PROCURANDO POR ALGO?

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Rio-2016 já é a melhor campanha olímpica do Brasil

Com ouro no vôlei de praia, atletas conseguiram o maior número de medalhas douradas e no total

© Reuters / Peter Cziborra

Sob uma chuva persistente, os brasileiros Bruno e Alison derrotaram os italianos Daniele Lupo e Paolo Nicolai por 2 sets a 0 e conquistaram o primeiro ouro olímpico do país no vôlei de praia desde 2004, com Ricardo e Emanuel.

Além disso, é a quinta medalha dourada do Brasil nos Jogos Rio 2016, a 15ª no total. Com mais um pódio garantido, no futebol masculino, a maior nação da América Latina chegou à sua melhor campanha na história das Olimpíadas, igualando os cinco ouros de Atenas 2004, mas superando em número total de medalhas (16 a 10). Em Londres 2012, foram 17, mas apenas três douradas.
O jogo começou melhor para os italianos. Embora os brasileiros tenham feito o primeiro ponto, os azzurri engataram cinco em sequência no saque de Nicolai, o melhor deste fundamento no torneio. Mas Bruno e Alison reagiram e reequilibraram o duelo.
Inspirados na defesa, eles voltaram à frente do placar ao fazer 9 a 8 e, com a força do bloqueio do "Mamute", se mantiveram em vantagem até quase o fim do set, quando a dupla italiana fez 19 a 18. Contudo, aproveitando um erro de Lupo no ataque, viraram de novo e fecharam a primeira parcial em 21 a 19.
O segundo set iniciou disputado e bastante tenso, porém o time azzurro conseguiu abrir 8 a 5 graças ao bloqueio de Nicolai, que tem 2,03m de altura, o mesmo tamanho de Alison. Só que a vantagem durou pouco, e logo os brasileiros empataram em 11 a 11.
Na reta final, acabou prevalecendo a qualidade da dupla brasileira, considerada a melhor do mundo, sobre uma que sequer estava entre as favoritas no início dos Jogos Olímpicos. Em um toque duplo de Lupo, que há pouco menos de um ano e meio lutava contra um câncer ósseo, Bruno e Alison fecharam o segundo set em 21 a 17.
Essa foi a segunda medalha do "Mamute" nas Olimpíadas, após a prata em Londres 2012 com Emanuel. Já para Bruno, sobrinho do ex-jogador de basquete Oscar Schmidt, é a primeira vez no pódio, assim como é a de Lupo e Nicolai, que também deram uma medalha inédita para a Itália no vôlei de praia.
A nação da bota já soma 24 no Rio de Janeiro (oito de ouro, 10 de prata e seis de bronze). (Com ANSA)

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK