PROCURANDO POR ALGO?

segunda-feira, 1 de abril de 2019

Bancos criam crediário no cartão

Após escolher a opção pelo crediário,três simulações de financiamento vão aparecer na tela da maquininha. Na sequência, serão apresentadas ao consumidor todas as informações da compra
O valor devido no crediário é subtraído do  limite e
 vai sendo liberado conforme  as prestações vão sendo pagas
Foto: Arquivo
Ao colocar o cartão em uma maquininha, o consumidor vai se deparar com mais uma maneira de pagar as compras no crédito: o crediário. A modalidade, anunciada na última semana pela associação de empresas do setor, vai permitir o alongamento de prazos de pagamento, que poderão chegar a 36 meses, e deve facilitar a vida dos lojistas. No entanto, especialistas e associações de consumidores recomendam cautela no uso do produto e afirmam que ele pode gerar superendividamento se mal utilizado.

Após optar pelo crediário, três simulações de financiamento vão aparecer na tela da maquininha. Na sequência, serão apresentadas ao consumidor todas as informações da compra, como os juros cobrados e o valor total da transação.

As taxas vão variar de 0,99% a 3,99% ao mês, de acordo com o número de parcelas e o perfil de crédito do consumidor. Os limites devem ser os mesmos do cartão de quem faz a compra. O valor devido no crediário é subtraído do limite e vai sendo liberado conforme as prestações vão sendo pagas.

A novidade do produto é que o ônus da operação deixa de ficar com o lojista. Quando uma transação é realizada no crédito à vista ou no "parcelado sem juros", o dono do estabelecimento recebe o valor em um prazo a partir de 30 dias. Caso queira antecipar o recebimento, paga taxa de desconto. Com a nova modalidade, o risco da operação passa a ser do banco emissor do cartão. O lojista recebe em até cinco dias úteis.

Isso, segundo Rodrigo Carneiro, diretor de produtos da Rede, cria dois cenários positivos. O pequeno estabelecimento que, pelas altas taxas, não conseguia oferecer alternativa de parcelamento mais longa ao consumidor, ganha uma opção. E, como o lojista receberá em um prazo mais curto, permite que o comprador barganhe descontos.

Segundo o coordenador do laboratório de finanças da Fecap, Márcio Wu, a opção é bem vinda por ser mais uma alternativa para o consumidor. No entanto, deve ser evitada, já que o ideal é que o comprador se organize para pagar à vista. "Caso não seja possível pagar à vista, o consumidor deve negociar um bom desconto na nova modalidade."

Marcelo Kopel, diretor do Itaú Unibanco, acredita que o produto vai permitir que o consumidor tenha acesso a bens de maior valor agregado com uma parcela mensal menor.

Já a planejadora financeira certificada pela Planejar, Angela Nunes, ressalta que o alongamento dos prazos em parcelas menores pode causar descontrole orçamentário. "Evite se endividar por compras que não são essenciais à sua vida", diz.

Rodrigo Alexandre, especialista em crédito da Proteste, associação de defesa do consumidor, afirma que o produto pode agravar o cenário de inadimplência no País, que possui cerca de 62 milhões de negativados.

Segundo ele, ao optar pelo crediário, o consumidor já paga os juros embutidos nas parcelas. Caso não consiga honrar alguma das prestações, sua dívida acaba indo para o rotativo do cartão, aumentando os custos de maneira significativa. 

Deslizamento de encosta interdita trafego na CE-253 entre Guaramiranga e Caridade

Moradores informaram que o desabamento
 ocorreu na noite deste domingo. No momento
 nenhum veículo cruzava o local.
Foto > VC Repórter 
Um deslizamento de encosta na CE-253, a altura da Ladeira da Pendenga, em Guaramiranga, está obstruído o tráfego de veículos entre esta cidade do Maciço de Baturité e Caridade, no acesso à BR-020. Moradores da região informaram que a barreira desmoronou na noite deste domingo (31), com as últimas chuvas na região. Apesar de rochas não terem caído sobre a rodovia, a lama e troncos de árvores impedem o tráfego.

Segundo o sargento da Polícia Militar em Guaramiranga, Marcos Rodrigues, o Corpo de Bombeiros Militar já foi acionado para inspecionar o local, distante cerca de 10 km do Centro desta cidade, e averiguar se há mais riscos de desmoronamentos. O Departamento Estadual de Rodovias (DER) também da foi informado. Equipes estão seguindo da Unidade Regional de Aracoiaba para realizarem os serviços de desobstrução.

A melhor alternativa para quem pretende descer a região serrana com destino à BR-020, é seguir até Pacoti e utilizar a CE-253.  São apelas 8 km a mais e outros 30 km até a rodovia federal. A outra opção é mais distante, 53 km, seguindo a rota até Aratuba e utilizar a CE-257 até Canindé. A distancia entre Guaramiranga e a BR é 35 km utilizando a ladeira, explicou o policial militar.

Chuvas no Maciço 

No intervalo das 7h do domingo para às 7h desta segunda-feira a Funceme registrou chuvas apenas em três municípios do Maciço de Baturité. Foram 40,3 mm em Mulungu19,2 mm em Redenção e 13,8 mm em Palmácia.

Do sábado para o domingo também não houve registro oficial de precipitações em Guaramiranga, mas as chuvas banharam novamente Palmácia, com 21,6 mm e ainda Guaiúba, Ocara, Mulungu, Redenção, Aracoiaba Acarape e Pacoti, todas abaixo dos 21 mm.

No mês de março choveu 291 mm em Guaramiranga, representando 2,2% acima da média normal, 284,7 mm.

Lavar o cabelo todos os dias prejudica os fios? Entenda

Dúvida comum daqueles que têm cabelo oleoso ou pratica atividade física constante, lavar os cabelos diariamente, em algumas situações e com os produtos corretos, pode até evitar queda e caspa - causadas pelo suor
© iStock
Muitas dúvidas existem quanto aos cuidados diários com os cabelos, principalmente no caso dos praticantes de exercícios físicos, por conta da transpiração. Surge a dúvida: lavar os cabelos diariamente (e sofrer com o medo do ressecamento) ou não lavar (e correr o risco de o suor prejudicar os fios e o couro cabeludo)?

“Lavar os cabelos todos os dias, desde que com bons produtos, e de preferência alternando xampus mais suaves com tratamento específico, não traz problemas à saúde do couro cabeludo ou às hastes. O ideal é não abusar da água quente, não lavar os cabelos à noite e nunca dormir com os fios molhados, o que provoca dermatite seborreica e queda”, explica a dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). “Principalmente após o exercício, é importante a lavagem dos cabelos. É muito melhor lavá-los normalmente do que manter o suor no couro cabeludo e fios”, completa a dermatologista Dra. Valéria Marcondes, membro da SBD.

Segundo a Dra. Valéria, o cloreto de sódio produzido no suor, em excesso, pode causar obstrução dos folículos, causando queda, além de ressecar os fios. “Por isso, antes do exercício, pode ser usado um óleo com ação antioxidante ou leave-in”, diz a Dra. Valéria. Outra boa forma de evitar esses problemas relacionados ao suor é a utilização de pré-shampoos antes de ir para a academia, conforme explica a dermatologista Dra. Thais Pepe, também membro da SBD: “Esse pré-shampoo controla a oleosidade do couro cabeludo e traz fórmulas que também podem fazer um tratamento reparador para os fios.”

Mas é muito importante ficar atento à temperatura da água, quando for lavar os cabelos.
“Além dos danos ao couro cabeludo e provocar dermatite seborreica, lavar os cabelos com água quente provoca a abertura das escamas do fio, pois ajuda a remover a proteção externa onde estão as ceramidas (gordura natural de proteção), provocando a abertura da cutícula das hastes, tornando os fios mais vulneráveis à formação de pontas duplas, ressecamento, além de tornar os fios sem brilho”, alerta a Dra. Claudia Marçal. Lembrando que se deve aplicar o shampoo apenas uma vez e o condicionador apenas no comprimento dos fios”, completa a médica.

Após a lavagem, é recomendado o uso do condicionador e leave-in para manter os cabelos saudáveis.

Substâncias recomendadas – Além dos extratos vegetais, outras substâncias podem ser usadas diariamente para tratar os fios – principalmente se eles já sofreram com processos químicos de coloração e descoloração ou se o uso da chapinha e secador é frequente. De acordo com Mika Yamaguchi, farmacêutica e diretora científica da Biotec Dermocosméticos, ativos como Reparage, Hydrasil e Liponutrium Hair são altamente recomendados nesses casos.

“Eles atuam, respectivamente, na reposição de aminoácidos e proteínas, evitando a quebra da cutícula e exposição do córtex; na proteção da hidratação interna e conferindo força e resistência aos fios; e proporcionando cuidado multinível dos fios danificados e ressecados por meio de óleos vegetais”, explica a especialista. No caso de quem sofre com dermatite seborreica, uma boa alternativa é utilizar tônico capilar com Defenscalp. “Esse ativo patenteado, desenvolvido para regular naturalmente a proliferação da Malassezia (fungos encontrados naturalmente na superfície do couro cabeludo), elimina a caspa, reduz a oleosidade capilar preservando o microbiota do couro cabeludo”, finaliza a farmacêutica.

Estudo revela a melhor hora do dia para fazer sexo

Antes de ir dormir ou logo de manhã, para começar bem o dia? Nada disso!
.
Segundo a médica especialista em hormônios Alisa Vitti, a melhor hora para fazer sexo é durante a tarde, por volta das 15h. Quem tem um emprego com horários convencionais, por exemplo das 9h às 18h, a tarefa torna-se mais complicada… porém, Vitti descobriu que é nesse horário que ocorrem os picos dos hormônios sexuais, como testosterona e estrogênio – portanto, vale a pena aproveitar os finais de semana.

A melhor parte? De acordo com as pesquisas da médica, o horário é bom tanto para as mulheres quanto para os homens.

Tendo como base o estudo, apesar dos homens apresentarem um melhor desempenho sexual antes do meio dia, é no meio da tarde que estão mais excitados (devido ao pico hormonal), assim como as mulheres.

Além da hora do dia, Vitti afirma que a qualidade do sexo depende também do calendário menstrual das mulheres. A especialista acredita que o ‘melhor sexo do mundo’ acontece dez dias após a ovulação, "quando as mulheres experimentam um pico de estrogênio e testosterona, o que faz com que o seu desejo suba rapidamente", explicou à revista Women's Health.

App promete carregar o seu celular muito mais rápido; saiba usar

Battery Turbo está disponível para dispositivos Android
© iStock
O aplicativo Battery Turbo, disponível gratuitamente para smartphones Android, promete aumentar a velocidade de carregamento do dispositivo. Basta ligar o celular à tomada ou a um cabo USB e ativar o serviço.

Os usuários do app têm três opções: "Extreme", que promete acelerar em 45% o processo; "Rápido", que eleva em 28% e permite usar a conexão Wi-Fi simultaneamente; e "Lento" com 15% de agilidade e a possibilidade de utilizar Wi-Fi e dados móveis.

Como explica o 'TechTudo', o software tem recursos que avisam quando a bateria está completamente carregada e inicia o app automaticamente ao conectar o aparelho. Já na tela inicial é possível ver o nível de carga da bateria, temperatura, tensão e tipo de tecnologia usada.

Como usar
1. Faço o download do Battery Turbo na Play Store;

2. Conecte o cabo de carregamento ao celular;

3. Abra o app e clique no ícone verde de liga/desliga para começar o carregamento;

4. Para habilitar o alarme, início automático e notificações do aplicativo, vá nos três pontos localizados no canto superior direito da tela e escolha "Definições". Habilite as configurações desejadas;

5. Para melhorar o desempenho da memória do celular, vá em "Ferramentas", no menu que fica no canto direito da tela. Toque em "Ver" e o app te redirecionará para o download do Mobile Booster – Memory Cleaner.

Gasolina sobe em 21 Estados e no DF, diz ANP

Valor médio avança 1% no país
.
O valor médio da gasolina vendido nos postos brasileiros avançou em 21 Estados brasileiros e no Distrito Federal na semana passada, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compilados pelo AE-Taxas. Houve recuo em apenas cinco unidades da Federação.

Na média nacional, os preços médios avançaram 1% na semana passada sobre a anterior, de R$ 4,319 para R$ 4,362.

Em São Paulo, maior consumidor do País e com mais postos pesquisados, o litro da gasolina subiu 1,16%, de R$ 4,062 para R$ 4,109, em média.

No Rio de Janeiro, o combustível recuou 0,15%, de R$ 4,808 para R$ 4,801, em média.

Em Minas Gerais houve alta no preço médio da gasolina de 0,24%, de R$ 4,634 para R$ 4,645 o litro.

01 de abril – Dia da Mentira

O dia 1º de abril é tido no mundo ocidental como o Dia da Mentira. As origens dessa data remontam à França da segunda metade do século XVI.
1º de abril é considerado o Dia da Mentira
dia 1º de abril é considerado em vários países ocidentais como o Dia da mentira, uma data em que muitos se aproveitam para “pregar uma peça” em amigos ou mesmo em desconhecidos. Mas como essa data teve origem? E por que ela ocorre justamente em 1º de abril?

Mudança do calendário e as origens do Dia da Mentira, ou “Dia de todos os tolos”

As origens do Dia da Mentira não são plenamente exatas, mas é certo que remontam à França da segunda metade do século XVI. Em 1564, o rei francês Carlos IX tornou oficial nos domínios de seu reinado o novo calendário, definido durante o Concílio de Trento (1545 a 1563). Esse novo calendário ficou conhecido como calendário gregoriano por ter sido proposto pelo Papa Gregório XIII. O calendário gregoriano substituiu o calendário juliano (proposto por Júlio César no século I a.C.), provocando alterações fundamentais, como a mudança de datas comemorativas.
Ano Novo, por exemplo, era comemorado, no calendário juliano, sempre em 25 de março, quando se iniciava a Primavera no Hemisfério Norte. As comemorações duravam cerca de uma semana, finalizando-se no dia 1º de abril. O calendário gregoriano mudou a comemoração dessa data para o dia 1º de janeiro – vigente até hoje. Carlos IX, sendo o primeiro a adotar o calendário, provocou uma mudança nos hábitos de seus súditos. Grande parte dos franceses, após 1564, ainda comemorava o Ano Novo na passagem do mês de março para o mês de abril. Aqueles que sabiam que o calendário antigo havia sido revogado começaram a zombar dos desavisados, chamando-os de tolos e acusando-os de comemorarem de forma mentirosa a passagem do ano.
O último dia da antiga comemoração, o dia 1º de abril, ficou marcado então como o “Dia da mentira”, isto é, da “comemoração mentirosa da passagem do ano”. Em 1582, o Papa Gregório XIII publicou a bula Inter gravissimas, que instituiu oficialmente o novo calendário em todos os países católicos. Esse fato contribuiu para que o Dia da mentira se propagasse para outras regiões além da França, tornando-se popular em todo o mundo ocidental.
Exemplos de mentiras contadas no dia 1º de abril

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK