PROCURANDO POR ALGO?

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Chás para febre

Encontre aqui os três melhores chás caseiros para tratar a febre. Veja ainda as causas desse mal e encontre outras dicas simples, práticas e sem contraindicações para combater a febre de forma natural. 
Chás para Febre
A febre é caracterizada como um aumento temporário da temperatura corporal. De modo geral, essa elevação da temperatura está associada com problemas de saúde.
O que muitos não sabem é que a febre é um mecanismo de defesa do organismo e, por isso, ela é muito importante. Quando o hipotálamo – região cerebral – percebe que há algum agressor no organismo – normalmente vírus ou bactéria – a temperatura corporal é elevada. Isso ocorre para que o tempo de resposta das células do corpo seja menor e, com isso, os invasores sejam destruídos.
De modo geral, a temperatura considerada normal é 37º C. Entretanto, há uma variação normal ao longo do dia e entre as pessoas. A medicina determina que temperaturas entre 36,6º C e 37,8º C são normais.
As principais causas da febre costumam ser:
  • Vírus
  • Infecção bacteriana
  • Insolação
  • Queimadura de sol
  • Inflamações
  • Tumor maligno
  • Alguns medicamentos e drogas, como antibióticos
  • Reação adversa a algumas vacinas
  • Desidratação
Veja neste artigo os três melhores chás para tratar a febre de forma natural. Encontre também as suas receitas e outras dicas para combater a febre caseiramente. Boa leitura!

Chás para Febre

Chá de Macela

A macela é uma ótima opção para aqueles que buscam chás para febre. Isso porque ela é um remédio caseiro com ações que induzem a transpiração e auxiliam na regulação da temperatura do corpo.
Veja como fazer o chá de macela para febre em casa.
Ingredientes
  • 3 colheres (sopa) de macela
  • 500 ml de água
Modo de preparo: Ferva a água e adicione as folhas de macela. Tampe a panela e deixe a infusão agir por cerca de 20 minutos. Coe o chá antes de bebê-lo.
Contraindicação: Gestantes não devem consumir o chá de macela para febre.

Chá de Manjericão

Assim como no caso da macela, o chá de manjericão também é ótimo para combater a febre porque propicia a transpiração. Com o corpo transpirando, a temperatura tende a baixar.
Veja como preparar o chá de manjericão para febre em casa.
Ingredientes
  • 20 folhas frescas de manjericão ou 1 colher (sopa) de folhas secas
  • 1 xícara de água
Modo de preparo: Misture a água e as folhas de manjericão em uma panela e leve-a ao fogo (fogo baixo, preferencialmente). Deixe a infusão ferver por cerca de 5 minutos com a tampa da panela fechada. Coe o chá antes de consumir.
Posologia: Beba entre 4 e 5 xícaras deste chá para febre ao longo do dia
Contraindicação: Gestantes não devem consumir o chá para febre de manjericão.
LEIA MAIS EM...

Deputada mais nova eleita tem 22 anos; 28 deputados têm menos de 30 anos

Luiza Canziani (PTB-PR)
Entre os 513 deputados eleitos para a nova legislatura (2019-2022) na Câmara dos Deputados, a mais nova é a deputada Luiza Canziani (PTB-PR), com 22 anos. Filha do deputado Alex Canziani (PTB-PR), Luiza é estudante de Direito e vai ocupar o primeiro cargo eletivo.

Também tem 22 anos o deputado eleito por São Paulo Kim Kataguiri (DEM), ativista político e coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL) também é estreante em cargos eletivos. Dos 513, 28 deputados têm menos de 30 anos.

A parlamentar mais idosa na nova Câmara será a deputada reeleita Luiza Erundina (Psol-SP), que tem 83 anos e vai iniciar o sexto mandato consecutivo. O deputado Mauro Lopes (MDB-MG) também foi reeleito e, aos 82 anos, vai iniciar o sétimo mandato consecutivo.

Mandatos
Três deputados estão no topo da lista de longevidade no cargo. Átila Lins (PP-AM), Átila Lira (PSB-PI) e Gongaza Patriota (PSB-PI) foram eleitos para o oitavo mandato na Câmara dos Deputados, acumulando 28 anos de experiência no Legislativo.  Os novatos, por outro lado, ultrapassam 200 nomes, que assumirão em fevereiro do ano que vem o primeiro mandato na Câmara dos Deputados.
AGÊNCIA CÂMARA

Fake news sobre candidatos inundaram redes sociais no fim de semana das eleições

(Foto: Olhar Digital)
Na véspera da votação do primeiro turno das eleições, as chamadas notícias falsas inundam redes sociais. Vídeos editados, imagens com o dia errado de votação, fotos com candidatos com estampas de camisa alterada, áudios simulando vozes de candidatos para sugerir determinadas reações a pesquisas. No vale-tudo das eleições, conteúdos enganosos têm se proliferado na web.
Os exemplos são vários. No dia 4 de outubro, a agência de checagem de fatos Aos Fatos divulgou texto explicando que não foi Fernando Haddad o ministro responsável pela distribuição de um livro no qual um dos textos tratava de incesto. A acusação foi disseminada por redes sociais. A agência também desmentiu a afirmação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no dia 30 de setembro de que o ato em apoio a Jair Bolsonaro (PSL) teria reunido 1 milhão de pessoas na Avenida Paulista, em São Paulo.
No dia 21 de setembro, o projeto Estadão Verifica desmentiu áudio atribuído a Jair Bolsonaro (PSL) em que uma pessoa com voz semelhante à dele simulava o político reclamando de uma pesquisa no hospital onde estava em recuperação e xingando enfermeiras. No dia 29, a Agência Lupa desmentiu capas falsas das revistas Época, Veja e Exame nas quais um representante da Organização dos Estados Americanos (OEA) admitia negociações para fraudar urnas eletrônicas.
A coligação Brasil Feliz de Novo, encabeçada por Fernando Haddad, anunciou ontem (4), a entrega de 92 páginas de denúncias de conteúdos falsos ao TSE. As mensagens foram recebidas por eleitores por meio de um canal aberto na plataforma WhatsApp. Na petição, a coordenação jurídica da campanha solicita a remoção dos conteúdos em perfis e páginas do Facebook e do Twitter e divulgação de um direito de resposta aos usuários atingidos pelas postagens.
Agências e projetos de checagem têm recebido muitas denúncias de textos, imagens e vídeos enganosos. Segundo Tai Nalon, diretora do site Aos Fatos, que atua na conferência da veracidade de conteúdos, nas últimas semanas têm crescido a circulação de mensagens questionando a lisura do processo eleitoral e apontando riscos nele, como fraude nas urnas eletrônicas. “Há muitas questões ligadas à agenda mais conservadora, como ideologia de gênero, religião, declarações de votos por celebridades. Esse tipo de desinformação é muito frequente”, contou.
LEIA MAIS EM...

Google+ será encerrado após falha que expôs dados de 500 mil usuários

(Foto: Reprodução)
A saga do Google+ finalmente chegou ao fim. A rede social do Google, criada no início da década para tentar fazer frente à popularização do Facebook será oficialmente aposentada após a descoberta de uma falha de segurança que expôs dados de aproximadamente 500 mil usuários.
Segundo o comunicado do Google, a brecha estava aberta desde 2015, mas só foi detectada e corrigida em março deste ano. A empresa havia escondido a vulnerabilidade temendo a repercussão do caso. Um comunicado interno vazado pelo Wall Street Journal menciona que revelar a falha no momento da descoberta fariam a empresa “ficar nos holofotes ao lado ou até mesmo no lugar do Facebook, mesmo tendo passado despercebidos pelo escândalo Cambridge Analytica”.
Como resultado da falha, quando o usuário aceitava ceder os dados de seu perfil público ao usar o Google para se conectar a um aplicativo, ele também acabava cedendo informações de todos os seus contatos, e não apenas os dados públicos. A empresa estima que 496.951 pessoas tiveram suas informações expostas, incluindo nomes completos, endereços de e-mail, datas de nascimento, gênero, fotos de perfil, lugares onde as pessoas viveram, ocupação e estado civil. No entanto, o Google diz não ter encontrado evidências de que esses dados foram acessados indevidamente.
De qualquer forma, a empresa aproveitou a situação para anunciar o fim do Google+ como um serviço para o usuário comum. “Esta análise cristalizou o que já sabemos há algum tempo: ainda que nossos engenheiros tenham se esforçado e dedicado para construir o Google+ ao longo dos anos, ele não alcançou adesão ampla de consumidores ou desenvolvedores, e vê pouca interação dos usuários com os apps. A versão para consumidor do Google+ atualmente tem pouco uso e engajamento: 90% das sessões de usuários do Google+ têm cinco segundos ou menos”, explica o comunicado. Na prática, isso significa que a maioria das pessoas que abrem o aplicativo o fazem por engano e fecham logo em seguida.
Além do fechamento do Google+, que deve acontecer de forma gradativa ao longo dos próximos 10 meses, o Google também prometeu uma série de funções novas para sua ferramenta de login em outros apps. Com isso, usuário terão mais controle sobre as permissões que darão a aplicativos para que acessem informações de suas contas.

Desobrigação com o serviço militar

Quem precisar de uma 2ª via do Certificado de Reservista, que tenha acima de 45 anos de idade, esta desobrigado do Serviço Militar. Saiba por que!

Todo reservista, a partir de 1º de janeiro do ano que completar 46 anos de idade, deve procurar um Órgão do Serviço Militar, como a Junta de Serviço Militar (JSM), mais próxima de sua residência e solicitar um Atestado de Desobrigação.

Não se realiza mais alistamento, por força do disposto no artigo 170 da Lei do Serviço Militar (Lei do Serviço Militar (Lei nº 4.375, de 17 de agosto de 1964), retificada pela Lei nº 4.754, de 18 de agosto de 1965.), o cidadão esta desobrigado da comprovação de estar em dia com as obrigações militares;

Ao cidadão é fornecido um ATESTADO DE DESOBRIGADO, o atestado substitui o certificado;

O atestado é gratuito, basta apresentar a carteira de identidade.

Leia a Lei abaixo: 
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/d57654.htm

FONTE:

LEIA TAMBÉM: DOCUMENTAÇÃO DO SERVIÇO MILITAR

BOLO DE LEITE NINHO

..
Por Receitas e Temperos
A receita de hoje foi feita com muito carinho para comemorar o aniversário da minha mãe. Preparei um bolo fofinho e molhadinho com os dois ingredientes que ama: Leite Ninho e doce de leite! Espero que gostem!
LEIA MAIS EM...

SENTA AÍ QUE LÁ VEM RECEITA

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK