PROCURANDO POR ALGO?

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Saiba consultar seu saldo do FGTS com o número do PIS

;
Saiba consultar seu saldo do FGTS com o número do PIS. Para conseguir consultar o saldo das contas do FGTS, o trabalhador precisa ter em mãos o seu Número de Identificação Social (NIS), também chamado de PIS/PASEP ou NIT. Este número pode ser consultado nos extratos do FGTS enviados pela Caixa Econômica Federal, no Cartão Cidadão ou na própria carteira de trabalho.
O PIS (Programa de Integração Social) e o NIS (também chamado de NIT) são o mesmo número. A diferença é que ele pode ser gerado em duas bases de dados diferentes, por isso as variadas nomenclaturas.
O PIS é gerado no primeiro emprego da pessoa. Já o NIS é gerado por uma base de dados chamada Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis), que reúne os dados de quem recebe benefícios sociais como o Bolsa Família, por exemplo. Este único número serve para fazer várias consultas: FGTS, abono salarial e seguro-desemprego, por exemplo.
Mas o que fazer se você não consegue encontrar o seu NIS (PIS) em nenhum destes meios? Também é possível localizar este número pelo site do Cnis.
Veja abaixo o passo a passo para encontrar seu PIS pelo site do Cnis:

PASSO 1

Acesse o site do Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis) clicando aqui. Nesta página você encontrará a palavra “Inscrição” no canto superior esquerdo do menu. Clique sobre o termo e, em seguida, escolha a opção “Filiado”.
 — Foto: Reprodução/CNIS
— Foto: Reprodução/CNIS

PASSO 2

Em seguida, digite seu nome completo em “Nome de Filiado”, preencha o nome completo da sua mãe (deve estar idêntico ao que está em sua carteira de trabalho, mesmo se houver erros de digitação). Coloque o número do CPF e sua data de nascimento. Em “documentos complementares”, apenas o número do RG é suficiente, sem pontos e sem hífen. Depois, digite o texto que aparece na imagem do canto inferior da tela.
 — Foto: Reprodução/CNIS
— Foto: Reprodução/CNIS

PASSO 3

Em seguida, clique em “Continuar”. Se os dados estiverem corretos, aparecerá uma mensagem em vermelho, no canto superior da tela, informando que seus dados já constam na base do CNIS. Anote o número do NIT que aparece ao final desta mensagem. Este é o seu número de identificação como trabalhador.
 — Foto: Reprodução/CNIS
— Foto: Reprodução/CNIS
Agora que você já tem seu número do NIS (PIS) em mãos, é possível consultar o saldo de suas contas do FGTS pelo site da Caixa Econômica Federal ou pelo aplicativo oficial do FGTS. Ao digitar o número, não utilize pontos ou hífen. Se você ainda não tiver uma senha, você poderá fazer o cadastro para acessar seus dados. Saiba aqui como consultar o seu saldo do FGTS.
Primeira tela de acesso do aplicativo FGTS — Foto: Reprodução/Caixa
Primeira tela de acesso do aplicativo FGTS — Foto: Reprodução/Caixa

A intrigante história do homem que pagou pelo próprio assassinato; vídeo

Homem paga pela sua própria morte ao dar dinheiro à esposa
.
Um crime bárbaro fez Geraldo Jamil Siman Moreira de 51 anos, perder sua vida recentemente. O homem não sabia, mas acabou pagando pela sua própria morte ao dar dinheiro a esposa, Danielle Reis de Souza Siman de 36 anos. A mulher de Geraldo tinha um amante e parece ter premeditado o crime. Após convencer o amante, Danielle acabou sendo acusada como mandante da morte do marido.

O crime aconteceu em Cuiabá e chocou a população. Danielle inventou histórias para seu amante, Gabriel Brito Gabiato Pires de 18 anos. A mulher disse que era espancada por Geraldo e que os filhos do casal foram feitos após o homem estuprá-la. Isso fez com que Gabriel ficasse furioso.

O romance dos dois começou quando Gabriel tinha apenas 17 anos. O jovem então decidiu tirar a vida do marido de Danielle, após a mulher inventar mais uma história envolvendo Geraldo. Ela disse que o marido havia trancado-a dentro do quarto. Danielle ainda inventou que Geraldo tinha pego o seu celular.

Ela falava que não tinha nada com o marido dela, que o primeiro filho foi fruto de estupro e o segundo porque ela bebeu e nem sabia que eles tinham transado. Falava para o Gabriel que ela era vítima de violência doméstica, que ele agredia muito ela, que ele ameaçava, que deixava ela presa no quarto, essas coisas todas”, disse a delegada Eliane de Moraes, responsável pelas investigações do caso.

Depois disso Gabriel decidiu matar Geraldo e pediu dinheiro à Danielle. Os dois juntaram R$ 11 mil e utilizaram quase metade desse valor para contratar alguém para matar o comerciante. A mulher até viajou no dia marcado para Geraldo morrer para evitar suspeitas em relação ao crime, porém, somente no dia seguinte a sua viagem é que o homem foi morto.

“No interrogatório dela, ela falou que falava para ele que não poderia se separar do marido, porque eles tinham um contrato, que ela tinha que pagar R$ 150 mil se eles se separassem, mais os cartões dele, que ela ia ficar com essa dívida, por isso ela não podia se separar dele. E isso tudo era uma invenção dela para o Gabriel, mas ele achava que era verdade”, contou a delegada.

“Mas em nenhum momento foi enfática de tirar isso da cabeça dele, porque se ela quisesse, ela poderia fazer isso, porque ela tinha total domínio sobre o rapaz, ela poderia falar para ele: ‘não vou ficar com você se você matar, você vai matar o pai dos meus filhos’, e de alguma forma tirar da cabeça dele, mas ela não fez nada nesse sentido”, afirmou a delegada.

Como mostra o vídeo, o comerciante foi morto com dois tiros disparados à queima roupa por um assassino contratado pelo amante. Geraldo perdeu a vida no último (17) de janeiro após sua própria mulher planejar o seu assassinato. Depois que as autoridades descobriram a ligação de Danielle e de Gabriel com o crime, os dois foram presos.

“E ela foi juntando dinheiro que o marido dava e do que desviava da contabilidade que fazia para ele das coisas que ele vendia”, afirmou a delegada.

CONFIRA O VÍDEO: Homem é morto com tiros na cabeça na porta de casa em Cuiabá

Cinco truques para limpar o micro-ondas sem esforço

Saiba ainda como remover aqueles cheiros desagradáveis que teimam em não desaparecer
© iStock (Foto ilustrativa) 
O micro-ondas se tornou um eletrodoméstico presente em quase todos os lares e cozinhas, que facilita a preparação de refeições e permite o aquecimento ou descongelamento rápido dos alimentos. 

Porém, quando chega o momento de limpar o aparelho, surgem os ‘problemas’ e as dúvidas… Afinal, qual é a melhor forma de o fazer? Uso o lado amarelo da esponja? Posso passar um produto forte? Há risco de contaminar meus alimentos?

Os restos de comida no aparelho contribuem para a proliferação de bactérias. Por isso, o micro-ondas deve ser limpo com frequência, como lembra reportagem divulgada pela Globo. 

Para facilitar essa tarefa, confira cinco dicas simples 
1. Limpeza de rotina
Limpe sempre o micro-ondas após o uso com um pano umedecido com água e detergente normal. Seque com papel de cozinha para não danificar o aparelho nem o enferrujar.
2. Limpar e tirar o cheiro
Encha uma xícara com água e acrescente duas colheres de sopa de vinagre. Coloque por três minutos no micro-ondas e, mesmo depois de apitar, deixe a mistura repousar lá dentro por mais dois minutos. Durante esse tempo, a água com vinagre se evapora dentro do aparelho, amolecendo a sujeira e absorvendo o cheiro. Depois, passe um pano ou a esponja com o lado amarelo e seque com papel.
3. Tirar a sujeira acumulada
Coloque rodelas de limão em um pires, com um pouco de água no fundo. O princípio é o mesmo do vinagre, mas a acidez e o poder de limpeza do limão é maior. Ligue o micro-ondas por um minuto (não mais que isso) e, ao apitar, deixe mais alguns instantes lá dentro. Retire o prato do micro-ondas e lave o interior do aparelho com a esponja.
4. Desinfetar por dentro e tirar o cheiro
Outra solução para tirar odores do micro-ondas é molhar um pano com água e polvilhar em cima bicarbonato de sódio. Em seguida use esse pano para limpar normalmente. O bicarbonato é ótimo para remover odores e também possíveis bactérias. Deixe a porta do aparelho aberta por alguns minutos e seque com um pano seco ou papel de cozinha.
5. Limpar o exterior do micro-ondas
Tirar o pó e limpar o aparelho por fora também é importante. Mas a mesma regra vale para o exterior: nada de produtos abrasivos e secar sempre logo após a limpeza. Se o seu aparelho é antigo e tem detalhes e/ou botões, use uma escova de dentes para alcançar os cantos mais difíceis.

A pílula anticoncepcional modifica a forma do corpo?

Descubra! Após décadas de pesquisa, ainda não há evidências conclusivas de que engordar seja uma consequência real da pílula
© iStock (Foto ilustrativa)
Faz tempo que existem muitos mitos -e verdades- em relação a pílula anticoncepcional. Entre as dúvidas das mulheres é como ela pode influenciar no corpo. 

O aumento de peso é o efeito colateral mais relatado por quem toma a pílula combinada - o tipo mais comum, que contém estrogênio e progesterona sintéticos, como relata a BBC.

Mas após décadas de pesquisa, ainda não há evidências conclusivas de que essa seja uma consequência real.
A maior revisão acadêmica realizada até hoje, que examinou 49 estudos sobre a pílula combinada, constatou que "não há nenhum grande efeito evidente", mas adverte que ainda não foram conduzidas pesquisas suficientes para se ter certeza.

Outros estudos que analisaram pílulas só de progesterona encontraram, de maneira semelhante, poucas evidências sobre o controverso efeito.

Maria Gallo, endocrinologista da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, e coautora da revisão acadêmica, acredita que a crença de que a pílula engorda está relacionada a uma tendência natural do ser humano. As pessoas são especialistas em identificar padrões ao seu redor, mesmo onde eles não existem.

O fenômeno cognitivo, conhecido como apofenia, é a razão pela qual identificamos rostos, animais e outras formas curiosas nas nuvens, ou nos preocupamos com os números que foram sorteados em concursos passados da Mega-Sena.

Somos particularmente suscetíveis à apofenia se estivermos inclinados a ver um determinado resultado - como ganhar peso após começar a tomar um novo medicamento.

"É a mesma razão pela qual existe a ideia de que as vacinas podem fazer mal à saúde", explica Maria Gallo. "Se a oferecer a toda população, haverá pessoas que apresentam problemas de saúde, sejam ligados à vacina ou não."
No caso da pílula, a endocrinologista ressalta que as pessoas ganham em geral pouco mais de meio quilo por cada ano durante a maior parte das suas vidas, a contar a partir do início da idade adulta - o que, aliás, é quando a maioria das mulheres começa a usar métodos contraceptivos.
Aliás, a especialista alerta que em alguns casos pode ser de fato reconfortante apontar a pílula como ‘vilã’, em vez de admitir um eventual consumo excessivo de calorias. No ano passado, um estudo identificou a falsa percepção de ganho de peso em mulheres nas quais foi colocado o implante anticoncepcional.

Chefe proíbe mulher de usar banheiro feminino no trabalho

Thais Cyriaco, de 30 anos, processou a rede de supermercados 'Makro' pela decisão
© Reprodução / Redes Sociais
A auxiliar de limpeza Thais Cyriaco, de 30 anos, foi obrigada pela supervisora a usar o banheiro masculino do supermercado onde trabalha, da rede Makro, em Campinas, durante 5 meses.

"Eu sou mulher, mas uma promotora do supermercado me viu no banheiro feminino e reclamou com a gerente de Recursos Humanos. No dia seguinte, minha supervisora me procurou e disse: 'Já que você parece homem, vai ter que usar o banheiro masculino'. Eu retruquei. Disse que era mulher e que não queria, mas ela foi irredutível", afirmou.

De acordo com o 'Universa', do UOL, Thaís só voltou a usar o banheiro feminino do local de trabalho depois que entrou com um processo, na semana passada, contra a rede de supermercados. Ela e os colegas se sentiam constrangidos com a situação. A funcionária passou a não trocar de roupa no trabalho, e evitava usar o banheiro.

"Tentei poucas vezes, mas desisti. Eu me sentia péssima. Evitava ao máximo. Passava o dia com vontade de fazer xixi, mas tentava aguentar até em casa. Quando ficava impossível, corria para o banheiro adaptado e rezava para que estivesse vazio. Foram cinco meses de sofrimento", revelou.

Mesmo depois de ser autorizada a usar o banheiro feminino, Thais conta que não houve um pedido de desculpas nem explicações. "Todo mundo me olha torto. A situação só piora", disse.

Já a rede de supermercados Makro disse que "iniciou uma apuração para esclarecer e elucidar os fatos".

"A rede esclarece que a terceira Thais de Paula Cyriaco, contratada de uma empresa que presta serviço de limpeza à loja de Campinas, solicitou ao seu empregador que fosse tratada pelo gênero masculino, adotando o nome de Thalyson. O Makro foi comunicado deste posicionamento pela empresa terceirizada e, alinhado com seus valores de respeito à diversidade e à inclusão, imediatamente apoiou a decisão pessoal da funcionária, assim como sua escolha em utilizar o banheiro que melhor refletisse sua identidade de gênero", diz nota da empresa.

Qual é o papel dos EUA na crise na Venezuela?

 Além de se fortalecer internamente e como um dos líderes mundiais mais poderosos, Trump também depende do petróleo de Maduro
© Reuters
papel dos Estados Unidos na crise política, econômica e social vivida pela Venezuela tem sido questionado após negativa da chamada ajuda humanitária oferecida pelo país norte-americano e aliados na América do Sul, como o Brasil. Afinal, os Estados Unidos estão preocupados com o fornecimento do petróleo pela Venezuela ou querem de fato ajudar o povo venezuelano?

No último final de semana, o governo do presidente Donald Trump liderou o envio de toneladas de alimentos e medicamentos para as fronteiras da Venezuela com o Brasil, em Pacaraima (RR), e com a Colômbia, em Cúcuta, a pedido do autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó. As fronteiras, no entanto, foram fechadas por ordem de Nicolás Maduros e os veículos carregados foram incendiados, pois o chavista considerou que a ajuda humanitária era um meio de invadir o seu país.

"Quando os EUA colocam na fronteira do Brasil e da Colômbia os caminhões de ajuda humanitária e o governo venezuelano reage, matando pessoas na fronteira, poderíamos ver a construção de um argumento para justificar a invasão", explicou ao site Guilherme Casarões, professor do Centro de Relações Internacionais da FGV (Fundação Getúlio Vargas). Ele, no entanto, garante que "isso não quer dizer que os EUA só estão ajudando a Venezuela para forçar uma guerra". 

Justiça dá 5 dias para Vale comprovar ações preventivas em barragens

Em caso de descumprimento, a Vale será multada em R$ 1 milhão por dia de atraso. O prazo começa a contar a partir da intimação da empresa
IGO ESTRELA/METRÓPOLES
O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias, Michel Curi, exigiu que a mineradora Vale comprove que está cumprido as medidas preventivas determinadas em uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) e pelo governo estadual.

Na decisão, tornada pública nessa terça-feira (26/2), o magistrado estabelece um prazo de cinco dias para a mineradora apresentar a documentação necessária. O prazo começa a contar a partir da intimação da empresa. Em caso de descumprimento, a Vale será multada em R$ 1 milhão por dia de atraso. Procurada por e-mail, a empresa ainda não informou se já foi notificada e quais providências adotou.

Em 1º de fevereiro, o mesmo juiz já havia acatado manifestação do MP determinando que, para “assegurar a preservação do meio ambiente e a primazia da segurança humana face os ganhos econômicos”, a empresa deveria apresentar relatórios de firmas de auditoria técnica independentes que garantissem a segurança operacional das barragens Laranjeiras (em Barão de Cocais), Menezes II (em Brumadinho), Capitão do Mato, Dique B, Taquaras (em Nova Lima), Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III (em Ouro Preto) e de todas as demais estruturas de contenção de rejeitos existentes nos complexos minerários, bem como de quaisquer outras que estejam em zona de risco ou atenção.

Na nova decisão, o magistrado estipula o prazo de cinco dias para o MP estadual escolher a empresa que fará as auditorias da segurança das barragens.

A Vale também deverá apresentar à Agência Nacional de Mineração (ANM) e à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) um plano de ação que garanta a total estabilidade e segurança das barragens Laranjeiras, Menezes II, Capitão do Mato, Dique B, Taquaras, Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III, comunicando aos órgãos a lista de pessoas cadastradas como residentes na zona de autossalvamento das estruturas de risco.

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK