PROCURANDO POR ALGO?

terça-feira, 5 de março de 2019

Choveu forte em Aracoiaba nesta tarde de terça-feira de carnaval

,,

Chuva em Aracoiaba nesta tarde de terça-feira de carnaval

Vídeo de WhatsApp Terça-feira de carnaval 05/03/19

VEJA MAIS EM...

Mangueira leva Estandarte de Ouro como a melhor do Grupo Especial

A escola apresentou samba em homenagem aos heróis esquecidos da história brasileira. Uma referência a Marielle Franco levantou o público
DIEGO MARANHÃO/AM PRESS &
IMAGES/ESTADÃO CONTEÚDO
Considerada a melhor escola do Grupo Especial, a Estação Primeira de Mangueira ficou com o Estandarte de Ouro. O prêmio, organizado pelo O Globo, com participação do jornal Extra, levou em conta o samba-enredo, o desenvolvimento da agremiação na avenida, o trabalho de alegorias e as fantasias.

Sete escolas do grupo de elite do Carnaval carioca cruzaram a passarela da Marquês de Sapucaí. Os desfiles começaram às 21h30, com a apresentação da São Clemente. A última agremiação, a Mocidade, fechou os portões da passarela do samba às 6h45 desta terça-feira (5/3).

Neste ano, a Mangueira apresentou samba em homenagem aos heróis esquecidos da história do Brasil. A escola emocionou o público ao lembrar Marielle Franco, vereadora assassinada a tiros em 14 de março de 2018. A passagem da escola empolgou a arquibancada, que, no final no desfile, entoava gritos de “é campeã”.

Outros prêmios

A Paraíso do Tuiuti foi premiada no quesito melhor ala, com “O bode picando a mula do sertão”. Hudson Gaspar, da Vila Isabel, ficou com o prêmio de melhor passista masculino. Do lado feminino, Bellinha Delfim, do Salgueiro, ficou com o título. (Com informações de O Globo) 

Londres: paciente pode ser o segundo do mundo a ficar livre da Aids

Acredita-se que ele tenha sido curado após um transplante de medula óssea de um doador resistente ao vírus HIV
ISTOCK
Um homem britânico tornou-se o segundo adulto no mundo a ser curado da Aids, após um transplante de medula óssea de um doador resistente ao vírus HIV, anunciaram seus médicos, preservando a identidade do paciente. É apenas a segunda vez desde o início da epidemia global de Aids, nos anos 1980, que um paciente parece ter sido curado da infecção por HIV.
A notícia chega quase 12 anos depois do primeiro paciente que teria sido curado, e em circunstância parecida. O sucesso do tratamento aumenta as esperanças de que uma nova estratégia para a cura de pacientes com o vírus da Aids seja possível.
Os investigadores devem publicar o seu estudo ainda nesta terça-feira (5/3) na revista científica Nature. Publicamente, os cientistas estão descrevendo o caso como uma “remissão em longo prazo”. Em entrevistas, a maioria dos especialistas confirma se tratar de uma “cura”, com a ressalva de que é difícil saber como definir a palavra quando há apenas dois casos conhecidos.
Quase três anos depois de receber células-tronco da medula óssea de um doador com uma mutação genética rara que resiste à infecção pelo HIV — e mais de 18 meses depois de largar as drogas antirretrovirais —, testes altamente sensíveis mostram que até agora não há vestígio da infecção por HIV no paciente tratado.
“Não há vírus lá que consigamos medir. Não conseguimos detectar nada”, disse Ravindra Gupta, professor e biólogo especializado em HIV da Universidade de Cambridge que liderou uma equipe de médicos que trataram do homem. O paciente contraiu o HIV em 2003, disse Gupta, e em 2012 ele foi diagnosticado com um tipo de câncer no sangue chamado Linfoma de Hodgkin.
Apesar da esperança, os médicos alertaram que o resultado não significa que uma cura para o HIV tenha sido encontrada. Gupta descreveu seu paciente como “funcionalmente curado” e “em remissão”, mas advertiu: “É muito cedo para dizer que ele está curado”.
O homem está sendo chamado “o paciente de Londres”, porque seu caso é semelhante ao primeiro caso conhecido de uma cura funcional do HIV — em um homem americano, Timothy Brown, que ficou conhecido como o paciente de Berlim – onde foi submetido a tratamento semelhante, em 2007.
Brown, que vivia em Berlim, mudou-se para os Estados Unidos e ainda está livre do HIV. Cerca de 37 milhões de pessoas em todo o mundo estão infectadas com o HIV, e a pandemia de Aids matou cerca de 35 milhões de pessoas em todo o mundo desde que começou, na década de 1980.

Como bloquear o WhatsApp se seu celular for roubado ou perdido

Ficou sem o celular no Carnaval? Proteja suas conversas pessoais
..
Carnaval é época de muita folia e aglomerações, de modo que não é raro sair de um bloco de rua ou de um desfile de escola de samba e perceber que seu fiel companheiro, o smartphone, foi esquecido em algum lugar ou até mesmo roubado.

Então você perdeu o acesso ao seu celular e ao seu chip. Não importa se ele foi roubado, furtado ou você simplesmente acabou perdendo o aparelho, é recomendável bloquear o acesso ao WhatsApp o quanto antes para impedir que estranhos tenham acesso ás suas conversas particulares.

Por isso, é importante bloquear o WhatsApp no seu celular desaparecido o quanto antes. O problema é fazer isso sem acesso físico ao aparelho. O jeito mais fácil seria cadastrar o aplicativo em um novo celular com o seu número antigo, mas isso pode ser um problema por dois motivos: você pode demorar para conseguir um chip novo, ou você pode demorar para conseguir um celular novo.

O WhatsApp, no entanto, fornece uma outra opção, mas ela não é intuitiva. Depois de contatar a sua operadora para bloquear o seu chip, para que a pessoa com seu celular em mãos não tenha mais acesso a mensagens SMS, você deve seguir os passos abaixo:
1. Abra seu e-mail
2. Componha uma mensagem para o endereço support@whatsapp.com
3. Coloque “Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta” (sem as aspas) como assunto
4. No campo de texto, digite novamente “Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta” (sem aspas)
5. Inclua o seu número de telefone no formato internacional

O formato internacional de um número telefônico brasileiro é +55XXYYYYYYYYY, onde XX é o código de DDD da sua área e YYYYYYYYY é o seu número de telefone. Então, se você mora em São Paulo, e seu número de telefone é 99999-9999, o número deve ser digitado como +5511999999999.

6. O resultado é esse:

Reprodução

Anti séptico bucal: Receitas Naturais

Aprenda receitas naturais de um antisséptico bucal feito com cravo da Índia. O anti séptico por via oral é utilizado para anestesiar a boca e para aliviar os sintomas desagradáveis da halitose. 
O cravo da Índia combate o mau hálito
A boca é o cartão de visitas de qualquer pessoa – seja para o convívio da família, para sua convivência na escola ou faculdade, para namorar, para seus relacionamentos profissionais, enfim, o conjunto boca e dentes é o que mostra a impressão que você vai deixar para as pessoas a sua volta.
E o hálito é o alarme da boa interação entre você e as pessoas: ninguém gosta de falar com alguém que tem mal hálito, não é mesmo?! O mal hálito ou halitose é proveniente de vários fatores; pode estar associado à má higiene da boca ou por existência de cáries e outros males.
E também tem sua origem por problemas no sistema respiratório como sinusite e amidalite, no aparelho digestivo devido a gastrite, dispepsia, neoplasia ou úlcera e pode estar associado a diabetes, estresse, secura na boca, problemas hormonais e enfermidades febris.
A natureza nos oferece mais esse benefício, acabar com o mau hálito que incomoda tanto. Veja agora dicas rápidas, eficazes e naturais para se livrar desse problema. Abaixo, algumas plantas e receitas que podem ajudar a combater o mau hálito a partir de receitas naturais.

Plantas que combatem o mau hálito

Cravo-da-Índia

Conhecido por seu cheiro e sabor forte, o cravo além de ser uma ótima especiaria utilizado em doces, sobremesas e pratos finos, o cravo-da-índia acaba com os microorganismos presentes em nossa boca, que são os causadores do mau hálito. Além de ter propriedade analgésico também é antibacteriano e anti-séptico.
  • 1/2 copo de água
  • 5 cravinhos da Índia
Como fazer: Pegue uma panela e adicione a água e os cravos. Deixe ferver de 5 à 10 minutos. Desligue e deixe ficar morno. Coe e faça bochechos com o chá. Outra dica é você mascar os cravos de vez em quando.
Contraindicações: Deve ser evitado por mulheres grávidas por causar contrações e posterior aborto e por crianças portadores de gastrite e úlcera.

Alcaçuz

O alcaçuz é uma planta medicinal também conhecida como salsa, pau-doce o raiz-doce e regaliz. Ela tem propriedade anti-inflamatória, expectorante, antimicrobiana e antisséptica o que a torna ótima com antisséptico bucal natural. A parte usada do alcaçuz seria sua raiz.
  • 10 Gramas de raiz de alcaçuz
  • 1 litro de água
Como fazer: Coloque a água e a alcaçuz em uma panela e deixe fervendo por 10 minutos. Beba 3 xícaras de chá por dia.
Contraindicações: Grávidas, mulheres que estão amamentando, pessoas que tem pressão alta, glaucoma e problemas cardíaco não podem consumir a planta. Pessoas que fazem uso de anticoncepcionais orais e medicamento para reposição hormonal também estão proibidas de ingerir alcaçuz.

Alfavaca

Padre Cícero voa sobre Sapucaí em desfile da União da Ilha do Governador

União da Ilha do Governador e Paraíso do Tuiuti homenagearam o Ceará
Padre Cícero voa sobre a Sapucaí em desfile da
União da Ilha do Governador
(FOTO: Clovis Holanda/O Povo)
Sete escolas de Samba se apresentam na Marquês de Sapucaí na 2ª noite do Grupo Especial. São Clemente, Vila Isabel, Portela, União da Ilha do Governador, Paraíso do Tuiuti, Mangueira e Mocidade Independente de Padre Miguel são as escolas que entram no sambódromo. Das sete escolas, duas homenagearam o Ceará.

União da Ilha do Governador

A primeira, União da Ilha do Governador, teve entrada às 01:34, com o tema “A disputa poética entre Rachel e Alencar no Avarandado do Céu”. O desfile teve como enredo as obras de José de Alencar e Rachel de Queiroz, ambos nascidos no Ceará.

A escola também levou a imagem de Padre Cícero voando sobre a Sapucaí, além da representação da cultura e do artesanato do estado. 

Cestas, bordados, redes e outros adereços de decoração foram doados por artesões locais do Ceará. Ao todo foram mais de 15 mil produtos. O acabamento do carro alegórico, decorado com palha de carnaúba, também foi doação. Foram 5 meses para chegar toda folha de carnaúba do Ceará até o Rio de Janeiro.

Membros da bateria estavam vestidos de Padre Cícero, símbolo da religiosidade nordestina. Gracyanne Barbosa, rainha de bateria, usou fantasia de "Anjo do Sertão". 
As alas trouxeram referências a poemas de Rachel de Queiroz e José de Alencar. A Ala “Açude do Cedro” homenageou o primeiro açude construído na região, em 1877.

A região do Cariri, no Ceará, apareceu através da representação de um grande dinossauro, em menção ao Museu de Paleontologia do Cariri, conhecido pela grande quantidade de fósseis. Em outro carro, com o tema “A Procissão Marítima dos Pescadores”, a escola homenageou São Pedro, o padroeiro dos pescadores.

A apresentação também teve uma ala com 100 meninas vestidas de lingeries vindas direto do Ceará. Os times cearenses também foram homenageados.

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK