PROCURANDO POR ALGO?

quarta-feira, 23 de março de 2016

3 maneiras de aumentar sua nota no ENEM

Canal do Ensino
Postado por: 
Olá leitores,
Vamos supor que você realizou aprova do ENEM e acertou um total de 130 questões. Um amigo seu, que também realizou a prova, conseguiu acertar 120 questões. Quando foram feitas as divulgações das notas, você acabou descobrindo que a sua média foi menor que a de seu amigo. Como será que isso é possível, sendo que você acertou 10 questões a mais do que ele?
Essa é uma cena muito clássica em todas as provas do ENEM, desde que teve suas reformulações. Para entender como isso acontece, é preciso entender a chamada Teoria de Resposta ao Item (TRI).
O TRI é um sofisticado sistema de avaliação que foi adotado pelo MEC (Ministério da Educação) tanto para o ENEM quanto para a Prova Brasil (que consiste num exame que faz a medida da qualidade de ensino e os níveis de aprendizagem dos alunos nos ensinos fundamental e médio). Com o TRI é possível comparar os resultados de diferentes provas, o que não é possível em avaliações comuns.

Para conseguir entender melhor, tente visualizar a seguinte situação: você tira nota 7 em uma prova qualquer em sua escola. Meses depois, faz outra prova da mesma disciplina da prova anterior e tira nota 9. Ao contar esse feito para seus amigos, certamente eles podem dizer “isso não significa que você é mais inteligente, pois a prova pode ter sido mais fácil.”. O TRI pode corrigir a possível diferença que há entre as provas.
A cada questão que existe no banco de dados do MEC é atribuído um peso que varia entre fácil, médio e difícil, que vai de acordo com a porcentagem de acertos entre os alunos. Por conta disso, ao elaborar a prova, as 180 questões do ENEM possuem o mesmo nível de dificuldade do exame do ano anterior, permitindo a comparação.
Afinal, por que há a diferença de notas entre os alunos? Por que um aluno com um número menor de acertos consegue ter nota maior daqueles que acertaram mais?
TRI tem a capacidade de identificar se existem incoerências. Se um aluno acerta uma questão no nível difícil e erra uma questão no nível fácil, o sistema acusará a possibilidade dele ter chutado, já que é mais óbvio que ele acerte a questão fácil e erre a questão difícil. Sendo assim, o estudante que é mais incoerente acaba perdendo pontos. E é por conta disso que mesmo que você acerte 130 questões no ENEM e seu amigo somente 120, ele pode conseguir tirar uma nota que seja maior que a sua.
É claro, também, que essa lógica pode acabar sendo falha, pois mesmo que o aluno tenha acertado a questão difícil e errado a fácil, não significa que ele tenha chutado. Pode ser que ele tenha faltado tempo ou ele pode ter marcado a alternativa errada por distração.

Sugestões para aumentar a nota

Se você quer ir bem no ENEM, essas dicas podem ser o segredo. Confira:

Primeira Sugestão

Redobre a atenção para a Matemática e a Redação, pois essas são as provas onde fazer acertos trazem mais resultados.

Segunda Sugestão

Treine a precisão no momento da prova. Já que acertar uma questão difícil e errar uma fácil pode acabar baixando sua nota, fique atento para não cair nesse erro. Dê prioridade para as questões fáceis antes das mais difíceis.

Terceira Sugestão

Procure planejar bem o tempo. Não corra o risco de acabar ficando sem tempo para responder e acabar chutando, pois como já foi dito, há chances de você ter a sua nota reduzida.
Até logo!
FONTE: Canal do Ensino

Nenhum comentário:

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
AVISO IMPORTANTE!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: josenidelima@gmail.com FAVOR INFORMAR O LINK