PROCURANDO POR ALGO?

terça-feira, 5 de março de 2019

Anti séptico bucal: Receitas Naturais

Aprenda receitas naturais de um antisséptico bucal feito com cravo da Índia. O anti séptico por via oral é utilizado para anestesiar a boca e para aliviar os sintomas desagradáveis da halitose. 
O cravo da Índia combate o mau hálito
A boca é o cartão de visitas de qualquer pessoa – seja para o convívio da família, para sua convivência na escola ou faculdade, para namorar, para seus relacionamentos profissionais, enfim, o conjunto boca e dentes é o que mostra a impressão que você vai deixar para as pessoas a sua volta.
E o hálito é o alarme da boa interação entre você e as pessoas: ninguém gosta de falar com alguém que tem mal hálito, não é mesmo?! O mal hálito ou halitose é proveniente de vários fatores; pode estar associado à má higiene da boca ou por existência de cáries e outros males.
E também tem sua origem por problemas no sistema respiratório como sinusite e amidalite, no aparelho digestivo devido a gastrite, dispepsia, neoplasia ou úlcera e pode estar associado a diabetes, estresse, secura na boca, problemas hormonais e enfermidades febris.
A natureza nos oferece mais esse benefício, acabar com o mau hálito que incomoda tanto. Veja agora dicas rápidas, eficazes e naturais para se livrar desse problema. Abaixo, algumas plantas e receitas que podem ajudar a combater o mau hálito a partir de receitas naturais.

Plantas que combatem o mau hálito

Cravo-da-Índia

Conhecido por seu cheiro e sabor forte, o cravo além de ser uma ótima especiaria utilizado em doces, sobremesas e pratos finos, o cravo-da-índia acaba com os microorganismos presentes em nossa boca, que são os causadores do mau hálito. Além de ter propriedade analgésico também é antibacteriano e anti-séptico.
  • 1/2 copo de água
  • 5 cravinhos da Índia
Como fazer: Pegue uma panela e adicione a água e os cravos. Deixe ferver de 5 à 10 minutos. Desligue e deixe ficar morno. Coe e faça bochechos com o chá. Outra dica é você mascar os cravos de vez em quando.
Contraindicações: Deve ser evitado por mulheres grávidas por causar contrações e posterior aborto e por crianças portadores de gastrite e úlcera.

Alcaçuz

O alcaçuz é uma planta medicinal também conhecida como salsa, pau-doce o raiz-doce e regaliz. Ela tem propriedade anti-inflamatória, expectorante, antimicrobiana e antisséptica o que a torna ótima com antisséptico bucal natural. A parte usada do alcaçuz seria sua raiz.
  • 10 Gramas de raiz de alcaçuz
  • 1 litro de água
Como fazer: Coloque a água e a alcaçuz em uma panela e deixe fervendo por 10 minutos. Beba 3 xícaras de chá por dia.
Contraindicações: Grávidas, mulheres que estão amamentando, pessoas que tem pressão alta, glaucoma e problemas cardíaco não podem consumir a planta. Pessoas que fazem uso de anticoncepcionais orais e medicamento para reposição hormonal também estão proibidas de ingerir alcaçuz.

Alfavaca

A alfavaca é uma erva que tem ação anti-inflamatória, antiviral, antifúngica, antibacteriana e antisséptica. Também é conhecida como manjericão, folha larga, manjerona ou alfavaca-de-vaqueiro.
  • 2 Colheres de sopa de alfavaca, pode ser as raízes, folhas, flores ou ramos
  • 01 Litro de água
Como fazer: Coloque a água em um panela e adicione a alfavaca. Deixe fervendo por 10 minutos. Coe e faça bochechos diariamente.
Contraindicações: É contra indicado para pessoas com pressão alta.

Cidreira

A cidreira tem propriedade antimicrobiana, antibiótica, anti-inflamatória e anti-séptica.
  • 01 Litro de água
  • 30 Gramas de folhas e flores de erva cidreira
Como fazer: Coloque a água em uma panela e adicione a cidreira. Deixe fervendo por 15 minutos e tampe. Deixe descansando por 12 minutos. Use fazendo buchechos diários.
Contraindicações: A erva cidreira não pode ser consumida por pessoas que tenham problemas de tiróide ou pessoas que tenham alergia à planta.

Calêndula

A calêndula tem ação anti-inflamatória, antifúngica e também antisséptica.
  • 01 Colher de sopa de folhas secas de calêndula
  • 01 Xícara de chá de água
Como fazer: Coloque a água para ferver em uma panela e adicione a calêndula. Coe e espere amornar. Faça bochechos 3 x ao dia.
Contraindicações: Grávidas e mulheres em período de amamentação não podem ingerir ou fazer bochechos com a calêndula, principalmente em doses elevadas.

Chá preto

O chá preto tem ação antioxidante que impedem a proliferação das bactérias na boca.
  • 01 Colher de sopa de chá preto
  • 01 Xícara chá de água
Como fazer: Coloque a água em uma panela e adicione o chá preto. Deixe ferver por 10 minutos. Beba 2 x ao dia: em jejum pela manhã e logo após o almoço.
Contraindicações: Não deve ser consumido por mulheres grávidas, por pessoas com problemas de pressão alta e prisão de ventre.

Limão

O limão tem ação antimicrobiana e anti-séptica, ele combate infecções bucais. Sua propriedade anti-séptica elimina as bactérias que causam o mau hálito. A natureza ácida do suco de limão pode ser aproveitada como complemento para combater o mau hálito e as infecções bucais.
  • Suco de 1 limão
  • Meio copo de água
Como fazer: Amorne a água e acrescente o suco de limão. Faça bochechos 3 x ao dia. Outra opção: tome um como de água com limão em temperatura ambiente ou fria em jejum.
Contraindicações: Para quem tem sensibilidade ao ácido cítrico.

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. EMAIL: josenidelima@bol.com.br FAVOR INFORMAR O LINK