PROCURANDO POR ALGO?

terça-feira, 25 de setembro de 2018

Nova ordem de votação da urna eletrônica pode confundir eleitores

Urna eletrônica | Foto: Nelson Jr./ASICS/TSE

Segundo um juiz eleitoral, há uma estimativa de que 45% dos votos sejam invalidados por conta de erros O post Nova ordem de votação da urna eletrônica pode confundir eleitores apareceu primeiro em Jornal Opção.

Segundo um juiz eleitoral, há uma estimativa de que 45% dos votos sejam invalidados por conta de erros

Em 2014, o Congresso Nacional aprovou uma lei que muda, a partir das eleições deste ano, a ordem de votação da urna eletrônica, que, anteriormente, era do “menor cargo para o maior”, ou seja, deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente.

Agora, há uma pequena — mas importante — mudança. A lei prevê que, em 2018, os eleitores deverão votar primeiro para deputado federal e depois para deputado estadual.

Postulantes à Assembleia Legislativa em Goiás demonstram preocupação com a possibilidade de o eleitor se confundir e acabar votando de uma maneira indesejada.

LEIA MAIS EM...

Como desabilitar o novo recurso polêmico do navegador Google Chrome

(Foto: Reprodução)

O Google Chrome completou 10 anos e junto com a nova versão do navegador, chegou um recurso que não foi muito bem explicado e tem sido controverso. Agora, ao fazer o login em algum serviço do Google como o Gmail, por exemplo, você também acaba com o login feito no navegador, que salvará favoritos, senhas e sincronizará outras informações.
Se você já está com a última versão do navegador e se sentiu afetado por este problema, a boa notícia é que existe uma forma de desabilitar o novo recurso. A seguir, veja como realizar esta alteração:
  1. Abra o Google Chrome;
  2. Em uma aba, acesse o endereço: chrome://flags/#account-consistency;

    Reprodução
  3. Na função destacada, deixe-a como “Disabled”;

    Reprodução
  4. Reinicie o navegador.
Agora, você poderá continuar a utilizar os serviços do Google normalmente no Chrome sem que eles façam o login no navegador. Além disso, fazer a alteração nesta função não lhe impossibilita de definir uma conta do Google para ser utilizada no browser.

Como consultar a situação do seu título eleitoral

(Foto: Marri Nogueira/Agência Senado)

O primeiro turno das Eleições 2018 acontece no próximo dia 7 de outubro. Para votar, é necessário que o eleitor esteja com a situação eleitoral regular, não tendo faltado três ou mais pleitos (considerando cada turno) sem apresentar justificativas. Se você está em dúvida quanto o seu caso, é possível consultar esta informação facilmente.
Para te ajudar, o Olhar Digital preparou um tutorial com o passo a passo completo para fazer a consulta no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Infelizmente, a busca vale apenas para fins informativos, uma vez que o prazo para regularização se encerrou no dia 9 de maio e só será possível se acertar com a Justiça Eleitoral após o pleito. Confira como verificar sua situação:
1. Acesse a página de verificação de situação eleitoral do TSE;
Reprodução2. Digite seu nome completo no primeiro campo e a data de nascimento no segundo;

750 mil eleitores do CE precisam atualizar título até quinta-feira



Termina nesta quinta-feira (27) o prazo para o eleitor solicitar a segunda via do título no cartório eleitoral da zona onde está cadastrado. No Ceará o documento de 753.344 eleitores está desatualizado, sendo necessário ligar para o serviço de atendimento do TRE, pelo número 148, para saber o local de votação e só então se dirigir ao Cartório Eleitoral.

A desatualização se deve à mudança nas zonas eleitorais realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), que extinguiu 18 zonas eleitorais do interior e remanejou quatro para Fortaleza. A medida impactou eleitores de 29 municípios cearenses que tiveram os números da zona e da seção alterados. As mudanças podem ocasionar dificuldade para solicitar a segunda via do título.
Como o título não é o único documento aceito para votar nas eleições de outubro, mesmo estando com o título desatualizado, se souber para qual seção foi remanejado, o eleitor pode votar com documento oficial com foto, como a carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira de motorista ou passaporte.

Segunda Via

Para solicitar a segunda via do título, o eleitor deve estar em dia com a Justiça Eleitoral, ou seja, não poderá ter débitos pendentes, como multas por ter deixado de votar ou a faltas se convocado para trabalhos eleitorais, como o de mesário. As multas podem ser pagas por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU) emitida pelo cartório eleitoral e variam de R$ 1 a R$ 35,14.

e-Título

Eleitores que estiverem com a situação regular também podem optar pela versão digital do título de eleitor. O aplicativo encontra-se disponível para iPhone (iOS), smartphones (Android) e tablets. Ele apresenta informações como dados da zona eleitoral do usuário e a situação cadastral do eleitor em tempo real. Após baixá-lo, o eleitor só precisa inserir seus dados pessoais.
O aplicativo também permite ao eleitor emitir a certidão de quitação eleitoral, além da certidão de crimes eleitorais. Essas certidões são emitidas por meio do QR Code, o que possibilita a leitura pelo próprio celular.
O eleitor que já tem o recadastramento biométrico (cadastro das impressões digitais), a versão do e-Título virá acompanhada de sua foto, o que facilita a identificação na hora do voto. Caso contrário, o eleitor deverá levar documento oficial com foto no dia da votação.
Pelo aplicativo é possível saber o local de votação e, por meio de ferramentas de geolocalização, até sua seção eleitoral. Além disso, ele também oferece serviços como a emissão de certidões de quitação eleitoral e negativa de crimes eleitorais.
Com informação do G1

Concursos abertos: mais de 17 mil vagas para todos os níveis!



Postado por: Eduardo Toloto
Olá, leitor!
Se você é um “concurseiro” sempre em busca de novas oportunidades, saiba que existem concursos abertos que oferecem mais de 17 mil vagas para todos os níveis. Os salários atingem o teto de R$24,8 mil!
O número de vagas disponíveis até o momento é de 17.975 e estão distribuídas em 198 certames públicos. Dessa forma, os concurseiros encontram ofertas para todos os níveis, ou seja, alguma vaga pode atender as suas necessidades.
Como o número de oportunidades é grande, existem diferentes exigências quanto à inscrição e participação no concurso. Sendo assim, é importante se atentar às informações do edital de cada concurso.
Conheça alguns dos principais certames com vagas abertas e suas especificações como: período de inscrição, remuneração, pré-requisitos, taxa de inscrição, cargos disponíveis, banca organizadora dentre outras, confira:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK