PROCURANDO POR ALGO?

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Hemoce começa a funcionar aos domingos

SAÚDE

Hemoce começa a funcionar aos domingos

Redação Web | 17h16 | 11.02.2014

O objetivo é facilitar a doação de pessoas que não podem comparecer à instituição durante a semana e aos sábados.

Hemoce
A partir do próximo domingo (16), os doadores poderão comparecer ao Hemoce das 8h às 13h.
KID JUNIOR
O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), unidade da Secretaria de Saúde do Estado, começa a funcionar também aos domingos a partir deste fim de semana. 
Os doadores voluntários de sangue poderão realizar a sua doação das 8h até às 13h a partir do próximo domingo (16). O objetivo é facilitar a vida das pessoas que, por causa da rotina do dia-a-dia, não têm tempo de doar durante a semana ou aos sábados. 
Segundo o Hemoce, mais de 8 milhões de pessoas distribuídas nos 184 municípios do Ceará são atendidas pelo Centro através de 307 hospitais e 10 clínicas de hemodiálise. Ainda segundo a instituição, uma doação apenas é capaz de salvar até três vidas. Por isso, existe a necessidade de cada vez mais doações para atender a demanda de milhares de pessoas no Estado.
Além do hemocentro coordenador, as doações voluntárias também podem ser realizadas, durante os fins de semana e feriados, no Posto de coleta do Instituto Dr. José Frota (IJF), na Rua Barão do Rio Branco, 1816, Centro, das 13h às 17h30min.

Primeiro transplante de medula alogênico é realizado pelo Hemoce 
O primeiro transplante alogênico de medula no Ceará foi realizado nesta terça-feira (11), às 10 horas, pelo Hemoce, em parceria com o Hospital Universitário Walter Cantídio. Com leucemia aguda grave, a paciente que recebeu as células sadias de um doador é de Tabuleiro do Norte e tem 29 anos de idade. 
"Esse é o caminho que pode vir a beneficiar um número muito grande de pessoas que a gente sabe que morrem nas filas, esperando uma medula, esperando um leito para transplantar", afirma o médico hematologista e coordenador do Banco de Cordão Umbilical e Placentário do Hemoce, Fernando Barroso. 
No Nordeste, quatro Estados realizam transplantes alogênicos: Ceará, Pernambuco, Bahia e Rio Grande do Norte. De acordo com Fernando Barroso, foram 14 anos de espera para a efetivação desse tipo de transplante no Ceará e seis pacientes ainda estão na fila para essa operação. No Brasil, seis mil esperam um doador. 
Doação
No Brasil, a chance de encontrar medula compatível é de uma em cem mil. Por isso a importância em doar. Quanto maior o número de doadores cadastrados, maiores as chances dos pacientes. Em janeiro o Hemoce cadastrou 536 doadores. Para se tornar um doador de medula óssea é preciso:
- Ter entre 18 e 55 anos de idade.
- Estar em bom estado geral de saúde
- Não ter doença infecciosa transmissível pelo sangue

Mais informações
Hemoce
Tel: 3101.2296


FONTE:
DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK