PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 29 de setembro de 2018

FILME: O PESADELO DE UMA MÃE

..

POR Dicas de filmes
FILMES 2018 LANÇAMENTO 2018 COMPLETO DUBLADO O PESADELO DE UMA MÃE

Veja Mais Filmes...

Bruna Marquezine posa de lingerie de grife em Milão

Atriz faz campanha para a Dolce & Gabbana
© Reprodução/Instagram
atriz Bruna Marquezine, de 23 anos, compartilhou uma nova foto em seu Instagram em que aparece só de lingerie nesta sexta-feira (28).

O clique é do ensaio feito enquanto ela estava em Milão, na Itália, onde chegou a desfilar pela famosa grife Dolce & Gabbana.

Na quinta (27), Marquezine esteve com o namorado, o jogador Neymar Jr., na primeira fila do desflle da Off-White ao lado de Cara Delevingne, em Paris, na França.

VEJA MAIS EM...

Que tal poder rastrear todas as entregas da internet?



Isso é o que prevê um projeto em análise no Congresso
Está sendo analisado na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 10052, de 2018, do deputado Carlos Henrique Gaguim (DEM-TO), que torna obrigatória um número de rastreamento da entrega de produtos adquiridos pela internet. Segundo o texto, o vendedor precisará disponibilizar mecanismo que permita o rastreamento sempre que a compra ocorrer fora de estabelecimento comercial.

O objetivo, de acordo com o autor da proposta, é que o consumidor possa acompanhar o trajeto da mercadoria até a porta da sua casa. O projeto muda a Lei 6.538, de 1978, que trata dos serviços postais, e a Lei 8.078, de 1990 (Código de Defesa do Consumidor).

Carlos Gaguim argumenta que o comércio online no país cresce em ritmo superior ao da economia em geral. Ele cita dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico segundo os quais as vendas pela internet deverão ter um salto de 15% em 2018 em relação a 2017, com previsão de faturamento de R$ 69 bilhões. 

Porém, de acordo com o deputado, há uma série de fatores que ainda impedem o desenvolvimento mais acelerado do setor no Brasil. "Entre eles, podemos citar as carências de infraestrutura de telecomunicações e as dificuldades de logística, mas há um motivo primordial para que muitos brasileiros ainda não tenham aderido ao comércio online: a falta de confiança", avalia o parlamentar.
LEIA MAIS EM...

Existe um açúcar que combate a obesidade

(foto: Pixabay)

Estudo descobre os efeitos benéficos da manose
Um estudo recente realizado na Califórnia, Estados Unidos, aponta que um tipo de açúcar ainda pouco conhecido pode ser um poderoso aliado no combate à obesidade. A manose, como é chamada a substância, seria capaz de afetar as bactérias do intestino e, consequentemente, estimular a perda de peso, segundo pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisas Médicas Sanford Burnham Prebys, localizado na cidade de San Diego. A informação foi divulgada pelo site americano de notícias científicas Medical News Today.

A manose, atualmente, é utilizada apenas em tratamentos de algumas infecções bacterianas e de uma doença chamada desordem congênita de glicosilação. o uso não-controlado da substância pode causar complicações de saúde e, até mesmo, levar à morte.

Para testar os efeitos desse tipo de açúcar em relação à obesidade, os cientistas americanos realizaram testes em cobaias. Camundongos foram separados em dois grupos: com dieta rica em gordura e com acréscimo da manose; e alimentação gordurosa, porém, sem esse açúcar. Além disso, os animais tiveram monitoradas a flora intestinal e os indicadores de peso corporal e gordura no fígado.

De acordo com o Medical News Today, os pesquisadores observaram que os camundongos alimentados com a dieta rica em gordura, porém, com a inclusão de manose, acabaram absorvendo menos calorias e tiveram a saúde, o peso corporal e a flora intestinal em melhor estado do que os ingeririam os mesmos alimentos, com exceção do açúcar. Os resultados foram publicados no periódico científico Cell Reports.
LEIA MAIS EM

Como deixar a sua conta do Facebook mais segura

(Foto: Reprodução)

Ao utilizarmos qualquer rede social, nós devemos tomar alguns cuidados especiais para não perdermos nosso login ou ser alvo de hackers. O Facebook, por ser a plataforma do gênero mais popular do mundo, talvez seja o maior alvo desse problema.

Felizmente, ela conta com alguns recursos interessantes para proteger as nossas contas. E nós, também separamos algumas dicas para que você possa se prevenir de possíveis problemas.

Cuidado com a senha

Uma das dicas principais, e que serve não apenas para o Facebook, mas para qualquer serviço que requeira um login, é utilizar senhas complexas. Procure ter uma combinação de letras maiúsculas e minúsculas, e alguns caracteres especiais como asterisco, arroba, entre outros.

Datas de nascimento, nome do cachorro ou iniciais do nome, também são itens fáceis de lembrar, e se alguém conhecido estiver tentando acessar a sua conta, poderá começar as tentativas usando essas informações. Por isso, sempre que possível, evite usar estas informações para criar a sua senha.

Além de fazer a senha com essas dicas, não se esqueça de trocá-la periodicamente. Não precisa ser toda semana, mas uma vez a cada dois ou três meses, já é o suficiente para você estar seguro. E, não menos importante, jamais compartilhe a sua senha, guarde-a apenas para você.

Autenticação de dois fatores e gerador de códigos

O recurso autenticação de dois fatores do Facebook adiciona uma etapa a mais na hora de fazer o login na rede social em máquinas desconhecidas. Assim, toda vez que você utilizar a rede social em uma máquina nova, será solicitado um código ou uma confirmação através de outro dispositivo que você já utiliza.

Confira abaixo os passos para ativar essa medida de segurança:
  1. Com o Facebook aberto no computador, procure perto de seu nome por uma seta apontada para baixo, e clique em “Configurações”;

Facebook revela que foi hackeado, e 50 milhões de contas foram afetadas

(Foto: Ken Yeung / flickr)

O Facebook anunciou nesta sexta-feira, 28, uma falha de segurança que afetou 50 milhões de contas na rede social, e que teve uma consequência curiosa: aproximadamente 90 milhões de pessoas precisaram refazer o login no Facebook nesta sexta.

A empresa explica que a falha foi descoberta na última terça-feira, dia 25, e tem sido investigada desde então. Os cibercriminosos exploraram uma falha no recurso “Ver Como” da rede social, que permite ao usuário visualizar como fica o seu perfil para desconhecidos, amigos de amigos ou amigos da rede social.
Segundo o Facebook, uma vulnerabilidade do código na rede social permitiu que esse recurso fosse usado para roubar tokens de acesso às contas. Os tokens são chaves digitais que permitem que os usuários se mantenham logados na rede social sem precisar digitar sua senha todas as vezes que acessam o site ou aplicativo. Usando esses dados, os hackers podem ter acessado indevidamente as contas de vários usuários, sem precisar descobrir a senha.
O comunicado da falha diz que o Facebook tem certeza que 50 milhões de contas foram afetadas. Os tokens dessas contas foram todos invalidados, o que, na prática, fez com que estes usuários precisassem refazer seus logins para se conectar à rede social. Por precaução, o Facebook também invalidou os tokens de outras 40 milhões de contas que usaram o “Ver Como” no último ano, mesmo sem evidências de ataque; essas pessoas também precisaram refazer seus logins nesta sexta-feira. No total, são 90 milhões de usuários que foram desconectados da plataforma.
A falha é grave especialmente porque ela não afeta apenas as contas do Facebook. Isso porque muita gente usa o Facebook para se conectar a outros aplicativos. Com uma falha dessas, também seria possível acessar outros serviços que o usuário tenha vinculado à rede social, o que torna a brecha consideravelmente mais grave.
Diante desta situação, o Facebook também desativou o recurso “Ver Como” temporariamente para analisar melhor a vulnerabilidade. A empresa diz que, por estar em uma etapa inicial de investigação, não há como saber ainda se o roubo destes tokens permitiu que as contas atingidas fossem utilizadas para algum fim indevido, ou se as informações das vítimas foram acessadas. Da mesma, a empresa ainda não sabe apontar quem são os responsáveis pelo ataque.

Governo estuda proposta para regulação do comércio de livros



O Ministério da Cultura (MinC) encaminhou à Casa Civil da Presidência da República a proposta para uma Política Nacional de Regulação do Comércio de Livros. Com a proposta legislativa, o ministério pretende deixar o mercado de venda de livros mais equilibrado. Uma das propostas da política nacional é a de que o preço de comercialização de cada livro será estabelecido por sua editora, ao menos logo após o lançamento.

A ideia é preservar no mercado as editoras e livrarias menores. Atualmente, não existe regulamentação para precificação de livros. Uma loja grande, uma multinacional do ramo, por exemplo, tem mais condições de vender lançamentos por um preço mais barato, atraindo mais clientes e, com isso inviabilizando o lucro de pequenas editoras ou livrarias.

Segundo o MinC, o modelo proposto prevê uma variação máxima de 10% no preço do livro. Depois de um prazo a ser determinado, as livrarias poderão aplicar os descontos que quiserem. “Trata-se de um modelo de regulação já praticado internacionalmente, que visa a combater a concorrência predatória, em um momento em que a crise no mercado editorial alcança proporções preocupantes”, afirmou o ministério, em nota.

Representantes de empresas do ramo já procuraram o governo federal para tratar do assunto. O documento enviado pelo ministério foi preparado por um grupo de trabalho composto de representantes de diversos segmentos do setor, além do próprio MinC. Agora, a Casa Civil aguarda o documento chegar em sua área técnica, o que ainda não ocorreu, para dar andamento ao pleito do ministério e dos empresários da área editorial.

Anatel determina ligações gratuitas em orelhões da Oi no Ceará e em 10 estados



As ligações locais e de longa distância nacional feitas a partir de orelhões da Oi permanecerão gratuitas até 31 de março de 2019 em 11 estados do país. A determinação é da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em razão do não cumprimento de obrigações por parte da concessionária.

A medida vale para oito estados da Região Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte) e três da Região Norte (Pará, Amazonas e Amapá). A punição é uma extensão de pena aplicada a Oi pela Anatel em outubro do ano passado.

Após fiscalização que constatou que o percentual de orelhões em condições de operação não atingiu os patamares estabelecidos pela agência, que deve ser de, no mínimo, 90% em todas as unidades da Federação e de no mínimo 95% nas localidades atendidas somente por orelhões, a Oi foi responsabilizada.

Na ocasião, a agência liberou as ligações locais em 15 estados. Em março deste ano, após nova fiscalização, a agência manteve a punição desta vez para 12 estados, determinando que o encerramento da punição para dia 30 de setembro.

Em agosto, nova aferição foi realizada e constatou que a Oi não cumpriu as metas de disponibilidade de orelhões em funcionamento nestes estados, à exceção de Roraima. Em Roraima, as ligações poderão ser cobradas, a partir de segunda-feira (1º).

A Anatel disse ainda que a Oi já foi notificada da medida e que uma nova medição deverá ser feita em 28 de fevereiro de 2019 e vai indicar os estados em que as ligações poderão ser cobradas a partir de 1º de abril de 2019.

Esta não é a primeira vez que a Oi é punida pela Anatel a não cobrar pelas ligações feitas a partir de seus orelhões. A operadora já chegou a ser punida em 2015 por não ter alcançado os patamares mínimos de operações exigidos pela agência reguladora.

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK