PROCURANDO POR ALGO?

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Pássaro De Fogo Com Manuela Dhyegman ( Cover )

..

Paula Fernandes ( Pássaro De Fogo )

Em seu facebook Manuela Dhyegman escreveu:
"Olá meus amores ❤ já tem mais um novo vídeo no meu canal tá 😊 vá lá conferir 😘 se vc gostar se inscreva e ative o sininho 🔔 pra receber novas notificações, assim vc estará me ajudando muito 🙏 e não esqueça de deixar o seu like 👍 e de compartilhar também viu 😏👊😉"

BLOG DO PARCEIRO:
VEJA MAIS SOBRE MANUELA DHYEGMAN

Sabia que apenas sete mulheres concorreram à presidência da república desde 1989?

Representatividade feminina na política do Brasil ainda é baixa
Das sete mulheres que concorreram à presidência
 da república, no Brasil, de 1989 até hoje, apenas
 Dilma Rousseff, do PT, conseguiu se eleger
Quando alguém diz que a política, no Brasil, ainda é muito "machista", você pode até não concordar. Porém, sabia que desde a retomada das eleições diretas para presidente da república, há quase 30 anos, apenas sete mulheres se candidataram ao posto de comando do país? A primeira delas foi a advogada Lívia Maria Ledo Pio de Abreu, que disputou as eleições de 1989 pelo Partido Nacionalista – foi vencida por Fernando Collor. A mineira da cidade de Carangola recebeu cerca de 180 mil votos e terminou o primeiro turno em 16º lugar.

Para Lívia, o significado da participação vai além do resultado conquistado nas urnas naquele ano. "Fui agraciada com esse compromisso, essa missão de ser a primeira mulher candidata à presidência da república, representando as mulheres brasileiras no processo de redemocratização do país. Eu aceitei, foi difícil, porque foi amador, sem recurso, mas foi altamente gratificante, porque eu incentivei muitas mulheres a entrarem na política", relata Lívia Maria à Agência do Rádio Mais.

De lá pra cá, além de Lívia Maria, se candidataram à presidência Thereza Ruiz (1998); Ana Maria Rangel (2006); Heloísa Helena (2006); Marina Silva (2010 e 2014); Luciana Genro (2014); e Dilma Rousseff (2010 e 2014). A candidato do PT foi eleita em 2010 e reeleita em 2014, sendo a primeira mulher presidente da república.

Agressor pode ter advertência obrigatória antes de ser solto

Isso é o que prevê um projeto que altera a Lei Maria da Penha
(foto: Pixabay)
A Câmara dos Depuados está analisando o Projeto de Lei (PL) 10.019, de 2018, originário do Senado, que muda a Lei Maria da Penha (Lei 11.340, de 2006) para tornar obrigatória a realização de audiência de advertência antes da soltura do agressor quando a prisão preventiva for revogada. Nessa audiência, ele será advertido sobre a necessidade de cumprir as medidas protetivas que o juiz tiver aplicado, como suspensão de porte de arma, afastamento do lar ou proibição de aproximação da vítima.

A Lei Maria da Penha prevê que a justiça poderá determinar a prisão preventiva do agressor em qualquer fase do inquérito policial ou da instrução criminal. Porém, essa medida será revogada quando se verificar que o motivo para manter a prisão deixou de existir. De acordo com o PL 10.019/18, a audiência de admoestação precisará acontecer em até 48 horas depois da revogação da prisão preventiva e terá a presença do juiz, do promotor, do agressor e do seu defensor.
LEIA MAIS EM...

Horário de Verão só começará em novembro

Adiamento ocorreu em virtude das Eleições 2018
(foto: Pixabay)
As Eleições 2018 vão causar mudanças até no cronograma do horário de Verão. Tradicionalmente, o hábito de adiantar uma hora os relógios começaria a partir da meia-noite do terceiro domingo de outubro, mas neste ano foi adiado para dia 4 de novembro – primeiro domingo após o segundo turno. Com 15 dias a menos, o novo horário durará cerca de três meses, finalizando no dia 6 de fevereiro de 2019.

A decisão de adiar o início do horário de Verão ocorreu no final de 2017, quando o presidente Michel Temer atendeu a um pedido do ministro Gilmar Mendes, então presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e assinou um decreto para reduzir o período com o objetivo de evitar conflitos com o período eleitoral.

A expectativa é que a medida dê mais agilidade à apuração dos votos, pois a diferença máxima de fuso horário em relação a Brasília (DF), também durante o segundo turno das eleições, continuará sendo de duas horas e não de três horas, como ocorre a partir da entrada em vigor do horário de Verão.
LEIA MAIS EM...

Hidratantes são uma opção para o ressecamento vaginal

Produtos não devem ser confundidos com os lubrificantes
(foto: Pixabay)
Muitas mulheres sofrem alterações hormonais que podem influenciar direta ou indiretamente na função sexual, resultando em incômodos como ressecamento da região íntima, também conhecido como secura vaginal. Esta condição é muito comum, principalmente no climatério, na pós-menopausa, no pós-parto e em mulheres que estão em tratamento quimioterápico.

Apesar de comum, a falta de lubrificação natural é quase um tabu e muitas mulheres têm vergonha e ficam desconfortáveis em falar sobre o problema. Além disso, as pacientes com idade mais avançada, na fase pós-menopausa, acreditam que o ressecamento vaginal faz parte do processo de envelhecimento e precisam conviver com a situação. Justamente na terceira idade o quadro pode ser mais acentuado. De acordo com estimativas, até 50% das mulheres nesse período sofrem com os sintomas da atrofia vaginal – afinamento da camada de células que reveste internamente a vagina –, sendo o ressecamento um dos principais incômodos.

"É importante que as mulheres sintam confiança em falar com seu médico sobre o problema, pois embora seja uma situação comum, ela pode ser contornada, independente da idade para assim resgatar a sua qualidade de vida e recuperar a autoestima, muitas vezes prejudicada por conta do ressecamento vaginal", comenta o ginecologista Luciano Pompei, presidente da Associação Brasileira de Climatério.

LEIA MAIS EM...

Refluxo afeta 12% dos brasileiros

Problema gástrico causa muito desconforto
(foto: Pixabay)
Consumo excessivo de bebidas alcoólicas e de alimentos ricos em gorduras, acarretam em desconforto estomacal e agravam os distúrbios do aparelho digestivo, como o famoso refluxo. O problema costuma ser associado à hérnia de hiato (parte do estômago invade a cavidade torácica por meio do esôfago). Um levantamento do Instituto Datafolha a pedido da Federação Brasileira de Gastroenterologia aponta que mais de 12% dos brasileiros, ou seja, cerca de 22 milhões de pessoas, sofrem com o refluxo.

De acordo com o gastroenterologista Roberto Oliveira Dantas, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP, a azia e queimação no estômago são sintomas que sugerem o refluxo gastroesofágico. "O refluxo gastroesofágico é a volta do conteúdo gástrico do estômago para o esôfago", diz o professor em entrevista para a Rádio USP.

O médico lembra que esse movimento do conteúdo gástrico não deveria acontecer, pois após a ingestão do alimento, ele cai no estômago, onde é preparado para a realização de todo o processo digestivo, seguindo para o intestino. "Em algumas situações, o alimento volta para dentro do esôfago e esse órgão não está preparado para recebê-lo, além de estar misturado com o ácido que existe dentro do estômago. Isso causa azia, dor e desconforto", afirma o gastroenterologista.

PÃO DE LEITE CONDENSADO (fofinho e molhadinho)

..
Por Receitas e Temperos

Pimentão – Propriedades Medicinais

Pimentão
Conheça melhor as propriedades do pimentão, fruto utilizado amplamente nas mesas brasileiras que além de dar sabor aos pratos, também traz benefícios à saúde. Saiba mais sobre o Pimentão, seus benefícios para a saúde, propriedades medicinais e possíveis efeitos colaterais. 

O Pimentão – conhecido pelo nome científicos Capsicum annuum L. – é uma planta da família das Solanaceae de origem latinoamericana. De sabor inigualável e intenso, o Pimentão desperta extremos de amor ou de ódio a quem consome.
Sendo uma planta bastante popular no Brasil, o Pimentão também é conhecido como: Pimenta Hispanicum, Páprica Doce, Pimenta dos Jardins, Pimenta da Guiné, Pimenta da Índia e Peperone (Itália).


Nesse artigo você conhecerá mais sobre o Pimentão, seus benefícios para a saúde, propriedades medicinais e possíveis efeitos colaterais. Boa leitura!

Pimentão

Dentro de sua família, o Pimentão é a planta que apresenta a maior variação de cores. Suas colorações mais comuns são o verde, vermelho e amarelo. Entretanto é possível encontrá-lo em tonalidade roxa, creme, azulada, preta e alaranjada.
Em solo brasileiro, o Pimentão mais comum é o verde, rico em vitamina E. Logo em seguida vem o vermelho, rico em vitamina A e antioxidantes. Por último, temos o pimentão Amarelo, rico em vitamina C.
Devido à sua beleza peculiar, algumas regiões vão além do uso culinário do Pimentão, utilizando-o como uma planta ornamental. O que poucos sabem sobre as cores do pimentão é o fato de que elas não simbolizam espécies diferentes. As cores verde, amarelo e vermelho nada mais são do que fases da mesma planta. Ou seja, o Pimentão nasce vermelho, torna-se amarelado com o tempo e, por fim, passa a ter a coloração vermelha. Curioso, não?

LEIA MAIS EM...

WhatsApp testa forma mais rápida de responder mensagens no Android; confira

(Foto: Reprodução)

O WhatsApp beta para Android recebeu uma novidade nesta segunda-feira, 1°. A partir de agora, os usuários podem arrastar o dedo em um balão de texto para responder uma mensagem. O recurso é idêntico ao que já está presente na versão para iPhone há algum tempo.
Disponível na versão 2.18.282 do aplicativo de testes, o "arraste para responder" promete agilizar a vida do usuário. Ao invés de dar dois ou três toques na tela, o usuário precisa apenas movimentar o balão que pretende responder da esquerda para a direita. A conversa original aparecerá na caixa de digitação.
LEIA  MAIS EM...

Leilão do Judiciário terá cerca de 7 mil itens oferecidos



O Poder Judiciário cearense realiza, no dia 16 de outubro, leilão público de bens considerados inservíveis para a atividade pública. Serão leiloados, aproximadamente, 7 mil itens, divididos em 82 lotes, que incluem 44 carros e 13 motos, além de móveis e equipamentos de informática. O leilão será realizado às 10h, na avenida José Bastos, nº 5712, no bairro Demócrito Rocha, em Fortaleza.

Qualquer pessoa física pode participar, desde que esteja com documento de identidade e CPF, e pessoa jurídica portadora de CNPJ, contrato social. Ambos poderão ser representados por terceiros que devem ter procuração com reconhecimento de firma em cartório com fins específicos.

Os bens destinados a leilão poderão ser vistos nos dias 9, 10 e 11 de outubro, nos horários de 9h às 12h e de 13h às 17h. Os objetos estarão no mesmo endereço onde acontecerá a arrematação. Mais informações estão contidas no edital n° 01/2018, publicado no Diário da Justiça dessa quinta-feira (27/09).

SERVIÇO
Evento: Leilão público de bens considerados inservíveis
Data: 16 de outubro, às 10h,
Local: Avenida José Bastos, nº 5712, no bairro Demócrito Rocha, em Fortaleza.

Mais informações: cópias do edital poderão ser obtidos no escritório do leiloeiro (av. José Bastos, nº 5712 – Demócrito Rocha), pelos telefones (85) 3292-8888 ou 3292-2032, e no site www.lopespeiloes.net.br

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK