PROCURANDO POR ALGO?

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Impeachment: o que acontece após entrega de parecer favorável?

O próximo passo é que a comissão deverá fazer o pedido de vista conjunta para que os deputados analisem melhor o documento



POLÍTICA COMISSÃO

O deputado Jovair Arantes (PTB-GO) entregou na tarde desta quarta-feira (6) o parecer favorável ao pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Agora a comissão deverá fazer o pedido de vista conjunta para que os deputados analisem melhor o documento.
O UOL publicou uma reportagem na qual explica o que irá acontecer após ter sido apresentado o relatório.
1. Pedido de vista
Depois da leitura do relatório, haverá um período de vista coletiva de dois dias, para os membros da comissão analisarem o documento.
2. Discussão
A discussão sobre o tema deve inciar na sexta-feira (8). Os 65 membros da comissão podem falar por 15 minutos. Os demais deputados têm 10 minutos para comentarem sobre o processo. A publicação explica que ainda não está definido se as discussões vão continuar durante o final de semana.
3. Votação na comissão
Os deputados da comissão irão votar se concordam ou não com o parecer. A votação deve ocorrer a partir das 17h da segunda-feira (11).
4. Votação na Câmara
Se o parecer for aprovado, ele será lido na próxima sessão do plenário da Câmara, possivelmente na terça-feira (12). Depois será publicado no Diário do Legislativo e, após 48 horas, o pedido de impeachment pode ser votado pelos deputados em plenário.
O UOL esclarece que o plenário da Câmara fará votação nominal dos 513 deputados (o presidente da Casa, Eduardo Cunha, do PMDB-RJ, já indicou que também deve votar) sobre o pedido de impeachment. A votação deve se estender por três dias. Ela começa no dia 15 e deve terminar no domingo (17). Se 342 deputados votarem a favor, o pedido segue para análise do Senado.
5. Autorização ao Senado
Em dois dias o Senado forma uma comissão para avaliar o pedido de impeachment. Depois a comissão tem dez dias para emitir um parecer.
6. Votação no Senado
Se a maioria simples dos senadores (41 dos 81 senadores) aceitar o processo, o Senado deverá referendar o pedido. Assim, Dilma será afastada de suas funções por 180 dias. O vice-presidente Michel Temer (PMDB) assume interinamente.
7. Julgamento
O Senado também poderá apresentar acusação e defesa, sob o comando do presidente do STF, Ricardo Lewandowski. Para que Dilma seja definitivamente afastada, são necessários 54 votos de um total de 81 senadores
8. Condenação
Ainda de acordo com a publicação, caso Dilma seja condenada, ela perde o mandato e fica inelegível por oito anos. O vice Temer deverá assumir a presidência para terminar o mandato.

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: josenidelima@gmail.com FAVOR INFORMAR O LINK