PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 20 de agosto de 2016

Ácido Úrico Alto: Conheça os Sintomas e Como Tratar


Ácido Úrico Alto: Conheça os Sintomas e Como Tratar


Quando o ácido úrico está alto, a pessoa pode apresentar problemas como cálculo renal, dor nas articulações e até mesmo acidentes cardiovasculares. Saiba mais sobre a doença! 

O nosso organismo produz naturalmente o ácido úrico. Por isso, todas as pessoas possuem alguma quantidade dessa substância presente no sangue. O que é considerado como um problema é a elevação nos índices do ácido.

O que é acido úrico? Como ele aumenta?

As proteínas fazem parte da nossa alimentação diária. Uma dessas proteínas ingeridas é a purina, que é quebrada durante a digestão por uma enzima conhecida como xantina oxidase. Parte das purinas é aproveitada após a quebra pelo organismo e o que resta é transformado em ácido úrico. O ácido permanece em nosso sangue até ser filtrado pelos rins e eliminado por meio da urina.
Dessa forma, existem três fatores que podem fazer com que os níveis de ácido úrico se elevem:

  1. algo no organismo fez com que a produção de ácido úrico aumentasse;
  2. a eliminação do ácido úrico pelos rins tem sido insuficiente;
  3. quando o uso de algum medicamento interfere nos índices da substância.
Nesses casos, dizemos que ocorreu uma hiperuricemia, ou seja, que os índice de ácido úrico no sangue estão acima do desejado. Os valores de referência são:
  • Feminino : 2,4 a 5,7 mg/dL
  • Masculino: 3,4 a 7,0 mg/dL
Quando esses limite são ultrapassados, o ácido úrico contribui para a formação de minúsculos cristais de urato de sódio. Esses cristais são semelhantes a pequenas agulhas, que podem se depositar nas articulações, sob a pele, nos rins ou em outros lugares do corpo. São eles os responsáveis pelas dores típicas da gota, além de outros sintomas da elevação do ácido úrico no sangue.
Importante: um estudo feito recentemente pelo Instituto do Coração de São Paulo concluiu que os índices altos de ácido úrico no sangue podem estar relacionados com episódios de acidentes cardiovasculares. Por isso, prevenir e controlar o problema é tão importante.

Sintomas da Hiperuricemia

Existem também casos de ácido úrico baixo, mas hoje vamos falar somente pelos casos de hiperuricemia. Quando os cristais de urato de sódio se depositam nas articulações, o principal sintoma são as dores fortes, mais comuns nos membros inferiores (joelhos, tornozelos, calcanhares, dedos do pé), equivalente a uma crise de artrite.
A gota é uma das consequência da elevação dos índices de ácido úrico, mas isso não quer dizer que todas pessoas que sofrem com a hiperuricemia terão o problema. A gota acomete mais os homens adultos e está ligada a fatores genéticos hereditários.
Os índices elevados de ácido úrico também podem atacar o funcionamento dos rins, levando à formação de cálculos renais e até mesmo à insuficiência renal. Nesses casos a hiperuricemia pode se tornar mais grave, exigindo vários cuidados por parte do paciente.
Dor nas Articulações
Dor nas articulações é um dos sintomas do ácido úrico alto

Diagnóstico

A pessoa que apresenta alguns dos sintomas relatados acima deve procurar um médico para que as causas seja averiguadas. Quando o ácido úrico alto é descoberto precocemente, é possível evitar que o problema se agrave com medidas adequadas e tratamento médico. Para um diagnóstico correto, é preciso que o paciente faça um exame de sangue com medição da concentração de ácido úrico no sangue. O exame exige um período de oito horas de jejum para ser realizado e deve ser conduzido por um laboratório de confiança. Os valores de referência são os mencionados acima, mas é preciso que um médico analise os resultados para um quadro mais geral do problema.

Tratamento

O tratamento adequado deve ser indicado por um médico. De um modo geral, é prescrita ao paciente uma dieta com baixa ingestão de purina. Além disso, podem ser indicados medicamentos que ajudem a diminuir a produção de ácido úrico pelo organismo, como o alopurinol, ou drogas que facilitem a excreção por meio da urina (probenecide e sulfinpirazona). Em alguns casos, ambos são indicados pois a pessoa pode ter os dois problemas: produção de ácido úrico em excesso e dificuldade para excretá-lo.
Os portadores do distúrbio devem ainda evitar situações muito estressantes, que costumam contribuir para a elevação do ácido úrico no sangue. Medicamentos diuréticos e anti-inflamatórios também devem ser evitados pois podem ser os responsável pelo aumento dos índices de ácido úrico no organismo.

Dieta Para Quem Tem Ácido Úrico Alto

A alimentação é fundamental, pois, como vimos, o ácido úrico é produzido a partir das proteínas. A dica é procurar um bom nutricionista que possa elaborar um cardápio com menor quantidade de purina e alimentos que ajudem na eliminação do ácido úrico.
Carnes, frutos do mar, miúdos e alguns tipos de peixe, como sardinha e salmão, são as principais fontes de purinas presentes em nossa alimentação. Por essa razão, esses alimentos devem ser consumidos em pequenas quantidades por quem tem ácido úrico alto.
Estudos mostram também que alimentos derivados do leite, como queijo e iogurtes, podem favorecer a eliminação do ácido úrico por meio da urina. Eles devem ser incluídos na dieta, mas sem exageros. Além desses cuidados, é importante que todo o cardápio seja balanceado para controlar a hiperuricemia e outros problemas relacionados.

Dicas:

  • Beba muita água todos os dias pois ela ajuda o organismo a eliminar o ácido úrico;
  • Os alimentos mais saudáveis, como frutas, verduras e leite, são mais indicados;
  • Evite alimentos industrializados;
  • Diminua o consumo de bebidas alcoólicas, sobretudo a cerveja (que contém purina);
  • Não faça uso de medicamento sem acompanhamento médico.

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK