PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 3 de novembro de 2018

Dia de Finados: Tento sorrir e não consigo

RUFINO SILVA/FACEBOOK
02 de Novembro, 2018. Finados. Tento sorrir e não consigo. Um filme passa pela minha cabeça, daquelas pessoas, outra vivas, estão a ocupar em meu senso, mil pensamentos, aquele utópico espaço, como se tudo começasse de novo, uma nova vida de sorriso, graça e louvores... vem a minha turba mente, as lembranças e reminiscências, dos meus pais, meu irmão, avós e tantas outras figuras que fizeram parte de minha efêmera existência... Todas foram super importantes para mim... Entretanto não poderia deixar de focar acima de tudo, a imagem eternamente viva e memorável de Dona Rocilda, minha mãe, mãe também do Gil, Sebastião e Dedim...Para mim o tempo não não passou. Congelou. Ainda não absorvi sua partida, seu vazio e essa saudade que em mim fez moradia. Minhas lagrimas em grande quantidade, todos os dias, são derramadas, logicamente reclamando sua ausência de seu pesar. Seu triste adeus...Mais tarde irei em sua eterna casa, vou conversar com Deus é com ela também...Ela vai falar de suas novidades e eu das minhas. Nos abraçaremos fortemente, sentiremos de perto o gosto amargo dessa separação e saudade. Mamãe, desculpa pela sinceridade. Eu não sou feliz, deve ter percebido. Porque não volta pra nos? Já não dar mais pra aguentar, sua ausência. Volta minha mãe, sem a senhora, não dar mais pra eu viver. Eu não existo. Sou menos que nada. Volta dona Rocilda. Sem ti não viverei. Amém.

LEIA MAIS:
CRÔNICAS DE RUFINO SILVA

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK