PROCURANDO POR ALGO?

segunda-feira, 15 de abril de 2019

Governo estima salário mínimo de R$ 1.040 para o próximo ano

Previsão consta no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) divulgado nesta segunda-feira (15) pelo Ministério da Economia
MICHAEL MELO/METRÓPOLES
O Ministério da Economia estimou o salário mínimo em R$ 1.040 para 2020, de acordo com o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO), divulgado nesta segunda-feira (15/04/19). Atualmente, a renda mínima oferecida aos brasileiros é de R$ 998.

De acordo com o secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, o parâmetro para o salário mínimo leva em conta apenas o reajuste pelo INPC acumulado e não foi incluído nenhum tipo de ganho real. Segundo ele, porém, o valor é apenas um parâmetro considerado pelo governo no PLDO, e não reflete o reajuste que será aplicado de fato.

Existe atualmente no governo uma discussão a respeito do reajuste do salário mínimo. Pela regra válida até este ano, o salário mínimo era reajustado pelo INPC do ano anterior mais o PIB de dois anos antes.

No relatório bimestral de março, a equipe econômica havia previsto que o índice que reajusta o piso nacional deve ficar em 4,2% este ano, o que resultaria num valor próximo a R$ 1.040. Pela regra antiga, o valor poderia ficar em R$ 1.051.
Para 2021, o mínimo previsto na PLDO é de R$ 1.082,00. Para 2022, a estimativa é de R$ 1.123,00.
Veja a íntegra do projeto:
LEIA MAIS EM...

Finais dos estaduais: à espera de um VAR

..
O VAR é a tendência do momento. Só se fala nisso antes, durante e depois dos jogos. Nove estados decidiram usar a tecnologia em suas finais: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Bahia, Goiás, Ceará e Paraíba. No entanto, será que o método está realmente ajudando a diminuir os erros claros da arbitragem?

Sim! Na maioria dos casos, o experimento tem sido bem-sucedido. O grande problema está na demora para revisar os lances. Se você for ver uma final de estadual com VAR e não torcer para nenhuma equipe, aproveite para ir ao banheiro. Agora, se for torcedor, faça logo um checkup, pois a espera é de matar do coração!

Essa demora do VAR tem quebrado a dinâmica do jogo. Como se não bastasse esperar na fila do mercado, do banco, do ônibus e da lotérica toda semana, agora tem de esperar a decisão do árbitro também.

Nesse domingo, tivemos um exemplo bem claro dessa situação. No campeonato Paulista, jogo de ida entre São Paulo x Corinthians, foram quatro minutos para definir se o puxão no Henrique do Corinthians foi pênalti ou não. Já na partida entre Vasco x Flamengo, pela final do Carioca, era comum ver o árbitro com uma mão no ouvido e a outra estendida fazendo o sinal para esperar pois o lance estava sendo checado. Uma situação que foi recorrente. Haja paciência!
LEIA MAIS EM...

Governo prorroga permanência da Força-Tarefa Penitenciária no Ceará por mais 30 dias

Prorrogação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (15). Agentes atuam no estado desde janeiro deste ano.
Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária atuam
 nos presídios do Ceará — Foto: Divulgação
O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou a permanência da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária no Ceará por mais 30 dias, a partir desse domingo (14). A prorrogação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (15).

A permanência dos agentes penitenciários no estado foi um pedido do governador Camilo Santana. As tropas atuam nos presídios cearenses desde janeiro deste ano, quando o Ceará registrou uma série de ataques criminosos contra ônibus, prédios públicos e particulares. Áudios compartilhados entre membros de facções do Ceará revelaram que as ordens para as ações partiram de presidiários.

A portaria publicada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública foi assinada por Luiz Pontel de Souza, que substitui temporariamente o ministro Sergio Moro, em viagem internacional.

Conforme o documento, os agentes penitenciários realizam “atividades e serviços de guarda, vigilância e custódia de presos”.

“A operação terá o apoio logístico e a supervisão dos órgãos de administração penitenciária e segurança pública do ente federado solicitante, nos termos do convênio de cooperação firmado entre as partes, durante a vigência da portaria autorizativa”, informou o documento.

Atrás de chifre: pesquisa revela que 49% dos brasileiros admitem espionar online os seus parceiros

Uma pesquisa feita pela empresa de segurança Kaspersky no ano passado mostrou que 49% dos brasileiros admitem espionar online os seus parceiros.
.
Se você tem medo de que algum hacker invada o seu celular e tenha acesso aos seus contatos, fotos, conversas no WhatsApp e toda a sua vida digital, lembre-se que o perigo pode estar ao lado. Uma pesquisa feita pela empresa de segurança Kaspersky no ano passado mostrou que 49% dos brasileiros admitem espionar online os seus parceiros.

A forma mais fácil para ter acesso ao celular de alguém é usar a senha para desbloquear o aparelho. Não vou aqui dar detalhes de como consegui-la, mas todo mundo sabe que não é lá muito difícil decorar o número.

Em posse dela, os detetives de plantão iniciam o seu trabalho sorrateiramente, sem que o(a) parceiro(a) saiba. Alguns “apenas” vasculham emails, redes sociais, conversas no WhatsApp, acessam fotos, e se encontram satisfeitos.

Outros já são mais invasivos. Partem para a segunda fase do plano que é: instalar programas espiões que vão monitorar 24h por dia o que o dono ou dona do celular faz no aparelho. São os chamados popularmente de stalkerware, junção das palavras “stalker” (perseguidor) e “malware” (programa malicioso).

Infelizmente, eles podem facilmente ser encontrados na internet e muitos possuem a habilidade de se esconder dentro do celular. Por isso, é possível que o usuário nem se dê conta de que o seu aparelho foi invadido.

As ações mais comuns desses sistemas são o rastreamento da localização, o acesso as mensagens trocadas e o registro de chamadas telefônicas. Outros mais avançados conseguem até capturar imagens das câmeras do celular no momento em que desejam.

É muita invasão de privacidade, não?

Pelo menos existem algumas práticas que podemos fazer para nos proteger desse tipo de ação. A primeira delas é trocar a senha de desbloqueio do aparelho de tempos em tempos.

Outra dica é ir nas configurações do aparelho e analisar quais aplicativos instalados possuem permissão para acessar o microfone, câmera, fotos e serviço de localização. Se encontrar algum programa desconhecido, desinstale.

Quem tem celular com o sistema operacional Android pode ainda instalar o aplicativo Hidden Apps Detector. O programa faz uma varredura no celular e exibe os app ocultos instalados no aparelho.

Depois disso, o usuário pode tentar desinstalar o programa. Caso o programa não permita a desinstalação, será preciso formatar o celular e restaurar as configurações de fábrica.

Ter antivírus, antispyware e outros sistemas de segurança instalados no dispositivo também é importante. Algumas empresas oferecem sistemas que conseguem identificar se o celular possui um programa espião e emite um alerta ao usuário.

Espionar pode ser crime

Muita gente não se deu conta ainda, mas vascular o celular alheio pode ser configurado crime.

Lei Carolina Dieckmann (12.737/13) proíbe a invasão de celulares, tablets e computadores, conectado ou não a rede de computadores, mediante violação de segurança com o fim de obter informações sem autorização.

Se ficar comprovado o posterior roubo e vazamento de dados, a pena pode chegar a dois anos de prisão.

Já a Lei 9296/96 determina regras sobre interceptação telefônica. Ela prevê multa e pena de dois a quatro anos de prisão para quem acessar indevidamente “comunicações telefônicas, de informática ou telemática” sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei. Ou seja, é crime espionar, por exemplo, as ligações telefônicas feitas pelo(a) parceiro(a).

(*)com informações da Folha de S.Paulo

Catedral de Notre-Dame, em Paris, é atingida por incêndio

Catedral
Um incêndio na catedral de Notre-Dame, em Paris, foi confirmado pelo corpo de bombeiros local nesta segunda-feira (15). O fogo foi relatado por diversos usuários nas redes sociais antes da imprensa chegar ao local.

Os bombeiros estão tentando controlar as chamas na torre central da catedral, mas outras áreas da construção foram atingidas. Policiais isolaram a área e retiram os turistas que estavam dentro da catedral, segundo a agência EFE. Testemunhas afirma que chamas saíam de duas torres com sinos.

LEIA TAMBÉM: Incêndio atinge a Catedral de Notre-Dame, em Paris

A catedral medieval está localizada na Ile de la Cité, uma pequena ilha no centro de Paris e rodeada pelas águas do rio Sena. Ainda não foram divulgadas informações sobre feridos e nem os motivos que iniciaram o incêndio.

Incêndio atinge a Catedral de Notre-Dame, em Paris

A polícia isolou a área e está retirando os turistas que estavam dentro da construção medieval. Torre desmoronou em meio às chamas.
Incêndio atingiu a Catedral de Notre-Dame nesta segunda (15)
 em Paris — Foto: François Guillot/AFP
Um grande incêndio atingiu a catedral de Notre-Dame, em Paris, nesta segunda-feira (15), um importante símbolo da cidade.

O fogo foi relatado primeiro por usuários em redes sociais. Não está claro ainda o que o causou, mas pode estar relacionado a uma obra que vinha sendo feita no telhado. A emissora France 2 disse que a polícia está tratando o caso como um acidente. Não há relatos de feridos até o momento.

"Um incêndio terrível está acontecendo na Catedral de Notre-Dame. Os bombeiros de Paris estão tentando dominar as chamas (...) Peço a todos que respeitem o perímetro de segurança", escreveu a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, no Twitter.

A polícia isolou a área e está retirando os turistas que havia dentro da catedral.

Veja vídeo ao vivo do incêndio:

Obras

Uma grande operação dos bombeiros está tentando controlar as chamas, que afetam sobretudo a torre central da catedral, visitada por milhares de pessoas todos os dias.

Também há chamas saindo das duas torres dos sinos, de acordo com testemunhas no local.

O incêndio pode estar ligado às obras que vinham sendo feitas no telhado do edifício. A torre central estava rodeada por um andaime. Imagens postadas em rede social mostram que uma parte dela caiu em meio às chamas. Testemunhas afirmam que o telhado também desmoronou:

LEIA MAIS EM...

Sem estrutura, mercados públicos do interior resistem à modernidade

Erguidos pelas prefeituras para atender ao costume popular e gerarem empregos, a maioria dos prédios dos municípios apresenta péssima conservação, o que afasta os clientes
Em Iguatu, no Centro de Abastecimento, a infraestrutura
 do local é precária / Foto: Honório Barbosa
Apesar da multiplicação dos supermercados nas cidades do interior do Ceará, os mercados públicos continuam resistindo aos efeitos da modernidade. Mesmo com pouca atenção do Poder Público, ainda atraem os fregueses mais tradicionais. A preferência se completa no momento da pechincha, olho no olho, de levar três pelo preço de dois.

Erguidos pelas prefeituras para atender ao costume popular e gerarem empregos, a maioria dos prédios apresenta péssima conservação, motivo que afasta os clientes. O casal Luciana Ferreira e Vauíres Saldanha é exemplo dessa resistência. Ele herdou da mãe o comércio de frutas e verduras, também o box no Mercado da Carne, em Quixeramobim. "O segredo para cativar a freguesia está no sorriso. Sempre voltam. Pelo menos quem sabe o valor de um bom atendimento", revela Luciana, que confessa haver dificuldade para atrair mais clientes: "o velho mercado precisa se modernizar".

Inaugurado em agosto de 1985, o Mercado da Fruta e da Carne de Quixeramobim era orgulho do desenvolvimento da cidade. Hoje, conhecido como Mercado da Roupa, acomoda mais de 200 pequenos negócios, incluindo artesanatos, confecções, calçados e lanchonetes. Ambos receberão reformas e adaptações, avisa o secretário municipal de Infraestrutura, Ravy Ferreira.

Farmácia Popular: usuários relatam problemas na distribuição de medicamentos

Clientes reclamam da dificuldade em conseguir remédios do programa federal. Ministério da Saúde alega instabilidades "pontuais" na dispensação
A professora Maria Melo vem encontrando
 barreiras  para receber remédios antidiabéticos
Foto: JL Rosa
Mesmo recorrendo a uma forma de apoio para garantir a própria saúde, usuários do programa federal "Aqui Tem Farmácia Popular" encontram dificuldades na aquisição de medicamentos em Fortaleza. Criado em 2004, o programa federal tem a proposta de distribuir medicamentos básicos considerados essenciais gratuitamente, ou vendê-los com até 90% de desconto, por intermédio de farmácias privadas conveniadas. São oferecidos remédios para hipertensão, diabetes e asma, e para controle de colesterol, rinite, Parkinson, osteoporose e glaucoma, além de fraldas geriátricas e anticoncepcionais.

A professora Maria Melo, 57, dá viagens perdidas a diferentes farmácias há aproximadamente um mês. Como desculpa para os pedidos malsucedidos, geralmente, escuta dos atendentes que "o sistema está fora do ar". "Fica fora um dia ou dois, ou por algumas horas. Como não posso ficar esperando, acabo comprando a medicação que é um direito meu receber", afirma, referindo-se às quatro caixas mensais de um antidiabético que utiliza no tratamento.

A medicação, de uso contínuo, custa entre R$ 7 e R$ 10 a caixa. "Acredito que tenha muita gente passando pela mesma situação. Embora seja barato, nem sempre a pessoa tem condições de comprar", observa a professora. "Eu receberia durante seis meses, que é a validade da receita, mas até agora estou há um mês sem receber".

A dificuldade se soma à redução de farmácias credenciadas ao Programa, que, até 2017, também possuía unidades próprias. Em novembro daquele ano, a Farmácia Popular do Centro de Fortaleza encerrou as atividades, sendo a terceira e última da Capital a fechar as portas. À época, a justificativa do Governo Federal era que os custos anuais de manutenção, em torno de R$ 100 milhões no País, seriam empenhados na aquisição de mais remédios, por meio de repasses para os Estados e Municípios.

Atenção ao novo número da Central de Atendimento da FGTECH

COMPARTILHE
FGTECH / FACEBOOK

 — em FGTECH.


CONHEÇA A PÁGINA DA FGTECH OFICIAL NO FACEBOOK: AQUI

E aí, quais os planos para o fim de semana?🤔
Que tal reunir os migs para um filme em casa? 📺
Agora você tem a melhor conexão, aqui a internet é mais que rápida, é fibra!😱🤩
Já é cliente FGTECH FIBRA? 👉 Faça sua adesão agora mesmo😉
👉 Contrate agora um de nossos planos! 🤗🤗🤗
Acesse o nosso site e conheça nossos planos: 
*Consulte a disponibilidade para o seu plano. Solicite a liberação do serviço junto à nossa equipe de suporte.

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK