PROCURANDO POR ALGO?

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Thiago Campelo, Prefeito Eleito de Aracoiaba/CE, conversa com Alexandre Távora


FONTE DO VÍDEO:
Alexandre Távora: Este blogueiro conversou na manhã desta terça-feira, (03/12) com o Prefeito Eleito de Aracoiaba/CE, Dr. Thiago Campelo Assista a Primeira Parte de nossa conversa http://ocascavilhador.blogspot.com/ FONTE DO VÍDEO:
https://www.facebook.com/alexandre.tavora/videos/2633809433378465/

LEIA TAMBÉM:

Thiago Campelo derrota nas urnas irmão de Wesley Safadão e é eleito prefeito de Aracoiaba, no Ceará

Helder Paz, prefeito interino de Aracoiaba, através de sua assessoria expede nota oficial

Helder Paz / Facebook
Na manhã desta quarta-feira (04), a Câmara de Vereadores do Município de Aracoiaba pela segunda vez votaram ilegalmente o pedido de afastamento do meu mandato do Prefeito.
Não houve qualquer conduta ilícita praticada pelo meu governo. O afastamento do mandato foi uma armação montada pela oposição. Um verdadeiro atentado à democracia.
A população pôde perceber, durante o julgamento, os atos ilegais praticados pelos oitos vereadores, que consideraram como prova uma acusação fajuta, montada por quem quer o poder a todo custo. Contudo a casa Legislativa e o atual presidente da Câmara feriu totalmente regimento interno. Vereadores querem tomar poder a qualquer custo, engessando a administração municipal e deixando de votar matérias importantes para a cidade.
Todas essas ilegalidades serão discutidas judicialmente, certos de que serão reconhecidos os abusos praticados no trâmite do processo de afastamento.
Continuaremos trabalhando firmes, lutando por uma Aracoiaba cada vez melhor para nosso povo aracoiabense. Agradeço a população pelo carinho e pelo apoio neste momento. A luta continua!!

Aracoiaba, 04 de dezembro de 2019

Francisco Helder Loureiro Paz
Prefeito Interino


LEIA TAMBÉM: Nota Oficial sobre a cassação do mandato do prefeito interino de Aracoiaba em seu instagram. Saiba Mais...

Bolsonaro: autorização de Cannabis pela Anvisa vai melhorar tratamento

Agência permitiu registro de medicamentos e venda, mas vetou cultivo
Wilson Dias/Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro elogiou a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que aprovou ontem (3) o regulamento para a fabricação, importação e comercialização de medicamentos derivados da Cannabis. A medida vetou, no entanto, autorização para cultivo da planta no país, que seguirá proibido.

LEIA TAMBÉM: Anvisa libera venda de produtos à base de cannabis em farmácias

"Anvisa aprovou a autorização de registro de medicamentos à base de Cannabis. O cultivo para fins medicinais foi arquivado após dois diretores seguirem o voto do Diretor Antonio Barra. Resultado garantirá melhor acesso dos pacientes ao tratamento, mesmo com a não aprovação do cultivo", afirmou o presidente, em um publicação no Twitter, postada ma manhã desta quarta-feira (4). 

ANVISA aprovou a autorização de registro de medicamentos à base de Cannabis. O cultivo p/ fins medicinais foi arquivado após 2 diretores seguirem o voto do Diretor Antonio Barra. Resultado garantirá melhor acesso dos pacientes ao tratamento, mesmo com a não aprovação do cultivo.

4.346 pessoas estão falando sobre isso

Segundo a decisão, tomada pela diretoria colegiada da agência reguladora, o medicamento só poderá ser comprado mediante prescrição médica. A comercialização ocorrerá exclusivamente em farmácias e drogarias sem manipulação. Conforme nota da Anvisa, “os folhetos informativos dos produtos à base de Cannabis deverão conter frases de advertência, tais como ‘O uso deste produto pode causar dependência física ou psíquica’ ou ‘Este produto é de uso individual, é proibido passá-lo para outra pessoa’”.
POR AGÊNCIA BRASIL

Casamento entre pessoas do mesmo sexo aumenta mais de 60% em 2018

Pesquisa do IBGE mostra que foram realizadas 9.520 uniões civis
Reuters/Fabian Bimmer/Direitos Reservados
A pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2018 mostra que o casamento entre pessoas do mesmo sexo teve aumento de 61,7 % no ano passado em relação a 2017. Em 2018, foram registrados 9.520 casamentos civis entre cônjuges do mesmo sexo, ante 5.887 em 2017. Os dados foram divulgados hoje (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o estudo, as uniões entre mulheres cresceram 64,2%, passando de 3.387 em 2017 para 5.562 em 2018. Os casamentos entre homens subiram de 2,5 mil para 3.958, o que representa um aumento de 58,3%.

O levantamento mostra ainda que a alta foi puxada principalmente pelo mês de dezembro: as uniões homoafetivas entre homens e mulheres somaram 3.098. Em dezembro de 2017, foram registrados 614 casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

No casamento entre mulheres, foram registradas 549 uniões em novembro e 1.906 em dezembro do ano passado. Os registros de casamentos entre cônjuges masculinos passaram de 408 em novembro para 1.192 em dezembro de 2018.

Na pesquisa anterior, comparando os anos de 2016 e 2017, houve aumento de 10% no número de registros de união entre pessoas do mesmo sexo.

Desde 2013, a Resolução 175, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), obriga os cartórios a realizarem uniões entre casais do mesmo sexo. Para a gerente da pesquisa, Klivia Brayner de Oliveira, a população tem cada vez mais conhecimento sobre essa norma.

“As pessoas, tendo ciência disso [resolução do CNJ], estão aproveitando e oficializando [as uniões], principalmente as mulheres que gostam de oficializar a relação. Entre as mulheres, você observa que isso está se tornando mais popular. Com mais acesso à informação, as pessoas estão decidindo dessa forma”, disse a analista.

Nos casamentos civis entre solteiros de sexos diferentes, os homens se casaram, em média, aos 30 anos, e as mulheres, aos 28 anos. Nas uniões LGBTI, a idade média ao contrair o casamento foi de 34 anos para os homens e 32 anos para as mulheres.

O número total de registros de casamentos civis foi de 1.053.467 em 2018, uma redução de 1,6% em relação ao ano anterior.
LEIA MAIS EM...

Morre Lil Bub, gatinha celebridade da internet

Lil Bub
Gatinha tinha 8 anos e sofria de nanismo e osteoporose, causados por uma mutação genética. Recentemente, vinha lutando contra uma infecção nos ossos.
Lil Bub, a gatinha que desde 2011 cativou a internet com sua aparência única, morreu na noite deste domingo (1). Segundo seu dono, Mike Bridavsky, ela lutava contra uma infecção nos ossos e morreu de forma inesperada durante o sono.
LEIA MAIS EM...

Último programa de Gugu Liberato será exibido nesta quarta

O último episódio do programa já havia sido gravado.
 (Foto: Edu Moraes/Record TV e Divulgação/
Record TV.)
Vai ao ar o último episódio do reality show Canta comigo, apresentado por Gugu Liberato, que já havia deixado o programa gravado antes de seu falecimento no dia 22 de novembro. O episodio será exibido esta quarta-feira (4).

O programa vai ao ar toda quarta, logo após a Fazenda, a partir das 23h. A equipe do programa fará uma homenagem especial ao apresentador.

Os dois últimos finalistas do reality show musical foram definidos na última quarta-feira (27) durante a semifinal, Samya Nalany e Franson se juntaram ao grupo que vai disputar a grande final. O prêmio de R$ 300 mil vai ser dado ao preferido do público, que escolherá através de votação no R7.com.
 
Artistas de todos os estilos passaram pelo palco do reality, com grandes apresentações para impressionar os 100 jurados.

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: josenidelima@gmail.com FAVOR INFORMAR O LINK