PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 8 de setembro de 2018

Leite e derivados foram os produtos que mais pesaram no bolso do consumidor no último ano

Foto: Divulgação
O leite longa vida foi produto é o que mais pesou no bolso do consumidor na cesta com os 35 itens mais consumidos nos mercados brasileiros segundo a Abras (Associação Brasileira de Supermercados). O levantamento indica que o leite vendido nos supermercados do país registrou alta de 46,27% nos sete primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período de 2017. Só em julho, o leite de caixinha subiu 8,55% em todas as regiões.

Os valores dos queijos prato e mozarela, derivados do leite, também são pressionados e mostraram forte alta. Os aumentos foram de 11% e 14% no período, respectivamente.

Os itens têm variação bem superior à inflação registrada nos supermercados, que é de 3,43% entre janeiro e julho deste ano, e também está acima do IPCA do período, medido em 2,91%.

Os preços de produção estão altos e acabam chegando aos supermercados. Segundo o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), entre os fatores que influenciaram o aumento está a valorização do leite no campo, como consequência da paralisação dos caminhoneiros, pois o desabastecimento acirrou a concorrência no mercado de laticínios.

SUS paga R$ 367 por procedimento de Bolsonaro; médicos terão que dividir valor

O Sistema Único de Saúde (SUS) pagará R$ 367,06, de acordo com a tabela do SUS, pelo procedimento realizado no candidato a presidência da República Jair Messias Bolsonaro, na última quinta-feira (6). O tratamento do postulante ao Planalto aparece como “tratamento cirúrgico de lesões vasculares traumáticas do abdômen”, de acordo com informações da revista Piauí. O médico principal da cirurgia, Paulo Gonçalves de Oliveira Junior, terá que dividir esse valor com os outros médicos que participaram do atendimento. Ainda segundo a revista, a Santa Casa de Juiz de Fora será remunerada em R$1.090,80.

Em 14 meses Petrobras modificou valor dos combustíveis 245 vezes

Apesar da mudança da política de aumento diários nos combustíveis, nos 14 meses em que essa fórmula ficou em vigor a Petrobras mudou o preço da gasolina em suas refinarias 245 vezes. Os ajustes aconteceram em média a cada dois dias. Das 245 mudanças, 137 foram altas e 108 foram reduções. No período, o litro da gasolina subiu 69,47% nas refinarias.

O último reajuste foi anunciado pela estatal na terça-feira (4), e levou o valor da gasolina a um novo recorde. O litro subiu em 1,68%, para os atuais R$ 2,207 por litro nas refinarias, depois de um mês praticamente inteiro de altas. Em agosto  foram registrados 11 aumentos e quatro reduções.

Peritos já sabem onde começou o fogo no Museu Nacional; hipótese de incêndio criminoso não é descartada

Local exato onde incêndio começou não foi divulgado pela Polícia Federal para não atrapalhar as investigações. Quinta da Boa Vista recebeu manifestantes neste 7 de setembro.
CLIQUE E CONFIRA O VÍDEO
Os peritos da Polícia Federal já sabem onde começou o fogo no Museu Nacional. Mas, para evitar especulações sobre a causa da tragédia, ainda não divulgaram o local exato. A hipótese de incêndio criminoso não está descartada pelos investigadores, conforme apurou o RJTV.

O Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, foi destruído por um incêndio de grandes proporções no dia 2 de setembro.

Antes e depois: veja como era e como ficou o prédio

Museu Nacional foi palco de momentos históricos na história do Brasil

Nesta sexta-feira (7), muita gente aproveitou o feriado para passear na Quinta da Boa Vista. Foi lá, no palácio que abrigava o Museu Nacional, que teve início o processo de independência do Brasil. Em agosto de 1822, Dom Pedro viajou para São Paulo e nomeou a princesa Leopoldina regente interina do Brasil. Dez dias depois, ela recebeu uma carta de Portugal com péssimas notícias. As medidas anunciadas acabavam com o poder de Dom Pedro e ainda ameaçam dividir o Brasil.

Leopoldina não pode esperar pela volta do príncipe e, após uma reunião com o conselho de ministros, assinou a declaração de Independência do Brasil dentro do palácio da Quinta da Boa Vista. O famoso Grito do Ipiranga só aconteceu cinco dias depois.
Foto do palácio localizado na Quinta da Boa Vista antes do incêndio que destruiu o Museu Nacional (Foto: Divulgação/Museu Nacional)

Manifestações populares


Os visitantes da Quinta da Boa Vista também aproveitaram o feriado de 7 de setembro para protestar contra a ruptura com as origens do país que estavam guardadas no Museu Nacional. Os índios da Aldeia Maracanã participaram da manifestação. Um antropólogo disse que a coleção com cerca de 20 mil peças dos primeiros habitantes do país foi destruída.

Em outros setores do museu, mais perdas de objetos ligados à nossa identidade. Na parte africana, por exemplo, o destaque era o trono do Rei do Daomé. No legado europeu, a coleção que pertenceu à imperatriz Teresa Cristina, mulher de Dom Pedro II: milhares de achados nas cidades de Pompéia e Herculano - objetos que resistiram às lavas do vulcão Vesúvio, na Itália há quase 2 mil anos.

Pela manhã, foi celebrada uma missa de desagravo ao museu na Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé, no Centro. A cerimônia cobrou mais atenção ao patrimônio histórico do país.

O esforço agora é pela reconstrução e pelo levantamento do acervo que escapou do fogo. Cerca de 1,5 milhão de peças, das coleções botânicas, de mamíferos e répteis, além de livros, estavam em outros prédios. Uma equipe já foi formada para entrar no museu a partir da segunda-feira para procurar e recolher peças do acervo.

LEIA MAIS EM...

Boatos e teorias da conspiração sobre atentado a Bolsonaro se espalham

Candidato do PSL foi atacado com facada no dia 6 de setembro
© Nacho Doce/Reuters
Teorias conspiratórias, notícias falsas e boatos circulam nas redes sociais desde o atentado que o deputado Jair Bolsonaro (PSL) sofreu na quinta-feira (6).

"A faca saiu sem sangue, a camiseta dele não manchou, na foto no hospital, os médicos estavam sem luvas... Pra mim foi facada de marketing", diz uma mensagem encaminhada pelo WhatsApp. "Sem sangue e cara de dor fingida. Reparem que há uma pessoa com distintivo da PF", diz uma publicação compartilhada no Facebook.

LEIA TAMBÉM: Entenda por que não havia sangue após a facada em Bolsonaro

Segundo levantamento da FGV-DAPP (Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas), a maioria das mensagens postadas no Twitter vieram de perfis céticos (40,5% do total). 

Pessoas que, apesar das informações vinculadas pela imprensa, pelos boletins médicos e por órgãos oficiais, tendem a desconfiar do que aconteceu e acreditam que o ocorrido é uma armação para criminalizar a esquerda.

De acordo com a metodologia da FGV, cerca de 8,7% dos usuários do campo da esquerda criticaram quem estava duvidando da situação e 7% dos perfis de direita compartilharam a crítica. 

Segundo a FGV, o atentado contra Bolsonaro é o acontecimento com maior repercussão imediata na rede social desde as eleições de 2014.

Um dos tuítes mais replicados foi o do pastor Silas Malafaia. Ele disse que "o criminoso que tentou matar Bolsonaro é militante do PT e assessora a campanha de Dilma ao senado em Minas."

Adelio Bispo de Oliveira nunca foi do PT. Ele foi filiado ao PSOL entre 2007 e 2014.O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo disse à Folha que se equivocou ao dizer que Adelio Bispo de Oliveira é funcionário da ex-presidente Dilma. Até a conclusão desta reportagem, Malafaia não havia removido o tuíte.

O líder religioso afirmou que o autor do crime é militante de esquerda pelo que viu em fotos na internet."Esses esquerdopatas são os reis da dissimulação e do cinismo, eles mesmos que infiltram notícias falsas", declarou. 

Desde quinta, uma foto em que Adelio aparece em manifestação com Lula circula na internet. Ela é falsa. Segundo checagem da Agência Lupa, foi manipulada a partir de imagem retirada do site do PT. Com informações da Folhapress.


Mega-Sena e Lotofácil podem pagar prêmios milionários neste sábado

Apostadores têm até as 19h deste sábado (8) para tentar a sorte nas duas loterias
(Foto: Betto Junior/CORREIO)
A Lotofácil da Independência pode pagar R$ 85 milhões ao acertador das 15 dezenas neste sábadpo (8). Caso não haja acertador, o prêmio será rateado entre os apostadores que acertarem 14 números. Não existindo apostas premiadas com 15 e 14 números, o prêmio será rateado entre os acertadores de 13 números e assim sucessivamente. A aposta mínima, de 15 números, custa R$ 2.
Já o concurso 2076 da Mega-Sena pode pagar R$ 24 milhões ao acertador das seis dezenas sorteadas. A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 3,50.
Apostadores têm até as 19h (horário de Brasília) deste sábado (8) para tentar a sorte em duas loterias que prometem pagar prêmios milionários.
As apostas para a Lotofácil da Independência e para a Mega-Sena podem ser feitas em qualquer casa lotérica e também no Portal Loterias Online.
Os dois sorteios serão realizados a partir das 20h (horário de Brasília), em São Bento do Sul (SC).

Agressor que esfaqueou Bolsonaro é transferido para presídio em Campo Grande

POR O POVO
Preso na tarde da quinta-feira, 6, após esfaquear o presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, Adélio Bispo de Oliveira está sendo transferido na manhã deste sábado, 8, para um presídio federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. A definição foi dada pela juíza Patrícia Alencar Teixeira de Carvalho, da 2ª Vara Federal de Juiz de Fora, em audiência de custódia.

A informação foi confirmada pela equipe de plantão da sede da Polícia Federal, na cidade do interior de Minas Gerais, onde foi preso em flagrante e indiciado na Lei de Segurança Nacional pelo delegado responsável.

A juíza federal decidiu na audiência à favor da manutenção da prisão de Adélio Bispo de Oliveira, convertendo de flagrante para preventiva.

Após o ataque, o agressor, de 40 anos, foi prontamente levado para uma delegacia e, lá, assumiu o crime e disse que teria agido por contra própria e "em nome de Deus".

Adélio estava provisoriamente no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), em Juiz de Fora, antes de ser transferido.

A Lei de Segurança Nacional (n° 7.170) define, no artigo 20, os crimes contra a segurança nacional, a ordem política e social, inclui os crimes pela "prática de atentado pessoal ou atos de terrorismo, por inconformismo político ou para obtenção de fundos destinados à manutenção de organizações políticas clandestinas ou subversivas".

A transferência para um presídio federal foi a pedido da bancada do PSL, conforme apurou o jornal O Estado de S. Paulo, e teria tido aceitação de todas as partes na audiência de custódia, inclusive do Ministério Público e da defesa de Oliveira. Houve consenso de que a prisão em uma instituição federal seria uma forma de manter a segurança do acusado.
Agência Estado

Candidato cearense a deputado federal se utiliza de aplicativos de paquera para campanha

O cearense Ítalo Alves (PPS), de 26 anos, diz que a estratégia serve para atingir o público jovem e LGBT. O candidato garante que já conseguiu mais de três mil matchs no Tinder
(Foto: Reprodução/ Instagram)
O candidato a deputado federal Ítalo Alves (PPS), de 26 anos, arranjou uma forma pouco comum para divulgar sua campanha. O também mestre em relações internacionais resolveu criar perfis em aplicativos de paquera como o Grindr e o Tinder para atingir seu público-alvo: pessoas jovens e LGBTs. O jornalista do O POVO Daniel Herculano citou o fato inusitado em sua coluna Nas Redes do último dia 16.
Segundo Ítalo, a estratégia tem dado certo. Ele afirma que já conseguiu conversar com muitas pessoas e apresentar suas propostas para um público amplo. Só no Tinder, o candidato garante que já conseguiu mais de três mil matchs - quando dois usuários se “curtem”, possibilitando a abertura de uma aba de conversa. Ele conta que consegue atingir público de vários locais já que deixa sempre os aplicativos com a localização ativada.
Italo conta que muito da ideia veio do fato de não ter muito financiamento na campanha. “A gente não precisa financiar com milhões de reais, a gente pode ser criativo e inovador”, afirma. Segundo ele, a experiência no Tinder e no Grindr tem sido “muito boa”, já que pessoas tem comprado a ideia e feito perguntas sobre a campanha. O candidato diz que ainda pretende entrar no Hornet e no Scruff, aplicativos de paquera gay.
“Algumas pessoas criticam, mas acho que é uma boa oportunidade para esclarecer e mostrar nossas propostas”, comenta, falando que alguns usuários perguntam se a finalidade dele dentro do aplicativo é apenas divulgar a campanha ou também conseguir um romance. “O aplicativo é só uma perna da minha campanha, minha campanha tá nas ruas, nas redes sociais”, esclarece. “Criar uma candidatura jovem, que se comunique com o jovem e com o público LGBT: é esse o tipo de política que eu quero fazer”, completa. 

Em baixa, TV paga perde quase 100 mil assinantes no Brasil

(Foto: Reprodução)
A TV por assinatura vive uma má fase no Brasil e perdeu 91 mil assinantes em apenas dois meses, entre junho e julho. Os dados são da empresa Kantar Ibope Media e foram divulgados pelo UOL, citando fontes da indústria.
Em julho, a TV paga registrou 17,8 milhões de assinantes, ante a 20 milhões de quatro anos atrás. Entre os possíveis motivos que explicam a queda do setor estão a programação repetitiva, o excesso de comerciais, a crise econômica, a chegada da TV digital e a concorrência com a Netflix, que está em alta no país.
Um levantamento divulgado em agosto pelo site Notícias da TV informou que a Netflix caminha para fechar o ano de 2018 com 10 milhões de usuários brasileiros, um contingente maior que a base de clientes da Net e Claro TV juntas, que somam 9 milhões de assinantes.
Ainda de acordo com o levantamento, de cada R$ 100 gastos com vídeo por assinatura no Brasil, R$ 36,40 vão para a Sky; R$ 29,40 para a Net; R$ 8,40 para a Claro, R$ 8,40 para a Vivo e R$ 6,90 para a Oi. A Netflix fica com apenas R$ 5,50 do bolo. 

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK