PROCURANDO POR ALGO?

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Mito ou fato: Beber álcool anula o efeito do antibiótico?

Muitas pessoas ficam com dúvidas sobre beber álcool quando se está medicado... Mas então, pode ou não?
@
A ideia generalizada é de que quando se está tomando medicação, sobretudo algum tipo de antibiótico, a ingestão de álcool pode anular o efeito do comprimido - mas, será que é mesmo assim? De acordo com informações do hospital português Lusíadas não é de fato verdade que o consumo de álcool impacta no efeito dos antibióticos, nem anula a sua ação terapêutica.

No entanto, o hospital alerta que sim o álcool pode de algum modo reduzir o período de tempo que o antibiótico permanece no organismo e na corrente sanguínea em níveis considerados eficazes para combater vírus ou doenças para que foi prescrito. 

Por outras palavras as bebidas alcoólicas podem "diminuir a semivida da substância, através do aumento da diurese (aumento da produção de urina), uma vez que o álcool inibe o hormônio antidiurético".

Adicionalmente, o álcool pode competir, a nível do fígado, com a eliminação dos antibióticos, aumentando a sua toxicidade bem como a dos antibióticos e de outras substâncias.

O hospital aponta ainda que de acordo com o conhecimento científico atual, não existe uma resposta concreta para a pergunta 'posso beber e tomar antibióticos?' Ou seja, para a maioria dos doentes e para a maioria das classes de antibióticos, não há qualquer problema em ingerir moderadamente bebidas alcoólicas durante a ingestão de antibióticos.

Tratando-se somente de uma questão de bom senso. A própria Associação Médica Britânica (BMA), não impõe qualquer restrição à associação do álcool com a maioria dos antibióticos.

As exceções

Ainda assim, existem alguns antibióticos que não podem jamais ser tomados juntamente com álcool. São eles Metronidazol, Tinidazol e cefotetan/cefoxitina e o Bactrim (Sulfametoxazol+Trimetoprim).

Se tiver dúvidas sobre o tipo de medicação que está tomando neste momento e o impacto do efeito do álcool, não hesite em consultar um médico ou farmacêutico. 

Afinal, por que não consigo emagrecer? Quatro motivos mais comuns

Antes de jogar a balança fora, entenda que é normal e por vezes é mesmo difícil perder aqueles quilinhos a mais - mesmo quando treina. Saiba o que pode estar acontecendo.
@
De acordo com a revista Women’s Health, se não consegue emagrecer o motivo pode simplesmente estar acontecendo porque você ainda não encontrou o equilíbrio correto entre o tipo de alimentação que ingere e a quantidade de exercício físico que pratica.

“Treino e nutrição não são ciências exatas”, explica o personal trainer Josh Elsesser, dono da Invictus Fitness Solutions, no sul da Califórnia, e da COACHD, uma empresa on-line de treino em saúde e fitness.

“O treino que pratica e como se alimenta afetam o seu metabolismo, a maneira como o corpo acumula gordura e a produção de hormônios como cortisol, insulina e hormônios sexuais, que são essenciais para o sucesso quando está tentando atingir o peso ideal”, diz.

Veja as quatro razões mais comuns por que não consegue emagrecer segundo Josh Elsesser:

1. Está retendo líquidos
Corridas intensas e/ou sessões de treino de musculação exercem pressão sobre as fibras musculares, provocando pequenos traumas que por sua vez causam inflamação, parte necessária do processo de cicatrização e reparo. O que ocorre é que o corpo responde a este processo retendo líquidos. Não é permanente, explica Elsesser, e ocorre sobretudo entre os indivíduos que começaram a praticar exercício físico recentemente, porém pode ser persistente até que o organismo se adapte ao tipo e intensidade de exercício que está praticando. Respeite os dias de descanso para que o corpo consiga recuperar.

2. Os músculos estão acumulando energia
É comum ganhar alguns quilos quando começa a aumentar a frequência e nível do treino, como por exemplo se começar a treinar para correr uma maratona. Os músculos respondem ao esforço mais intenso que está sendo realizado armazenando mais glicogênio, que opera juntando água às células musculares para mantê-lo abastecido. Tal fato pode provocar o aumento de dois a três quilos, explica o especialista.

Todavia, na medida que for se adaptando irá necessitar de cada vez menos glicogênio para realizar a mesma quantidade de esforço.

3. Ganhou músculos
A verdade é que a massa muscular pesa mais do que o tecido adiposo ou gordura e por isso apesar de ter uma aparência mais delgada e estar mais saudável tal pode não se refletir nos ponteiros da balança. Neste caso, sim tem licença total para ignorar a balança!

4. Não está comendo o suficiente
Está lendo bem. “Pode se exercitar mais e comer mais, ou se exercitar menos e se alimentar menos, mas não pode exercitar mais e se alimentar menos. Simplesmente não funciona”, explica Elsesser à Women’s Health.

Todavia, é óbvio que deve comer sempre com moderação. O especialista alerta que comer em excesso, principalmente alimentos processados e sem nutrientes nunca é em caso algum um ideia viável. Contudo, é necessário combinar adequadamente o aumento do treino com o aumento adequado do combustível, para que possa recuperar e atingir os seus objetivos.

A recomendação é consultar um nutricionista que trace um plano alimentar personalizado.
POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Não fazer a cama faz bem à saúde. A ciência explica

Para quem não gosta de arrumar a cama, vai aí uma boa desculpa!
@
Não tem paciência para fazer a cama todos os dias? Bem, talvez não seja preciso e finalmente tenha a desculpa perfeita. Um novo estudo alerta que colchões, lençóis e cobertores são o habitat ideal para o aparecimento e proliferação de ácaros.

Um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Kingston em Londres, no Reino Unido, e divulgado pela revista Galileu, alerta que fazer a cama pode ser prejudicial para a saúde do organismo.

O estudo baseia-se no fato que ao fazer a cama, por se tratar de um ambiente quente, úmido e escuro está se criando as condições ideais para a procriação de bactérias e de ácaros. 

E hoje você fez a sua cama? Se a resposta é sim, os cientistas estimam que cerca 1,5 milhões destes microorganismos estejam neste momento vivendo e 'prosperando' no seu colchão. Bichos estes que estão por trás de inúmeras alergias, que se manifestam através de tosse, espirros e dores de garganta.

Todavia, caso deixe a cama desarrumada e a deixe 'respirar' esses números assustadores tendem a diminuir durante o dia. 

“Sabemos que os ácaros só conseguem sobreviver absorvendo água da atmosfera e utilizando pequenas glândulas do corpo humano”, afirmou o líder da pesquisa Stephen Pretlove. “Às vezes, simplesmente deixar a cama desarrumada durante o dia pode ajudar a remover a umidade dos lençóis e do colchão, de  forma que os ácaros fiquem desidratados e morram". 
POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Spaece 2019 mostra avanço do Ceará em aprendizagem no Ensino Médio

97,1% dos alunos da rede estadual foram avaliados no ano passado
@
O governador Camilo Santana apresentou, nesta quarta-feira (15), os resultados educacionais relativos ao Ensino Médio cearense, conforme o Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece) de 2019. De acordo com os dados analisados, o desempenho dos jovens da 3ª série atingiu o melhor índice de aprendizagem, desde 2012. A apresentação foi feita no Palácio da Abolição e contou com a presença da vice-governadora Izolda Cela, além da secretária da Educação, Eliana Estrela, e de profissionais da área.

O Spaece avaliou 97,1% dos alunos da rede estadual. O desempenho em Língua Portuguesa saiu de 251,6 pontos, em 2012, para 271,6 em 2018 e em 2019 o melhor índice: 278,2. Em Matemática, enquanto no ano de 2012 correspondia a 260,7, em 2018 foi para 272,5 e no ano passado alcançou 274,3. O percentual de alunos nos níveis intermediário e adequado em Língua Portuguesa subiu para 55,1%, enquanto, em 2012, o percentual era de 33,3%. Vale ressaltar que em 2012 o percentual de alunos no padrão muito crítico era de 31,2%. Já no ano de 2019, caiu para 13,3%. Em 2019, na disciplina de Matemática, o percentual nos níveis intermediário e adequado alcançou 27,1%. Diferente dos 23% demonstrados em 2012. Foi verificada ainda uma redução nos padrões muito crítico, de 47,8% em 2012 para 41%, no ano passado.
LEIA MAIS EM...

Caixa e Banco do Brasil começam a pagar hoje abono do PIS/Pasep

@
O pagamento do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) do calendário 2019/2020, para os trabalhadores nascidos no mês janeiro e fevereiro, começou nesta quinta-feira (16). De acordo com a Caixa, os valores variam de R$ 87 a R$ 1.039, conforme a quantidade de dias trabalhados durante o ano base 2018.

Os titulares com conta individual na Caixa e cadastro atualizado receberam o crédito automático antecipado na terça-feira (14). Segundo a instituição, são mais de 3,6 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro, totalizando R$ 2,6 bilhões em recursos injetados na economia.

Pasep

Os servidores públicos, cadastrados no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), com o dígito final de inscrição 5 e 6 recebem também a partir de hoje. O pagamento é feito pelo Banco do Brasil

Calendário

No caso do PIS, os pagamentos são escalonados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho de 2019, com os nascidos naquele mês. O prazo final para o saque do abono salarial do calendário de pagamentos 2019/2020 é 30 de junho deste ano.
@
Consulta

O valor do abono salarial do PIS pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão: 0800 726 0207.
POR AGÊNCIA BRASIL

Twitter 'provavelmente nunca' terá botão de editar, diz CEO

Jack Dorsey afirmou o botão 'editar' quebraria a essência do Twitter
@
Ontem (14), em um vídeo publicado pelo site WiredJack Dorsey - CEO do Twitter - foi perguntado sobre a possibilidade de a rede social incluir o botão "editar" entre as opções de tuítes, e quando isso aconteceria. Dorsey não hesitou na resposta: "provavelmente nunca", disse o fundador da plataforma.
LEIA MAIS EM...

Inicie uma conversa pelo WhatsApp sem salvar o contato

Existem algumas formas de iniciar uma conversa pelo aplicativo sem adicionar o número à sua lista de contatos; confira
@
WhatsApp é, frequentemente, a melhor maneira de entrar em contato com alguém. Mas, para falar com uma pessoa que não está na sua lista de contatos sobre algum assunto específico, é necessário primeiro adicionar o contato em sua agenda telefônica. Isso tende a ser um problema, caso o conteúdo da conversa seja curto, como uma venda, ou uma conversa com uma empresa. No entanto, o que muitos não sabem é que é possível entrar em contato com pessoas sem ter que adicioná-las. Veja como:
LEIA MAIS EM...

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. EMAIL: josenidelima@bol.com.br FAVOR INFORMAR O LINK