PROCURANDO POR ALGO?

sábado, 23 de maio de 2015

Doceira e marido fizeram viagens pela Europa com R$ 320 mil roubado de idosa

SALVADOR
Vítima e doceira eram amigas há 15 anos. "Aos poucos, ela roubou todo o dinheiro da poupança de dona Joselita", disse delegado
Diogo Costa (diogo.costa@redebahia.com.br)
A doceira Pedrina Guimarães Brito, 65 anos, teve a prisão preventiva solicitada e todos os bens bloqueados pela Justiça, na última quarta-feira, após ser identificada pela Polícia Civil como a principal responsável por aplicar um golpe de R$ 320 mil contra a idosa Joselita Ramos Pereira, 84.
O marido de Pedrina, Raimundo de Brito Costa Filho, e o gerente do banco onde a idosa possui conta, Ranielli da Silva Santos, são considerados cúmplices do crime e também foram indiciados. Segundo o delegado Nilton Costa, da Delegacia Especial de Atendimento ao Idoso, o golpe foi aplicado por 12 meses, quando Pedrina passou a ter acesso a cartões bancários e senhas da idosa, que não tem filhos nem parentes em Salvador.
“Ela (Pedrina) foi ganhando a confiança da vítima. Usou o pretexto de que, por ser idosa, seria arriscado a vítima efetuar transações bancárias só. Com isso, teve acesso as senhas e, aos poucos, roubou todo o dinheiro da poupança de dona Joselita, que recebe pensão mensal de R$ 20 mil”, explicou Costa.
Com o dinheiro que roubou, Pedrina conheceu a Europa com o esposo
Nilton Costa, delegado de Atendimento ao Idoso


Amigas há 15 anos, Pedrina conheceu Joselita quando a vítima ainda morava no Bonfim e encomendava bolos à doceira. Ao tomar conhecimento da pensão, Pedrina convenceu a vítima a alugar um quarto e sala de sua propriedade, no Itaigara. A mudança, segundo o delegado, aconteceu há oito meses e foi planejada pela acusada para facilitar o golpe.
“Com o dinheiro que roubou da poupança, ela fez viagens e conheceu a Europa com o esposo. Quando o dinheiro acabou, ela levou a vítima até a agência bancária, na Avenida Garibaldi, e transferiu a conta para uma agência no Itaigara. Lá, disse para a idosa que iria fazer um plano de previdência, quando na verdade fez empréstimo de R$ 154 mil, sendo que R$ 126 mil foram transferidos imediatamente para a conta dela e do marido”, diz Costa.
Desconfiada, a cuidadora de dona Joselita alertou sobre o possível golpe. As duas voltaram na agência, onde confirmaram os empréstimos. Em seguida, foram até a delegacia. Ao tomar conhecimento da queixa, segundo o delegado, Pedrina e o marido ameaçaram a idosa com uma faca e a expulsaram do imóvel.
“Quem socorreu foi a cuidadora. Joselita agora está em um local sigiloso”, contou Costa. Para se livrar da acusação de roubo, a doceira contratou uma advogada alegando que faria um depósito em juízo, transação feita quando o credor não aceita receber o dinheiro pago pelo devedor.
FONTE: http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/doceira-e-marido-fizeram-viagens-pela-europa-com-r-320-mil-roubado-de-idosa/

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. EMAIL: josenidelima@bol.com.br FAVOR INFORMAR O LINK