas, mas também com contas pendentes na Justiça.

O governante, de 78 anos, anunciou que neste dia 1º de janeiro, ao passar a faixa presidencial a Bolsonaro, porá fim à sua vida pública, da qual despede-se com uma taxa de aprovação de 9%, a menor da história recente, apesar de quase a ter duplicado nas últimas semanas, nas quais saiu dos 5% que manteve como média.

A taxa de rejeição de sua gestão, também histórica, beira 80%, enquanto quase 10% a considera “regular”.

Mesmo assim, Temer foi durante as últimas décadas um dos políticos mais influentes do país, manteve uma cadeira no Congresso desde 1994, presidiu três vezes a Câmara dos Deputados e liderou o MDB ao longo de 15 anos.

Em 2010 aceitou acompanhar Dilma Rousseff como candidato a vice-presidente, com quem ganhou as eleições daquele ano e as de 2014, mas nesse segundo mandato a relação com a governante se rompeu no meio de um crescente mal-estar social.

Temer formalizou seu divórcio político de Dilma em uma explosiva carta que divulgou no final de 2015, na qual disse sentir-se como um mero “acessório” e um vice-presidente “decorativo”.

O emedebista passou então a engrossar uma oposição que já articulava um processo de cassação contra Dilma por irregularidades fiscais e que conseguiu maioria na Câmara e no Senado para finalmente destituir a primeira presidente do Brasil.

Temer a substituiu interinamente em maio de 2016, quando Dilma sofreu sua primeira derrota no processo de destituição, e de forma definitiva em agosto daquele ano, quando a governante perdeu o cargo.
A maioria parlamentar formada para tirar Dilma se dobrou a favor de Temer, que revelou então sua faceta reformista e sua intenção de “mudar o país”, mesmo que fosse à custa da sua própria imagem.

O então novo presidente impulsionou impopulares reformas que estabeleceram limites para o gasto público para as próximas duas décadas, alterou a legislação trabalhista para satisfazer os empresários e implantou um regime que abre a porta a uma informalização total e a uma consequente precarização do trabalho.

Temer se justificou dizendo que herdou o governo no meio de uma aguda recessão, que entre 2015 e 2016 causou uma queda de quase sete pontos percentuais do PIB, e em que era necessário “modernizar” a legislação e também reduzir o tamanho do Estado, sem valer-se de populismos.
Os atos populistas são irresponsáveis porque produzem um bom efeito (de imagem) amanhã, mas um desastre depois de amanhã”, repetiu várias vezes, para explicar a impopularidade que marcou sua gestão.
Em meados de 2017 preparava-se para consumar sua maior reforma, a da previdência, com a qual buscava recuperar um sistema virtualmente quebrado, mas o enorme apoio que tinha no Congresso se esfumou de um dia para o outro com graves denúncias de corrupção.

O presidente foi denunciado por vínculos fraudulentos com a empresa JBS e se transformou no primeiro governante brasileiro em exercício que foi alvo não de uma, mas de duas denúncias formais por parte da Procuradoria-Geral da República.

No entanto, o mesmo Congresso que já tinha dado as costas ao seu programa de reformas impediu sua perda de imunidade e, pelo menos enquanto estivesse no cargo, lhe livrou dos tribunais.

A partir desse momento, seu governo começou a esmorecer e seu ímpeto reformista se apagou com o tempo, o que causou uma virtual paralisia de um Executivo que passou a ser quase “decorativo”, assim como o próprio Temer sentia-se quando ainda era vice de Dilma.

O presidente ficou só, até o ponto em que para as eleições de outubro, vencidas por Bolsonaro, o governante MDB apresentou como candidato o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que manteve Temer e sua impopularidade afastada da sua campanha.

Há dez dias, nos estertores do seu governo, Temer foi denunciado novamente por um decreto que assinou em 2017 e que teria favorecido ilegalmente uma empresa do setor portuário.

As duas denúncias anteriores e esta nova estavam na órbita do Supremo Tribunal Federal (STF), mas uma vez que Temer deixe seu cargo lhe esperarão em tribunais de primeira instância.
Não tenho a menor preocupação com isso”, disse há duas semanas, quando garantiu que sua consciência está “tranquila” e que provará que é inocente com seu próprio escritório de advogados, ao qual se reintegrará após uma vida dedicada à política.
Com informações UOL Noticias

AO VIVO | Jair Bolsonaro toma posse como presidente nesta terça: acompanhe as últimas notícias

Presidente eleito assume Governo em cerimônia hoje à tarde. Acompanhe, minuto a minuto, os preparativos e os bastidores da posse presidencial
Seguidores de Bolsonaro lotam a praça dos Três poderes
 para a posse de Bolsonaro. Ao fundo, a cavalaria da
PM faz a segurança do Palácio do Planalto
EVARISTO SA AFP
Jair Bolsonaro (PSL) toma posse como presidente da República hoje à tarde, 1º de janeiro de 2019, em Brasília. A cerimônia de posse presidencial começa às 14h com o desfile do cortejo da Granja do Torto até a Catedral Metropolitana de Brasília, de onde ele e a esposa, Michelle Bolsonaro, seguem para o Congresso Nacional. Na Câmara dos Deputados, Bolsonaro faz o juramento constitucional ao lado do vice-presidente eleito, o general Hamilton Mourão. Bolsonaro fará dois pronunciamentos: um no Congresso, e outro à nação, depois de receber a faixa presidencial de Michel Temer, no Palácio do Planalto. As solenidades terminam às 19h, no Palácio do Itamaraty. Além da posse do presidente, os 27 governadores eleitos também são empossados em seus Estados.

Veja os destaques da cobertura:


Acompanhe ao vivo todas as notícias sobre a posse do presidente:

Curso grátis da Nova Ortografia da Língua Portuguesa

Logo do Canal do Ensino
Postado por: Redação
Olá, leitor!
As línguas se transformam. As línguas mudam. A caminhada ao longo dos tempos, os espaços que separam os grupos sociais, os processos interativos que envolvem as pessoas produzem mudanças que, aos poucos, fazem de uma língua um elemento que se descaracteriza em relação ao que era antes. Entretanto, permanece viva, forte e com um poder de comunicação que acontece exatamente porque ela muda, caminha, se faz outra. É como se ela mudasse para permanecer a mesma.
O Brasil teve um período de transição de quatro anos – de 1º de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2012 – para implantar a reforma ortográfica. Os livros didáticos, porém, já estavam adaptados às novas regras em 2010. O prazo final para adaptação às novas regras foi até 2015. Atualmente, é imprescindível que todo profissional tenha pleno conhecimento dessas reformas, respeitando as novas regras gramaticais definidas para se adequar ao mercado.
  1. A história da ortografia
  2. Por que mudar?
  3. A mudança no alfabeto
  4. Uso e eliminação do trema
  5. Mudança nas regras de acentuação
  6. Uso do hífen
  7. Utilização de letras maiúsculas e minúsculas
  8. ABL e as mudanças finais na nova reforma ortográfica
O curso de Nova Ortografia da Língua Portuguesa é oferecido pela Administra Brasil Cursos e possui carga horária no certificado de 100 horas.
São centenas de cursos gratuitos profissionalizantes com opção do certificado de conclusão por apenas R$29,90 cada.
Além disso, não é necessário se cadastrar ou fazer provas. Você apenas estuda e solicita o certificado de conclusão em seu nome. É rápido, prático e de qualidade.
São mais de 300 mil alunos certificados todos os anos.
Bons estudos e até logo!

Como sair bem em fotos

Como sair bem em fotos por Helena Lunardelli Tutorial de truques e dicas para sair bem em fotografias.
Veja mais videos: Veja também o vídeo de como sair bem nas fotos - poses corporais!
Dicas corporais para sair sempre bem nas fotos. Para quem não viu, assista o Como sair bem em foto parte 1 para ver as dicas de rosto

..
VEJA MAIS VÍDEOS EM...Do Jeito H.

Mensagem para o ano novo

Mensagens Com Amor

Últimos suspiros

Mayara Caroline Schaffner


Mais um ano chegando aos seus últimos suspiros. E como passou tao rápido! A cada ano tenho a impressão que o tempo passa mais e mais depressa. Quantas coisas aconteceram, quantas pessoas encontramos, reencontramos... Oportunidades, escolhas, novos caminhos, momentos sorrisos e principalmente: quantas experiencias e aprendizados. O melhor de se chegar ao dia 31 de dezembro e pensar no que realizamos ou deixamos de realizar, é poder chegar nesse dia e nos sentirmos felizes com a pessoa que somos, que nos transformamos, que evoluímos. Que ao longo do ano, riu, chorou, vibrou de alegria, precisou de um "colo", mas que humanamente está "aqui", pronta mais uma vez como tantas vezes na vida pro "que der e vier". A vida é movimento, é energia, a vida não para, e é por isso que é tão bela! E, sem promessas para esse ano novo, porém com muitos desejos, eu deixo aqui o que maior se faz presente em mim. Desejo a esse Universo sem fim muito amor, muito amor, para começar, para não desistir, para fazer valer a pena, para sorrir, para superar, para recomeçar... Amor por si mesmo, pelo próximo, por quem já passou pela nossa vida e para quem virá, amor a todos os caminhos a serem seguidos. Jamais perca a fé, e nunca deixe de sentir gratidão, a tanto que desconhecemos ainda...

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK