PROCURANDO POR ALGO?

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

OUVINDO BEM BAIXINHO, ESSA MELODIA... NÃO ME CONTIVE. CHOREI.

MADRUGANDO. CHOVENDO MANSAMENTE POR SOBRE O TELHADO DE MINHA CASA. ENFIM OUVINDO BEM BAIXINHO, ESSA MELODIA... NÃO ME CONTIVE. CHOREI.AS LÁGRIMAS E OS PINGOS DÁGUA SE CONFUNDIRAM E QUEBRARAM O SILÊNCIO DESSA MADRUGADA. COISAS DE SAUDADE. MUSICA SERTANEJA E NOSTÁLGICA. INDIFERENÇA. AS TRÊS HORAS. DESTA QUARTA FEIRA. 16.01.2019.

VEJA MAIS EM...
CRÔNICAS DE RUFINO SILVA

..;
Fonte: Zezé Di Camargo & Luciano - Indiferença (Live Video)

Universo Sertanejo Composições /Facebook:
É a Sua Indiferença Que Mata,e Uma Invasão Um Nó Dentro De Mim...Coração Divide Em Dois Na Sua Falta,Uma Parte e o Começo e Outra o Fim,é a Sua Indiferença Que Me Mata,Que Me Mata...

Quanto custa um sonho?

;;
POR MENSAGENS COM AMOR
Sem medos, sem limite e sem restrições. Por mais difícil que seja o caminho que leva até a reta final de um sonho, esse caminho pode ser atravessado. Não existem obstáculos que não possam ser ultrapassados nem recordes que não possam ser quebrados. A força de vontade leva além!

É preciso que haja persistência
Se existe um sonho, é preciso que haja persistência. Sem ela, não há como ter a realização de nada. A quem deseja crescer e conquistar o desejo do coração, o principal, a fórmula mágica, é começar com o trabalho duro e esperança.

Qual é o preço do seu sonho?
Qual é o preço do seu sonho? Ele vale a pena ser vivido? Se a resposta for sim, então, siga em frente, lute com unhas e dentes e vença cada obstáculo que surgir no caminho.

LEIA MAIS EM...

Projetos aprovados pelo Senado desburocratizam e desoneram a Economia

..
Um dos problemas mais graves da Justiça brasileira é o número cada vez maior de processos que se avoluma nas estantes de cartórios, varas e tribunais. A Lei de Arbitragem e Mediação (Lei 9.307/1996), que completa 17 anos em setembro, tem como objetivo ajudar a desafogar o sistema judiciário, tanto no que diz respeito ao número de processos quanto na celeridade para solucioná-los. O presidente do Senado, Renan Calheiros, instalou, em abril, uma comissão de juristas para atualizar a lei, incluindo as relações de consumo e os contratos da administração pública entre as situações que podem ser solucionadas por meio dela. O Especial Cidadania mostra como a lei pode tornar a Justiça mais rápida e explica como você pode utilizá-la. 

Entre os principais textos aprovados pelo Plenário em 2018 está o substitutivo da Câmara ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 214/2014, transformado na Lei 13.726, de 2018, que dispensa o reconhecimento de firma e a autenticação de documentos na relação entre o cidadão e o poder público. Em vigor desde novembro, a norma simplifica procedimentos administrativos da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios e institui o Selo de Desburocratizaço.

A lei acaba com uma série de formalidades consideradas “desnecessárias ou superpostas”. De acordo com o texto, algumas exigências embutiam um “custo econômico ou social” maior do que o “eventual risco de fraude”.

Com o projeto, os órgãos públicos não serão mais obrigados a exigir o reconhecimento de firma e poderão, em alguns casos, aproveitar certidões de um órgão para o outro. O próprio servidor público poderá reconhecer a assinatura e autenticar documentos dentro do processo administrativo. A senadora Simone Tebet também (MDB-MS) destacou que o projeto tem um viés econômico, já que o cidadão não terá que gastar com autenticações e taxas cartoriais.

O texto ainda restringe os casos em que pode ser cobrado o título de eleitor. O documento só precisa ser apresentado para o cidadão votar ou registrar candidatura. A norma também dispensa a obrigatoriedade de firma reconhecida para autorização de viagem de menor, se os pais estiverem presentes no embarque.

A norma institui ainda o Selo de Desburocratização e Simplificação. O objetivo é reconhecer e estimular projetos, programas e práticas que simplifiquem o funcionamento da administração pública e melhorem o atendimento aos usuários. Os órgãos ou entidades que receberem o selo serão inscritos no Cadastro Nacional de Desburocratização. A cada ano, dois órgãos de cada unidade da Federação serão premiados com base nesses critérios.

Autor do PLS 214/2014, que deu origem à Lei 13.726, de 2018, o senador Armando Monteiro (PTB-PE) agradeceu a aprovação do substitutivo da Câmara ao texto de sua autoria, ocorrida em setembro.
— O Brasil precisa simplificar a vida das pessoas — ressaltou.

Diesel
Como parte do acordo para dar fim à greve dos caminhoneiros, o Senado aprovou em junho, em regime de urgência, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 52/2018, que retirou diversos setores da economia da lista daqueles que contam com desoneração da folha de pagamentos.

O dinheiro resultante do aumento da arrecadação seria utilizado para compensar os gastos com subsídios que levariam à redução do preço do diesel. O texto aprovado manteve a previsão de zerar até o final de 2018 a cobrança de PIS/Cofins sobre o combustível. O dispositivo, porém, foi vetado pelo presidente da República, Michel Temer, sob alegação de contrariedade ao interesse público e inconstitucionalidades.

Temer também vetou a manutenção da desoneração de uma série de setores, entre eles, o de empresas estratégicas de defesa, de transporte aéreo de manutenção e reparação de aeronaves e embarcações, além do varejo de calçados e artigos de viagem. O veto foi mantido pelo Congresso.

— Tudo aquilo que nos comprometemos para acabar e para acalmar os movimentos das ruas do ponto de vista das reivindicações nós fizemos. Cumprimos tudo o que foi reivindicado do ponto de vista das ruas. O Congresso não aumentou carga tributária, o Congresso fez entendimento da substituição dessas fontes porque elas tirariam dinheiro da saúde, da seguridade, de financiamento. O governo se comprometeu a substituir essas fontes — avaliou o presidente do Senado, Eunício Oliveira, após a votação do projeto pelo Senado.

Aplicativos de transporte
A proposta que muda as regras de tributação sobre os aplicativos de transporte de passageiros, como Uber, Cabify, 99, Pop e similares, também foi aprovada pelos senadores. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 493/2017 – Complementar, de autoria do senador Airton Sandoval (MDB-SP), alterou a dinâmica do recolhimento do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), de competência dos municípios.
Conforme a proposição — que se encontra na pauta da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados —, o tributo será cobrado pelo município do local do embarque do usuário e não onde está sediada a empresa de tecnologia, como ocorre atualmente. A intenção é distribuir mais equitativamente entre os municípios o produto da arrecadação do ISS. As empresas Uber, Cabify e 99 estão sediadas em São Paulo. Em 2017, a Uber pagou R$ 972 milhões em ISS.

— O projeto tem o espírito de justiça e de defesa dos municípios brasileiros. Não é justo que os recursos arrecadados com esses aplicativos fiquem concentrados em um só município — argumentou Airton Sandoval por ocasião da aprovação do projeto.

A celeridade na análise do texto foi um compromisso assumido pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira, durante a 21ª Marcha dos Prefeitos a Brasília — ocorrida entre 21 e 24 de maio de 2018.
— Sou a favor dos aplicativos, mas sou contra a forma como os aplicativos distribuem seus impostos. O imposto tem de ser pago no local onde deu origem ao negócio, no caso, onde ocorreu o embarque de passageiros — declarou Eunício por ocasião da votação do projeto.

Saque PIS/PASEP
Ainda em junho, foi publicada a Lei 13.677, de 2018, que autorizou qualquer titular de conta do PIS/Pasep a sacar os recursos de conta individual.

A lei teve origem no Projeto de Lei de Conversão (PLV) 8/2018, decorrente da Medida Provisória (MPV) 813/2017, aprovada em Plenário, e permitiu ao governo federal estender o prazo até setembro de 2018. O texto aprovado foi relatado pelo senador Lasier Martins (PSD-RS).

Os recursos puderam ser sacados apenas por maiores de 60 anos, aposentados e militares da reserva. Antes da edição da MP, o saque era permitido apenas a quem tinha mais de 70 anos.

Foram incluídas ainda outras duas hipóteses para saque: pessoas que recebam o Benefício de Prestação Continuada (BPC), pago a idosos sem condições de se sustentar, a pessoas com deficiência e a portadores de certas doenças.

— Ao menos são R$ 15 bilhões injetados na economia. É uma maneira também de transmitir um quadro mais favorável a esse crescimento que está se propalando e é referido hoje, através desse relatório do FMI — disse em Plenário Lasier Martins, referindo-se a relatório do Fundo Monetário Internacional, segundo o qual a economia brasileira deveria crescer 2,3% em 2018.

Medidas Provisórias
Entre outros proposições aprovadas ao longo de 2018 estão a MPV 817/2018, que determinou o enquadramento e remuneração de servidores dos ex-territórios de Roraima, Rondônia e Amapá e regulamentou sua transferência para os quadros da União, determinada pela Constituição; a MPV 812/2017, que estabeleceu nova forma de cálculo dos fundos constitucionais do Centro-Oeste, do Norte e do Nordeste; e a MPV 818/2018, na forma do Projeto de Lei de Conversão (PLV) 11/2018, que prorrogou o prazo para municípios elaborarem os planos de mobilidade urbana.
Agência Senado

Canal Ceará Transparente atinge 3 milhões de visualizações em 2018

.
Criado com o objetivo de garantir ao cidadão um canal fácil e ágil de comunicação com o Governo do Estado, o Ceará Transparente alcançou mais de 3 milhões de visualizações de páginas em 2018. Desde seu lançamento, em julho de 2018, a plataforma vem contabilizando ótimos números de acesso.

Ainda no último ano, no mês de dezembro, a ferramenta estabeleceu sua melhor marca em número de acessos, registrando 104.295 acessos, e de usuários, com 50.472. A maior parte dos acessos, 60,78%, é do município de Fortaleza, seguida por Juazeiro do Norte com 4,22% e Sobral com 3,57%.

A Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE) divulga mensalmente os dados consolidados pela Coordenadoria de Fomento ao Controle Social referente ao desempenho da Plataforma Ceará Transparente, contendo informações sobre sessões, usuários, visualizações de página, porcentagem de novas sessões, além da origem de acessos. Para acessar a todos os números, basta clicar no link a seguir para ser direcionado para a página: http://bit.ly/Acesso-ao-Portal

Saiba mais
O Ceará Transparente promove o acesso aos serviços de Ouvidoria, Transparência e Acesso à Informação, reunindo em uma única plataforma essas ferramentas. O sistema fornece a população um ambiente de fácil navegação, podendo acessar informações ou registrar manifestações de forma mais rápida e eficaz. Além disso, a ferramenta foi desenvolvida para proporcionar um melhor gerenciamento dos prazos e qualidade da respostas aos cidadãos.

Ainda durante 2018, o Ceará Transparente ganhou o prêmio iF Design Award 2018, na categoria Design de Serviços/UX para Governos e Instituições. O projeto foi o único brasileiro premiado na categoria.
COM GOVERNO DO ESTADO

SOMOS REALMENTE NUVENS PASSAGEIRAS...

Rufino Silva/Facebook
SOMOS REALMENTE NUVENS PASSAGEIRAS... DE REPENTE ELAS APARECEM E NÃO MAIS DE REPENTE FOGEM SORRATEIRAMENTE PARA UMA OUTRO E DETERMINADO RUMO SEM QUE NINGUÉM POSSA DETECTAR SUA PRESENÇA OU IMAGEM... SOMOS TUDO EM NOSSO ESPLENDOR E PARALELAMENTE NOS TRANSFORMAMOS EM NADA. SÓ QUE LEVANDO PARA VIDA REAL, NOS PERDEMOS NO INFINITO E DE REPENTE DESPERTAMOS MAIS FORTES E AQUILO QUE ERA SOMBRIO E SEM ESPERANÇA, CRESCE DENTRO DA GENTE, NOS DANDO LUZ E FELICIDADE...11.01.2019. MANHÃ DE JANEIRO. 2019...

VEJA MAIS EM...
CRÔNICAS DE RUFINO SILVA

Gabriel Diniz - Jenifer (Clipe Oficial)

..
Gabriel Diniz - Jenifer (Clipe Oficial)
Jenifer (Junior Lobo / Thawan Alves / Thales Gui / Leo Sousa / Allef Rodrigues / João Palá / Fred Wilian / Junior Avelar) Mas ela veio me xingando, enchendo o saco e perguntando Quem é essa perua aí? Mas peraí! Mas peraí! Você não paga as minhas contas, já não é da sua conta o que eu tô fazendo aqui Mas mesmo assim vou te explicaaaaar O nome dela é Jenifer Eu encontrei ela no Tinder Não é minha namorada Mas poderia ser O nome dela é Jenifer Eu encontrei ela no Tinder Mas ela faz umas paradas Que eu não faço com você Mas ela veio me xingando, enchendo o saco e perguntando Quem é essa perua aí? Mas peraí! Mas peraí! Você não paga as minhas contas, já não é da sua conta o que eu tô fazendo aqui Mas mesmo assim vou te explicaaaaar O nome dela é Jenifer Eu encontrei ela no Tinder Não é minha namorada Mas poderia ser O nome dela é Jenifer Eu encontrei ela no Tinder Mas ela faz umas paradas Que eu não faço com você O nome dela é Jenifer Eu encontrei ela no Tinder Não é minha namorada Mas poderia ser O nome dela é Jenifer Eu encontrei ela no Tinder Mas ela faz umas paradas Que eu não faço com você

FONTE

'O nome dela é Jenifer': Tinder revela as cidades onde o nome é mais comum

(Foto: Reprodução/YouTube)
A música Jenifer, do cantor Gabriel Diniz, estourou nas paradas de sucesso neste início de ano. Falando sobre uma garota encontrada no Tinder, o refrão da canção anda rendendo muitos memes nas redes sociais e impulsionando as visualizações do clipe. E até o aplicativo de encontros resolveu entrar na brincadeira e revelar as cidades onde as chances de encontrar uma Jenifer são maiores.
De acordo com o Tinder, a maior parte das “Jenifers” cadastradas no serviço de encontros está localizada nos grandes centros urbanos do país. A cidade de São Paulo é a primeira colocada do ranking, o que não é grande surpresa, tendo em vista os 12,11 milhões de habitantes da capital paulista. Em seguida, aparece o Rio de Janeiro e Brasília.

Quase 25% dos brasileiros acessa pornografia no trabalho, diz estudo

Prática faz com que PCs e smartphones corporativos tornem-se mais vulneráveis a ataques e golpes virtuais.
(Foto: Reprodução)
Um estudo feito em parceria entre a empresa de segurança Kaspersky Lab e a consultoria de pesquisa de mercado chilena CORPA, indicou que quase ¼ dos homens brasileiros (24%) admite acessar conteúdo pornográfico no trabalho. Nesse quesito, nós ficamos atrás apenas dos peruanos (26%), mas a frente de mexicanos, argentinos (ambos com 19%), chilenos (14%) e colombianos (12%). No total, 19% do público masculino latino-americano admitem ver conteúdo adulto em seus computadores corporativos.

A prática acaba tornando usuários e empresas vulneráveis a ataques de cibercriminosos. De acordo com o estudo publicado no início de 2018, 17% dos usuários chilenos infectados por malware para celular em 2017 sofreram ataques usando temas pornográficos. Também foi visto que os trojans bancários disfarçados de players de vídeo pornô estão em segundo lugar entre os tipos mais difundidos de malware dirigido por pornografia, seguido por malware com acesso root e ransomware. O último, em muitos casos, usa táticas de scarware: um programa malicioso que bloqueia a tela e exibe uma mensagem que indica que o conteúdo ilegal foi detectado e, portanto, o dispositivo foi bloqueado. Para desbloqueá-lo, a vítima deve pagar por um resgate.

Além de olhar por conteúdo sexual no trabalho, os homens são os que mais realizam compras online no trabalho. Em média, 42% deles o fazem, principalmente os jovens entre 25 e 34 anos. Em contrapartida, as mulheres entre 18 e 24 anos de idade são as que menos compram pela internet no horário do expediente.

E-mail é a grande porta de entrada

A pesquisa aponta que o e-mail pessoal pode ser considerado a principal porta de entrada para invasões de PCs e smartphones nas empresas.  Cerca de 73% dos trabalhadores latino-americanos – homens e mulheres – declaram ler seu correio eletrônico no escritório e 49% afirmam que verificam e postam em suas redes sociais. Destes, 40% não vêem grandes inconvenientes e usam como justificativa o fato de passarem a maior parte do dia no trabalho.

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: josenidelima@gmail.com FAVOR INFORMAR O LINK